Caso Submarinos - alguém vai preso em Portugal?

Espaço dedicado a todo o tipo de troca de impressões sobre os mercados financeiros de uma forma genérica e a todo o tipo de informação útil que possa condicionar o desempenho dos mesmos

Moderadores: pata-hari, Ulisses Pereira, MarcoAntonio

Caso Submarinos - alguém vai preso em Portugal?

por paulop2009 » 13/4/2012 10:46

Sabemos hoje que um ex-ministro da Defesa grego foi preso por suspeita de corrupção na aquisição de submarinos à mesma empresa a quem Portugal adquiriu os nossos, no tempo do Paulo Portas.

Todos são inocentes até prova em contrário. Mas o que é triste é que, num mesmo caso, sobre a mesma coisa, com as mesmas suspeitas, em relação à mesma empresa, temos um país como a Grécia (famosa pela rebaldaria em geral, e na justiça em particular) que arranjou provas sificientes para prender um ex-ministro, enquanto que por aqui ainda estamos em fase de inquérito desde 2006!

Ex-ministro grego detido por corrupção nos submarinos

O ex-ministro grego da Defesa, Akis Tsochatzpoulos, não resistiu às acusações de corrupção das autoridades alemãs e gregas na compra de submarinos e foi detido na passada quarta-feira, refere um artigo do jornal Público.

Tsochatzpoulos estava à frente do Ministério da Defesa quando a Grécia comprou, em 2000, quatro submarinos à Alemanha, por 2,85 mil milhões de euros. A entidade alemã vendedora foi a Ferrostaal, como aconteceu com Portugal.

A queixa-crime do Ministério Público de Munique, que iniciou investigações à venda de submarinos pela Ferrostaal depois dos pedidos de informação das autoridades portuguesas, inclui o antigo ministro na lista dos beneficiários de 62 milhões de euros pagos em comissões (‘luvas’). Segundo a imprensa alemã, Tsochatzpoulos não conseguiu provar a origem do dinheiro com que comprou uma casa luxuosa num bairro de elite de Atenas.

As investigações do Ministério Público alemão junto da Ferrostaal sobre o pagamento de subornos na venda de submarinos a vários países visaram diversos dirigentes do grupo. Dois dos ex-executivos aceitaram recentemente a proposta de conciliação do tribunal e admitiram ter pago subornos à Grécia e a Portugal.

O ex-administrador da Ferrostaal Johann-Friedrich Haun e o ex-procurador Hans-Peter Muehlenbeck admitiram que, no caso português, o suborno tinha sido pago ao ex-cônsul honorário em Munique, Jürgen Adolff.

A acusação das autoridades alemãs afirma que pagaram 1,6 milhões de euros ao ex-cônsul, para que este lhes arranjasse contactos dentro do Governo português.

Em Portugal, a investigação ao caso dos submarinos resultou em dois processos, um referente à compra dos submarinos e outro às respectivas contrapartidas, reporta o jornal.

O primeiro, iniciado em 2006 ao crime de corrupção, participação económica em negócio e branqueamento, ainda se encontra em fase de inquérito. Portugal continua a aguardar informação pedida à Alemanha. O segundo, iniciado em 2009, acusa 10 ex-gestores alemães e portugueses de falsificação de documentos e burla qualificada e aguarda julgamento, o qual se prevê que arranque em 19 de Setembro.



http://dinheirodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=6&id_news=178743
 
Mensagens: 858
Registado: 15/9/2010 15:02
Localização: 16

por Mcmad » 13/4/2012 13:33

Eventualmente se existiu alguma denuncia poderá ir alguém preso por denuncia caluniosa...
Confira as minhas opiniões

http://markoeconomico.blogspot.com/
 
Mensagens: 1477
Registado: 29/11/2007 10:26
Localização: Maia

por MERCW125 » 13/4/2012 14:14

Peço desculpa ao Autor do topico, mas isso não é pergunta, pois toda a gente ja sabe a resposta.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1003
Registado: 14/3/2009 21:36
Localização: 15

por nuuuuno » 13/4/2012 14:23

preso em portugal ? isto nao é 1 forum de comedia!
 
