Outros sites Cofina
Caldeirão da Bolsa

Bear Market 2022/2023

Espaço dedicado a todo o tipo de troca de impressões sobre os mercados financeiros de uma forma genérica e a todo o tipo de informação útil que possa condicionar o desempenho dos mesmos

Moderadores: Pata-Hari, Ulisses Pereira, MarcoAntonio

Bear Market 2022/2023

por JUKIMSUNG » 13/9/2022 18:42

Em jeito de pequena provocação, e atendendendo às perspectivas económicas para o final de 2022 e início de 2023, qual a perspectiva das caldeireiros para os mercados?

Vamos entrar num curto bearmarket? Vamo-nos safar?

Quais as acções em que vale a pena apostar apesar do que acima foi mencionado?

E a economia portuguesa vai continuar acima da média? E outras questões pertinentes?
 
Mensagens: 1064
Registado: 7/3/2007 19:42
Localização: évora

Re: BEAR MARKET 2022/2023

por Marco Martins » 13/9/2022 19:14

Dependendo das perspectivas para 2023, acho que no final do ano, inicio do próximo ano a tendência será de quedas.
Existem muitos fundos e investimentos feitos para 2022 que tiveram por base uma recuperação pós covid e não tiveram em conta nenhuma guerra, nem tão pouco todo este impacto na energia, alimentação e matérias primas, causadas pela guerra, alterações climáticas extremas e pela desaceleração da China.
A partir de Novembro as temperaturas começam a baixar bastante e associado à crise energética e aumento da inflação poderemos ter todo um conjunto de situações a proporcionar problemas sociais e de emprego, que levarão a que países mais frágeis como Portugal sintam fortemente esse impacto. Em situações de desemprego, provavelmente os emigrantes serão os primeiros a sentir isso e Portugal tem muitos na europa que eventualmente terão de regressar.

Para além disso, o aumento das taxas de juros, certamente irá penalizar os países mais endividados, porque o acesso ao dinheiro ficará mais caro e possivelmente as agências de rating tenderão a baixar as notações (por acaso, até achei estranho no meio de toda estas confusão, Portugal ter beneficiado de melhores notações....) ..

Mas tudo vale o que vale, e até poderemos ter a Rússia a sair da Ucrânia, o Putin sair do governo, e as relações entre ocidente/Rússia/China melhorarem muito... e aí teremos novamente condições de crescimento para todos....

Numa primeira análise, acho que a tendência será de queda... embora não seja isso que os mercados mostrem...
 
Mensagens: 6047
Registado: 7/4/2007 17:13
Localização: Algarve

Re: Bear Market 2022/2023

por ParaCima » 13/9/2022 20:19

JUKIMSUNG Escreveu:Em jeito de pequena provocação, e atendendendo às perspectivas económicas para o final de 2022 e início de 2023, qual a perspectiva das caldeireiros para os mercados?

Vamos entrar num curto bearmarket? Vamo-nos safar?

Quais as acções em que vale a pena apostar apesar do que acima foi mencionado?

E a economia portuguesa vai continuar acima da média? E outras questões pertinentes?


Nao sei o que vai acontecer no mercado, mas utilizando um lugar comum afirmo que as empresas muito endividadas vao cair de qualquer maneira e as empresas sem dividas estarao menos sujeitas a quedas e a passar qualquer ciclo que ia venha. Isto porque ja é uma certeza que as taxas de juros irao subir.

Penso que as empresas do sector primario tambem podem ser um ponto interessante.

O mercado cai, nao porque a inflaçao subiu bruscamente, mas porque os dados economicos apontam para subidas da fed. Tanto que se pode ver isso com a quedra brutal do par eyr/usd.
"contabilidade são dados passados, a bolsa são valores futuros." by ParaCima

"a contabilidade são dados passados, que muitas das vezes se repetem no futuro. a bolsa são valores futuros que podem ou não respeitar a contabilidade." by ParaCima

"A ignorante nao é o que nao sabe, mas sim, o que finge saber!" By ParaCima

o que interessa
1- viabilidade do negocio a prazo;
2- valorização da empresa;
3 - a concorrência a que é sujeita, e a facilidade da entrada de novos players
4 - a relação entre o acionista e a administração.
 
Mensagens: 803
Registado: 12/3/2009 3:42
Localização: 17

Re: Bear Market 2022/2023

por ZéManuel » 13/9/2022 21:02

Eu pessoalmente estou mais inclinado para um zig-zag nos mercados acionistas.
Quedas até ao minimo anterior ou talvez um pouco mais abaixo, subidas até ao valor de há uns dias ou ao valor mais alto um pouco mais acima, por uns tempos talvez um meio ano atuando a Fed de modo a não quebrar estas barreiras assim em zig-zag com várias pernas.
Depois de terem saído dos mercados os mais medrosos depois de atirarem a toalha ao chão haverá subidas.
Parece-me o mais provável, mas tudo pode acontecer que isto dos mercados ninguém sabe.
 
