Outros sites Cofina
Caldeirão da Bolsa

BREXIT - O Referendo britânico.

Espaço dedicado a todo o tipo de troca de impressões sobre os mercados financeiros de uma forma genérica e a todo o tipo de informação útil que possa condicionar o desempenho dos mesmos

Moderadores: Pata-Hari, Ulisses Pereira, MarcoAntonio

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Marco Martins » 24/6/2016 16:06

Por muitos problemas e separações que possam acontecer, isto não é o fim do mundo!

Temos de ter em conta que quando existe uma derrota existe sempre uma vitória... e estas mudanças até poderão promover uma dinâmica na europa... seja na procura de soluções, seja no fortalecimento de laços...

Por outro lado, é certo que haverá empresas a perder e outras a ganhar... Portugal até pode ganhar se o euro ficar mais fraco... por outro lado, nas separações existe sempre um período de maior confronto que poderá caminhar para um virar costas ou uma sede de vingança, e isso é que a europa deverá evitar a todo o custo... mas não será fácil, porque os governos são feitos de homens, invejas, sede de poder e medos...
 
Mensagens: 4690
Registado: 7/4/2007 17:13
Localização: Algarve

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por goodmoney » 24/6/2016 16:28

Pelo que leio, o Brexit era mau, mas agora que aconteceu é bom.

E a seguir vem o Trump.

Estamos no bom caminho.
 
Mensagens: 580
Registado: 9/11/2012 16:27

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por goodmoney » 24/6/2016 16:32

Marco Martins Escreveu:Temos de ter em conta que quando existe uma derrota existe sempre uma vitória...



Para além de ser uma frase feita, tenta lá por lógica dedutiva explicar isso.

Por exemplo Portugal amanhã perde com a Croácia, mas ganha... experiência? :-"
Editado pela última vez por goodmoney em 24/6/2016 17:34, num total de 1 vez.
 
Mensagens: 580
Registado: 9/11/2012 16:27

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por lobus3101 » 24/6/2016 17:24

goodmoney Escreveu:
Marco Martins Escreveu:Temos de ter em conta que quando existe uma derrota existe sempre uma vitória...



Para além de ser uma frase feita, tanta lá por lógica dedutiva explicar isso.

Por exemplo Portugal amanhã perde com a Croácia, mas ganha... experiência? :-"


Com essa veio o meu primeiro sorriso do dia :D
 
Mensagens: 245
Registado: 11/7/2015 18:32

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por rosaa » 24/6/2016 17:46

O que me diverte é que a rainha, Isabel II vai deixar de receber milhões de euros de subsídios da agricultura, já que ela é a maior proprietária rural na Europa...
 
Mensagens: 46
Registado: 5/10/2015 15:09

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por ricardmag » 24/6/2016 17:51

A rainha tinha dado a entender que preferia sair ...
"Quando a música acaba, apagam-se as luzes." The Door's
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 4940
Registado: 3/4/2014 15:17

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por rosaa » 24/6/2016 17:56

Que é que acham, não era altura de exigir o regresso à Europa do dinheiro que na city londrina, o principal off-shore do mundo. Claro que perceberam que isto é um sonho porque os burocratas, aliás sabem qual o verdadeiro nome porque deviam ser designados estes ditos funcionários, de Bruxelas, em particular da comissão da concorrência, que liquidou o Banif e prepara-se para fazer o mesmo ao BCP.
 
Mensagens: 46
Registado: 5/10/2015 15:09

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por rosaa » 24/6/2016 18:02

Caro ricardmag e certamente nessa notícia que leu que a rainha preferia a saída da UE certamente também leu que ela sugeriu que o dinheiro que recebia dos subsídios fosse para os refugiados causados pelo tony blair, durão barroso, bush, Sarkozy, Aznar e outros, todos bons rapazes.
 
Mensagens: 46
Registado: 5/10/2015 15:09

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Marco Martins » 24/6/2016 18:10

goodmoney Escreveu:
Marco Martins Escreveu:Temos de ter em conta que quando existe uma derrota existe sempre uma vitória...



Para além de ser uma frase feita, tenta lá por lógica dedutiva explicar isso.

