Outros sites Cofina
Caldeirão da Bolsa

contábil: Análise de Relatórios e Contas de empresas

Espaço dedicado a todo o tipo de troca de impressões sobre os mercados financeiros de uma forma genérica e a todo o tipo de informação útil que possa condicionar o desempenho dos mesmos

Moderadores: Pata-Hari, Ulisses Pereira, MarcoAntonio

Re: contábil: Análise de Relatórios e Contas de empresas

por contábil » 28/8/2022 11:45

O quinto vídeo. Em resumo:

- Financiamentos Obtidos: o desdobramento das dívidas contraídas pela SAD do Sporting CP; a importância do Factoring e o problema que ainda persiste do Descoberto Bancário; BCP e Novo Banco ainda com relação estreita com o clube;
- Fornecedores: clubes aos quais o Sporting CP deve dinheiro (a curto e médio prazos) pela transferência de jogadores e quanto deve; o estranho caso da aquisição do Marco Cruz; a enormidade de agências e agentes que intermediaram negócios e os montantes a que têm direito;
- Outros Credores Correntes: a "Associação em Participação" - resquícios dos tempos em que os fundos de investimento partilhavam passes de jogadores com os clubes; a acabar finalmente neste exercício?
- Capital Próprio: a situação de falência técnica - a eterna questão da subvalorização dos Ativos e um cenário financeiro que caminha para a solvabilidade.



Para quem estiver a gostar deste tipo de conteúdo e ainda não o tenha feito: subscreva o canal. É um grande apoio para o projeto. Obrigado a todos!
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 45
Registado: 27/5/2022 12:53

Re: contábil: Análise de Relatórios e Contas de empresas

por PIKAS » 28/8/2022 14:39

Caro,
Enquanto exercício teórico o trabalho que aqui expões está muito bem feito, tem mérito, apesar de de contabilidade eu não perceber nada.
O problema é que tens que olhar para os números, analisar e desenvolver sobre os números, e os números do mundo do futebol estão mais que aldrabados.
Tenho razões para acreditar que aquilo é só esquemas, vigarices, martelanço e por aí a fora.
Valerá a pena o trabalho que estás a ter?
Por mim nunca investi em SAD's e nunca irei investir precisamente por isso: não acredito nos números, nem na gente que controla o futebol, aqui e lá fora.
Cumprimentos,
 
Mensagens: 1661
Registado: 23/8/2006 18:53
Localização: Alcabideche

Re: contábil: Análise de Relatórios e Contas de empresas

por contábil » 29/8/2022 15:16

Olá PIKAS,
Obrigado pelas palavras e interesse pelo tópico.
As contas das SAD´s do FC Porto e Sporting CP são certificadas pela Ernst & Young e as da SAD do SL Benfica pela Mazars, mas com isto não quero dizer que não tens razão. O Ministério Público também parece achar o mesmo. Desde o uso de pagamentos de intermediação a agências/empresários nas transferências de jogadores para lavar/evadir dinheiro à criação de empresas fantasma para cobrar serviços fictícios às SAD´s (daqueles inscritos nas rubricas como "Trabalhos Especializados" ou nos famosos "Outros")... Há muitas suspeitas, mas poucas provas concretas e sólidas.
Mais uma vez reforço que os vídeos não pretendem incentivar (ou desincentivar) investimentos em SAD´s de clubes de futebol. Só quero passar o que sei a quem possa ter a mesma pancada pelas Contas de empresas e aprender com quem saiba mais.
Cumprimentos
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 45
Registado: 27/5/2022 12:53

Re: contábil: Análise de Relatórios e Contas de empresas

por contábil » 4/9/2022 15:37

Sexto vídeo. Em resumo:

- Qual o valor pago pelos sócios em quotas recebido pelo Sporting Clube de Portugal, como tem evoluído o nº de sócios pagantes e as iniciativas promovidas pelo Clube para a sua angariação;
- A cedência do estádio à SAD e os recebimentos pela utilização da marca SCP na Sporting TV; como esta última é gerida (por uma empresa externa);
- Os Honorários: que tipo de contrato têm os atletas das várias Modalidades?
- Os Gastos com o Pessoal: as remunerações base e as adicionais, as indemnizações (altas devido a um despedimento coletivo) e o nº médio de colaboradores;
- O valor líquido contabilístico do Estádio José Alvalade, do Pavilhão João Rocha e do Multidesportivo; o ajuste contabilístico feito pelo Clube que ajudou a melhorar as Contas que levanta algumas dúvidas;
- A liquidação de 5 empresas do Grupo SCP para simplificar a estrutura organizacional; a estranha avaliação que o Clube faz da sua participação na SAD;
- A dívida bancária e o "Direito de Superfície" como maior Passivo do Clube.



Para quem estiver a gostar deste tipo de conteúdo e ainda não o tenha feito: subscreva o canal. É um grande apoio para o projeto. Obrigado a todos!
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 45
Registado: 27/5/2022 12:53

Re: contábil: Análise de Relatórios e Contas de empresas

por contábil » 11/9/2022 15:16

O primeiro vídeo sobre a análise às Contas do 1ºS 21/22 da SAD do SL Benfica.
Em resumo:

- Prémios da UEFA: quanto encaixou o clube pela participação na Liga dos Campeões; o lugar no Ranking da UEFA a 10 anos - o Sistema de Pontos e a contribuição dos "Títulos";
- Receitas de Televisão: o negócio com a NOS; a venda por parte da SAD à SGPS da Benfica TV e o que isso representa; o valor recebido pelos jogos em casa para o campeonato; o organograma do Grupo SL Benfica;
- Patrocinadores: os 4 principais; a curiosidade de 2021 ter marcado 3 renovações e a presença inédita de uma marca na manga da camisola;
- Receitas de Jogos: quanto renderam as atividades Corporate; a receita de bilheteira de jogos para competições nacionais e internacionais; o Bilhete de Época.