Mensagens: 356
Registado: 7/8/2014 18:53

Re: Bear Market 2022/2023

por JUKIMSUNG » 20/9/2022 12:56

O PSI está claramente preso por arames.
 
Mensagens: 1064
Registado: 7/3/2007 19:42
Localização: évora

Re: Bear Market 2022/2023

por BearManBull » 20/9/2022 13:26

JUKIMSUNG Escreveu:Vamos entrar num curto bearmarket? Vamo-nos safar?


Suponho que te referes ao PSI porque o resto dos mercados estao quase todos em Bear Market.

No relatório de Julho o FMI previa um crescimento de 2,9% para 2023. A grande questao è que em tempos de inflaçao o crescimento pode nao ser suficiente para cobrir a subida dos preços.

The baseline forecast is for growth to slow from 6.1 percent last year to 3.2 percent in 2022, 0.4 percentage point lower than in the April 2022 World Economic Outlook. Lower growth earlier this year, reduced household purchasing power, and tighter monetary policy drove a downward revision of 1.4 percentage points in the United States. In China, further lockdowns and the deepening real estate crisis have led growth to be revised down by 1.1 percentage points, with major global spillovers. And in Europe, significant downgrades reflect spillovers from the war in Ukraine and tighter monetary policy. Global inflation has been revised up due to food and energy prices as well as lingering supply-demand imbalances, and is anticipated to reach 6.6 percent in advanced economies and 9.5 percent in emerging market and developing economies this year—upward revisions of 0.9 and 0.8 percentage point, respectively. In 2023, disinflationary monetary policy is expected to bite, with global output growing by just 2.9 percent.
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 6584
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: Bear Market 2022/2023

por Marco Martins » 20/9/2022 15:08

https://www.bportugal.pt/page/projecoes-economicas

Tem as projecções para Portugal e para a UE.
Grande queda nas exportações/importações...

Não entendo como é que no desemprego o BdP diz que vai diminuir, quando na UE vai aumentar...
 
Mensagens: 6047
Registado: 7/4/2007 17:13
Localização: Algarve

Re: Bear Market 2022/2023

por yggy » 20/9/2022 16:50

Marco Martins Escreveu:https://www.bportugal.pt/page/projecoes-economicas

Tem as projecções para Portugal e para a UE.
Grande queda nas exportações/importações...

Não entendo como é que no desemprego o BdP diz que vai diminuir, quando na UE vai aumentar...


Para POrtugal foi actualizado em Junho 2022.

POr isso se voltarem a actualizar deve mudar...
 
Mensagens: 352
Registado: 29/11/2007 11:56
Localização: Moscavide

Re: Bear Market 2022/2023

por BearManBull » 20/9/2022 23:11

Ainda ontem tinha visto essa pagina do BP.

O nao aumento do desemprego pode ser devido a que o mercado de trabalho portugues è menos dinamico e aos efeitos da mao socialista.


“Dr. Doom” Roubini Expects a ‘Long, Ugly’ Recession and Stocks Sinking 40%


Economist Nouriel Roubini, who correctly predicted the 2008 financial crisis, sees a “long and ugly” recession in the US and globally occurring at the end of 2022 that could last all of 2023 and a sharp correction in the S&P 500.

“Even in a plain vanilla recession, the S&P 500 can fall by 30%,” said Roubini, chairman and chief executive officer of Roubini Macro Associates, in an interview Monday. In “a real hard landing,” which he expects, it could fall 40%.

Roubini whose prescience on the housing bubble crash of 2007 to 2008 earned him the nickname Dr. Doom, said that those expecting a shallow US recession should be looking at the large debt ratios of corporations and governments. As rates rise and debt servicing costs increase, “many zombie institutions, zombie households, corporates, banks, shadow banks and zombie countries are going to die,” he said. “So we’ll see who’s swimming naked.”

Roubini, who has warned through bull and bear markets that global debt levels will drag down stocks, said that achieving a 2% inflation rate without a hard landing is going to be “mission impossible” for the Federal Reserve. He expects a 75 basis points rate hike at the current meeting and 50 basis points in both November and December. That would lead the Fed funds rate by year’s end to be between 4% and 4.25%.

However persistent inflation, especially in wages and the service sector, will mean the Fed will “probably have no choice” but to hike more, he said, with funds rates going toward 5%. On top of that, negative supply shocks coming from the pandemic, Russia-Ukraine conflict and China’s zero Covid tolerance policy will bring higher costs and lower economic growth. This will make the Fed’s current “growth recession” goal -- a protracted period of meager growth and rising unemployment to stem inflation -- difficult.

Once the world is in recession, Roubini doesn’t expect fiscal stimulus remedies as governments with too much debt are “running out of fiscal bullets.” High inflation would also mean that “if you do fiscal stimulus, you’re overheating the aggregate demand.”

As a result, Roubini sees a stagflation like in the 1970s and massive debt distress as in the global financial crisis.