Por exemplo Portugal amanhã perde com a Croácia, mas ganha... experiência? :-"


☺ se alguém perde de um lado, alguém ganha do outro lado.
Se Portugal perder com a Croácia, quem ganha será a croácia ☺
 
Mensagens: 4690
Registado: 7/4/2007 17:13
Localização: Algarve

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Joca601 » 24/6/2016 20:28

O evento BREXIT é pior que um atentado, as ondas de choque vão durar mais alguns dias ou semanas.... sendo que outros países podem começar também a equacionar um referendo. De salientar que dos principais índices europeus o FTSE 100 foi dos que menos caiu o que não deixa de ser surpreendente ou um sinal.
 
Mensagens: 1487
Registado: 7/1/2012 13:03

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por rosaa » 24/6/2016 20:41

Caro joca601, a sua observação é extremamente oportuna. Naturalmente que o maior off-shore do mundo, a city londrina já tinha cenários preparados, por forma a ajudar, nomeadamente os curtos a derreter várias cotações ao longo de toda a europa. O champanhe jorra porque sabem que tem o suporte de muitos "funcionários" em bruxelas a apoiá-los. Vamos exigir que o capital regresse às origens. Para a além da capitalização bancária seria o "secar" dos fundos abutres.
 
Mensagens: 46
Registado: 5/10/2015 15:09

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por MNPTLIS » 24/6/2016 20:41

Um Tipo vem aqui e só lê sobre gente fraquinha,depois de 9 anos com uma bolsa com respiração assistida um gajo já não tem medo de nada, mas pelos vistos temos muita gente que ainda imagina que a UE é o D.Sebastião. Ainda temos muita gente iludida por cá e pela Europa fora a UE é uma manta de retalhos mal cozida e forçada,tacho de alguns e prejuízo de muitos.Uma ditadura encapuçada em construção.
 
Mensagens: 278
Registado: 7/11/2014 12:30

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por bogos » 24/6/2016 21:04

Joca601 Escreveu:O evento BREXIT é pior que um atentado, as ondas de choque vão durar mais alguns dias ou semanas.... sendo que outros países podem começar também a equacionar um referendo. De salientar que dos principais índices europeus o FTSE 100 foi dos que menos caiu o que não deixa de ser surpreendente ou um sinal.


Há muitas mineiras no FTSE, penso eu de que.....e mineiras é sinal de metais.....e metais é refúgio, logo o FTSE foi o que menos caiu.

Cumprimentos
Um dos efeitos do medo é perturbar os sentidos e fazer que as coisas não pareçam o que são.
Miguel Cervantes
No outro lado de cada medo está a liberdade.
Marilyn Ferguson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 2865
Registado: 29/12/2005 16:34
Localização: Porto

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Raposo Tavares » 24/6/2016 21:12

Vinha aqui para me despedir deste tópico e dizer ao Bogos que dada a ripada monumental amparada e sofrida no lombo nestas últimas horas me desvinculo do prometido manjar (pelo menos nos termos em que estava acordado...), quando me aparece isto:

http://www.lemonde.fr/big-browser/artic ... 32693.html

Cá por coisas, ocorre-me dizer: Já chega, camandro!

Um abraço,
Raposo Tavares
"Se um homem tiver realmente muita fé, pode dar-se ao luxo de ser céptico."
in: Citações e Pensamentos, Friedrich Nietzsche
 
Mensagens: 3525
Registado: 4/12/2013 19:13

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por bogos » 24/6/2016 21:45

Raposo Tavares Escreveu:Vinha aqui para me despedir deste tópico e dizer ao Bogos que dada a ripada monumental amparada e sofrida no lombo nestas últimas horas me desvinculo do prometido manjar (pelo menos nos termos em que estava acordado...), quando me aparece isto:

http://www.lemonde.fr/big-browser/artic ... 32693.html

Cá por coisas, ocorre-me dizer: Já chega, camandro!

Um abraço,
Raposo Tavares


Caro Tavares...
Quanto à ripada, lamento pelo facto, pois como sabes a última coisa neste mundo que desejo ao meu próximo é a perda, a dor.
Mas também sei que sabes quais as regras do mercado, estando, obviamente sujeito a dois possíveis resultados....3 aliás, pois os neutros também são gente.
Espero que a ripada não seja das definitivas, mas sim, somente um momento menos bom, que penso que poderás ultrapassar com a serenidade que te caracteriza.