Mensagens: 1203
Registado: 10/11/2011 10:05

por HLopes4 » 13/4/2012 14:44

Como diria o outro...

"Só pra dizer que na Grécia e na Alemanha já há corruptores julgados e condenados. Em Portugal há ministros."

:lol: :lol: :lol:
 
Mensagens: 382
Registado: 14/6/2011 16:43
Localização: 20

por The Mechanic » 13/4/2012 14:53

Não sejam mauzinhos .
Quase de certeza que esse assunto estará a ser tratado pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros , com o Ministro respectivo a tratar pessoalmente , para que o assunto se resolva rápidamente .
" Os que hesitam , são atropelados pela retaguarda" - Stendhal
"É óptimo não se exercer qualquer profissão, pois um homem livre não deve viver para servir outro "
- Aristoteles

http://theflyingmechanic.blogspot.com/
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 4564
Registado: 16/12/2004 15:48
Localização: Sintra

Islândia triplicará seu crescimento em 2012 após a prisão de

por mcarvalho » 13/4/2012 18:54

A imprensa portuguesa nem refere que os dois partidos que levaram a Islândia á bancarrota foram desmantelados. Até ao número dois mil de cartão de militante foram proibidos de exercerem qualquer cargo político ou público. Resultado nas eleições seguintes: desapareceram do mapa.... aqui a justiça é dos criminosos....



Islândia triplicará seu crescimento em 2012 após a prisão de políticos e banqueiros

Islândia conseguiu acabar com um governo corrupto e parasita. Prendeu os responsáveis pela crise financeira, mandando para a prisão. Começou a redigir uma nova Constituição feita por eles e para eles. E hoje, graças à mobilização, será o país mais próspero de um ocidente submetido a uma tenaz crise de dívida.

É a cidadania islandesa, cuja revolta em 2008 foi silenciada na Europa por temor a que muitos percebessem. Mas conseguiram, graças à força de toda uma nação, o que começou sendo crise se converteu em oportunidade. Uma oportunidade que os movimentos altermundistas observaram com atenção e o colocaram como modelo realista a seguir.

Consideramos que a história da Islândia é uma das melhores noticias dos tempos atuais. Sobretudo depois de saber que segundo as previsões da Comissão Europeia, este país do norte atlântico, fechará 2011 com um crescimento de 2,1% e que em 2012, este crescimento será de 1,5%, uma cifra que supera o triplo dos países da zona euro. A tendência ao crescimento aumentará inclusive em 2013, quando está previsto que alcance 2,7%. Os analistas asseveram que a economia islandesa segue mostrando sintomas de desequilíbrio. E que a incerteza segue presente nos mercados. Porém, voltou a gerar emprego e a dívida pública foi diminuindo de forma palpável.

Este pequeno país do periférico ártico recusou resgatar os bancos. Os deixou cair e aplicou a justiça sobre aqueles que tinham provocado certos descalabros e desmandes financeiros. Os matizes da história islandesa dos últimos anos são múltiplos. Apesar de transcender parte dos resultados que todo o movimento social conseguiu, pouco foi falado do esforço que este povo realizou. Do limite que alcançaram com a crise e das múltiplas batalhas que ainda estão por se resolver.

Porém, o que é digno de menção é a história que fala de um povo capaz de começar a escrever seu próprio futuro, sem ficar a mercê do que se decida em despachos distantes da realidade cidadã. E embora continuem existindo buracos para preencher e escuros por iluminar.

A revolta islandesa não causou outras vítimas que os políticos e os homens de finanças costumam divulgar. Não derramou nenhuma gota de sangue. Não houve a tão famosa "Primavera Árabe". Nem sequer teve rastro mediático, pois os meios passaram por cima na ponta dos pés. Mesmo assim, conseguiram seus objetivos de forma limpa e exemplar.

