Outros sites Cofina
  • Notificações
Caldeirão da Bolsa

Impresa - Tópico Geral

Espaço dedicado a todo o tipo de troca de impressões sobre os mercados financeiros de uma forma genérica e a todo o tipo de informação útil que possa condicionar o desempenho dos mesmos

Moderadores: Pata-Hari, Ulisses Pereira, MarcoAntonio

Re: Impresa - Tópico Geral

por Àlvaro » 18/6/2021 10:50

lito, também já aqui referi isso mesmo, mas até lá nãp corrige? Até pode ser que o chão seja pelos 24, mas tenho sérias dúvidas. Se posso estar errado? Quantas vezes já estive errado!
 
Mensagens: 5780
Registado: 31/5/2014 23:07

Re: Impresa - Tópico Geral

por lito » 18/6/2021 10:56

Àlvaro Escreveu:lito, também já aqui referi isso mesmo, mas até lá nãp corrige? Até pode ser que o chão seja pelos 24, mas tenho sérias dúvidas. Se posso estar errado? Quantas vezes já estive errado!


não penso que estejas errado... até porque o nossa bolsa está a corrigir bastante e estão a por a venda orem com algum volume a volta 0,24 o que leva tendencia a vir para baixo a cotação

lita
 
Mensagens: 548
Registado: 29/11/2007 9:45
Localização: V. N. Gaia

Re: Impresa - Tópico Geral

por lito » 18/6/2021 11:28

ultimas 4 sextas feiras fecho da cotação:

21/5------0,2420€
28/5------0,2450€
4/6--------0,2390€
11/6------0,24€

Hoje-----palpite------0,2420....?
lita
 
Mensagens: 548
Registado: 29/11/2007 9:45
Localização: V. N. Gaia

Re: Impresa - Tópico Geral

por Àlvaro » 18/6/2021 12:14

lito, começo a acreditar que posso estar mesmo errado, a correção acentua-se a a Impresa mantem-se firme hirta :shock:
 
Mensagens: 5780
Registado: 31/5/2014 23:07

Re: Impresa - Tópico Geral

por lito » 18/6/2021 13:06

Àlvaro Escreveu:lito, começo a acreditar que posso estar mesmo errado, a correção acentua-se a a Impresa mantem-se firme hirta :shock:


quando todo cai..... talvez ela suba.....!

lita
 
Mensagens: 548
Registado: 29/11/2007 9:45
Localização: V. N. Gaia

Re: Impresa - Tópico Geral

por Àlvaro » 18/6/2021 18:29

lito, a probabilidade de ter feito um solo em 24 para atacar a resistência é agora muito elevada. :shock:
 
Mensagens: 5780
Registado: 31/5/2014 23:07

Re: Impresa - Tópico Geral

por lito » 18/6/2021 19:32

Àlvaro Escreveu:lito, a probabilidade de ter feito um solo em 24 para atacar a resistência é agora muito elevada. :shock:

Acertei na moche
18/6___0,2420
E agora
 
Mensagens: 548
Registado: 29/11/2007 9:45
Localização: V. N. Gaia

Re: Impresa - Tópico Geral

por Optimiza » 18/6/2021 19:51

Streaming leader da lusofonia mesmo no nascimento da operação e com acesso no Grupo a 30.000 conteúdos originais.png
Streaming leader da lusofonia mesmo no nascimento da operação e com acesso no Grupo a 30.000 conteúdos originais.png (316.59 KiB) Visualizado 4878 vezes
lito Escreveu:ultimas 4 sextas feiras fecho da cotação:

21/5------0,2420€
28/5------0,2450€
4/6--------0,2390€
11/6------0,24€

Hoje-----palpite------0,2420....?
lita


Lito, Brutal, em cheio! Se continuares a acertar nos preços de fecho, a este nível, eis um milionário em potência (prognosticando um preço acima, basta comprar calls/futuros OTM a dois dias da maturidade - eu, se tivesse que apostar teria colocado 0,24).
Podias até alterar o nick para Jesse Livermore*, temerário, mas o trader que melhor conjugou timing e preço. E sobretudo, reter as frases mais úteis (praxis) para um trader de qualquer ativo e de qualquer época (e.g. esta cumpro - "Determinar a Big idea (construir uma narrativa), e depois investir com precisão", mas já não cumpro bem as duas que vêm a seguir, no segundo link.

* viewtopic.php?f=3&t=84008&start=500#p1195607
* viewtopic.php?f=3&t=84008&start=500#p1195615

Sobre a Impresa, por enquanto, posição mais pequena de todas em carteira, 1,1%, não é uma ação sequer que eu "goste" (não se deve "gostar" de nenhuma ação mas eu tenho um "vício" Altri/e agora Greenvolt, e em menor escala por Tesla e Nvidia), nem foi o setor onde trabalhasse diretamente, mas é um sector que adoro "Xeretar" por motivos pessoais, onde tenho amigos top, um familiar direto e outro em 2ºgraú, onde no passado tive muitas parcerias e relações fornecedor/cliente com todos os principais players nacionais, outro Inglês, Americano e Angolano.