Para quem estiver a gostar deste tipo de conteúdo e ainda não o tenha feito: subscreva o canal. É um grande apoio para o projeto. Obrigado a todos!
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 45
Registado: 27/5/2022 12:53

Re: contábil: Análise de Relatórios e Contas de empresas

por contábil » 18/9/2022 13:21

O segundo vídeo. Em resumo:

- Grupo SL Benfica: leitura reforçada com dados financeiros sobre as empresas alienadas (Benfica Estádio e BTV);
- Fornecimentos e Serviços Externos: a "gestão operacional do estádio" e da BTV, a licença de utilização da marca "Benfica" e o compactar de outras subrubricas;
- Gastos com o Pessoal: as remunerações fixas e variáveis dos Órgãos Sociais e Pessoal (jogadores, técnicos e outros colaboradores);
- Depreciações e Amortizações: simples explicação dos conceitos, os principais ativos sobre os quais recaem e o exemplo prático de como é amortizado o "direito de utilização da marca";
- Provisões e Imparidades: simples explicação dos conceitos com exemplos.

Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 45
Registado: 27/5/2022 12:53

Re: contábil: Análise de Relatórios e Contas de empresas

por contábil » 25/9/2022 12:19

O terceiro vídeo. Em resumo:

- Rendimentos: mais-valias de alienações de passes, montantes do empréstimo de jogadores a outros clubes e o Mecanismo de Solidariedade (MdS) a receber; Gastos: as menos- valias, os jogadores emprestados ao clube e o MdS a pagar;
- O Valor Contabilístico Líquido dos jogadores e o apurar de mais/menos-valias na venda de passes: exemplo prático do Luca Waldschimdt;
- A explicação dos conceitos de Amortizações e de Perdas de Imparidade nos passes dos atletas;
- Os juros encaixados relacionados com a alienação da Benfica Estádio e Benfica TV e o contrato swap para a taxa de juro; os juros pagos pelos empréstimos contraídos.

Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 45
Registado: 27/5/2022 12:53

Re: contábil: Análise de Relatórios e Contas de empresas

por contábil » 1/10/2022 15:28

O quarto vídeo. Em resumo:

- Os principais Ativos Tangíveis: Benfica Campus e "Direito de Superfície" do Estádio da Luz; qual o Valor Bruto do referido direito, até quando a SAD detém a sua propriedade e quanto amortiza por exercício financeiro; a compra de terrenos ao Clube para expandir o Centro de Treinos e Estágios;
- Os Ativos Intangíveis: o Valor Bruto do Plantel: como varia e do que está dependente este Ativo; os jogadores contratados;
- Outros Ativos Intangíveis: o Valor Bruto e Líquido da marca "Benfica"; revisão do contrato para breve?
- Clientes e Outros Devedores: os jogadores vendidos e o montante em dívida a receber que a SAD espera que venha incumprido por parte dos clubes que contrataram jogadores ao Benfica;
- Outros Ativos: o valor prometido pela Benfica SGPS na altura da compra da Benfica Estádio e Benfica TV à SAD.



Para quem ainda não o tenho feito: subscreva o canal. É uma grande ajuda para o projeto. Obrigado a todos!
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 45
Registado: 27/5/2022 12:53

Re: contábil: Análise de Relatórios e Contas de empresas

por contábil » 8/10/2022 13:11

O quinto vídeo. Em resumo:

- Os Empréstimos Bancários contraídos: o Montepio como o último banco resistente na relação com a SAD até à ativação da linha de crédito contratada ao Novo Banco devido à pandemia;
- Os Empréstimos Obrigacionistas: o produto financeiro predileto para o financiamento da atividade da SAD; a periodicidade anual nos últimos anos e o 'rollover' da dívida;
- Os Fornecedores: as dívidas aos clubes aos quais o SL Benfica comprou jogadores; a ausência de informações sobre os montantes devidos a agências/empresários dos jogadores;
- Os Outros Passivos: o Factoring - a antecipação das receitas do contrato com a NOS; a particularidade de não ser considerado na rubrica "Empréstimos Obtidos"; 50% destas receitas estão já cedidas até ao final do contrato.
- O Capital Próprio: a confortável almofada financeira que a SAD tem, apesar de não ter passado imune às dificuldades de tesouraria provocadas pelo covid-19.



Para quem ainda não o tenho feito: subscreva o canal. É uma grande ajuda para o projeto. Obrigado a todos!
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 45
Registado: 27/5/2022 12:53

Re: contábil: Análise de Relatórios e Contas de empresas

por contábil » 16/10/2022 15:00

O sexto vídeo, este apenas dedicado às Contas do Clube. Em resumo:

