Políticas para Portugal

Espaço dedicado a todo o tipo de troca de impressões sobre os mercados financeiros de uma forma genérica e a todo o tipo de informação útil que possa condicionar o desempenho dos mesmos

Moderadores: pata-hari, Ulisses Pereira, MarcoAntonio

Re: Políticas para Portugal

por lfhm83 » 7/5/2019 12:28

Marco Martins Escreveu:O Belmiro de Azevedo, tinha uma política que era usar os recursos internos do grupo em vez de recorrer a intermediários fora...
O estado parece querer o contrário...


Já numa empresa demitir é complicado então no estado, nem se fala. Parece ser que estás um bocado contraditório com outros comentários, não acabo de entender se defendes mais ou menos estado. :lol:

Por exemplo eu sou a favor dos vouchers de escola. O ensino devia ser na grande maioria privado e em vez de ser o estado a gerir o ensino devia distribuir vouchers de ensino que teriam um valor monetário a cobrar pela instituição de ensino ao estado. Tudo seria regulado pelo estado e o voucher deveria ter condições de garantir um ensino adequado (será o ensino actual adequado? Da mesma forma que garante a qualidade do sistema de ensino actual público podia garantir a do privado.). Isto acabaria com os problemas da actualidade com os professores e eliminaria muitos desperdícios do sistema e potencial corrupção. É uma ideia do Friedman que se pode consultar no Free to Choose.

O que quero dizer com isto é que o estado deve limitar-se à função de regulador e delegar sempre que possível o funcionamento das entidades a privados.

Entretanto o salário médio continua estagnado em Portugal.

Portugal é o segundo país da Europa onde o salário mínimo está mais próximo do salário médio.

A Irlanda que tem uma mentalidade mais liberal tem salários muito superiores.



https://eco.sapo.pt/2019/05/06/portugal ... rio-medio/
Anexos
salario.JPG
salario.JPG (57.74 KiB) Visualizado 1792 vezes
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 2539
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: Políticas para Portugal

por grambill » 7/5/2019 18:04

Marco Martins Escreveu:
grambill Escreveu:
Marco Martins Escreveu:A meu ver, aquilo que deveria ser feito não foi feito e continuamos na corda bamba, apenas porque algo externo a nós nos consegue manter com taxas baixas....

Se olharmos para vários sectores públicos, continuam todos asfixiados e sem previsão de melhoria...

Para quem necessita de ir a hospitais públicos, recomendo ir ao S.João no Porto com uma crise intestinal a noite, entra às 22h00 e só é atendido por um médico às 6 da manhã... para além disso só às 7 é que faz os primeiros exames... para depois sair às 14h0 ainda sem o problema resolvido!

Este é um exemplo real, como existem muitos mais...

Por exemplo, uma foram espantosa de ver os gastos errados do estado, será olhar para a quantidade de seguranças privados que existem nos hospitais, centros de saúde e muitos outros organismos públicos...
Se existe a necessidade de um segurança, porque não é um polícia nesse local? (sempre seria melhor os estado pagar ao estado, do que pagar para os privados...)


Se tiveres em conta o salário e a formação um policia deve sair consideravelmente mais caro ao Estado do que um segurança privado (a menos que seja uma dessas empresas peritas em extorquir dinheiro ao Estado).


Sim, acredito que saia mais caro (aparentemente)... no entanto o facto de ser um polícia, iria permitir deslocar ou alocar os elementos para outros locais conforme as necessidades.

Muitos dos seguranças particulares que vemos nos centros de sau´de estão a fazer o serviço que uma pessoa a um custo muito mais barato faria e que poderia estar a trabalhar para o estado...

O Belmiro de Azevedo, tinha uma política que era usar os recursos internos do grupo em vez de recorrer a intermediários fora...
O estado parece querer o contrário...


É possível que não tenha entendido bem que seguranças são ou que esteja desactualizado.
 