I) Comecei há quase uma hora a ler dados e fichas técnicas IPR, Madre, também de concorrentes internacionais (aqui via net), para projeções full 2021 (do multimedia ao streaming Mundial OPTO, até à avaliação dos 30.000 conteúdos passíveis de venda às 6 maiores streamers Mundiais que queiram ter oferta em língua Portuguesa ou traduzir), e brevemente vou compilar estas projeções (margens de erro consideráveis).
Nota - Netflix só tem 5600 conteúdos próprios e apenas 24 episódios originais em Português (episódios de séries e longas metragens onde gastou 18B$ só no ano passado), tendo outros 58.000 episódios/filmes sob licença (91% originais em Inglês) - porque não licenciar sitcoms, séries, novelas, programas de entertenimento e filmes à OPTO/Grupo Impresa? (para atingir melhor 500 milhões de lusófonos e lusodescentes + 7,5 biliões de seres humanos que gostariam de desenjoar de vez em quando das produções americanas, mexicano/espanholas e indianas).
bébé OPTO salta por cima da veterana Netflix no seu acesso a 30.000 conteúdos originais do Grupo vs quase 6.000 originais Netflix e em língua portuguesa a diferença é de 2000 para 1.gif
bébé OPTO salta por cima da veterana Netflix no seu acesso a 30.000 conteúdos originais do Grupo vs quase 6.000 originais Netflix e em língua portuguesa a diferença é de 2000 para 1.gif (90.95 KiB) Visualizado 4878 vezes


II) Uma coisa já é certa, IPR/Opto têm vantagens competitivas na produção, diversidade e na qualidade, que não me tinha consciencializado (custo médio hora/produção, custo de produção de uma série de 10 episódios, nível dos argumentistas, custo de produção de uma telenovela, volume total de horas de produção/ano, benefícios da parceria total com a Madre SGPS). Antecipo uma conclusão, sai mais barato uma Major do streaming comprar todo o Grupo Impresa via OPA 10X40M€ (nano capitalização bolsista atual) do que 1/licenciar por 10 anos, 12% de todos os conteúdos SIC/IPR/OPTO, ou 2/mandar fazer, aex nuovo 1sobre50 desses conteúdos em Português (sitcoms, humor, filmes, novelas, séries, programas de entertenimento, programas de assinatura, concursos, telejornais e resumos de notícias, etc).

III) A construção de uma nova Marca / Uma nova start-up Mundial
Das ideias mais simples e brilhantes na construção de uma Marca identitária, relacionar o acto de escolher, OPTO, a um país 0PT0
OPTO - Quer dizer Portugal » 00 = programação funciona como parentesis PT = a iniciais Portugal em todo o Mundo
OPTO, nome ideal para uma streamer Mundial em língua PorTuguesa a agregar conteúdos de toda a lusofonia (e.g. no futuro, OPTO by Apple TV ou Amazon Prime?)

Ou seja, mesmo com clientes 0 (desconheço o nº de subscritores OPTO » só no dia 28 Jul), sob a alçada da OPTO+30.000 conteúdos para streaming, já temos um streaming Market value considerável (520 M€). O subscritor de streaming USA subscreve 2.2 streamers (e o Europeu 1.8). O mercado do streaming Mundial cresce 20% ao ano (muito longe da maturidade, exceto nos USA).
e.g. há espaço para, fora de Portugal, ainda este ano, um nº pequeno mas crescente de subscritores começarem a ter OPTO para além da madura Netflix e da Disney Plus.
Anexos
Grupo IPR a evolução por patamares deparou-se com um obstáculo robusto na mega RF1 0,251 + LTD 4anos.gif
Grupo IPR a evolução por patamares deparou-se com um obstáculo robusto na mega RF1 0,251 + LTD 4anos.gif (27.68 KiB) Visualizado 4878 vezes
Editado pela última vez por Optimiza em 19/6/2021 10:42, num total de 4 vezes.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1640
Registado: 1/11/2012 23:18
Localização: Ítaca

Re: Impresa - Tópico Geral

por Àlvaro » 18/6/2021 22:25

Acreditei numa retração mas parece evidente que o ataque à resistência será feito a partir de 24.
 