Quanto ao repasto gastronómico, nem me sentiria bem, não estando na fila da frente para a sua assumpção. Há vida para além dos negócios, e vida bem melhor do que tal, pois não há nada que chegue há confraternização do ser humano.

Quanto à noticia que colocas.....
Como sabes, é por essas e por outras que desisti há muitos anos dessa gente, que a qualquer hora pretende alterar as regras do jogo.

E o mercado deu-me uma resposta que irei acreditar até ao final da vida......o mercado é simplesmente....PERFEITO.

Cumprimentos

Nota: Isso de terminar o tópico....estás proibido... :cry:
Um dos efeitos do medo é perturbar os sentidos e fazer que as coisas não pareçam o que são.
Miguel Cervantes
No outro lado de cada medo está a liberdade.
Marilyn Ferguson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 2865
Registado: 29/12/2005 16:34
Localização: Porto

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Marco Martins » 24/6/2016 22:41

Joca601 Escreveu:O evento BREXIT é pior que um atentado, as ondas de choque vão durar mais alguns dias ou semanas.... sendo que outros países podem começar também a equacionar um referendo. De salientar que dos principais índices europeus o FTSE 100 foi dos que menos caiu o que não deixa de ser surpreendente ou um sinal.


Essa surpresa pode ser ficticia, pois o RU estava já preparado para intervir no mercado e na moeda para evitar um colapso.

Vamos é ver se nos próximos dias conseguem conter as quedas...
 
Mensagens: 4690
Registado: 7/4/2007 17:13
Localização: Algarve

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Texano Bill » 24/6/2016 22:42

Até eles decidirem activar o artigo 50, ainda muito pode acontecer.

O UK é constituído por 4 países, sendo que em 2 o Remain ganhou, a Irlanda do Norte e a Escócia. Actores políticos já manifestaram intenção de convocar referendos para abandonarem o UK. A Escócia vê-se privada de boa parte das receitas do petróleo com a queda dos preços e depende muito de transferências do orçamento comunitário, por sua vez os irlandeses do norte têm o problema da unificação com o resto da Irlanda ainda pendente. Está aqui um barril de pólvora pronto a explodir.

Na minha opinião pode ainda haver hipótese para o UK ficar na União, se os líderes políticos agirem no pressuposto de respeitar a vontade destes 2 países, preservando a integridade do UK. Têm é de conseguir passar essa mensagem para a população inglesa. Já antes do referendo se falava que a Escócia podia vetar a saída da UE, se não existisse uma maioria a favor do Leave aí também.

Breaking News: Primeira-Ministra da Escócia, Nicola Sturgeon: A Escócia abandonar a UE é "democraticamente inaceitável". Referendo para independência da Escócia em cima da mesa!! :shock:
 
Mensagens: 1579
Registado: 20/8/2011 12:52
Localização: O autêntico faroeste

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por youmeu » 24/6/2016 23:53

Uma coisa é certa quem vai ganhar com isto tudo são os nutricionistas ingleses. Vejam só esta nova publicidade:

"Want to loose some weight? Head on over to Great Britain, you'll drop some quick pounds!"

Por outro lado não esquecer que a "UE has now 1 GB of free space"
The only thing certain is uncertainty itself...
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 435
Registado: 17/8/2013 17:10

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por acintra » 25/6/2016 11:40

E sempre a mesma coisa...mesmo no RU. Quero ver as reacções de quem votou sim e a grande maioria era por causa da emigração e da quantidade de emigrantes que já estavam no RU.

Brexit Leaders Prepare to Disappoint Supporters on Migration
Robert Hutton
RobDotHutton
Alex Morales
AlexJFMorales
June 25, 2016 — 10:16 AM WEST