“It’s not going to be a short and shallow recession, it’s going to be severe, long and ugly,” he said.

Roubini expects the US and global recession to last all of 2023, depending on how severe the supply shocks and financial distress will be. During the 2008 crisis, households and banks took the hardest hits. This time around, he said corporations, and shadow banks, such as hedge funds, private equity and credit funds, “are going to implode”

In Roubini’s new book, “Megathreats,” he identifies 11 medium-term negative supply shocks that reduce potential growth by increasing the cost of production. Those include deglobalization and protectionism, relocating of manufacturing from China and Asia to Europe and the US, aging of population in advanced economies and emerging markets, migration restrictions, decoupling between the US and China, global climate change and recurring pandemics. “It’s only a matter of time until we’re going to get the next nasty pandemic,” he said.

His advice for investors: “You have to be light on equities and have more cash.” Though cash is eroded by inflation, its nominal value stays at zero, “while equities and other assets can fall by 10%, 20%, 30%.” In fixed income, he recommends staying away from long duration bonds and adding inflation protection from short-term treasuries or inflation index bonds like TIPS.



Concordo com tudo, mas isto já devia estar descontado pelos mercados...
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 6584
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: Bear Market 2022/2023

por Marco Martins » 21/9/2022 20:29

BearManBull Escreveu:
Concordo com tudo, mas isto já devia estar descontado pelos mercados...


Normalmente os mercados começam a recuperar antes da economia ter caído tudo.. no entanto acho que ainda não começamos a ver a economia a cair..

Dependendo do agravar da capacidade das empresas resistirem aos preços altos da energia, das exportações e maior concorrência (com países onde a energia é mais barata), ainda poderemos ter muitas quedas..

Neste momento, existem tantas alterações económicas e políticas simultâneas que podem afectar tantos sectores diferentes, que até é difícil de perceber para quem será pior ou melhor.
 
Mensagens: 6047
Registado: 7/4/2007 17:13
Localização: Algarve

Re: Bear Market 2022/2023

por fjcbolsa » 21/9/2022 21:03

Eu só vejo quedas :oops: :cry: :oops:
E pelo meio das quedas algumas ressaltos :-k :?: :-k
 
Mensagens: 1005
Registado: 24/11/2010 10:03
Localização: 20

Re: Bear Market 2022/2023

por SergioS12 » 23/9/2022 13:46

fjcbolsa Escreveu:Eu só vejo quedas :oops: :cry: :oops:
E pelo meio das quedas algumas ressaltos :-k :?: :-k


Estas correções são uma excelente oportunidade de investimento no longo prazo. Naturalmente que é preciso ter liquidez para comprar quando se achar o momento adequado.

O pessoal tem de aprender as boas praticas de investimento, e uma delas é manter pelo menos 1/3 em liquidez. No meu caso, tenho 2/3 de liquidez, porque 1/3 está investido num título que está com uma desvalorização significativa, e como tenho tempo e acredito na recuperação da valorização, não vou vender agora, ainda que desça mais.

Recordar que nas crises sempre se fizeram grandes fortunas, pelo que agora é esperar por sinais claros da paragem desta sangria que está dominada pelos ursos.

Sabemos também que no longo prazo o mercado recupera, por isso, agora, manter a calma.

Na verdade, quando mais descer o mercado melhor, pois mais tem para subir. Para acertar com o “fundo” é necessária uma bola de cristal, mas existe aqui no Caldeirão gente muito válida que nos irá ajudar.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 417
Registado: 10/8/2011 1:14
Localização: 16

Re: Bear Market 2022/2023

por caldeirum » 23/9/2022 15:14

Acho que o pior está para vir com o inverno. Vou esperar por Janeiro para avaliar a situação.
 
Mensagens: 233
Registado: 14/10/2021 22:31

Re: Bear Market 2022/2023

por BearManBull » 23/9/2022 15:40

Primeiro o evidente HS no NAS100 escala mensal.

Se for como a crise .com temos ainda 2 anos de quedas pela frente e vai demorar pelo menos uma década a recuperar (temos de dar mérito a um dos piores pacóvios de todos os tempos Sua Excelência Dr. Doom Biden).

Mas atenção os mercados seguem padrões técnicos e não históricos (não me acredito muitos nas teorias dos ciclos econômicos seguirem intervalos pre definidos, existir, existem mas tanto demorar podem 6 meses como 10 anos). O Bear Market pode terminar amanha, basta começar a quebrar resistências.


Segundo gráfico é para dar as boas vindas ao PSI ao jantar de ursos. Aqui em Portugal as crises costumam começar mais tarde mas depois são mais extremas e prolongadas.