Mensagens: 5780
Registado: 31/5/2014 23:07

Re: Impresa - Tópico Geral

por PXYC » 19/6/2021 17:52

Optimiza Escreveu:
Streaming leader da lusofonia mesmo no nascimento da operação e com acesso no Grupo a 30.000 conteúdos originais.png
lito Escreveu:ultimas 4 sextas feiras fecho da cotação:

21/5------0,2420€
28/5------0,2450€
4/6--------0,2390€
11/6------0,24€

Hoje-----palpite------0,2420....?
lita


Lito, Brutal, em cheio! Se continuares a acertar nos preços de fecho, a este nível, eis um milionário em potência (prognosticando um preço acima, basta comprar calls/futuros OTM a dois dias da maturidade - eu, se tivesse que apostar teria colocado 0,24).
Podias até alterar o nick para Jesse Livermore*, temerário, mas o trader que melhor conjugou timing e preço. E sobretudo, reter as frases mais úteis (praxis) para um trader de qualquer ativo e de qualquer época (e.g. esta cumpro - "Determinar a Big idea (construir uma narrativa), e depois investir com precisão", mas já não cumpro bem as duas que vêm a seguir, no segundo link.

* viewtopic.php?f=3&t=84008&start=500#p1195607
* viewtopic.php?f=3&t=84008&start=500#p1195615

Sobre a Impresa, por enquanto, posição mais pequena de todas em carteira, 1,1%, não é uma ação sequer que eu "goste" (não se deve "gostar" de nenhuma ação mas eu tenho um "vício" Altri/e agora Greenvolt, e em menor escala por Tesla e Nvidia), nem foi o setor onde trabalhasse diretamente, mas é um sector que adoro "Xeretar" por motivos pessoais, onde tenho amigos top, um familiar direto e outro em 2ºgraú, onde no passado tive muitas parcerias e relações fornecedor/cliente com todos os principais players nacionais, outro Inglês, Americano e Angolano.

I) Comecei há quase uma hora a ler dados e fichas técnicas IPR, Madre, também de concorrentes internacionais (aqui via net), para projeções full 2021 (do multimedia ao streaming Mundial OPTO, até à avaliação dos 30.000 conteúdos passíveis de venda às 6 maiores streamers Mundiais que queiram ter oferta em língua Portuguesa ou traduzir), e brevemente vou compilar estas projeções (margens de erro consideráveis).
Nota - Netflix só tem 5600 conteúdos próprios e apenas 24 episódios originais em Português (episódios de séries e longas metragens onde gastou 18B$ só no ano passado), tendo outros 58.000 episódios/filmes sob licença (91% originais em Inglês) - porque não licenciar sitcoms, séries, novelas, programas de entertenimento e filmes à OPTO/Grupo Impresa? (para atingir melhor 500 milhões de lusófonos e lusodescentes + 7,5 biliões de seres humanos que gostariam de desenjoar de vez em quando das produções americanas, mexicano/espanholas e indianas).
bébé OPTO salta por cima da veterana Netflix no seu acesso a 30.000 conteúdos originais do Grupo vs quase 6.000 originais Netflix e em língua portuguesa a diferença é de 2000 para 1.gif


II) Uma coisa já é certa, IPR/Opto têm vantagens competitivas na produção, diversidade e na qualidade, que não me tinha consciencializado (custo médio hora/produção, custo de produção de uma série de 10 episódios, nível dos argumentistas, custo de produção de uma telenovela, volume total de horas de produção/ano, benefícios da parceria total com a Madre SGPS). Antecipo uma conclusão, sai mais barato uma Major do streaming comprar todo o Grupo Impresa via OPA 10X40M€ (nano capitalização bolsista atual) do que 1/licenciar por 10 anos, 12% de todos os conteúdos SIC/IPR/OPTO, ou 2/mandar fazer, aex nuovo 1sobre50 desses conteúdos em Português (sitcoms, humor, filmes, novelas, séries, programas de entertenimento, programas de assinatura, concursos, telejornais e resumos de notícias, etc).

III) A construção de uma nova Marca / Uma nova start-up Mundial
Das ideias mais simples e brilhantes na construção de uma Marca identitária, relacionar o acto de escolher, OPTO, a um país 0PT0
OPTO - Quer dizer Portugal » 00 = programação funciona como parentesis PT = a iniciais Portugal em todo o Mundo
OPTO, nome ideal para uma streamer Mundial em língua PorTuguesa a agregar conteúdos de toda a lusofonia (e.g. no futuro, OPTO by Apple TV ou Amazon Prime?)

Ou seja, mesmo com clientes 0 (desconheço o nº de subscritores OPTO » só no dia 28 Jul), sob a alçada da OPTO+30.000 conteúdos para streaming, já temos um streaming Market value considerável (520 M€). O subscritor de streaming USA subscreve 2.2 streamers (e o Europeu 1.8). O mercado do streaming Mundial cresce 20% ao ano (muito longe da maturidade, exceto nos USA).
e.g. há espaço para, fora de Portugal, ainda este ano, um nº pequeno mas crescente de subscritores começarem a ter OPTO para além da madura Netflix e da Disney Plus.