Mensagens: 177
Registado: 26/10/2015 10:11

Re: Políticas para Portugal

por grambill » 10/5/2019 10:52

Somada esta trapalhada dos professores a alguns artigos que têm sido publicados sobre os custos futuros dos cortes no investimento público e descongelamentos e que dão uma visão bastante tétrica do futuro deixam uma pessoa a pensar se a caixa de Pandora já não foi aberta e o país não ficou orfão de políticos prudentes.
 
Mensagens: 177
Registado: 26/10/2015 10:11

Re: Políticas para Portugal

por lfhm83 » 10/5/2019 12:04

Importante referir que o euro cota mais ou menos 10% por baixo do que cotava no primeiro trimestre do ano passado, o que, em teoria, devia dar algum estímulo extra às exportações.

Importações crescem o triplo das exportações no primeiro trimestre de 2019


https://www.jornaldenegocios.pt/economi ... taquesTopo

o país não ficou orfão de políticos prudentes.


O país ficou refém da demagogia, da hipocrisia e da corrupção. Vai valendo que estamos na moda e que os outros países começam a estar pior que Portugal., em termos de qualidade de vida e poder de compra.
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 2539
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: Políticas para Portugal

por Ocioso » 11/5/2019 15:03

 
Mensagens: 1246
Registado: 14/4/2015 1:34

Re: Políticas para Portugal

por PXYC » 13/5/2019 1:24

lfhm83 Escreveu:Por exemplo eu sou a favor dos vouchers de escola. O ensino devia ser na grande maioria privado e em vez de ser o estado a gerir o ensino devia distribuir vouchers de ensino que teriam um valor monetário a cobrar pela instituição de ensino ao estado. Tudo seria regulado pelo estado e o voucher deveria ter condições de garantir um ensino adequado (será o ensino actual adequado? Da mesma forma que garante a qualidade do sistema de ensino actual público podia garantir a do privado.). Isto acabaria com os problemas da actualidade com os professores e eliminaria muitos desperdícios do sistema e potencial corrupção. É uma ideia do Friedman que se pode consultar no Free to Choose.


em muitas cidades pequenas do país não existe necessidade suficiente para duas ou três escolas, e eu diria que isto aplica à maior parte do território de Portugal, pelo que o teu modelo terminaria criando apenas UMA escola privada por região, ou dito de outro modo, teriamos uma empresa privada com lucros privados financiada pelos meus impostos num mercado sem concorrência.
meu caro, isto é exactamente o oposto de liberalismo!!! :roll:
 
Mensagens: 94
Registado: 13/10/2014 16:44

Re: Políticas para Portugal

por lfhm83 » 13/5/2019 9:24

PXYC Escreveu: pelo que o teu modelo terminaria criando apenas UMA escola privada por região, ou dito de outro modo, teriamos uma empresa privada com lucros privados financiada pelos meus impostos num mercado sem concorrência.
meu caro, isto é exactamente o oposto de liberalismo!!! :roll:


Mas isso é o que temos actualmente. :roll:
No privado o desperdício é sempre menor, sempre e quando não haja lobbies e corrupção. Que é obrigação de um estado de direito legislar e controlar. Para começar no privado o horàrio de trabalho è de 40 horas, logo aì jà era um potencial modo de poupança.

Pelo menos no privado teríamos a FP reduzida. Nem digo que se acabe com a escola pública mas que se devia reduzir muito o staffing na educação. Quem quer meter os miúdos em escolas privadas que meta, o que não pode é pagar impostos para a educação e depois ter pagar a escola privada.

Pelo menos devia ser dedutível o valor completo em IRS (não os 305 actuais) e estar isento de IVA.

Também não acho que o grande mal do país seja o ensino, onde eu vejo o problema é nas transferências sociais e despesas de capital que um é fardo que vamos carregar muitos anos.
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 2539
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: Políticas para Portugal

por grambill » 14/5/2019 12:51

lfhm83 Escreveu:
PXYC Escreveu:
Também não acho que o grande mal do país seja o ensino, onde eu vejo o problema é nas transferências sociais e despesas de capital que um é fardo que vamos carregar muitos anos.