Campaigners to get Britain out of the European Union won their shock victory by building an alliance of older and less-educated voters angry about the way globalization has changed their lives. Now they’re telling people they won’t get what they want.
Vote Leave explicitly targeted people concerned about immigration, warning them that millions of Turks were on their way to Britain. The morning after they won Boris Johnson, their leading spokesman and the favorite to succeed David Cameron as prime minister, began backing away from that message.
Nigel Farage launches a national poster campaign on June 16.
Nigel Farage launches a national poster campaign on June 16. Photographer: Daniel Leal-Olivas/AFP/Getty Images
“I want to speak directly to the millions of people who did not vote for this outcome, especially young people, who may feel that this decision in some way involves pulling up a drawbridge,” he said. “I think the very opposite is true. We can control our own borders in a way that is not discriminatory but fair and balanced, and take the wind out of the sails of the extremists and those who would play politics with immigration.”
Johnson’s discomfort with the campaign tactics that delivered him victory reflect a deep division within the backers of Brexit. Many at the top want a liberal, free market, low-regulation country modeled on London, the city Johnson led for eight years. Johnson proposed an amnesty for illegal immigrants, and said anyone with a job should be able to come to the country. But the people whose votes they relied on want dramatically reduced immigration and more regulation, even if it means being poorer.
‘Crucial Split’
“It’s a crucial split within the Leave group,” said Gerry Stoker, professor of political science at Southampton University. “It was absolutely clear that a lot of their supporters weren’t just voting for ending new immigration, but for sending back existing immigrants.”
The spokesman for anti-migrant angst isn’t Johnson, but Nigel Farage, whose U.K. Independence Party helped force the referendum in the first place. Farage has long wanted to get out of the EU, but only began to succeed once he linked it in people’s minds to immigration. His argument was that “I’d rather we weren’t slightly richer and I’d rather we had communities that felt more united.”
In the early days of the referendum campaign, Vote Leave rejected an approach focused on immigration, partly because few of their principal spokesmen supported it. But in the final month, it reversed that stance. Farage, frozen out of the official campaign, went further, publishing a poster showing refugees entering the EU that Leave supporter Michael Gove said made him “shudder”.
Taking Sides
With the battle won, those around Farage are determined that the focus on immigration shouldn’t be abandoned. “Entirely reasonable to believe that the Conservative Party learned nothing from this vote,” wrote Arron Banks, Farage’s principal donor, on Twitter when he read Johnson’s pro-immigration comments.
If Johnson hopes to lead the country, he will need to decide whose side he’s on. He’s already tasting the problems of taking sides. A popular former London Mayor, he had the jarring experience of winning the country but not his own city, which voted strongly for “Remain.” The day of his triumph, he left his house to be greeted with an angry crowd and shouts of “scum.”
Quoting Greek
Meanwhile polling by former Conservative lawmaker Michael Ashcroft found a clear correlation between age and likelihood to vote for a Brexit. Some 60 percent of the over-65s and 57 percent of those aged 55 to 64 voted to leave the bloc, compared with just 27
percent of those aged 18 to 24. A study by YouGov found that those with university degrees voted strongly for “Remain,” while those who left school at 16 voted strongly for “Leave.”
Johnson, a wealthy man who went to Eton, one of the world’s most prestigious schools, and is given to quoting Latin and Greek, is on the other side of the argument from the young and the educated. If he wants to win them back, and follow his own instincts, it will be at the cost of disappointing the people whose support helped him win this week.
Close all those tabs. Open this email.
Get Bloomberg's daily newsletter.

Enter your email
Sign Up
And if he does succeed in replacing Cameron as prime minister, any meaningful trade deal negotiated with the EU will likely require some concessions on the free movement of people. The Swiss government spent the last two years seeking a way to introduce restrictions for newcomers without having to annul a bilateral deal with the EU that would cost Swiss output an estimated 32 billion francs ($33 billion) a year.
“Delivering the full package of what many people think they voted for is highly unlikely,” said Peter Paul Catterall, reader in history, sociology and criminology at the University of Westminster. “The process will be messy. Because of the inevitable mismatch between the expectations that have been raised and any likely results, it could also get ugly.”
Um abraço e bons negócios.

Artur Cintra
 
Mensagens: 2988
Registado: 17/7/2006 16:09
Localização: Cascais

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Luxor » 25/6/2016 16:18

:mrgreen: um 2º referendo dos desiludidos + 1 referendo da Escócia que já dá coices ... n me admira nada um brutal gap up no Domingo, depois do brutal gap down na 6ªF.
Os movimentos são muito parecidos ao do Verão passado com margens e spreads absurdos.

N faz qq sentido estar no mercado até as coisas assentarem
 
Mensagens: 3693
Registado: 10/4/2006 13:55
Localização: Las Vegas

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por lobus3101 » 25/6/2016 17:46

Ainda vai correr muita e muita água debaixo das pontes antes da saída da UK ...

