Outros sites Cofina
Caldeirão da Bolsa

OBRIGAÇÕES TAP paga juro de 4,375% em emissão de obrigações

Espaço dedicado a todo o tipo de troca de impressões sobre os mercados financeiros de uma forma genérica e a todo o tipo de informação útil que possa condicionar o desempenho dos mesmos

Moderadores: Pata-Hari, Ulisses Pereira, MarcoAntonio

Re: OBRIGAÇÕES TAP paga juro de 4,375% em emissão de obrigaç

por Ulisses Pereira » 8/7/2020 15:36

PXYC, não houve uma nacionalização no sentido técnico do termo. Houve um acordo do Estado para comprar a posição do accionista maioritário, daí que a vida da empresa segue...

Abraço,
Ulisses
"Acreditar é possuir antes de ter..."

Ulisses Pereira

Clickar para ver o disclaimer completo
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 30381
Registado: 29/10/2002 4:04
Localização: Aveiro

Re: OBRIGAÇÕES TAP paga juro de 4,375% em emissão de obrigaç

por Sr_SNiper » 8/7/2020 17:38

Ulisses Pereira Escreveu:PXYC, não houve uma nacionalização no sentido técnico do termo. Houve um acordo do Estado para comprar a posição do accionista maioritário, daí que a vida da empresa segue...

Abraço,
Ulisses

Tens razão, é verdade, mas moralmente isto é fedorento, f e d o r e n t o, e moralmente igual.
No final o que conta é, o acionista ganhou 55M ( porque meteu 0M e 55M-0M=55M, a Azul recebe 7,5% de juros e o emprestimo garantido e o resto da malta só DEUS sabe
Lose your opinion, not your money
 
Mensagens: 8910
Registado: 27/6/2009 22:08
Localização: Sniper World

Re: OBRIGAÇÕES TAP paga juro de 4,375% em emissão de obrigaç

por Ulisses Pereira » 8/7/2020 17:47

Quer dizer, eu espero que seja assim. Mas a extrema esquerda acena com um "haircut" da dívida que não seja investidores particulares. A ver vamos...

Abraço,
Ulisses
"Acreditar é possuir antes de ter..."

Ulisses Pereira

Clickar para ver o disclaimer completo
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 30381
Registado: 29/10/2002 4:04
Localização: Aveiro

Re: OBRIGAÇÕES TAP paga juro de 4,375% em emissão de obrigaç

por mais_um » 8/7/2020 18:09

Sr_SNiper Escreveu:
Ulisses Pereira Escreveu:PXYC, não houve uma nacionalização no sentido técnico do termo. Houve um acordo do Estado para comprar a posição do accionista maioritário, daí que a vida da empresa segue...

Abraço,
Ulisses

Tens razão, é verdade, mas moralmente isto é fedorento, f e d o r e n t o, e moralmente igual.
No final o que conta é, o acionista ganhou 55M ( porque meteu 0M e 55M-0M=55M, a Azul recebe 7,5% de juros e o emprestimo garantido e o resto da malta só DEUS sabe


Olá Sniper, tudo ok?

Não sei quanto ele ganhou mas as tuas contas não batem certo. O consorcio pagou 354 milhões, 10 para o Estado e o restante para capitalizar a TAP.
Considerando que ele tinha 50%, teria que entrar com metade, digo eu. Ou seja 177M. Mesmo que tenha recebido 70M da Airbus como dizem e que tenha enganado o sócio português e ficado com esse € todos, mesmo assim teve que entrar com 107M. mesmo descontado o 1,6M que o estado pagou para ter 50% do capital, parece-me que ele está perder €.

Um abraço
"Só duas coisas são infinitas, o universo e a estupidez humana. Mas no que respeita ao universo ainda não tenho a certeza" Einstein
“Com os actuais meios de acesso à informação, a ignorância não é uma fatalidade, mas uma escolha pessoal" Eu
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7059
Registado: 14/11/2008 0:48
Localização: Lisboa

Re: OBRIGAÇÕES TAP paga juro de 4,375% em emissão de obrigaç

por Marco Martins » 9/7/2020 9:30

PXYC Escreveu:não percebo porquê pagar obrigações se a empresa entrou em falência técnica. ou com a injecção de capital do estado já são legalmente obrigados a usar essa capitalização para pagar estas obrigações?