Que a Impresa aparenta estar sub-avaliada, isso é certo, mas só e apenas em relação ao potencial do mercado interno e evolução resultados/gestão dívida.

Agora, tenho serias duvidas do potencial da OPTO ou de qualquer outro streaming português.. A minha (contra)opinão:
- qualquer país hispano-falante tem melhores hipoteses que Portugal (sei lá.. até a Bolivia) para exportar conteúdo, dado que o castelhano é a segunda lingua dos USA o que naturalmente gera um efeito bola de neve (claramente visível no mercado música);
- o Brasil é O fabricante de conteúdos de lingua portuguesa, dado que tem à partida consumo própio garantido de 200 milhões de humanos; aliás, quando o produto é "lingua portuguesa", para o mundo só existe Brasil;
- Portugal é um país periférico sem relevancia mundial, e poderia eventualmente produzir algo que capte interesse em alguma das super-plataformas de streaming, mas falamos quando muito de 1 produção -- máximo: 1 produção (dado o factor "periférico" em concorrencia com outros países "periféricos")! -- e nunca uma plataforma local OPTO teria capacidade para gerar hype mundial;
- Portugal não tem NENHUMA tradição de sucesso além fronteiras (e além nicho) no audiovisual; nem em cinema, nem seriados, nem em tv, nem em música. A única exportação que conheço é a venda de telenovelas para exibição em canais de tv tradicionais que fazem dobragens (dubbed) e as exibem.
- Que tipo de pessoas subscreve plataformas de streaming e que conteúdos da SIC seriam atractivos para esse tipo de pessoas? Além, talvez, de emigrantes que não queiram/possam investir em parabólica, e qual a % e perfil de emigrantes? Ou seja, falamos de emigrantes/expatriados/descendentes como potenciais clientes.. um potencial baixo se a OPTO tiver de competir com HBO / Disney+ / Netflix. Basta ter uma criançá em casa e um orçamento limitado para preferir Disney+.

Eu vejo um potencial de mercado extremamente baixo, milhares de clientes e não milhões, portanto tudo depende dos custos de operação da plataforma.

Apesar de tudo, estou dentro da Impresa (mas não pela OPTO!) -- espero que a cotação duplique para vender e voltar a investir o lucro nas minhas apostas tradicionais de dividend stock.
Editado pela última vez por PXYC em 19/6/2021 20:48, num total de 1 vez.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 244
Registado: 13/10/2014 16:44

Re: Impresa - Tópico Geral

por Àlvaro » 19/6/2021 20:04

Toda a queda da Impresa resultou de um facto e de uma especulação sem sentido. O facto é que com Trump a impresa e os Media estariam em palpos de aranha, a especulação bebia na conversa que a Cofina compraria a Tvi e que a partir daí a concorrência seria feroz. Nem o facto nem a especulação fazem agora sentido e a cotação ainda não recuperou. Por isso mesmo não saiu de 24 (o que me surpreendeu) e parece querer atacar a resistência. :shock:
 
Mensagens: 5780
Registado: 31/5/2014 23:07

Re: Impresa - Tópico Geral

por lito » 19/6/2021 21:09

Àlvaro Escreveu:Toda a queda da Impresa resultou de um facto e de uma especulação sem sentido. O facto é que com Trump a impresa e os Media estariam em palpos de aranha, a especulação bebia na conversa que a Cofina compraria a Tvi e que a partir daí a concorrência seria feroz. Nem o facto nem a especulação fazem agora sentido e a cotação ainda não recuperou. Por isso mesmo não saiu de 24 (o que me surpreendeu) e parece querer atacar a resistência. :shock:


Mais uma noticia do jornal sol nascente a pôr em causa as sondagens de audiências de canal líder a SIC
 
Mensagens: 548
Registado: 29/11/2007 9:45
Localização: V. N. Gaia

Re: Impresa - Tópico Geral

por lito » 19/6/2021 21:21

Mais um a dizer mal da SIC mais precisamente grupo impala diz que asic manobra aseu belo prazer o programa quem quer casar como agricultor
Todos os médias a dizerem mal da SIC
 
Mensagens: 548
Registado: 29/11/2007 9:45
Localização: V. N. Gaia

Re: Impresa - Tópico Geral

por Lusitanus » 19/6/2021 21:42

Audiências: dúvidas das tv’s continuam

A diferença nas audiências e a forma como as mesmas são feitas ainda deixa dúvidas nas estações televisivas. O Nascer do SOL sabe que a TVI pediu uma audição à CAEM. RTP e CMTV terão ido pelo mesmo caminho.

