Outros sites Cofina
Caldeirão da Bolsa

Entrevista a lfhm83

Espaço dedicado a todo o tipo de troca de impressões sobre os mercados financeiros de uma forma genérica e a todo o tipo de informação útil que possa condicionar o desempenho dos mesmos

Moderadores: Pata-Hari, Ulisses Pereira, MarcoAntonio

Entrevista a lfhm83

por Ulisses Pereira » 25/11/2019 16:28

lfhm83 é um dos mais activos participantes do Caldeirão. É dele hoje a palavra nesta série de entrevistas que temos feito a alguns dos mais carismáticos participantes no Caldeirão.

Ulisses: Tens quase 3 mil posts publicados no Caldeirão. Começaste a escrever no nosso fórum em 2011, achas que hoje a tua visão dos mercados é muito diferente dessa altura?

lfhm83: Recordo na altura pensar que o trading seria tão simples como ler a secção de recomendações de compras no jornal. Também me lembro perfeitamente das primeiras vezes que abri o caldeirão foi em busca de respostas para determinados movimentos do mercado. Deve ser dos primeiros posts que tenho por aqui: “alguém sabe porque é que está a subir tanto?”, quando me respondiam “não tenho nenhuma bola de cristal”, ficava apreensivo com a qualidade do forista. Hoje em dia tenho outra visão e entendo perfeitamente que inútil tentar justificar movimentos de mercado com que se tenha lucro com os mesmos é suficiente.

Ulisses: Recordas-te do teu primeiro negócio?

lfhm83: Acho que foi com a Mota só para experimentar e ver quanto me cobravam de comissões e como se processava a ordem, foi com um valor simbólico e até acho que tive lucro mas não deu para pagar a comissão sequer.

Ulisses: Porque te começaste a interessar pela análise técnica?

lfhm83: Quero acreditar que foi pelo caldeirão que comecei a saber sequer que existia tal disciplina. Pela secção de bibliografia recomendada acabei por comprar o Ganhar em Bolsa. É um livro que bastante abrangente no que toca a mercados e descreve o 101 da AT e da AF sendo que o próprio autor nalgum momento acaba por confessar que AT é a ferramenta ideal para o pequeno investidor. Acredito que a AF é mais dirigida a grandes fundos e investidores que querem ter uma posição significativa numa empresa.

Ulisses: Porque achas que há tantas pessoas que demonizam a análise técnica?

lfhm83: Talvez pelo simples facto de não explicar os movimentos de mercado. É difícil para o cérebro humano interpretar que algo tão abstrato como o preço sobe e desce sem ter uma justificação inerente. Mas vemos que recentemente o BCP teve os maiores lucros da década e está bem longe do máximo para o mesmo período. Os mercados movem-se muito pelas expectativas futuras e por vezes acredito que há momentos que um título sobe porque simplesmente está na moda. Veja-se recentemente a beyond meat mais que quintuplicou o valor num par de meses.

Também acredito que existe alguma tendência para complicar a AT, existem alguns conceitos avançados como ondas de Elliot ou níveis de Gann que não tendo informação suficiente para discordar dos mesmos, são extremamente complicados e difíceis de ler e entender.

Com o passar do tempo nas minhas análises tenho-me tornado mais minimalista, uma quebra de uma linha de tendência bem desenhada é um indicador fortíssimo de inversão de tendência. No final aquilo que mais importa são os suportes e as resistências, sem nunca esquecer que a AT é uma análise probabilística.

Ulisses: És dos poucos participantes no Caldeirão que tanto escreves sobre o mercado português como sobre os mercados internacionais. Investes em ambos? Onde tens sido mais bem sucedido?

lfhm83: Fui muito bem sucessivo no mercado português no último grande bull que chegamos quase aos 8000 depois da vela Paulo Portas. Infelizmente depois terminou o bull e as coisas começaram a correr menos bem.
Para além do PSI invisto no IBEX, CAC e DAX e realmente tenho tido mais sucesso nesses mercados do que no PSI.

Ulisses: Apenas negoceias acções ou negoceias também outros instrumentos financeiros?

lfhm83: Só acções, ainda me meti na aventura dos CFDs mas não durou muito.