E olhando para as próximas Eleições , vamos supor que quem ganhar é contra a saída ...então :-k

Outra coisa . O sim à saída( que ganhou) é objetivamente vinculativo e mais obrigatório e também irreversível :?:

Tem mesmo de ser Efetivado? Quantas assinaturas poderão ...fazer ponderar para ser feito um segundo referendo, que obrigasse a uma maior clareza de tudo ???

Talvez , digo eu se deva analisar o Seguinte : Os resultados da votação andou de hora a hora entre o Stay e o Leave...se não fosse a chuva , os resultados talvez ficassem "mano a mano ".

E agora não será necessário uma concordância total ( Escócia , Irlanda ...) ? ...pois o referendo era sobre o Reino Unido... Atenção !!!

Diz-se em Inglaterra (tenho lá vários familiares ) que alguns votantes do sim já começaram a coçar a barba :-k ... depois de agora perceberem bem o que pode acontecer ...

Pode não estar tudo acabado... :pray:
 
Mensagens: 245
Registado: 11/7/2015 18:32

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por acintra » 25/6/2016 19:10

Muito interessante saber o que vai na cabeça deles. Duvidas e receios depois de terem escolhido sair.

Can Brexit Be Overturned? What Brits Are Asking Each Other Today
John Fraher
johnfraher
Thomas Penny
ThomasWPenny
June 25, 2016 — 4:28 PM WEST


U.K. Must Leave EU as Soon as Possible, EU Foreign Ministers Say

The online petition, set up after Britain’s shock decision to sever itself from the EU, says “We the undersigned call upon HM Government to implement a rule that if the remain or leave vote is less than 60% based a turnout less than 75% there should be another referendum.”

More Than 1 Million Sign Petition Calling for Second EU Vote


Britain is coming to terms with its decision to leave the European Union after Thursday’s dramatic referendum. Here are some of the questions that are doing the rounds in the U.K. this weekend:

Can the referendum result somehow be overturned?
Possible, but unlikely. It’s true that the referendum is non-binding and the U.K.’s next prime minister is under no legal compulsion to act on the result. And a new premier could, in theory, go back to the EU and ask to negotiate a new deal before taking it back for a second vote. But this option has been ruled out by the EU’s other leaders. Most importantly, it would be extremely difficult to ignore the views of the 17.4 million people who voted to leave.

What about this petition calling for a second referendum?
A record 1.6 million people have signed a petition on Parliament’s website calling for a second vote. However, there is no mechanism in the U.K. for the public to trigger a referendum -- the most that a petition can achieve is a debate among lawmakers. There are a few other problems. The petition demands the government annul the plebiscite if either side wins by less by 60 percent or if turnout is less than 75 percent. But the referendum has already taken place. And all the country’s leading politicians have pledged to recognize the result. So this probably won’t go very far.

Could the EU make the U.K. an offer that prompts a rethink?
Unlikely. So far all the indications are that Berlin, Paris and Brussels want a quick separation. “It’s not an amicable divorce, but it never really was a close love affair anyway,” said EU Commission President Jean-Claude Juncker.

When will the U.K. formally leave the EU?
Not for some time. Firstly, the U.K. needs to trigger Article 50 of the Lisbon Treaty, putting in place a two-year timeline for formal talks. However, Prime Minister David Cameron has said that’s a task for his successor, who won’t be in place for perhaps three months. And Boris Johnson, the favorite to take over, indicated Friday that there is no rush to formally start negotiations. So it seems unlikely that the U.K. will leave before late 2018 at the earliest.

Can the EU force the U.K. to trigger Article 50?
No. Only the U.K. can do that. That leaves a certain amount of negotiating power with Britain for now. Once the mechanism is triggered, though, the advantage switches back to the other 27 countries. So the timing of Article 50 is quite crucial.

How does the Tory leadership battle work?
Cameron said he wants his successor to be in place by early October. Assuming Conservative Party grandees decide to use the same system followed for Cameron’s election in 2005, 330 lawmakers will screen the field of candidates and whittle them down to two by July 21, when the House of Commons goes into recess for the summer. Party members will then choose the winner.