As audiências televisivas levadas a cabo pela GfK – escolhida pela Comissão de Análise de Estudos de Meios (CAEM) – continuam a levantar suspeitas. O Nascer do SOL sabe que a TVI está pensar em pedir uma auditoria para tentar perceber se os números apresentados serão mesmo fidedignos. O nosso jornal sabe também a RTP pediu essa auditoria e a CMTV também tem reservas quanto aos dados apresentados.

Em causa estão os números apresentados relativamente às audiências que colocam a TVI em segundo lugar.

Ao que o nosso jornal apurou, a TVI «considera de enorme gravidade para o mercado a existência de indicadores inexplicáveis com mudanças abruptas de resultados e com informação inconsistente e desajustada». Isto significa que, a estação de Queluz pretende ver esclarecidas as fundadas dúvidas e suspeitas que tem sobre «graves lacunas» relativamente a procedimentos e práticas que têm sido prosseguidos no quadro da operalização do regime que suporta a medição de audiências dos canais RTP, SIC, TVI e dos restantes canais de cabo.

A TVI volta a questionar, sabe o Nascer do SOL, o facto de a diferença de audiências para o concorrente que se encontra em primeiro lugar – a SIC – ser menos significativa caso essa medição fosse feita pelas operadoras. Estes são alguns dos vários pontos que levaram o canal a pedir a auditoria que deverá incidir, no mínimo, sobre os últimos 12 meses e que ainda ser levada a cabo por uma entidade de qualidade e independência. Além disso, deverá merecer o envolvimento e o parecer dos três canais generalistas.

Desconfiança não é nova

Recorde-se que, tal como o Nascer do SOL já tinha avançado no passado mês de abril, as audiências televisivas estão sob suspeita. Isto porque os números das audiências divulgados pela GfK não batem certo com o impacto dos programas nas redes sociais nem com os registos das operadoras. E os lares com TVpor cabo já são 90% (cerca de 4,5 milhões) enquanto o mercado continua a reger-se por uma amostra de 1100 audímetros.

Já por essa altura a TVI tinha demonstrado a sua desconfiança, principalmente comparando as audiências finais com o buzz das redes sociais: «Temos efetivamente detetado essa discrepância. Em que programas, como por exemplo o All Togheter Now, ou o programa Cristina ComVida, teve enorme destaque nas diferentes plataformas digitais, sem comparação possível com os programas concorrentes diretos, e depois verificamos que tais dados não têm qualquer correspondência com os níveis de audiência referidos», começou por confessar o canal de Queluz.

Sobre o facto de as audiências se regerem unicamente pelos 1.100 aparelhos espalhados pelo país, e não através das diferentes boxes, que ocupam cerca de 90% dos lares dos portugueses, o canal não mostra dúvidas: «É uma questão que deve merecer uma profunda análise e reflexão. O ideal para o mercado é a existência de um painel o mais fidedigno e o mais abrangente possível».

Ainda assim, a estação não se mostra a satisfeita com eventuais discrepâncias nos resultados. «O que não pode acontecer é a existência de uma diferença significativa entre os resultados desse painel representativo com os dados quantitativos concretos de um universo de utilizadores bastante mais amplo», afirma o canal, que refere que tal situação representaria «a existência de uma distorção e não garantia ao mercado a necessária informação rigorosa e credível».

E sobre um possível aumento do número dos dispositivos instalados nos lares dos portugueses, o canal vai mais além, garantindo acreditar que, «mais importante do que alargar o número de participantes do painel, é garantir o cumprimento das regras de gestão do painel e o rigor e transparência com que os dados são recolhidos, tratados e reportados».

Já a CAEM, referiu ao Nascer do SOL que «a medição de audiências de televisão , em Portugal, como na esmagadora maioria de países em todo o mundo, onde existe televisão, é feita a partir de um painel de lares (1.100 em Portugal)» e que, por isso «a representatividade estatística desta amostra é assegurada pela aleatoriedade da base do seu processo de recrutamento, da sua proporcionalidade em variáveis como a região, o tipo de habitat (n.º de habitantes ), dimensão do agregado familiar e acesso a TV por subscrição e estrato social, além do controlo de variáveis individuais como sexo, escalão etário».

Fernando Cruz, diretor Executivo da CAEM, acrescentou ainda que «a representatividade estatística desta amostra é o que permite a extrapolação dos dados de audiência recolhidos no painel para a totalidade da população, com segmentação sociodemográfica dos indivíduos que visionam televisão, com dados de minuto a minuto de 150 canais».