- As vendas de Merchandising: a evolução nos últimos 10 anos; informação por segmento de negócio (Retalho, Digital e Distribuição) e detalhes sobre cada ponto de venda (p.e Benfica Official Store Estádio e Distribuição via Casas do Benfica); o Top 10 dos produtos mais vendidos;
- As Contribuições dos Sócios: a evolução nos últimos 10 anos; quanto recebe o SL Benfica em quotas pagas; a inovadora campanha para atrair e fidelizar sócios; o crescimento anual do nº de sócios e a sua distribuição etária;
- As Royalties: quanto recebe o Clube por permitir a utilização da marca "Benfica" pelas várias empresas do Grupo;
- Os Fornecimentos e Serviços Externos: os Honorários como forma de "contrato de trabalho"?
- Os Gastos com o Pessoal: o aumento significativo das remunerações fixas e variáveis - provavelmente justificado com o sucesso do futebol feminino (ida à Liga dos Campeões) e andebol (conquista da Liga Europeia);
- Os Ganhos/perdas imputados de subsidiárias: o Grupo Benfica; quais as empresas que o compõem, que atividades desenvolvem e que dimensão financeira têm; as corajosas apostas fora do modelo convencional de um Clube de futebol (Red Up Sports e Benfica International); o cálculo das perdas registadas devido aos prejuízos a assumir pela participação financeira na SAD;
- A evolução do Ativo nos últimos 10 anos; as Participações Financeiras: o método de mensuração da participação nas várias empresas do Grupo; o caso particular da contabilização da participação no capital da SAD - o método da equivalência patrimonial e o a preços de mercado (Bolsa de Valores);
- A evolução do Passivo nos últimos 10 anos: a pouco importância das obrigações vigentes do Clube;
- A evolução do Capital Próprio (Fundos Patrimoniais) nos últimos 10 anos: uma recuperação assinalável e um pequeno percalço.



Para quem ainda não o tenho feito: subscreva o canal. É uma grande ajuda para o projeto. Obrigado a todos!
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 45
Registado: 27/5/2022 12:53

Re: contábil: Análise de Relatórios e Contas de empresas

por contábil » 22/10/2022 15:53

O primeiro vídeo sobre o Relatório e Contas 2021/2022 da SAD do SC Braga. Em resumo:

Rendimentos:
- Merchandising: a inauguração de uma nova loja;
- Receita de Bilheteira: os jogos para o Campeonato e Liga Europa e o nº de espectadores; a referência ao jogo com o Rangers;
- Pacotes Corporate: os serviços premium: Camarotes, Tribuna Prestige e Executive Seats; condições das ofertas;
- Direitos de Transmissões: quanto rende o contrato com a NOS? - Publicidade/Patrocínios: os principais patrocinadores;
- Participações em Competições Europeias: receitas da participação na Liga Europa e como estas estão distribuídas;
- Rendimentos com Transações de Atletas: os jogadores vendidos e os valores em questão.

Gastos:
- Fornecimentos e Serviços Externos: destaque para os montantes pagos ao Clube para explorar a Cidade Desportiva e o Estádio Municipal de Braga;
- Gastos com o Pessoal: como se compõe o Conselho de Administração; as senhas de presença para os administradores não executivos; a remuneração de atletas, treinadores e outros colaboradores; os prémios de desempenho.

Gastos/ganhos de depreciação e de amortização:
- A amortização dos passes dos jogadores: caso prático do Abel Ruiz; o valor contabilístico líquido de um passe e a mais/menos-valia na altura da alienação; os benefícios dos jovens da formação.

Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 45
Registado: 27/5/2022 12:53

Re: contábil: Análise de Relatórios e Contas de empresas

por contábil » 29/10/2022 18:06

O segundo vídeo. Em resumo:

Ativo:
- Ativos Fixos Tangíveis: a construção da 2ª fase da Cidade Desportiva SCB; o projeto e os seus custos;
- Ativos Intangíveis: o valor contabilístico do plantel; como este ativo aumenta e diminui; as contratações de jogadores;
- Créditos a Receber: a musculada ajuda financeira da SAD ao Clube;
- Clientes: montantes a receber dos clubes que compraram jogadores à SAD; ausência de montantes de "cobrança duvidosa".

Passivo:
- Financiamentos Obtidos: os empréstimos bancários - oportunismo financeiro das Linhas de Apoio montadas pelo Estado? ; a conversão de uma % de um empréstimo em subvenção não reembolsável; o factoring - a antecipação das receitas do contrato com a NOS; ajuda importante para financiar a edificação da Cidade Desportiva SCB;
- Outras Dívidas a Pagar: valores devidos a outros clubes pela aquisição dos passes de jogadores; os serviços de intermediação (comissões).

Capital Próprio:
- A pouco habitual saúde financeira de uma SAD de um clube de futebol.

A SAD do SC Braga na Bolsa de Valores:
- A quanto está a cotar cada Ação e qual a capitalização bolsista? ; a estrutura acionista antes e depois da entrada do Qatar Sports Investments; quanto pagou este fundo pela posição da Olivedesportos e o que isso poderia implicar em termos de avaliação da SAD como um todo?
- A Sundown Investments: quem é esta "empresa" (?), quem a gere e porque investiu na SAD do SC Braga? Algumas suspeitas levantadas por quem pode saber mais que a maioria das pessoas...?



Para quem ainda não o tenho feito: subscreva o canal. É uma grande ajuda para o projeto. Obrigado a todos!
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 45
Registado: 27/5/2022 12:53

Re: contábil: Análise de Relatórios e Contas de empresas

por contábil » 5/11/2022 17:43

O terceiro vídeo, este apenas dedicado às Contas do Clube. Em resumo:

- O modo de apresentação no relatório das várias Modalidades do Clube;
- O Movimento Associativo: a evolução do nº de sócios; as categorias e o valor das quotas.

Demonstração de Resultados:
Rendimentos:
- Vendas e Serviços Prestados: as Receitas com a Quotização, Inscrições e Mensalidades (nas modalidades) e Publicidade/Patrocínios;
- Subsídios, Doações e Legados à Exploração: o tipo de subsídios recebidos (CMB, IPDJ, IEFP...); alguns one-offs;
- Ganhos/Perdas Imputados de Subsidiárias, Associadas: as participações financeiras na SAD e na SC Braga Seguros; o montante atribuível ao Clube dos resultados líquidos das participadas, correspondente à % de capital detida;
- Outros Rendimentos: a Cedência de Pessoal (à SAD), o Mecanismo de Solidariedade, a Cedência de Exploração do Estádio e da Cidade Desportiva SCB e o Protocolo do Futebol Feminino.