Concordo. As obrigações são um investimento de risco e como tal têm um prémio maior nos juros, no entanto também podem correr mal e o investidor ficar sem nada!
Contudo, creio que as obrigações apenas poderiam ser "descartadas" se a empresa entrasse num processo de insolvência!
O que está a acontecer na TAP é apenas uma alteração dos accionistas, onde o estado ficou com a maioria da empresa e ficou maior responsável dos compromissos da empresa.
 
Mensagens: 4711
Registado: 7/4/2007 17:13
Localização: Algarve

Re: OBRIGAÇÕES TAP paga juro de 4,375% em emissão de obrigaç

por mais_um » 10/7/2020 9:45

A TAP e o PIB da popularidade

A falência da TAP é péssima e a nacionalização é um escândalo. E a popularidade é das atividades que mais emprega em Portugal. Soa bem falar da TAP como um anacrónico sorvedouro de dinheiro. Até olhar para o impacto que ela tem na economia



Fui acompanhando o exercício de cinismo do comentário nacional das últimas duas semanas. Como explicou Ricardo Costa, a maioria dos portugueses não quer meter dinheiro na TAP. Com desemprego e em crise, é natural. E é por isso que muitos optaram por uma posição de compromisso: a falência é péssima e a nacionalização é um escândalo. Como não queriam que o Estado injetasse dinheiro sem o controlar, ficaram na confortável posição de não ter posição. Só não são capazes de dizer “deixa falir” porque sabem o que isso significaria. Soa bem falar da TAP como um anacrónico sorvedouro de dinheiro. Até olhar para o impacto que ela tem na economia.

Usemos sempre dados de 2019, compilados pelo Ministério das Infraestruturas, que tutela a TAP. Os números são públicos por via da TAP, ANAC, McKinsey, Banco de Portugal, INE, Ministério do Ambiente e Ministério das Finanças. E vale a pena olhar para eles.

A TAP transportou 17 milhões de passageiros, um terço dos que chegaram aos aeroportos nacionais, metade dos que chegaram a Lisboa. Pesa mais do que as três companhias seguintes juntas. O que quer dizer que dificilmente seria substituída por uma estrangeira, num momento de cortes no sector. Ou demoraria demasiado tempo. 80% dos turistas chegam a Portugal de avião. Os turistas estrangeiros transportados pela TAP gastam mais de 1,9 mil milhões de euros em Portugal.

A TAP faturou 3,3 mil milhões, 80% de clientes estrangeiros. O que quer dizer que exportou 2,6 mil milhões. Se a empresa fosse estrangeira, isto não entraria na balança comercial. Pelo contrário, a compra de bilhetes por nacionais passaria a importação.

O hub de Lisboa funciona como o centro de uma rede. Sem esse centro, muitas rotas, que não têm partida e chegada final em Portugal, deixariam de passar por cá. Provavelmente iriam por Madrid. A TAP tem uma quota de 48% de ligações continente-ilhas e de 60% dos voos intercontinentais a partir dos aeroportos portugueses (81% para a América do Sul). Um dado importante quando sabemos que um dos principais mercados de turismo que cresceu em Portugal foi o norte-americano e o brasileiro. No caso do primeiro, são turistas que gastam mais dinheiro, ficam mais tempo e usam hotéis de quatro e cinco estrelas. Quem acha que as low-cost resolvem tudo, prestou pouca atenção a este mercado em crescimento.

A TAP contribui, direta e indiretamente, para 1,7% do PIB nacional e para 7 mil milhões de euros em exportações. Faz compras de 1,3 mil milhões de euros a mais de mil empresas nacionais – mais do que vamos injetar agora. A manutenção e engenharia, em que a TAP é referência, fatura mais de 200 milhões por ano, sendo metade exportações.