Quando a notícia não agrada há a tentação de se culpar o mensageiro pela mesma. :wall: Antigamente matava-se por vezes o mensageiro quando a nova não agradava ...
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 269
Registado: 19/3/2021 0:23

Re: Impresa - Tópico Geral

por Àlvaro » 19/6/2021 23:02

O nascer do sol é do Chega., tb são negacionistas. Se o Programa da barbie da malveira se chamar Cristina vai sair do coma resolvem esse problema de ninguém a comprar.
 
Mensagens: 5780
Registado: 31/5/2014 23:07

Re: Impresa - Tópico Geral

por NirSup » 20/6/2021 9:02

O estado da nação

Meus caros,
Os problemas da Impresa não são de agora. Já vêm de longe, de muito longe. São do tempo em que o Nuno Vasconcelos quis controlar a Impresa e o Balsemão fez das tripas coração para ficar a controlar sozinho a Impresa.
Gastou e endividou-se para lá do que seria razoável. E depois para piorar tudo surgiu o digital (streaming, media, redes sociais, etc) que vieram comer parte, grande parte, do bolo das receitas publicitárias. Conclusão: se o negócio estava mal, pior ficou.
Se o Balsemão fez projeções da evolução futura do negócio, enganou-se redondamente. Porque essas projeções saíram completamente furadas.
E, ultimamente, o negócio das televisões tem andado a arrastar-se penosamente no limite da sobrevivência. Com passivos enormes e com goodwill,s de centenas de milhões de euros que ninguém consegue justificar.
Este é, na verdade, o verdadeiro estado da nação. Disse.
By Nirvana
Nunca serás criticado por um vencedor mas por um derrotado. Em vez de olhar para a frente olha para o lado. E dá, constantemente, com a cabeça no poste.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 2378
Registado: 29/4/2014 15:34

Re: Impresa - Tópico Geral

por Àlvaro » 20/6/2021 10:32

Sup, não estás sozinho nesses pensamentos, o SOL que diz que é nascente também está na ressaca da derrota de Trump e ainda não percebeu que já não há garrote à Impresa. Aliás, o que fazem revela total desespero. À democracia é essecial o jornalismo por oposição à gritaria dispratada das redes sociais. Não será só a Uber e a Glovo a serem reguladas, as redes sociais também terão de ser postas no lugar e o jornalismo terá de voltar a estar em destaque, sem jornalismo o dinheiro comeria todo o espaço informativo e isso com Trump era um sonho. O que me surpreende é que, passados tantos dias, e ainda não acordaram desse sonho. Uma coisa é ter saudades e percebo isso, outra é insistir em arear a cabeça. Trump acabou e com ele a predomínio das redes socais e das criptomoedas que eram duas importantes peças para levar a efeito a sua política predadora.
 
Mensagens: 5780
Registado: 31/5/2014 23:07

Re: Impresa - Tópico Geral

por Àlvaro » 20/6/2021 14:20

Os negacionistas põem os nervos desta gente em franja! Calma, isto não passa de um exercício ao estilo Trump quando pôs em causa os resultados eleitorais. :mrgreen: Importante é estar atento não vão tentar fazer com a sede da SIC o que os outros fizeram com o Capitólio. De resto é deixá-los protestar, têm todo o direito desde que cumpram as regras da democracia. :-$
 
Mensagens: 5780
Registado: 31/5/2014 23:07

Re: Impresa - Tópico Geral

por lito » 20/6/2021 15:50

Peço desculpa ao fórum utilizei mal as palavras. Quis dizer que se Francisco Balsemão pai já não mandasse na Impresa os acionistas da empresa estariam em melhor condições
 
Mensagens: 548
Registado: 29/11/2007 9:45
Localização: V. N. Gaia

Re: Impresa - Tópico Geral

por MarcoAntonio » 20/6/2021 15:53

Imagino que era o que se pretendia dizer, no entanto os termos em que estava colocado era inadequado para este espaço por motivos que serão óbvios.
Bons Negócios,
Marco Antonio
Caldeirão de Bolsa

FLOP - Fundamental Laws Of Profit


1. Mais vale perder um ganho que ganhar uma perda, a menos que se cumpra a Segunda Lei.
2. A expectativa de ganho deve superar a expectativa de perda, onde a expectativa mede a
....amplitude média do ganho/perda contra a respectiva probabilidade.
3. A Primeira Lei não é mesmo necessária mas com Três Leis isto fica definitivamente mais giro.
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 35211
Registado: 4/11/2002 22:16
Localização: Vilar do Paraíso

Re: Impresa - Tópico Geral

por Lusitanus » 20/6/2021 16:00

lito Escreveu:Peço desculpa ao fórum utilizei mal as palavras. Quis dizer que se Francisco Balsemão pai já não mandasse na Impresa os acionistas da empresa estariam em melhor condições

O que é que a gestão do grupo Impresa não faz que devesse ser feito?
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 269
Registado: 19/3/2021 0:23

Re: Impresa - Tópico Geral

por lito » 20/6/2021 17:28

Lusitanus Escreveu:
lito Escreveu:Peço desculpa ao fórum utilizei mal as palavras. Quis dizer que se Francisco Balsemão pai já não mandasse na Impresa os acionistas da empresa estariam em melhor condições

O que é que a gestão do grupo Impresa não faz que devesse ser feito?