Gastos:
- Fornecimentos e Serviços Externos: várias subrubricas de Gastos inerentes à vida desportiva do Clube; os Honorários, o Equipamento e Material Desportivo e as Rendas e Alugueres (com destaque para as piscinas municipais);
- Gastos com o Pessoal: investimento nas modalidades com "crescentes níveis de interesse e apoio por parte dos Associados, adeptos e simpatizantes".

Balanço:
Ativo:
- Ativos Fixos Tangíveis: a 1ª fase de construção da Cidade Desportiva SCB;
- Investimentos Financeiros: a contabilização das participações no capital da SAD e na SC Braga Seguros.

Passivo e Capital Próprio:
- Outras Dívidas a Pagar: um Passivo praticamente constituído pela dívida do Clube à SAD; uma grande parte para financiar o projeto Cidade Desportiva e a outra parte para...?
- Fundos Patrimoniais: a saúde financeira do Clube que permitiu e deverá continuar a permitir fortes investimentos na e para a cidade e no e para o Clube.

Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 45
Registado: 27/5/2022 12:53

Re: contábil: Análise de Relatórios e Contas de empresas

por contábil » 12/11/2022 18:48

A análise ao Relatório e Contas Anual do exercício financeiro 21/22 da FC Porto SAD. Em resumo:

Demonstração de Resultados:
Rendimentos:
- Vendas: os produtos oficiais do clube vendidos nas lojas físicas e online; a margem bruta do negócio; um ano de recorde nesta rubrica;
- Competições Europeias: prémios recebidos pelo ranking da UEFA a 10 anos, participação e desempenho desportivo na Liga dos Campeões e na Liga Europa;
- Bilheteira: sólidos números nos bilhetes vendidos jogo a jogo, mas com os Lugares Anuais distantes do máximo já atingido; todos os jogos disputados no estádio do Dragão, o nº de espectadores e a sua média, e a receita média por jogo;
- Outras Receitas Desportivas: a receita da conquista da Taça de Portugal e a forte recuperação das inscrições/mensalidades das escolas Dragon Force;
- Publicidade: os principais patrocinadores presentes na camisola; um recorde de encaixe com a ajuda da Binance? ; o negócio Corporate: lugares VIP e camarotes para empresas;
- Direitos de Transmissões: o negócio com a Altice para ceder os direitos transmissivos dos jogos em casa na Liga, da publicidade estática no estádio e distribuição do Porto Canal; quanto rendeu cada jogo disputado para o campeonato;
- Outras Prestações de Serviços: receitas de empresas do Grupo FC Porto; a apresentação do Grupo, com dados financeiros individuais sobre cada uma das sociedades nas quais a SAD tem participação no capital.

Gastos:
- Fornecimentos e Serviços Externos: as rubricas que contabilizam os gastos relacionados com a vida desportiva do clube; os protocolos entre SAD e Clube, que envolvem a cedência de utilização do Centro de Treinos do Olival, do campo da Constituição e de instalações no estádio;
- Custos com o Pessoal: as remunerações dos Órgãos Sociais; o que determina o recebimento de gratificações e quando é que estas são contabilizadas; as remunerações dos atletas/técnicos; a distorção das contas do período homólogo devido ao término do campeonato 19/20 no exercício de 20/21.

Amortizações e Perdas por Imparidade com Passes de Jogadores:
- O caso prático do Nakajima para explicar como se amortiza o passe de um jogador e que impacto tem nos Resultados a rescisão do contrato; a mais/menos-valia de uma alienação de um passe.

Proveitos e Custos com Transações de Jogadores:
- As vendas de jogadores: valores das transferências, as mais-valias e quem intermediou os negócios; os jogadores emprestados e o Mecanismo de Solidariedade da FIFA;
- Os custos incorridos com as transações: comissões e outros custos; os jogadores recebidos por empréstimo e outras rescisões e comissões.

Resultados Financeiros:
- Os juros suportados pela dívida contraída; um cuidado a ter com o aumento das taxas de juro.



Para quem ainda não o tenho feito: subscreva o canal. É uma grande ajuda para o projeto. Obrigado a todos!
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 45
Registado: 27/5/2022 12:53

Re: contábil: Análise de Relatórios e Contas de empresas

por Eurobrexit » 14/11/2022 23:08

muito bem

desafio: HAPAG LLOYD vs MAERSK


boa análise

PS, já agora ACERINOX.
por fim qual a corretora online onde podemos comprar HAPAG LLOYD?
 
Mensagens: 787
Registado: 29/11/2007 10:27
Localização: Portugal

Re: contábil: Análise de Relatórios e Contas de empresas

por contábil » 19/11/2022 16:57

A segunda parte da análise ao Relatório e Contas da FC Porto SAD Anual 21/22. Em resumo:

O Balanço

Ativo:
- Ativos Fixos Tangíveis: o valor líquido contabilístico aproximado do Estádio do Dragão;
- Ativos Intangíveis: o valor contabilístico do Plantel; as aquisições que aumentam este ativo e a forma como as alienações, rescisões ou caducidade do contrato o fazem diminuir; Loum renovou o contrato antes de ser emprestado ao Reading? ;
- Clientes: quais são e quanto devem os clubes que compraram jogadores ao FC Porto; a ausência do Liverpool da lista pela aquisição do Luis Díaz (justificado pelo factoring?); uma nova dívida do Clube para com a SAD.