Ulisses: Lembras-te de qual foi o teu pior negócio de sempre? E o melhor?

lfhm83: O pior foi sem dúvida a SONI quando realizou o aumento de capital. O melhor foi com o BCP num rally de natal foram uns 40% numa semana.

Ulisses: O que falta a Portugal, como país, para crescer?

lfhm83: Liberdade económica. As nossas infraestruturas são muito boas (até ver), mas temos um estado obtuso e patriarca que penaliza o bom trabalhador para premiar o facilitismo. Sou um apologista que a economia deve ser estimulada pela produção e aumentando a oferta como tal quem mais produz devia ser o maior beneficiário, para incentivar ao aumento da produtividade. Também me preocupa termos constantemente governos que procuram sempre optimizar a receita sem se preocupar em melhorar a eficiência do sistema, é um absurdo que sejamos constantemente obrigados a pagar mais e mais impostos quando a impressão que tenho é que o serviço prestado pelo sector público se está a degradar constantemente nos últimos 20 anos. A burocracia aumenta de ano para ano e parece que o cidadão português não tem capacidade para entender que a burocracia é poluição, que é algo que não acrescenta valor e que deve ser mantido num nível mínimo, infelizmente a própria UE tem incentivado ao aumento da burocracia e a tendência é para aumentar ainda mais.

Já tendo em conta o panorama político português temos de nos contentar com orçamentes não deficitários e com estabilidade legislativa, só com isso deve haver margem para crescer nos próximos tempos, se não sair alguma surpresa de algum lado entretanto. Mas duvido que seja receita para o longo prazo, provavelmente estamos muito expostos e sem capacidade de reacção a qualquer intempérie económica externa.

Ulisses: O que é que gostas de fazer, longe dos mercados?

lfhm83: Tenho bastantes hobbies desde a guitarra, desenho a lápis, videojogos, leitura e sempre que posso viajar. Como desportos pratico jogging, natação, ginásio, no inverno snowboard. De desportos de grupo só futsal.

Ulisses: Qual é o filme, livro e música da tua vida?

lfhm83: Pergunta complicada porque depende de que fase da vida  mas tentando responder só com um seria:
- O filme que vi mais vezes foi sem dúvidas Aliens 2: O regresso. Tem ficção cientificai, acção e um guião consistente sem grande falhas. Além disso tinha-o gravado numa VHS e por isso ia muitas vezes parar ao leitor de vídeo.
- O livro provavelmente o Robinson Crusoe porque o li no início da adolescência e na altura despertou-me o gosto pela leitura. É um livro muito bom que puxa muito pela imaginação, também achei curioso que mesmo estando sozinho numa ilha fosse calculando o valor das posses, do que ia construindo sozinho. Infelizmente nenhum filme/série/adaptação lhe conseguiu fazer jus até ao momento.
- A música é o mais complicado porque isso é realmente por fases escolhendo uma de uma banda da minha geração Radiohead Paranoid Android.


Ulisses: Qual é o horizonte temporal médio dos teus “trades”, tens ideia?

lfhm83: Deve rondar 1 mês mas é algo que tenho tentado ampliar. O meu objetivo não é tanto estar no mercado numa base temporal mas mais numa perspetiva de sinais técnicos, como tu próprio dizes maior parte dos dias não se passa absolutamente nada nos mercados.

Ulisses: Qual consideras ser uma boa rentabilidade por ano no mercado accionista?

lfhm83: 30% é o nível master que ambiciono. 10000 a 30% ao ano 10 anos dá quase 200000 (com impostos uns 150000). Se aos 50 domina-se os mercados com esse nível aos 65 teria uma reforma bem jeitosa.

Ulisses: Qual achas que é o maior erro que os investidores costumam cometer?

lfhm83: Fazer trading baseado em notícias e resultados, falta de método e disciplina.