PSI é a cara da dinastia PS, donos e senhores do país, um desastre de uma oligarquia disfarçada de democracia. As metades das poucas empresas que sobram no PSI são todas indirectamente parte integrante da família socialista.
Anexos
n100.png
PSI.png
PSI.png (72.93 KiB) Visualizado 3392 vezes
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 6584
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: Bear Market 2022/2023

por caganixo7 » 23/9/2022 16:38

SergioS12 Escreveu:
fjcbolsa Escreveu:Eu só vejo quedas :oops: :cry: :oops:
E pelo meio das quedas algumas ressaltos :-k :?: :-k


Estas correções são uma excelente oportunidade de investimento no longo prazo. Naturalmente que é preciso ter liquidez para comprar quando se achar o momento adequado.

O pessoal tem de aprender as boas praticas de investimento, e uma delas é manter pelo menos 1/3 em liquidez. No meu caso, tenho 2/3 de liquidez, porque 1/3 está investido num título que está com uma desvalorização significativa, e como tenho tempo e acredito na recuperação da valorização, não vou vender agora, ainda que desça mais.

Recordar que nas crises sempre se fizeram grandes fortunas, pelo que agora é esperar por sinais claros da paragem desta sangria que está dominada pelos ursos.

Sabemos também que no longo prazo o mercado recupera, por isso, agora, manter a calma.

Na verdade, quando mais descer o mercado melhor, pois mais tem para subir. Para acertar com o “fundo” é necessária uma bola de cristal, mas existe aqui no Caldeirão gente muito válida que nos irá ajudar.


Pode partilhar qual o título com essa tal desvalorização significativa?
 
Mensagens: 82
Registado: 19/4/2018 17:10

Re: Bear Market 2022/2023

por SergioS12 » 23/9/2022 18:35

caganixo7 Escreveu:


caganixo7 Escreveu: Pode partilhar qual o título com essa tal desvalorização significativa?


Sim.
A AMD
A decisão de compra foi tomada com base em 2 fatores:
1) A AMD já me deu interessantes mais valias em 2022;
2) Apesar de estar pessimista em relação ao mercado há bastante tempo, numa conversa com o meu filho que é um apaixonado de “gaming” como quase todos os jovens, identificou-me um artigo sobre os novos processadores Ryzen da AMD.
“A AMD anunciou oficialmente a nova série de processadores Ryzen 7000, os quais diz ser “os mais rápidos do mundo” para os aficionados de gaming. …”

As valias já obtidas permitiam acomodar as menos valias caso vendesse, porém, e como referi anteriormente, tenho tempo e acredito na recuperação da cotação.
A AMD e a INTEL são os maiores players do mercado e com tempo irão recuperar a cotação. Chegarão algum dia aos máximos? Ninguém sabe. O que sabemos é que hoje cotam a -50% dos máximos de 2022.
Aqui não é propriamente o espaço para contarmos a nossa história de vida na bolsa, mas neste momento particularmente difícil para muitos investidores, pode servir de reconforto, uma situação que me aconteceu.
Em tempos investi na Daimler (Mercedes) e tive o título 6 anos (comprei em 2015 e apenas vendi em 2021) para conseguir recuperar o investimento e ter uma mísera rentabilidade.
E porquê?
Em tempos fiz um investimento significativo na Portucel (atual Navigator), porventura a melhor empresa portuguesa, ainda com Sr. PQQ vivo, veio a crise dos mercados financeiros em 2011, e não aguentei a "pressão" da desvalorização, apesar do dinheiro não me fazer falta, vendi, com uma menos valia relevante. Pensei, vou comprar mais barato e recuperar o valor mais rapidamente seguindo também alguns conselhos. Apesar do título ainda ter descido, é fácil de adivinhar que não descobri o "fundo", e quando dei por mim, o título já cotava ao preço por que tinha vendido, e passado cerca de 18 meses de ter vendido, o título já valia mais de 50%. Foi porventura o mais doloroso e melhor ensinamento que tive em bolsa.
Sigam o vosso “feeling” e assumam os riscos da decisão com base na informação que possuem, e aproveitem algumas dicas de quem por aqui anda há algum tempo, e que erram tanto ou mais que vós.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 417
Registado: 10/8/2011 1:14
Localização: 16

Re: Bear Market 2022/2023

por BOMBA99 » 23/9/2022 23:07

O que mais me espanta neste momento é que as quedas ainda agora começaram e já temos empresas com cotações muito baixas quando nem estamos ainda com o bearmarket confirmado nem em recessão.

Onde vão parar as cotações se houver recessão e com a continuação de subidas de taxas de juros durante mais um ano. É que as subidas não são de 0,25.

Aliás, quando aparecer a primeira subida de 0,25 nos states temos um rally de 5% para festejar???

Estou a preparar-me para fazer entradas em algumas acções próximo de mínimos de crises anteriores e tentarei aproveitar um ou outro ressalto.


Este inverno pode ser mesmo penoso e nem sequer quero imaginar o que poderá acontecer na guerra da Ucrânia. Pode haver ali algum desenvolvimento que venha a dar mais um empurrão na ida ao precipício.
 
Mensagens: 113
Registado: 1/7/2015 14:37

Re: Bear Market 2022/2023

por Opcard » 24/9/2022 7:16

Para não ter medo das crises .