Passivo:
- Empréstimos: bancários (a caminho da irrelevância), obrigacionistas e o factoring (antecipação de todo o tipo de receitas);
- Fornecedores: clubes aos quais o FC Porto deve dinheiro pela compra de jogadores; a Gestifute como principal credora; as muitas agências de intermediação que ainda têm valores a haver por intervenções em negócios (alguns muito antigos...?);
- Outros Passivos: valores prometidos a jogadores ainda "não vencidos"; o prémio de assinatura e/ou o vencimento do Otávio? ; novamente o factoring de direitos de transmissões televisivas.

Capital Próprio:
- A situação de falência técnica, que só não é mais agravada pela contabilização dos 100% da Euroantas (quando a SAD só detém 47%); uma questão de "domínio".



Agradecimentos:
Portal dos Dragões: http://www.fcporto.ws
Somos Porto: http://www.somosporto.org
FORÇA F.C.PORTO: http://www.facebook.com/paginaportista

Para quem ainda não o tenho feito: subscreva o canal. É uma grande ajuda para o projeto. Obrigado a todos!
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 45
Registado: 27/5/2022 12:53

Re: contábil: Análise de Relatórios e Contas de empresas

por contábil » 26/11/2022 16:14

A análise ao Relatório e Contas Anual do exercício financeiro 21/22 da SAD do Sporting CP. Em resumo:

A Demonstração de Resultados

Rendimentos:
- Vendas: as receitas em Merchandising do clube; um novo modelo de negócio com a Nike. Bom quando a época desportiva corre de feição...?
- Direitos Televisivos: a acordo com a NOS e os valores crescentes ao longo da duração do mesmo;
- Bilheteira e Bilhetes de Época: o regresso do público aos estádios e a diferença gigantesca verificada nesta rubrica; a importância da participação na Liga dos Campeões também aqui muito vincada;
- Patrocínios e Publicidade: os principais sponsors do clube; os problemas com a Bitci (não exclusivos do Sporting CP) e uma procura por uma nova exchange de criptomoedas que permita o lançamento de um fan token (?) ;
- Participação nas Competições Europeias: o caminho meritório da equipa nesta prova que levou a um aumento muito considerável dos valores a receber da UEFA;
- Outras subrubricas com menor relevância, mas uma nota para a cedência do parque de estacionamento do estádio no exercício financeiro transato por uma soma significativa... Irrepetível...?

Gastos:
- Fornecimentos e Serviços Externos: com o regresso dos adeptos aos estádios vêm anexos um aumento de gastos em várias subrubricas, nomeadamente o serviço de catering; a abertura de uma nova conta: Royalties, que são pagamentos ao Clube por parte da SAD. Dúvidas se esta tem relação com o novo modelo de negócio com a fabricante de equipamentos;
Gastos com o Pessoal: a remuneração dos Órgãos Sociais. Quanto recebeu cada um dos Administradores da SAD de componente fixa e variável; os pressupostos de atribuição e os diferentes ponderadores da componente variável; a minha dificuldade em perceber os valores entregues (ajuda!); os prémios de desempenho e de performance desportiva: o prémio pela conquista do campeonato e respetiva qualificação para a Liga dos Campeões contabilizados em períodos diferentes; os gastos com benefícios pós-emprego: a renúncia da SAD ao Contrato Coletivo de Trabalho que assegurava aos trabalhadores um complemento de reforma. O write-off de um Passivo que originou um "ganho".

Amortizações e Perdas por Imparidade com Passes de Jogadores:
- O caso prático do Ugarte para chegar às Amortizações dos jogadores e a indicação daquilo que pode significar o registo de uma Perda por Imparidade num passe.

Proveitos e Custos com Transações de Jogadores:
- Os proveitos com jogadores cujos direitos desportivos já não estavam nas mãos do Sporting (p.e William Carvalho), representando Ativos Contingentes e os custos na forma de Passivos Contingentes (Rosier); a mais-valia da venda do Nuno Mendes e os eventos subsequentes: alienações de jogadores que só entrarão nas Contas de 22/23 (Matheus Nunes, Palhinha, ...); a "revogação do contrato" com o Feddal. Revogação e não términos do contrato...?

Resultados Financeiros:
- O aumento dos juros da dívida promovidos pela nova emissão de um Empréstimo Obrigacionista e dos juros com cedência de créditos futuros devido ao factoring efetuado em março de 2022.

Agradecimentos:
Fórum SCP: https://www.forumscp.com/
Sᵽøɍŧɨnǥ Ⱥnønɏmøᵾs 1: https://www.facebook.com/sportinganonymous/



Para quem ainda não o tenho feito: subscreva o canal. É uma grande ajuda para o projeto. Obrigado a todos!
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 45
Registado: 27/5/2022 12:53

Re: contábil: Análise de Relatórios e Contas de empresas

por contábil » 3/12/2022 15:21

A segunda parte da análise ao Relatório e Contas da SAD do Sporting CP Anual 21/22. Em resumo:

O Balanço

Ativo:
- Ativos Intangíveis - Valor do Plantel: o valor líquido contabilístico do plantel do Sporting CP; as contratações que fizeram aumentar este Ativo e os Passivos Contingentes;
- Outros Ativos Intangíveis: o Direito de Superfície do Estádio José Alvalade e do Multidesportivo; a duração do contrato com o SCP (Clube) e o "custo" por exercício financeiro imputado à SAD;
- Ativos Sob Direito de Uso: os Ativos pertencentes à Academia de Alcochete na base do contrato de locação financeira;
- Outros Ativos Não Correntes e Clientes: montantes devidos à SAD Sportinguista pela venda de jogadores; quem são os clubes devedores e os prazos expectáveis de recebimento;
- Outros Devedores: o peso considerável de saldos credores sobre empresas do Grupo Sporting; quais as suas origens?