Olha não me lembro da Impresa comprar acções próprias para ajudar na subida da cotação como esta a fazer os CTT
 
Mensagens: 548
Registado: 29/11/2007 9:45
Localização: V. N. Gaia

Re: Impresa - Tópico Geral

por Optimiza » 20/6/2021 18:12

típica dor de cotovelo normal da TVcristina pelos fracos ratings e horrível qualidade de programação.gif
típica dor de cotovelo normal da TVcristina pelos fracos ratings e horrível qualidade de programação.gif (808.23 KiB) Visualizado 3490 vezes
Lusitanus Escreveu:Audiências: dúvidas das tv’s continuam

A diferença nas audiências e a forma como as mesmas são feitas ainda deixa dúvidas nas estações televisivas. O Nascer do SOL sabe que a TVI pediu uma audição à CAEM. RTP e CMTV terão ido pelo mesmo caminho.

As audiências televisivas levadas a cabo pela GfK – escolhida pela Comissão de Análise de Estudos de Meios (CAEM) – continuam a levantar suspeitas. O Nascer do SOL sabe que a TVI está pensar em pedir uma auditoria para tentar perceber se os números apresentados serão mesmo fidedignos. O nosso jornal sabe também a RTP pediu essa auditoria e a CMTV também tem reservas quanto aos dados apresentados.

Fernando Cruz, diretor Executivo da CAEM, acrescentou ainda que «a representatividade estatística desta amostra é o que permite a extrapolação dos dados de audiência recolhidos no painel para a totalidade da população, com segmentação sociodemográfica dos indivíduos que visionam televisão, com dados de minuto a minuto de 150 canais».


Quando a notícia não agrada há a tentação de se culpar o mensageiro pela mesma. :wall: Antigamente matava-se por vezes o mensageiro quando a nova não agradava ...


1 - Sim, quem está a ser arrasado nas audiências (TVCristina tem menos 27% de audiências que a leader destacada,há 30 meses, SIC1), culpa sempre o mensageiro CAEM(onde SIC, RTP, CMTV e TVCristina) fazem parte, mais os anunciantes, centrais de meios etc)/GFK.
Em 2015 era a SIC a reclamar e pedir auditoria porque estava na mó de baixo, em 2012 era a RTP, em 2008/2009 era a TVCristina a pedir a saída da Marktest e a vinda da GFK. A TVI elogia a GFK em 2018, apartir de 2019, a TVCristina detesta a CAEM/GFK e a RTP e a SIC estão caladas. A TVCristina chegou a "matar" o mensageiro Marktest (porque a eterna secundarização não lhe agradava) para entrar a GFK (2010).

Dos USA ao UK, passando pela Ucrânia e Brasil (as guerras atómicas com os ratings), quem não presta e está secundarizado vem sempre pôr em causa os ratings dos Media. Aliás, é assim em todos os setores em países ocidentais, DA POLÍTICA » em que os perdedores põem sempre em causa os ratings, ratings de seguradoras, ratings de corretoras (a guerra que foi nos USA em 2009 ou em Portugal entre 1998 e 2007 (aí valia tudo, até engatou-se uma das tipas da equipa interna para tentar mudar os nºs), ou no rating dos Bancos em Espanha entre 2018 e 2020.
https://www.flash.pt/celebridades/nacio ... s-portugal
e.g. concordo com a dúvida lançada sobre a fiabilidade de mais de 420.000 pessoas aturarem o programa da Cristina Comvida todos os dias (3º lugar no ranking - quando a CMTV devia ter esse lugar). Especulo que para além da Mãe da apresentadora, nem 100.000 pessoas vêm aquela tortura chinesa da milionária da Malveira, aquele massacre do telespetador, trespassada de gritos agudos e de choques emocionais, mal filmada, sem coerência e sem qualidade alguma de sonoplastia. E aquele Jornal das 8, em voz fúnebre e grave, com tons vermelho cortantes, estúdio de plástico, efeitos tipo-vómito e ecrãs que causam tonturas? Como é que alguém atura aquilo? Impossível, ninguém!