A tradução é automática dá para entender porque ele só conta uma ane­dota con­tada por Key­nes cheia de sentido , e da rainha .
Acredito que há pessoas que tem dias com 48 horas é o caso deste professor e com memória robótica.

Conheço um livro dele em português da Bertrand , sentido de humor único e prodigioso.
“ 8 Lições de História Económica
"Quem lucra com o crescimento? Qual a taxa ideal de imposto? Como é que um Estado abre bancarrota?
Esta e outras perguntas têm sido objeto de intenso debate por partes dos historiadores económicos e Jean-Marc Daniel propõe-se analisá-las em maior detalhe, sempre numa perspetiva histórica, repleta de episódios”

Entrevista de hoje:

“Jean-marc Daniel, Pro­fes­sor Emé­rito da ESCP Busi­ness School, publica, com Cris­tina Pei­cuti, com­pre­en­der as Cri­ses eco­nó­mi­cas. Ine­vi­ta­bi­li­dade ou neces­si­dade?

Jean-marc DANIEL. - É ver­dade. E esta é uma das razões que nos moti­va­ram a ana­li­sar o assunto. Todo mundo fala sobre crise, o tempo todo. Nes­tas con­di­ções, a crise torna-se a nor­ma­li­dade. Enquanto escre­ve­mos, ten­tar com­pre­en­der o que merece ser cha­mado de crise é essen­cial. E ana­li­sar como sur­gem as cri­ses, como evo­luem, como se resol­vem e por que são neces­sá­rias per­mite adap­tar-se a elas em vez de As sofrer.

Pre­ci­sa­mente, o seu pri­meiro capí­tulo começa com uma per­gunta que tam­bém que­re­mos fazer-lhe: pode a eco­no­mia viver sem cri­ses?
A eco­no­mia, segundo Schum­pe­ter, é uma des­trui­ção cri­a­tiva. É uma neces­si­dade. É ver­dade, as pes­soas que vivem momen­tos de rup­tura vivem-nos como cri­ses. Alguns até gos­ta­riam de ver isso como uma forma de desa­fiar o capi­ta­lismo. Mas, gra­du­al­mente, a repe­ti­ção des­ses momen­tos pro­vou que pode­rí­a­mos res­pondê-los. É cer­ta­mente neces­sá­rio que a des­trui­ção não seja dema­si­ado vio­lenta para ser ver­da­dei­ra­mente cri­a­tiva. Quanto ao papel do polí­tico, trata-se de limi­tar os pre­ju­í­zos, sobre­tudo nos públi­cos mais frá­geis.

Por que não sabe­mos como ante­cipá-los?
É ver­dade e não é. As cri­ses habi­tu­ais fun­ci­o­nam de acordo com ciclos. O desa­fio é a regu­la­ri­dade des­tes ciclos. Pode acon­te­cer que a eco­no­mia tome cer­tas liber­da­des com os mode­los! Por isso, somos, por vezes, apa­nha­dos em falta ... E depois há as cri­ses gera­das por acon­te­ci­men­tos exter­nos. É o caso dos dois últi­mos, com a Covid-19 e a guerra na Ucrâ­nia.
A infla­ção que o mundo inteiro enfrenta hoje é um cho­que exó­geno. Teria sido difí­cil ante­cipá-lo. Natu­ral­mente, as gran­des nações esta­vam a pen­sar em redu­zir o uso de com­bus­tí­veis fós­seis. Mas deví­a­mos ter tempo à nossa frente para absor­ver esta mudança e os seus cus­tos adi­ci­o­nais. A guerra cor­tou a relva debaixo dos nos­sos pés. Em novem­bro de 2008, durante uma visita à Lon­don School of Eco­no­mics, A Rai­nha da Ingla­terra per­gun­tou Por que nin­guém tinha visto nada acon­te­cer. A res­posta dos eco­no­mis­tas – tendo em conta Nico­las Macpher­son, direc­tor do Tesouro bri­tâ­nico - não tar­dou a che­gar: por um lado, admi­ti­ram ter-se enga­nado e, por outro, recor­da­ram que as suas adver­tên­cias sobre sinais de alerta de um dese­qui­lí­brio (essen­ci­al­mente ligado à balança de paga­men­tos) tinham per­ma­ne­cido letra morta. A forma como os polí­ti­cos assu­mem o con­se­lho dos eco­no­mis­tas é uma ques­tão real.