Passivo:
- Responsabilidades com benefícios pós-emprego: a renúncia ao Contrato Coletivo de Trabalho que conferia um complemento de reforma aos trabalhadores;
- Financiamentos Obtidos: a divisão da dívida financeira entre empréstimos bancários, emissões obrigacionistas e factoring; a questão do descoberto bancário de valor significativo; o roll-over da dívida via (re)lançamento de obrigações e as antecipações de receitas, quer do contrato com a NOS, quer de valores a receber de transferências de passes de jogadores;
- Passivos de Locação: o que ainda falta pagar pelo Leasing da Academia;
- Outros Passivos Não Correntes: dívidas a empresas do Grupo Sporting; a SCP C&P, detentora da Sporting TV e sem qualquer participação no capital por parte da SAD, antecipa as receitas do contrato com a NOS e cede-as à SAD? Constituindo dessa forma um Passivo da SAD para com aquela empresa? ;
- Outros Passivos Não Correntes e Fornecedores: montantes devidos aos clubes aos quais o Sporting CP comprou jogadores e às agências que intermediaram os negócios; a infindável quantidade de agências e empresários que se relacionam com a SAD; valores não para pagar, mas para ir pagando... ;
- Outros Credores: um acerto de contas entre a SAD e empresas do Grupo Sporting.

Capital Próprio:
- Os VMOC´s: a situação inicial; a compra dos valores mobiliários na posse do BCP e a posterior (ao relatório 21/22) conversão em capital; a reconfiguração do Capital Próprio e também da Estrutura Acionista da sociedade.

Agradecimentos:
Fórum SCP: https://www.forumscp.com/
Sᵽøɍŧɨnǥ Ⱥnønɏmøᵾs 1: https://www.facebook.com/sportinganonymous/



Para quem ainda não o tenho feito: subscreva o canal. É uma grande ajuda para o projeto. Obrigado a todos!
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 45
Registado: 27/5/2022 12:53

Re: contábil: Análise de Relatórios e Contas de empresas

por contábil » 11/12/2022 23:58

A análise ao Relatório e Contas Anual do exercício financeiro 21/22 da SAD do SL Benfica. Em resumo:

A Demonstração de Resultados

Rendimentos:
- Prémios da UEFA: as receitas pela ótima prestação na Liga dos Campeões;
- Receitas de Televisão: o acordo com a NOS referente à distribuição da Benfica TV e da transmissão dos jogos em casa para o campeonato; quanto rendeu cada um dos jogos para a Liga;
- Patrocinadores: angariações de novos parceiros, um deles principal (Betano) e um "internacional" - Premier Bet -, Casa de Apostas que atua em Angola e Moçambique;
- Corporate: a comercialização de camarotes e executive seats com altas taxas de ocupação e exemplos de iniciativas de ativação de marca dos vários patrocinadores;
- Bilhetes de Época e Bilheteira: a venda do Red Pass e o regresso das receitas com a bilheteira nos dias de jogo; a importância de disputar a Liga dos Campeões.

Gastos:
- Fornecimentos e Serviços Externos: com o regresso do público aos estádios, para além das receitas, aumentaram os tipos de gastos necessários ao desenvolvimento e exploração da atividade a que se dedica a SAD, com especial incidência sobre os serviços prestados pelo Grupo Benfica (Benfica Estádio, Benfica TV,...);
- Gastos com o Pessoal: as remunerações do Conselho de Administração e do Pessoal (jogadores, treinadores e colaboradores); os pagamentos fixos e os variáveis; do que depende o pagamento variável no caso do único Administrador que o recebeu...? ; a caducidade de um Contrato Coletivo de Trabalho que originou um "ganho" no exercício.

Resultado com Transações de Direitos de Atletas:
- Quem foram os jogadores transferidos, por que valores brutos e que mais/menos-valias foram reconhecidas; o conceito de Valor Líquido Contabilístico de um passe e o impacto que tem quando se apura a mais/menos valia de uma transferência; o benefício dos jogadores formados "em casa".

Amortizações e Perdas por Imparidade com Passes de Jogadores:
- O que representam os dois conceitos com o exemplo prático do David Neres; a Amortização de um passe e a Perda de Imparidade a reconhecer em caso de rescisão de contrato.

Resultados Financeiros:
- Os juros obtidos da Benfica SGPS pela compra à SAD da Benfica Estádio e Benfica TV e os juros suportados decorrentes da dívida contraída.

Imposto sobre o Rendimento:
- Os Impostos Diferidos: conceito difícil de compreender, mas com evidente efeito no Resultado Líquido (prejuízo) reportado.

Agradecimentos:
https://www.serbenfiquista.com/forum
https://www.discord.com/invite/slbenfica



Para quem ainda não o tenho feito: subscreva o canal. É uma grande ajuda para o projeto. Obrigado a todos!
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 45
Registado: 27/5/2022 12:53

Re: contábil: Análise de Relatórios e Contas de empresas

por contábil » 17/12/2022 16:06

A segunda parte da análise ao Relatório e Contas da SAD do SL Benfica Anual 21/22. Em resumo:

O Balanço

Ativo:
- Ativos Tangíveis: a propriedade do Benfica Campus e o "Direito de Uso" do Estádio da Luz;
- Ativos Intangíveis - Valor do Plantel: o valor líquido do plantel do SL Benfica; as aquisições/alienações de passes de jogadores que o fizeram crescer/diminuir;
- Outros Ativos Intangíveis: a Marca "Benfica"; qual o seu valor contabilístico e até quanto durará o acordo entre SAD e Clube;
- Clientes e Outros Devedores: os Direitos de Atletas; quanto tem a receber a SAD benfiquista pelas transferências de jogadores? ; a imparidade de créditos; possíveis incobráveis que são considerados como uma "perda"; o acerto de contas com o Shakhtar no caso do Pedrinho e o papel do David Neres;
- Outros Ativos: a verba a receber pela venda da Benfica Estádio e Benfica TV à Benfica SGPS.