Ulisses: O que é que mais gostas no Caldeirão que te leva a continuar por aqui após 8 anos de participação? E o que é que mais te irrita?

lfhm83: É um espaço onde posso expor ideias e debater algo que me fascina. Já pesquisei na net por outros fóruns e a verdade è que não encontrei nada que se pareça com a mesma qualidade nem em língua inglesa.
O que mais me irrita é quando entramos e vemos posts com pouco conteúdo e mal argumentados ou quando se geram confrontos em tom menos amigável entre alguns foristas. Também é desagradável quando há falta de apreço pelo trabalho desenvolvido no fórum, tanto por outros foristas como pelos administradores.

Aproveito o momento para deixar uma palavra de agradecimento aos moderadores pela iniciativa em criar este espaço e por todo o trabalho e dedicação despendidos na criação e manutenção do fórum.

Ulisses Pereira: Nós é que temos que agradecer por toda a tua participação no Caldeirão e por esta entrevista.
"Acreditar é possuir antes de ter..."

Ulisses Pereira

Clickar para ver o disclaimer completo
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 30394
Registado: 29/10/2002 4:04
Localização: Aveiro

Re: Entrevista a lfhm83

por MarcoAntonio » 25/11/2019 17:14

Um agradecimento ao lfhm83, outro activo e carismático participante do forum, por esta entrevista. Que continue a partilhar connosco as suas opiniões sobre os mercados... e outras coisas.

:wink:
Bons Negócios,
Marco Antonio
Caldeirão de Bolsa

FLOP - Fundamental Laws Of Profit


1. Mais vale perder um ganho que ganhar uma perda, a menos que se cumpra a Segunda Lei.
2. A expectativa de ganho deve superar a expectativa de perda, onde a expectativa mede a
....amplitude média do ganho/perda contra a respectiva probabilidade.
3. A Primeira Lei não é mesmo necessária mas com Três Leis isto fica definitivamente mais giro.
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 33866
Registado: 4/11/2002 22:16
Localização: Vilar do Paraíso

Re: Entrevista a lfhm83

por Pata-Hari » 25/11/2019 23:08

Poderíamos afixar estas tuas frases e remeter para esse post de cada vez que temos que chamar à atenção :

Ei, psttt, post lfhm! "O que mais me irrita é quando entramos e vemos posts com pouco conteúdo e mal argumentados ou quando se geram confrontos em tom menos amigável entre alguns foristas. Também é desagradável quando há falta de apreço pelo trabalho desenvolvido no fórum"

:D :D
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 20518
Registado: 25/10/2002 17:02
Localização: Lisboa

Re: Entrevista a lfhm83

por 5640533 » 26/11/2019 9:24

“Fazer trading baseado em notícias e resultados...” Acho que são coisas completamente diferentes. Os resultados contam. As notícias só às vezes.
 
Mensagens: 1092
Registado: 29/11/2007 1:36
Localização: 4

Re: Entrevista a lfhm83

por BearManBull » 26/11/2019 12:11

Os resultados muitas vezes também não contam, o exemplo que mencionei do BCP é bastante claro na defesa desse ponto. Tal como o BCP podíamos falar da Amazon ou de muitos outros unicórnios que cotam a mais de mil milhões e a viver bull markets sem nunca terem dado um cêntimo de lucro.

Durante o período do PPC o pais nunca cresceu tanto como no período posterior com o PS, no entanto grande parte das cotadas no PSI cotavam a valores mais altos nesse momento do que na actualidade.
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3696
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: Entrevista a lfhm83

por RFPB » 26/11/2019 12:29

lfhm83 Escreveu:Os resultados muitas vezes também não contam, o exemplo que mencionei do BCP é bastante claro na defesa desse ponto. Tal como o BCP podíamos falar da Amazon ou de muitos outros unicórnios que cotam a mais de mil milhões e a viver bull markets sem nunca terem dado um cêntimo de lucro.


O mercado aceita melhor um resultado liquido negativo, do que uma caixa negativa.
No curto prazo é assim, no longo prazo convém que as duas coisas sejam positivas, ou esporadicamente negativas.
"Se alguém se jogasse para o fundo de um poço, também te jogavas?" - Os meus pais
 
Mensagens: 952
Registado: 26/5/2016 13:28
Localização: Marginal para Marrocos


Quem está ligado:
Utilizadores a ver este Fórum: Phil2014 e 36 visitantes