A TAP é responsável, direta e indiretamente, pelo pagamento de mais de 1,8 mil milhões de euros em impostos e contribuições para a segurança social que em parte, com os desempregados, passariam a ser despesa. E com os despedimentos que se avizinham, uma parte será mesmo.

Esqueçam o papel que a TAP tem na ligação às regiões autónomas, na relação com parceiros económicos das nossas empresas e com os países de língua oficial portuguesa e a emigração. Fiquem-se pelo impacto económico devastador que a falência da TAP teria.

É claro que estes não serão os números dos próximos anos, com a crise do turismo e na aviação. Faz sentido deixar cair o instrumento que nos sobra, numa crise global, para a maior atividade exportadora do país? Há quem acredite que se nos livrarmos de toda a despesa estaremos livres para construir um futuro. A receita é absurda mas popular. Mas quando estivermos realmente leves, sem qualquer grande empresa nacional exportadora, olharemos para a nossa balança comercial e perguntaremos o que raio nos aconteceu. Os mesmos comentadores aparecerão a culpar um governante à escolha e a coisa fica feita. Não sei quanto contribui para o PIB, mas a popularidade é das atividades que mais emprega em Portugal.

https://expresso.pt/opiniao/2020-07-10- ... pularidade
"Só duas coisas são infinitas, o universo e a estupidez humana. Mas no que respeita ao universo ainda não tenho a certeza" Einstein
“Com os actuais meios de acesso à informação, a ignorância não é uma fatalidade, mas uma escolha pessoal" Eu
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7059
Registado: 14/11/2008 0:48
Localização: Lisboa

Re: OBRIGAÇÕES TAP paga juro de 4,375% em emissão de obrigaç

por Sr_SNiper » 16/7/2020 0:15

Venha a fatura que o povo paga!!!
Nem é preciso justificação, mais mil milhões menos mil milhões são tremoços para o povo rico e burguês de Portugal
Lose your opinion, not your money
 
Mensagens: 8910
Registado: 27/6/2009 22:08
Localização: Sniper World

Re: OBRIGAÇÕES TAP paga juro de 4,375% em emissão de obrigaç

por umXdois » 16/8/2020 12:31

https://web3.cmvm.pt/sdi/emitentes/docs/CONV76670.pdf

Traduzido para miúdos isto significa o quê?
A ciência do palpite certeiro está no momento em que é feito ... como diria João Pinto "prognósticos ... só no fim do jogo"
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 269
Registado: 20/11/2013 17:48

Re: OBRIGAÇÕES TAP paga juro de 4,375% em emissão de obrigaç

por pedrofpais_goog » 17/8/2020 9:57

Numa primeira análise parece-me ser um pedido de autorização para limitar fortemente as garantias que estas obrigações têm. Como obrigacionista, prevejo votar contra se for assim o caso. Prefiro que as obrigações entrem em default já que estou confiante que o seu reembolso antecipado é possível.

No entanto suspeito que os investidores institucionais de monta vão fazer este pedido passar o que me deixa um pouco preocupado.
 
Mensagens: 19
Registado: 3/4/2017 11:22

Re: OBRIGAÇÕES TAP paga juro de 4,375% em emissão de obrigaç

por Pata-Hari » 17/8/2020 16:22

Umx2, o tema terá a ver com um dos covenants das obrigações relativamente à relação de grupo entre a TAP SGPS e a TAP SA. OU seja, se esta relação se alterar, as obrigações entrariam em default. Ora como o estado injectou 1 BI de empréstimo mas com condição de conversão em capital, esta relação pode vir a alterar-se por essa razão e as obrigações entrarem em incumprimento por essa razão "não prevista". Está a tentar alterar-se isso evitando que isso possa suceder pelos motivos acima.
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 20516
Registado: 25/10/2002 17:02
Localização: Lisboa

Anterior