Passivo:
- Responsabilidades por Benefícios Pós-Emprego: a caducidade de um Contrato Coletivo de Trabalho que permitiu uma poupança à SAD com os complementos de reforma a pagar aos trabalhadores;
- Empréstimos Obtidos: a pouca representatividade dos empréstimos bancários (embora a linha de crédito do Novo Banco seja de valor significativo) e o roll-over da dívida no que toca às emissões obrigacionistas;
- Fornecedores e Outros Credores: quanto deve a SAD aos clubes aos quais comprou jogadores e aos empresários/agências que intermediaram os negócios; a questão da não discriminação de valores entre agentes económicos;
- Outros Passivos: a Cedência de Créditos; o factoring ou a antecipação de receitas do contrato com a NOS.

Capital Próprio:
- o histórico dos últimos 10 anos; a trajetória muito positiva que foi interrompida pela pandemia, em conjugação com decisões desportivas que se vieram a revelar erradas. A expectativa, tendo em atenção o rendimento da equipa na época em andamento, que as Contas regressem a valores positivos no curto prazo.

Agradecimentos:
https://www.serbenfiquista.com/forum
https://www.discord.com/invite/slbenfica



Para quem ainda não o tenha feito: subscreva o canal. É uma enorme ajuda para o projeto. Obrigado a todos.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 45
Registado: 27/5/2022 12:53

Re: contábil: Análise de Relatórios e Contas de empresas

por contábil » 24/12/2022 19:45

A análise ao Relatório e Contas Anual do exercício financeiro 21/22 da SAD do Vitória SC. Em resumo:

A Demonstração de Resultados

Rendimentos:
- Direitos Televisivos: o valor pago pela Altice pelos direitos transmissivos dos jogos em casa para o campeonato do VSC;
- Merchandising: as receitas das vendas de material do clube nas lojas oficiais;
- Patrocínios: os principais patrocinadores; as marcas presentes na camisola de jogo da equipa e as alterações já em vigor na época de 22/23;
- Sócios e Camarotes: o protocolo com o Clube que assegura à SAD uma parte significativa das quotas pagas pelos associados e das receitas da comercialização dos Lugares Anuais;
- Bilhética: o montante faturado em bilheteira vendida jogo-a-jogo; os dados sobre os espectadores nos jogos para a Liga e o caso particular do jogo à porta fechada frente ao Gil Vicente;
- Mecanismo de Solidariedade: um dos grandes benefícios da formação de jogadores desde muito jovens, que pode servir como ajuda para contornar a atual situação financeira; o contributo do Raphinha?
- Rendimentos e Ganhos em Investimentos: as alienações de passes de jogadores.

Gastos:
- Fornecimentos e Serviços Externos: todos os gastos inerentes ao desenvolvimento da atividade desportiva da SAD; a dúvida sobre o valor da renda paga ao Clube pela utilização do Estádio Dom Afonso Henriques;
- Gastos com o Pessoal: as remunerações da (nova) Administração, do Pessoal Administrativo, de Treinadores, Jogadores e de Pessoal de Apoio ao Futebol Profissional; a vontade expressa da SAD em diminuir estes gastos de forma muito considerável no curto prazo.
- Provisões: casos judiciais que obrigam ao registo “antecipado” de um Gasto; o processo interposto pela AdC a todos os clubes e à Liga por práticas anticoncorrenciais e a caução que coube ao VSC adiantar;
- Outros Gastos e Perdas: destaque para os valores pagos em Multas, a sua transformação em multas por jogo e a comparação com a receita de bilhética por jogo.

Depreciações e Amortizações:
- Conceitos contabilísticos que configuram uma perda de valor de um Ativo; o exemplo prático da renovação de contrato do Marcus Edwards para tentar tornar claro aquilo que é uma Amortização de um passe e do que está dependente uma mais ou menos-valia a reconhecer por altura de uma venda de um jogador.

Resultados Financeiros:
- A subida vertiginosa dos juros a pagar decorrente das antecipações de receita a que a SAD recorreu (Direitos Televisivos, Placard e transferência do Edwards).

Resultado Líquido:
- O desadequado equilíbrio existente entre Rendimentos e Gastos que atribui um peso excessivo ao sucesso das vendas de passes para um Resultado Líquido positivo. Quando as transações não correm de feição deixam os Resultados numa situação demasiado fragilizada.