Os eco­no­mis­tas não estão a ser ouvi­dos o sufi­ci­ente?
Vou ter mais nuan­ces. Jean-paul Fitoussi reto­mou em uma de suas obras uma ane­dota con­tada por Key­nes: ele conhece um homem nas ruas de Cam­bridge que pro­cura suas cha­ves sob um poste de luz.
Não por­que ele os per­deu lá, mas por­que é o único lugar ilu­mi­nado na rua. Os eco­no­mis­tas são como o poste de luz, ilu­mi­nam uma deter­mi­nada área, mas não é neces­sa­ri­a­mente a que deve­ria ser. Este é um dos desa­fios do momento: adap­tar a teo­ria eco­nó­mica aos pro­ble­mas do mundo e satis­fa­zer as neces­si­da­des das popu­la­ções. Digo-o com tanto mais vigor, por­que em França temos um debate eco­nó­mico bas­tante pobre. Mui­tos dos eco­no­mis­tas mais bri­lhan­tes foram para os Esta­dos Uni­dos, onde são mais reco­nhe­ci­dos, onde têm mais recur­sos. Em França, dema­si­a­das pes­soas par­ti­ci­pam no debate sem, por vezes, com­pre­en­de­rem tudo a seu res­peito.
Tudo isto tra­duz-se numa inca­pa­ci­dade colec­tiva de apren­der as lições das cri­ses?
Mais ou menos. Assim como os gene­rais estão a pre­pa­rar-se para a guerra ante­rior, tam­bém sabe­mos como res­pon­der à crise ante­rior! Ten­de­mos a uti­li­zar as recei­tas do pas­sado para resol­ver os pro­ble­mas do futuro. Na década de 1970, a OCDE reco­men­dou que as cri­ses fos­sem resol­vi­das atra­vés da pro­cura, que apoia o con­sumo das famí­lias. Em seguida, teve de admi­tir, com o rela­tó­rio Mccrac­ken, que os pro­ble­mas pro­vi­nham do for­ne­ci­mento de empre­sas. Ainda hoje, temos prin­ci­pal­mente pro­ble­mas de oferta que são res­pon­di­dos pela pro­cura. Mas as lições do pas­sado tam­bém podem ser apren­di­das: por exem­plo, a "fle­xi­bi­li­za­ção quan­ti­ta­tiva" (inje­ção de dinheiro público na eco­no­mia, Nota do edi­tor) que se impôs após 2008-2009 foi uma boa res­posta, teo­ri­zada em 1992 da crise eco­nó­mica Japo­nesa.
Como dosar ade­qua­da­mente a arma mone­tá­ria e a arma orça­men­tal?
Temos de os mobi­li­zar bem. Em espe­cial, a fixa­ção das taxas de juro deve ter como objec­tivo tor­nar a dívida pública o mais pena­li­zante pos­sí­vel. É tudo uma ques­tão de equi­lí­brio. Fize­mos bem em endi­vi­dar-nos durante o blo­queio de 2020: as famí­lias e as empre­sas tive­ram de ser pro­te­gi­das. Então, teria sido espe­ci­al­mente neces­sá­rio vol­tar ao tra­ba­lho em vez de fazer pla­nos de estí­mulo. O actual sub­sí­dio à gaso­lina é absurdo: alarga o nosso défice comer­cial, arru­ína o futuro do pla­neta e aumenta a dívida dos nos­sos filhos. A pior coisa que esta­mos a ouvir neste momento é a anu­la­ção das dívi­das públi­cas. Trata-se de uma ter­rí­vel regres­são inte­lec­tual.

Se tivesse de espe­cu­lar sobre uma crise futura, o que seria?
Não sei quanto tempo vai durar a guerra, mas assim que aca­bar­mos com a guerra e a Covid, a eco­no­mia entrará num novo ciclo. Nessa altura, será neces­sá­rio gerir a ques­tão cli­má­tica e energé­tica. Esta será a pró­xima des­trui­ção cri­a­tiva.
 
Mensagens: 3569
Registado: 14/3/2009 0:19
Localização: 16

Re: Bear Market 2022/2023

por JUKIMSUNG » 25/9/2022 19:55

Os EUA já estão a fazer peito forte em relação à ameaça nuclear.

Temos aqui um problema muito grave. São as centrais nucleares, é a ameaça nuclear e esperemos que consigam deter o PUTIN com urgência.

Estou para ver esta semana nos mercados. Cheira-me a VIX a passar dos 40 em pouco tempo.

Aguardemos... serenamente.
 
Mensagens: 1064
Registado: 7/3/2007 19:42
Localização: évora

Re: Bear Market 2022/2023

por pepe7 » 25/9/2022 20:30

BearManBull Escreveu:Se for como a crise .com temos ainda 2 anos de quedas pela frente e vai demorar pelo menos uma década a recuperar (temos de dar mérito a um dos piores pacóvios de todos os tempos Sua Excelência Dr. Doom Biden).

Mas atenção os mercados seguem padrões técnicos e não históricos (não me acredito muitos nas teorias dos ciclos econômicos seguirem intervalos pre definidos, existir, existem mas tanto demorar podem 6 meses como 10 anos). O Bear Market pode terminar amanha, basta começar a quebrar resistências.