2 - que subjaz a esta inveja lusitana da TVcristina, é que o Grupo IMpresa lidera esmagadoramente nos 9 canais de TV, no publishing do Expresso e nos Jornais digitais, e especulo neste ano vai voltar a ter Resultados fabulosos » resultado líquido 2021 de 17 Milhões (6,5M€ 1ºsem/10,5M€ 2ºsem) - melhor PER 2.4 Europeu de qualquer sector, sem extraordinários (sobre cotação atual 0,242), e o facto de a dívida líquida no final do ano dever estar nos 139M€ (-12M€ do que em 31/12/20), e de a receita líquida disparar 18% no full 2021, e o EBitda crescer 31%. Face a 2000 em que Grupo Impresa cotava a 6,5€, face ao ataque da Ongoing em que cotou a 5,3€, não percebo, agora a ganhar dinheiro a rodos, com uma dívida irrelevante, com um portfolio de conteúdos centi-milionários para venda/licenciamento, com streaming Mundial no início, com liderança esmagadora nos 9 canais e no digital e a cotação seja de 0,24€ (tinhamos de multiplicar por 27 ou valorizar 2700% para voltar ao seu valor de 2000, não contabilizando os 32% de inflação acumulada).

3 - Sector MultiMedia nacional (Impresa, Mediacapital, Cofina) e Europeu está com resultados e receitas extremamente positivas em 2021:

Estas projeções até são conservadoras, porque não incluem receita da Streamer leader Mundial em Português e não extrapolam do inexplicável e incompreensível 8 milhões de Resultado líquido do 1º trimestre da TVCristina, apesar de quase ninguém ver aquilo, de a programação ser uma tortura medieval, de chutarem 6 das figuras mais carismáticas, de pagarem dezenas de milhões às dezenas de amigos e à própria milionária da Malveira (e de chegarmos ao ponto que mesmo assim, Mediadescapitalizada reduziu a divida em 11 milhões só num trimestre e que se prevê um RL de 35 M€ no full 2021. Como é que chegam no 1º trim. a resultados financeiros tão bons apesar do mau estado anímico e emocional dos colaboradores MC, dos gastos absurdos, do 3º lugar no share (TVI só vence nas audiências com futebol - e quando dá na TVI, Portugal vai perder sempre*), e do horror da programação TVCristina?

nota - A emissão obrigacionista não leva ao aumento de dívida líquida nem em 1 centimo! Leva sim a uma redução dos encargos com juros (que no global são bem menores que os custos diretos/indiretos com Cristina ferreira e dos 48 colaboradores SIC que foram em 2020 para a TVCristina).

*
a brincar a brincar...Nuno-Azinheira-comenta nova derrota de Portugal na TVI.png
a brincar a brincar...Nuno-Azinheira-comenta nova derrota de Portugal na TVI.png (284.14 KiB) Visualizado 3480 vezes
Anexos
Grupo Impresa - cotação atual 0,24€ face a 6,5€ de 2000 é incompreensível face aos resultados crescentes, à expansão, streaming mundiak e liderança esmagadora.gif
Grupo Impresa - cotação atual 0,24€ face a 6,5€ de 2000 é incompreensível face aos resultados crescentes, à expansão, streaming mundiak e liderança esmagadora.gif (29.12 KiB) Visualizado 3490 vezes
Editado pela última vez por Optimiza em 20/6/2021 19:30, num total de 7 vezes.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1640
Registado: 1/11/2012 23:18
Localização: Ítaca

Re: Impresa - Tópico Geral

por Lusitanus » 20/6/2021 18:16

lito Escreveu:
Lusitanus Escreveu:
lito Escreveu:Peço desculpa ao fórum utilizei mal as palavras. Quis dizer que se Francisco Balsemão pai já não mandasse na Impresa os acionistas da empresa estariam em melhor condições

O que é que a gestão do grupo Impresa não faz que devesse ser feito?


Olha não me lembro da Impresa comprar acções próprias para ajudar na subida da cotação como esta a fazer os CTT

Comprar ações próprias? Quer dizer a Impresa ainda agora endividou-se em mais 20 milhões de euros (cerca de 10 milhões de euros dos 30 milhões de euros do recente empréstimo obrigacionista obtiveram-se por troca de obrigações mais antigas) e pegava nesse dinheiro e toca de "jogar" na Bolsa, para empolar a cotação da Impresa, já que o mercado não o faz. Muito bem! Está encontrado o remédio para fazer subir a cotação das ações do PSI. Basta que as próprias empresas "joguem" na Bolsa e tentem fazer subir a sua cotação.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 269
Registado: 19/3/2021 0:23

Re: Impresa - Tópico Geral

por lito » 20/6/2021 20:00

Lusitanus quem aguenta e faz subir as acções da cofina
 
Mensagens: 548
Registado: 29/11/2007 9:45
Localização: V. N. Gaia

AnteriorPróximo

Quem está ligado:
Utilizadores a ver este Fórum: Bing [Bot], HCC1, Nightrader, Qualnhick e 60 visitantes