Hoje, seu caso bem pode ser o caminho ilustrativo dos indignados espanhóis, dos movimentos Occupy Wall Street e daqueles que exigirem justiça social e justiça econômica em todo o mundo.

Fonte: Maestroviejo's Blog
mcarvalho
 
Mensagens: 7051
Registado: 17/2/2004 1:38
Localização: PORTO

por MarcoAntonio » 13/4/2012 19:05

Em Portugal ainda domina o sentimento de que nos momentos de crise não se mexe nessas coisas.

Resultado: nunca se mexe.

Não se mexe quando tudo parece estar bem, pois não há motivação para fazê-lo. Não se mexe quando tudo está mal, pois não é o momento adequado (seja lá o que é que isso quer dizer).

:lol:
Bons Negócios,
Marco Antonio
Caldeirão de Bolsa

FLOP - Fundamental Laws Of Profit


1. Mais vale perder um ganho que ganhar uma perda, a menos que se cumpra a Segunda Lei.
2. A expectativa de ganho deve superar a expectativa de perda, onde a expectativa mede a
....amplitude média do ganho/perda contra a respectiva probabilidade.
3. A Primeira Lei não é mesmo necessária mas com Três Leis isto fica definitivamente mais giro.
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 31684
Registado: 4/11/2002 22:16
Localização: Vilar do Paraíso

bem .. pelo menos fala-se

por mcarvalho » 13/4/2012 19:25

ou urra-se... se ninguém estiver a ver..

tipo besta de carga

http://expresso.sapo.pt/jose-socrates-e ... us=f718493





José Sócrates e companhia no banco dos réus
Tiago Mesquita (www.expresso.pt)
8:00 Quinta feira, 12 de abril de 2012


O anterior governo, com o ex-primeiro-ministro à cabeça, deveria ser responsabilizado por tudo o que fez a este país. Esta impunidade silenciosa enjoa e enoja. Não sou dos que defendem que os governos democraticamente eleitos devem apenas e só ser responsabilizados/julgados nas urnas. É demasiadamente fácil e intoleravelmente irresponsável. No meio de todo o processo há um sentimento de "conforto" que estes senhores que governam os nossos destinos sentem e que os leva a comportarem-se como se gerissem um poço de petróleo sem fundo, com todos os males futuros que isso acarreta.

Futuro este que, ao contrário do comum dos mortais, é para estes senhores sempre risonho. Alapados a tudo que é cargo político, empresa pública, privados com ligações ao Estado (passadas e presentes), Bancos - portugueses e europeus, Fundações privadas ou aninhados no parlamento ou em programas de debate político em canais televisivos a debitarem sobre o que está a ser feito como se fosse algo atroz, descabido e isolado do passado recente onde os próprios chafurdaram alegremente. E assim fizeram até ao senhor José meter o rabo entre as pernas e ir para Paris "estudar" com carácter de urgência. Esta última nem vou comentar. O ano sabático do aprendiz das artes da Filosofia num país a sério já tinha terminado há muito, e não por vontade do próprio. Somos Portugal e não a Islândia - infelizmente.

Actuam sem qualquer vergonha ou receio de poderem vir a ser punidos pelos desastrosos desempenhos em funções para as quais foram eleitos ou nomeados. Gerem um país inteiro da forma mais escabrosa possível, irresponsável e incompetente. Gastam o nosso dinheiro com tiques labregos de novo-riquismo próprios de gente que teve acesso ao que nunca deveria ter tido. TGV´S, pontes e aeroportos como se rotundas e parques infantis se tratassem. Comportamento execrável. Julgamento inexistente.