Na Irlanda e na Suécia os partidos juntaram-se todos para reformar quando foi preciso.
Incapazes disso em vez de se discutirem mais dinheiro para a FP resolvido o défice deviam passar se calhar à dívida pública.
Imagem

https://tradingeconomics.com/portugal/government-debt
 
Mensagens: 177
Registado: 26/10/2015 10:11

Re: Políticas para Portugal

por Ocioso » 14/5/2019 20:19

 
Mensagens: 1246
Registado: 14/4/2015 1:34

Re: Políticas para Portugal

por grambill » 15/5/2019 11:07

Apesar de um ser liberal e o outro social democrata (?) tanto o IL como o Nós, cidadãos! têm programas que vale a pena ler.
E apesar de algumas excentricidades e visões clivadas os debates dos pequenos partidos às europeias têm sido mais interessantes, (isto é por comparação aos 10 ou 15 minutos que deu para aguentar assistir ao dos grandes).
 
Mensagens: 177
Registado: 26/10/2015 10:11

Re: Políticas para Portugal

por Marco Martins » 15/5/2019 11:29

Sem dúvida, que enquanto os políticos não se unirem para fazer algo melhor, isto não avança!

Apesar de não acreditar, achei muito importante a união do PS com a esquerda. Só foi pena que o PS não fosse obrigado a dar um ministério para cada um desses partidos (afinal de contas, teve menos votos que a direita e para estar no governo, deveria ter elementos correspondentes a essa união).

Vamos ver se evoluímos...
 
Mensagens: 4318
Registado: 7/4/2007 17:13
Localização: Algarve

Re: Políticas para Portugal

por lfhm83 » 15/5/2019 14:33

O corporativismo impera em Portugal.

Erroneamente isto é muitas vezes confundido com o capitalismo defendido por liberais, quando na realidade qualquer coação do estado por poderes económicos é crime num estado de direito.

Claro que a extrema-esquerda vende isto como culpa do demónio capitalismo, quando na realidade é um problema de um estado corrupto. O votante iludido acredita que a solução é combater o capitalismo e da mais poder ao estado que aumente ainda mais a corrupção num ciclo vicioso.


Comissão calcula que rendas excessivas tenham lesado os consumidores em 4.063 milhões de euros e em 1.211 milhões de euros o Estado.


Qualquer renda jà è excessiva... Como é que se justificam rendas à EDP,, que è uma empresa privada com lucros todos os anos...

https://eco.sapo.pt/2019/05/15/comissao ... -eletrico/
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 2539
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: Políticas para Portugal

por grambill » 15/5/2019 22:01

lfhm83 Escreveu:Claro que a extrema-esquerda vende isto como culpa do demónio capitalismo, quando na realidade é um problema de um estado corrupto. O votante iludido acredita que a solução é combater o capitalismo e da mais poder ao estado que aumente ainda mais a corrupção num ciclo vicioso.




A CGD é um banco público e é como se tem visto.
 
Mensagens: 177
Registado: 26/10/2015 10:11

Re: Políticas para Portugal

por Marco Martins » 16/5/2019 1:38

lfhm83 Escreveu:O corporativismo impera em Portugal.

Erroneamente isto é muitas vezes confundido com o capitalismo defendido por liberais, quando na realidade qualquer coação do estado por poderes económicos é crime num estado de direito.

Claro que a extrema-esquerda vende isto como culpa do demónio capitalismo, quando na realidade é um problema de um estado corrupto. O votante iludido acredita que a solução é combater o capitalismo e da mais poder ao estado que aumente ainda mais a corrupção num ciclo vicioso.


Comissão calcula que rendas excessivas tenham lesado os consumidores em 4.063 milhões de euros e em 1.211 milhões de euros o Estado.