Para quem ainda não o tenha feito: subscreva o canal. É uma enorme ajuda para o projeto. Obrigado e Boas Festas para todos!
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 45
Registado: 27/5/2022 12:53

Re: contábil: Análise de Relatórios e Contas de empresas

por contábil » 31/12/2022 17:13

A segunda parte da análise ao Relatório e Contas da SAD do Vitória SC Anual 21/22. Em resumo:

O Balanço

Ativo:
- Ativos Fixos Tangíveis: a Academia Vitória SC e o projeto de construção do Miniestádio, que engloba outras infraestruturas vitais para o desenvolvimento do clube;
- Ativos Intangíveis: o valor contabilístico do plantel do VSC; as aquisições nas épocas 20/21 e 21/22, com destaque para a troca de jogadores com a SAD do FC Porto; o não cumprimento da recomendação da CMVM quanto ao registo neste ativo do valor dos jogadores? ; a contratação de uma empresa de auditoria e consultoria;
- Clientes: os montantes em dívida por parte dos clubes que compraram jogadores à SAD vitoriana; a forte antecipação de receitas efetuada e as principais transferências a reconhecer em 22/23;
- Outras Contas a Receber: as dívidas do Clube à SAD decorrentes do financiamento para a compra das ações da MAF, de modo a atribuir ao VSC a maioria do capital da SAD; a cronologia dos acontecimentos ligados a este processo; o valor por ação implicitamente pago e a consequente avaliação da totalidade do capital da SAD; a aquisição como um investimento: comprar para vender, a curto prazo, mais caro?

Passivo:
- Financiamentos Obtidos: a ausência de Empréstimos Bancários; a liquidação de verbas em dívida ao Clube; os créditos da Altice cedidos ao fundo Apollo;
- Outras Contas a Pagar: valores devidos aos clubes aos quais a SAD comprou jogadores; a forte amortização de dívidas realizada;
- Diferimentos: o caso curioso da venda do Gui ao Almería, cujo rendimento ainda não ficou rubricado neste exercício financeiro.

Capital Próprio:
- O forte agravamento da situação de falência técnica da SAD; a implementação de um Plano Estratégico, que implica (quase sempre) "dar um passo atrás para dar dois à frente".



Para quem ainda não o tenha feito: subscreva o canal. É uma enorme ajuda para o projeto. Obrigado e Bom Ano para todos!
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 45
Registado: 27/5/2022 12:53

Re: contábil: Análise de Relatórios e Contas de empresas

por contábil » 4/1/2023 15:50

Foi hoje comunicada na CMVM a compra de ações da SAD do FC Porto por parte do Presidente. Como se pode ver no quadro, foram declaradas aquisições em 4 dias diferentes, que vão desde 24/11 a 27/12 de 2022, com um custo de cerca de 6.6 mil euros.

Imagem

Com esta compra, JNPC eleva a participação no capital da SAD que preside de 1,39% para 1,43%, dado o total de ações que possui: 320 804 (antes: 313 556).

Tendo em conta o preço de cada ação ao dia de hoje (0,9 euros), a participação do Presidente encontra-se avaliada em cerca de 288 mil euros.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 45
Registado: 27/5/2022 12:53

Re: contábil: Análise de Relatórios e Contas de empresas

por contábil » 7/1/2023 12:25

Terceiro vídeo sobre o Vitória Sport Clube, desta feita sobre o Relatório e Contas do Clube. Em resumo:

A Demonstração de Resultados

Rendimentos:
- Quotização/Pack Sócio: as quotas pagas pelos sócios do VSC e a receita da venda dos Lugares Anuais;
- Publicidade/Patrocínios: alguns dos principais patrocinadores das modalidades;
- Arrendamento de Instalações: a renda paga pela SAD pelo "aluguer" do Estádio Dom Afonso Henriques;
- Cedência de Pessoal: os custos salariais dos funcionários do Clube que prestam serviços à SAD;
- Outros: as vendas de merchandising referentes ao centenário do Vitória Sport Clube;
- Subsídios à Exploração: os apoios da Câmara Municipal da cidade para a promoção do Desporto; a ajuda financeira para edificar o Miniestádio;
- Aplicação MEP: resultados da empresa constituída em conjunto com a Sabseg;
- Donativos: as mensalidades dos escalões de formação das várias modalidades e das Escolas de Futebol Afonsinhos; alguma informação sobre esta última iniciativa.

Gastos:
- Fornecimentos e Serviços Externos: todos os gastos inerentes à atividade desenvolvida pelo Clube de forma pormenorizada; valor da Quotização e Pack Sócio que é cedido à SAD;
- Gastos com o Pessoal: a remuneração do pessoal ("comparticipada" pela SAD) e dos jogadores;
- Aplicação do MEP: o fim da contabilização dos resultados apurados na SAD; um alívio no exercício financeiro em apreço, mas uma atribuição de valor 0 à participação no capital da SAD.

O Balanço

Ativo:
- O valor líquido contabilístico do Estádio Dom Afonso Henriques; o direito a comprar ações no âmbito do negócio com a MAF (2ª tranche).

Passivo:
- O pesado legado do PEC (Procedimento Extrajudicial de Conciliação), principalmente no que diz respeito aos Empréstimos Bancários; o empréstimo da SAD para assegurar a compra das ações à empresa de Mário Ferreira; o Estádio como garantia de pagamento dos impostos devidos.

Capital Próprio (Fundos Patrimoniais):
- Uma situação virtualmente desafogada...?



Para quem ainda não o tenha feito: subscreva o canal. É uma enorme ajuda para o projeto. Obrigado a todos.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 45
Registado: 27/5/2022 12:53

Re: contábil: Análise de Relatórios e Contas de empresas

por MCMAD1977 » 7/1/2023 13:13

Obrigado pelas análises Contábil.

O Pinto da Costa anda a comprar e não sei se será o único, dado que nos dias 5 e 6-01, foram vendidas/compradas mais de 25000 ações.
 
Mensagens: 273
Registado: 25/2/2008 17:23

AnteriorPróximo

Quem está ligado:
Utilizadores a ver este Fórum: AlfaTrader, Bar38, Bing [Bot], caganixo7, fjcbolsa, HCC1, jokerportuga, lfa, m-m, magofir, malakas, nunorpsilva, OCTAMA, PAULOJOAO, PMP69, rs521, Santanderes, Xacal, xeidafome e 67 visitantes