Não entendo como alguém intelectualmente honesto ( e que não se sinta ou possa vir a sentir-se comprometido no futuro em relação ao que afirmou no passado - vulgo "comentadeiras" politizadas e de olho na AR) pode defender que não devem ser "criminalizadas" as políticas que destroem a propriedade, a liberdade, o direito ao emprego, as empresas e a Economia, o acesso ao ensino e à investigação, à saúde, à igualdade de oportunidades, a uma infância feliz, uma vida digna e a uma velhice condigna e aos mesmo tempo condenem de uma penada milhões de pessoas à extrema pobreza ou ao limiar cada vez mais esbatido que a separa da mera sobrevivência. Para mim isto é muito mais grave do que furtar, aliás muitas vezes coincide, e furtar ao que consta é crime.

Não consigo aceitar calado o facto de viver num país de em que a incompetência grassa, prospera e todos parecem cruzar os braços. Nobre povo o tanas. Povo burro e submisso (onde me incluo) que continua a aturar e alimentar gerações de políticos repugnáveis e incompetentes. Uma atrás da outra.


Ler mais: http://expresso.sapo.pt/jose-socrates-e ... z1rwihzDNH
mcarvalho
 
Mensagens: 7051
Registado: 17/2/2004 1:38
Localização: PORTO

por Bart Simpson » 13/4/2012 20:11

Nós por cá ... não se passa nada ...


Antigo ministro grego preso por corrupção

As autoridades gregas prenderam, esta quarta-feira, um conhecido ex-ministro, acusado de corrupção, disseram fontes judiciais, horas antes da esperada dissolução do parlamento, que deverá dar lugar a eleições antecipadas.

A brigada anti-fraude do Ministério das Finanças da Grécia prendeu Akis Tsochatzopoulos, 72 anos, à porta de sua casa em Atenas, antes de o apresentar perante um procurador.

Tsochatzopoulos foi um político próximo do antigo primeiro-ministro grego Andreas Papandreou, que morreu em 1996 e liderou por duas vezes o governo da Grécia, entre 1981 e 1989 e entre 1993 e 1996.

O antigo ministro tutelou, entre outras, a pasta da Defesa e do Desenvolvimento.

As autoridades começaram a investigar, em 2010, os bens e as contas bancárias de Akis Tsochatzopoulos, depois de a imprensa ter levantado suspeitas sobre os impostos que o antigo ministro pagou, bem como sobre a compra da sua casa, num dos melhores bairros da capital grega.

A prisão de Tsochatzopoulos acontece poucas horas antes do primeiro-ministro Lucas Papademos pedir a demissão e a dissolução do parlamento, que dará início ao processo de culminará nas eleições do próximo mês.

http://www.jn.pt/PaginaInicial/Mundo/In ... id=2413319
Os profetas do mercado enchem os novos ouvidos, mas nunca encherão as nossas carteiras - Warren Buffett
Os patos voam em bando.
 
Mensagens: 702
Registado: 29/11/2007 4:09
Localização: 69

por Dom_Quixote » 13/4/2012 20:39

MarcoAntonio Escreveu:Em Portugal ainda domina o sentimento de que nos momentos de crise não se mexe nessas coisas.


E nos momentos em que não há crise também não.

MarcoAntonio Escreveu:Resultado: nunca se mexe.


É bem verdade. Cool, dizem eles...

Até quando, pergunto eu!
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 2286
Registado: 3/4/2012 21:06
Localização: Mancha

Afinal...

por bboniek33 » 13/4/2012 20:47

Desculpem a pergunta, mas afinal o que ee que se passou em Portugal com os submarinos ?

Estao a navegar e a correcta aplicac,ao das contrapartidas estao a ser revistas.

Tudo navega em aaguas liimpidas como ee costume da Paatria.
Imagem
 
Mensagens: 2713
Registado: 22/4/2003 23:12

por Mig71 » 13/4/2012 22:43

É curioso que a questão dos submarinos está associada ao Dr. P. Portas, mas quem os encomendou foi o Eng. A. Guterres no seu mandato!!!!
O Dr. P. Portas quando era ministro da defesa apenas negociou a vinda de menos submarinos do que aqueles que estavam anteriormente comprados!!

P.S. Não sou advogado de defesa de ninguem e tambem não acredito na nossa classe politica!
 