Duas frases e temos os extremos... :mrgreen:

Acho um absurdo atacar e culpabilizar Joe Biden de um "Bear Market"(crise) que supostamente estará a caminho...quando vínhamos de um "Bull Market" de 12 anos...
Sabendo nós que as economias/mercados são feita(o)s de ciclos.
E, quando o SP500 apenas caiu +- 4% desde o início do seu mandato Presidencial a 20 de janeiro de 2021.
Curioso observar também que depois do inicio do seu mandato o SP500 chegou a subir cerca de 25%.

Mesmo não sendo algo linear de avaliar face aos ciclos econômicos, etc...uma suposta "comparação" só poderá ser efetuada no final do(s) seu(s) mandato(s)...
Anexos
SP500 - 20 janeiro de 2021 a 23 setembro de 2022.jpg
SP500.jpg
Abraço,
Pepe

Querer é poder.
 
Mensagens: 1916
Registado: 29/4/2010 22:36

Re: Bear Market 2022/2023

por pepe7 » 25/9/2022 21:18

JUKIMSUNG Escreveu:Em jeito de pequena provocação, e atendendendo às perspectivas económicas para o final de 2022 e início de 2023, qual a perspectiva das caldeireiros para os mercados?
Relativamente aos mercados, já partilhei a minha opinião (probabilidade) no tópico do S&P500 a 30/7/2022 :

http://caldeiraodebolsa.jornaldenegocios.pt/viewtopic.php?f=3&t=82549&start=12925#p1752622


pepe7 Escreveu:Será que poderemos estar perante um ressalto até agosto ?! Para depois voltar a quedas nos meses seguintes ?! Algo do gênero ocorrido em 2008 ?!

Podemos verificar que ocorreu o referido ressalto em agosto, até meados do mesmo e voltou novamente a quedas, falta saber se vai dar continuidade às quedas até novembro, conforme menciono no tópico do  S&P500.
Neste momento está numa zona de suporte, é provável que vá ocorrer nesta zona mais um ressalto, para depois dar continuidade às quedas...vamos aguardar.
Penso também que terá que ocorrer um exaustão de vendas em determinado momento, algo que ainda não aconteceu, e que poderá ocorrer algures lá para 2023...

Quem está de fora a ver, penso que o melhor é manter-se de fora... :P, e aguardar que um dia o mercado comece a dar sinais de inversão de tendência.

Com a provável continuidade da subida das taxas de juro por parte de FED (falta saber até onde), parece-me que, quando ocorrer o pico máximo das taxas de juro, quiçá entre os 4 ou 5%, aquando desse pico, poderá ser esse um sinal, o momento, de uma possível inversão de tendência, mas os gráficos vão ajudar a perceber isso, isto é, assim que ocorrer rompimento de resistências significativas.

Alias, partilho da analise efetuado pelo LUISSM3 : http://caldeiraodebolsa.jornaldenegocios.pt/viewtopic.php?f=3&t=82549&start=12950#p1759552, que andou afastado do CB, espero que apareça mais vezes... :P
Anexos
S&P500.jpg
Abraço,
Pepe

Querer é poder.
 
Mensagens: 1916
Registado: 29/4/2010 22:36

Re: Bear Market 2022/2023

por ParaCima » 27/9/2022 0:24

pepe7 Escreveu:
BearManBull Escreveu:Se for como a crise .com temos ainda 2 anos de quedas pela frente e vai demorar pelo menos uma década a recuperar (temos de dar mérito a um dos piores pacóvios de todos os tempos Sua Excelência Dr. Doom Biden).

Mas atenção os mercados seguem padrões técnicos e não históricos (não me acredito muitos nas teorias dos ciclos econômicos seguirem intervalos pre definidos, existir, existem mas tanto demorar podem 6 meses como 10 anos). O Bear Market pode terminar amanha, basta começar a quebrar resistências.

Duas frases e temos os extremos... :mrgreen:

Acho um absurdo atacar e culpabilizar Joe Biden de um "Bear Market"(crise) que supostamente estará a caminho...quando vínhamos de um "Bull Market" de 12 anos...
Sabendo nós que as economias/mercados são feita(o)s de ciclos.
E, quando o SP500 apenas caiu +- 4% desde o início do seu mandato Presidencial a 20 de janeiro de 2021.
Curioso observar também que depois do inicio do seu mandato o SP500 chegou a subir cerca de 25%.

Mesmo não sendo algo linear de avaliar face aos ciclos econômicos, etc...uma suposta "comparação" só poderá ser efetuada no final do(s) seu(s) mandato(s)...



Adoro a parte dos 4%... os es tem ao longo dos tempos crescimentos medios de 8%... nos ultimos anos tem sido exponencial... vai acabar mal, mas ainda ha muito caminho para andar
"contabilidade são dados passados, a bolsa são valores futuros." by ParaCima

"a contabilidade são dados passados, que muitas das vezes se repetem no futuro. a bolsa são valores futuros que podem ou não respeitar a contabilidade." by ParaCima

"A ignorante nao é o que nao sabe, mas sim, o que finge saber!" By ParaCima

o que interessa
1- viabilidade do negocio a prazo;
2- valorização da empresa;
3 - a concorrência a que é sujeita, e a facilidade da entrada de novos players
4 - a relação entre o acionista e a administração.
 