Qualquer renda jà è excessiva... Como é que se justificam rendas à EDP,, que è uma empresa privada com lucros todos os anos...

https://eco.sapo.pt/2019/05/15/comissao ... -eletrico/


A comissão calcula que o estado foi lesado... e por acaso a mesma comissão, não deveria também calcular que que os consumidores da EDP pagam 25% para o estado?
Sou a favor de um estado regulador, não de um estado usurpador e consumidor...
 
Mensagens: 4318
Registado: 7/4/2007 17:13
Localização: Algarve

Re: Políticas para Portugal

por lfhm83 » 21/5/2019 9:34

Marco Martins Escreveu:Sou a favor de um estado regulador, não de um estado usurpador e consumidor...


Penso da mesma forma, o estado não devia gerir dinheiro, deve gerir leis que é para isso que existe.
Pior ainda quando subsidia a inutilidade em vez de promover a natalidade. Centraliza em vez de harmonizar. Burocratiza em vez de regular com ética.

Entretanto o português é cada vez mais uma espécie em vias de extinção.

Há mais reformados do que trabalhadores em 23% dos concelhos


É indiferente já dizia o Eça de Queiroz que Lisboa é Portugal. E é isso que incutem na mente dos alunos de secundário.

https://jornaleconomico.sapo.pt/noticia ... hos-447041

O que eu vejo é que estão agora mais ou menos com dados macros similares aos de 2007, com a diferença que desta vez não vai ser possível descer taxas de juro e à uma população significativamente mais envelhecida. Se a crise da USA China se agravar, hard brexit e colapso da banca isto vai ser um salve-se quem puder. Por agora vamos ainda no vento das vacas gordas até ver...
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 2539
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: Políticas para Portugal

por Ocioso » 22/5/2019 18:37

 
Mensagens: 1246
Registado: 14/4/2015 1:34

Re: Políticas para Portugal

por Marco Martins » 28/5/2019 15:56

Agora que a GNR está a fazer paragens stop para verificar se devemos ao fisco, isto está bem encarreirado para uma nova era de ditatura (seja de bloco central ou não)...

É uma aberração a GNR servir de empregado das finanças!!!
 
Mensagens: 4318
Registado: 7/4/2007 17:13
Localização: Algarve

Re: Políticas para Portugal

por Marco Martins » 28/5/2019 16:22

https://www.jornaldenegocios.pt/empresa ... _Destaques

Impressionante!!!
E estes "inergumenos" da banca (desculpem se ofendo alguém, mas apenas me refiro às gestões e políticas das instituições, até porque muitos meus familiares foram trabalhadores da banca) ainda têm a coragem de aumentar comissões sobre transferências, cobrar taxas de manutenção e ainda querer que os clientes paguem uma comissão para utilizar o MB !!!

E todos continuam livres!!!

São estas injustiças sociais que depois "degeneram" em extremismos e atentatos contra tudo aquilo que simboliza estas instituições.
 
Mensagens: 4318
Registado: 7/4/2007 17:13
Localização: Algarve

Re: Políticas para Portugal

por Masterchief » 28/5/2019 16:47

A culpa da situação em que estamos é do povo.
O povo prefere viver numa ilusão, e deixa-se enganar por quem lhe vende sonhos, do que por quem lhe mostra a realidade.
O PS depois do que aconteceu com o Sócrates e companhia, num país de gente inteligente, não voltava a governar tão cedo. Mas em portugal bastou um mandato mais "apertado" para imediatamente regressarmos ao mesmo.

Estes "senhores" que lá estão agora são os mesmos que levaram portugal à falência. Estão à espera de resultados diferentes?

Políticos corruptos e desonestos existem em todas as forças politicas mas o PS, meu Deus... aquilo é um ninho de ratos corruptos já com gerações de escola. Que o diga o Carlos César, por exemplo. Aliados a uma esquerda radical e caviar a coisa ainda piora mais.