Who are the favorites?
Johnson is in front of the pack, according to bookmaker William Hill Plc, with odds of 8/11, giving him a 58 percent chance of winning. Theresa May, who wanted to stay in the EU, is next at 5/2, give her a probability of 29 percent, while Michael Gove, a leading Brexit campaigner, is at 10/1, giving him a 9 percent chance.

So is it a done deal for Johnson?
Not necessarily, says Alan Duncan, a Conservative lawmaker. While Johnson is charismatic and probably the most recognized politician in Britain, he is also erratic. That may not appeal to Conservative Party members traumatized by a bitter referendum campaign. “A lot of them don’t necessarily want a permanent ride on the Big Dipper,” Duncan told BBC Radio on Saturday.

Will there be a snap election?
Jonathan Powell, Tony Blair’s former chief of staff, says any new prime minister will need a mandate from the electorate before exit talks begin. “What sort of new relationship are we going to have with the EU?” Powell said in an interview with the BBC Friday. “Are we going to be Norway? Are we going to be Canada? who are we going to be?”
Still, dissolving Parliament is not as easy as it used to be.
Since 2010, the U.K. has had fixed-term legislatures, and the next vote isn’t due until May 2020. But there are two circumstances in which there could be an early election. Firstly, if two-thirds of the House of Commons votes for one; and secondly, if a government loses a no-confidence vote and a new administration fails to win a confidence motion within 14 days.
Either of these could be engineered: The Conservatives have a majority, so can prevent any other administration forming, and it might be difficult for the main opposition Labour Party to argue against an election.
Editado pela última vez por acintra em 25/6/2016 19:25, num total de 1 vez.
Um abraço e bons negócios.

Artur Cintra
 
Mensagens: 2988
Registado: 17/7/2006 16:09
Localização: Cascais

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Lion_Heart » 25/6/2016 19:20

se a votação foi renhida, obviamente que muitos estão desiludidos e querem novo referendum, mas este foi válido , a maioria votou e ditou a saída. agora saem, e depois podem voltar a tentar entrar mas com outras condições.

Como em todo o lado foi a população mais idosa que votou sair , pois querem as supostas regalias dadas aos "estrangeiros" para eles . Aqui acontece o mesmo, os mais velhos sugam os mais novos pois querem manter as suas regalias as custas dos outros, pena é ser aos filhos, netos e etc.

Espero que seja dado um exemplo com o UK, saem e não levam nada. Pois se levarem algo, saem todos . Mas a Europa também tem que aprender com isto, a Europa esta a ficar um barril de pólvora e os ânimos estão cada vez mais exaltados e a UE ou atina de vez ou vamos ter um fim triste, novamente...
" Richard's prowess and courage in battle earned him the nickname Coeur De Lion ("heart of the lion")"

Lion_Heart
 
Mensagens: 7050
Registado: 6/11/2002 22:32
Localização: Toquio

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por António Vieira » 25/6/2016 20:08

Meus caros,

eu suponho que Inglaterra não é propriamente Africa em que vale tudo. Ou seja, o Brexit ganhou e agora arranjam-se estratégias(?) para um 2º referendo? Isto dava uma guerra civil, porque os que votaram a saida democraticaamente aceitariam se perdessem.

Isto ainda criaria mais incerteza nos mercados porque depois se o remain ganhasse , os pros brexit pediriam novo referendo com toda a legitimidade e assim sucessivamente....
 
Mensagens: 80
Registado: 14/12/2014 20:38

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por António Vieira » 25/6/2016 20:24

Meus caros,

eu suponho que Inglaterra não é propriamente Africa em que vale tudo. Ou seja, o Brexit ganhou e agora arranjam-se estratégias(?) para um 2º referendo? Isto dava uma guerra civil, porque os que votaram a saida democraticaamente aceitariam se perdessem.

Isto ainda criaria mais incerteza nos mercados porque depois se o remain ganhasse , os pros brexit pediriam novo referendo com toda a legitimidade e assim sucessivamente....
 
Mensagens: 80
Registado: 14/12/2014 20:38

AnteriorPróximo

Quem está ligado:
Utilizadores a ver este Fórum: CC-5, fgomes, Google Feedfetcher, MCMAD1977, pattern, Qualnhick, Ropamosa, visit e 73 visitantes