Mensagens: 803
Registado: 12/3/2009 3:42
Localização: 17

Re: Bear Market 2022/2023

por BearManBull » 27/9/2022 9:30

pepe7 Escreveu:
BearManBull Escreveu:Se for como a crise .com temos ainda 2 anos de quedas pela frente e vai demorar pelo menos uma década a recuperar (temos de dar mérito a um dos piores pacóvios de todos os tempos Sua Excelência Dr. Doom Biden).

Mas atenção os mercados seguem padrões técnicos e não históricos (não me acredito muitos nas teorias dos ciclos econômicos seguirem intervalos pre definidos, existir, existem mas tanto demorar podem 6 meses como 10 anos). O Bear Market pode terminar amanha, basta começar a quebrar resistências.

Duas frases e temos os extremos... :mrgreen:


Como assim? A primeira é uma observação por analogia não vinculativa de um evento passado ("se"); a segunda é um principio da Analise Técnica.

Para mim identificar um bear market serve para saber como devemos estar posicionados no mercado, não acredito em teses de que um bear market dura x ou y. O ponto era que pode tanto pode estar a terminar como pode durar 10 anos.

pepe7 Escreveu:Acho um absurdo atacar e culpabilizar Joe Biden de um "Bear Market"(crise) que supostamente estará a caminho...quando vínhamos de um "Bull Market" de 12 anos....


Na era Trump a FED também subiu juros e não foi motivo para que os mercados caírem, alias no longo prazo não existe sequer uma correlação directa entre FED e mercados. Isso é um bocado senso comum mas deixo aqui um gráfico que demonstra bem que esse pensamento é errôneo.

O Biden é responsável pela inflação, subiu impostos massivamente, usou o dinheiro dos contribuintes e da FED levianamente em quantidades absurdas, foi incapaz de impedir uma guerra (e talvez até a tenha incentivado) e foi incapaz e ter uma boa resposta à crise energética que prefere negociar com regimes como Venezuela e Irão do que libertar a produção de oil nos USA.

Se te serve de consolo também acredito que foi o ultimo grande bear market foi provocado por outro gênio do mal, Dr Doom Bush.

pepe7 Escreveu:Sabendo nós que as economias/mercados são feita(o)s de ciclos.
.

Eu não gosto da palavra ciclos e não acredito que a economia tenha de entrar em recessão. A tecnologia e o conhecimento não se desaprendem. As economias entram em recessão por meros devaneios ideológicos de "lideres" cegos pelo poder. Porque a politica sempre foi e será o grande obstaculo ao progresso humano. Desde a inquisição, a WWs e a regimes autoritários que dizimaram conhecimentos os políticos sempre demonstram serem a maior força de entropia humana e grande origem do caos e desordem. Agora o Dr. Doom Biden só tinha de conseguir manter a paz global, falhou redondamente e parece que ainda quer escalar mais o problema...

Em vez ciclos o que acredito é existirem recessões/depressões (evitáveis) mas que não seguem qualquer tipo de cadencia em intervalos bem definidos. O gráfico anexo do GDP dos USA serve para demonstrar que o conceito ciclo é outra premissa que cai no foro do senso comum.
Anexos
FEDvsMarkets.PNG
GDPnocycle.PNG
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 6584
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: Bear Market 2022/2023

por BearManBull » 29/9/2022 16:41

Inflação na Alemanha atinge valor mais elevado em 70 anos

Eu tinha ideia de que iriamos ter uma recessão ao estilo da que ocorreu com as .Com no inicio do milênio. Ou seja algo menos drástico, mas os números que saem são todos muito maus. Vai valendo que o desemprego continua muito baixo, mas com menos poder de compra o pessoal vai começar a desertar.

Apesar de tudo grande parte dos analista ainda está demasiado optimista a meu ver.

O preço do cobre entrou em bear market.
Alguém anda a fazer as contas mal, porque isso é um forte indicio de abrandamento economico.

Parece que para o ano vai estar a UE toda em recessão. Anda toda a gente a atirar a realidade com a barriga para a frente.
Anexos
cooper.png
cooper.png (57.33 KiB) Visualizado 1762 vezes
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 6584
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: Bear Market 2022/2023

por Euro-Pato » 11/10/2022 1:23

Quero deixar um vídeo motivacional sobre a experiência de vida de Warren Buffet sobre os crashes.
Recomendo vivamente a quem já não o conheça, são só 10 minutos.

 
Mensagens: 84
Registado: 31/1/2008 2:41

Próximo

Quem está ligado:
Utilizadores a ver este Fórum: Bing [Bot], Google [Bot], J_Investidor, Jonas74, Opcard, Palmira287, PAULOJOAO, RuiGerente, vinas1976 e 36 visitantes