Com o PSD a tentar agradar ao povo como o PS faz mas sem grande jeito para a coisa não vejo grande futuro, sinceramente.
Eu já vi este filme antes. Alguém mais já o viu?
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 131
Registado: 29/11/2007 2:53
Localização: V.N.Gaia

Re: Políticas para Portugal

por Flav » 28/5/2019 17:07

Eu penso que o MasterChief anda a ber muitos filmes, mas com repetição da mesma história. Se tivesse mais atenção via que a história é mais completa e complexa e não se coaduna com a repetição da mesma lenga lenga. Sei que gostavava que mudassem os "herois" da história, para fazerem o mesmo ou pior, mas o povo que na tua opinião é estúpido, não quer mudar de "herois" por dá cá aquela palha. E pelo menos repete o ditado "pra melhor está bem , está bem. Pra pior já basta assim".Ou ainda "abre os olhos mula que a carroça bai cega", lol.
 
Mensagens: 30
Registado: 13/1/2017 13:00

Re: Políticas para Portugal

por Marco Martins » 28/5/2019 18:23

Infelizmente, acho que o problema não é do PS nem do PSD, mas sim da nossa mentalidade.

É inaceitável que a nossa justiça não funcione... e que o povo não seja exigente para que funcione!

Não é aceitável vermos ministros envolvidos constantemente em situações de corrupção e nada acontece e se for preciso todos os defendem...

Não é aceitável, vermos constantemente empresas corruptas (seja pequeno ou grande comércio) e fecharmos os olhos!

Não é aceitável, muita coisa... mas de certeza que os políticos não são apenas os culpados... são apenas uma amostra daquilo que a nossa sociedade forma e deixa acontecer...
 
Mensagens: 4318
Registado: 7/4/2007 17:13
Localização: Algarve

Re: Políticas para Portugal

por grambill » 28/5/2019 20:27

Masterchief Escreveu:A culpa da situação em que estamos é do povo.
O povo prefere viver numa ilusão, e deixa-se enganar por quem lhe vende sonhos, do que por quem lhe mostra a realidade.
O PS depois do que aconteceu com o Sócrates e companhia, num país de gente inteligente, não voltava a governar tão cedo. Mas em portugal bastou um mandato mais "apertado" para imediatamente regressarmos ao mesmo.

Estes "senhores" que lá estão agora são os mesmos que levaram portugal à falência. Estão à espera de resultados diferentes?

Políticos corruptos e desonestos existem em todas as forças politicas mas o PS, meu Deus... aquilo é um ninho de ratos corruptos já com gerações de escola. Que o diga o Carlos César, por exemplo. Aliados a uma esquerda radical e caviar a coisa ainda piora mais.

Com o PSD a tentar agradar ao povo como o PS faz mas sem grande jeito para a coisa não vejo grande futuro, sinceramente.
Eu já vi este filme antes. Alguém mais já o viu?

Verdade seja dita que o PS voltou a governar porque a esquerda radical e puritana inimiga da corrupção e dos grandes negócios colocou o partido no poder. O governo tem sido um dos mais bem sucedidos da história democrática e mesmo assim não é certo que obtenha uma maioria absoluta. Não sei se a culpa pode ser atribuída apenas ao "povo", existe povo para todos os gostos em Portugal, mas também existem assuntos que não compete ao povo resolver; compete às instituições que têm meios e conhecimentos técnicos para o fazer.
E já agora este governo esteve duas vezes em apuros para ser salvo pela oposição, uma durante os incêndios quando o PPC apareceu com aquela história dos psicólogos e mais recentemente durante o "family gate" com a história dos professores.
Editado pela última vez por grambill em 28/5/2019 20:46, num total de 2 vezes.
 
Mensagens: 177
Registado: 26/10/2015 10:11

Re: Políticas para Portugal

por lfhm83 » 28/5/2019 20:44

Marco Martins Escreveu:Não é aceitável, vermos constantemente empresas corruptas (seja pequeno ou grande comércio) e fecharmos os olhos!


Também não entendo a cultura tuga, como é possível estarmos constantemente a meter um bando de corruptos no poder.
Ainda por cima destroem a completividade do país.

Dizem-se socialistas e nem sequer aquilo que é base do estado social que é a educação e saúde sabem gerir minimamente bem apesar da maior colecta de impostos da história.

Portugal desce seis posições no ranking mundial de competitividade



https://www.jornaldenegocios.pt/economi ... _Destaques

Entretanto por algum motivo que deve ser de os membros do governo fazerem parte da lista, fica censurada a lista dos devedores.

Banco de Portugal "esconde" grandes devedores em anexo sigiloso


https://www.jornaldenegocios.pt/empresa ... _maislidas

Quando rebentar a bolha dos rates soberanos isto vai ser tipo efeito tsunami, depois a culpa é do capitalismo. Estamos extremamente débeis e reféns das importações e do turismo.
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 2539
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: Políticas para Portugal

por grambill » 29/5/2019 8:19

lfhm83 Escreveu:
Marco Martins Escreveu:Não é aceitável, vermos constantemente empresas corruptas (seja pequeno ou grande comércio) e fecharmos os olhos!


Também não entendo a cultura tuga, como é possível estarmos constantemente a meter um bando de corruptos no poder.
Ainda por cima destroem a completividade do país.



O problema desta linha de pensamento é que nunca esclarece exactamente em quem as pessoas devem votar, e nem sequer que candidatos as pessoas elegeram com conhecimento prévio de que eram corruptos. Ainda por cima o sistema eleitoral não permite escolher pessoas possibilitando aos eleitores um maior escrutínio. Os pequenos partidos que nunca exerceram cargos governativos são uma incógnita e ninguém garante que chegados ao poder não tenham elementos susceptíveis de serem corrompidos. A corrupção ocorre onde existe poder e dinheiro o voto permite penalizar a corrupção visível mas não é exactamente o mecanismo por excelência de combate à corrupção e não permite dar resposta à corrupção generalizada.
Além disso não faz sentido que um moderado vá votar em partidos extremistas ou em néscios porque a corrupção é mais visível nos partidos moderados que passaram mais tempo no poder.
 
Mensagens: 177
Registado: 26/10/2015 10:11

Re: Políticas para Portugal

por Marco Martins » 29/5/2019 9:38

grambill Escreveu:
lfhm83 Escreveu:
Marco Martins Escreveu:Não é aceitável, vermos constantemente empresas corruptas (seja pequeno ou grande comércio) e fecharmos os olhos!


Também não entendo a cultura tuga, como é possível estarmos constantemente a meter um bando de corruptos no poder.
Ainda por cima destroem a completividade do país.



O problema desta linha de pensamento é que nunca esclarece exactamente em quem as pessoas devem votar, e nem sequer que candidatos as pessoas elegeram com conhecimento prévio de que eram corruptos. Ainda por cima o sistema eleitoral não permite escolher pessoas possibilitando aos eleitores um maior escrutínio. Os pequenos partidos que nunca exerceram cargos governativos são uma incógnita e ninguém garante que chegados ao poder não tenham elementos susceptíveis de serem corrompidos. A corrupção ocorre onde existe poder e dinheiro o voto permite penalizar a corrupção visível mas não é exactamente o mecanismo por excelência de combate à corrupção e não permite dar resposta à corrupção generalizada.
Além disso não faz sentido que um moderado vá votar em partidos extremistas ou em néscios porque a corrupção é mais visível nos partidos moderados que passaram mais tempo no poder.


Sim, é verdade... contudo o povo não penaliza em nada aqueles que são incorrectos.
Por exemplo na Maia, o presidente foi destituído por corrupção (fizeram a CMM pagar uma dívida ao fisco de uma expresa privada do ex-presidente) e no entanto quem é que ganhou nas eleições da Maia? :) O mesmo partido cujo presidente foi destituído :)
 
Mensagens: 4318
Registado: 7/4/2007 17:13
Localização: Algarve

AnteriorPróximo