Mensagens: 27
Registado: 24/3/2011 16:34
Localização: 12

por paulop2009 » 13/4/2012 23:30

Mig71 Escreveu:É curioso que a questão dos submarinos está associada ao Dr. P. Portas, mas quem os encomendou foi o Eng. A. Guterres no seu mandato!!!!
O Dr. P. Portas quando era ministro da defesa apenas negociou a vinda de menos submarinos do que aqueles que estavam anteriormente comprados!!

P.S. Não sou advogado de defesa de ninguem e tambem não acredito na nossa classe politica!


A razão disso é simples: foi o governo de Guterres quem lançou o concurso e quem decidiu que ter submarinos era importante - em 1998. Mas foi no governo de Durão Barroso que se aprovou a compra de 2 submarinos ao consórcio alemão, em Setembro de 2003.

Deixo aqui uma cronologia detalhada, retirada do
http://www.tretas.org/DossierSubmarinos

7. Cronologia

1995.10.28 - XIII Governo Constitucional (PS) liderado por António Guterres;
1998.01.30
Pela Resolução do Conselho de Ministros n. 14/98, de 30 de Janeiro, foi aprovado o programa relativo à aquisição de submarinos, que disciplina o procedimento atinente à aquisição de submarinos destinados à Marinha Portuguesa, de acordo com a Lei n.o 67/93, de 31 de Agosto, e com a Lei n.o 17/97, de 7 de Junho. Estava em funções o XIII Governo Constitucional de Portugal.
1999.09.01
É publicada em Diário da República a resolução do Conselho de Ministros 100/99, assinada por AntónioGuterres que dá andamento ao processo de compra dos submarinos (ver anexos).
1999.10.25 - XIV Governo Constitucional (PS) liderado por António Guterres;
2002.04.06 - XV Governo Constitucional (PSD) liderado por Durão Barroso;
2003.09.25
Conselho de Ministros aprova compra de dois submarinos ao consórcio alemão.


[...]
 
Mensagens: 858
Registado: 15/9/2010 15:02
Localização: 16

Entao...

por bboniek33 » 14/4/2012 0:34

...a compra dos submarinos reflecte bem onde comec,a e onde acaba o "Arco do Poder" em Portugal...

Assim ee mais faacil perceber tudo.
Imagem
 
Mensagens: 2713
Registado: 22/4/2003 23:12

por Mig71 » 14/4/2012 2:01

paulop2009 Escreveu:
Mig71 Escreveu:É curioso que a questão dos submarinos está associada ao Dr. P. Portas, mas quem os encomendou foi o Eng. A. Guterres no seu mandato!!!!
O Dr. P. Portas quando era ministro da defesa apenas negociou a vinda de menos submarinos do que aqueles que estavam anteriormente comprados!!

P.S. Não sou advogado de defesa de ninguem e tambem não acredito na nossa classe politica!


A razão disso é simples: foi o governo de Guterres quem lançou o concurso e quem decidiu que ter submarinos era importante - em 1998. Mas foi no governo de Durão Barroso que se aprovou a compra de 2 submarinos ao consórcio alemão, em Setembro de 2003.

Deixo aqui uma cronologia detalhada, retirada do
http://www.tretas.org/DossierSubmarinos

7. Cronologia

1995.10.28 - XIII Governo Constitucional (PS) liderado por António Guterres;
1998.01.30
Pela Resolução do Conselho de Ministros n. 14/98, de 30 de Janeiro, foi aprovado o programa relativo à aquisição de submarinos, que disciplina o procedimento atinente à aquisição de submarinos destinados à Marinha Portuguesa, de acordo com a Lei n.o 67/93, de 31 de Agosto, e com a Lei n.o 17/97, de 7 de Junho. Estava em funções o XIII Governo Constitucional de Portugal.
1999.09.01
É publicada em Diário da República a resolução do Conselho de Ministros 100/99, assinada por AntónioGuterres que dá andamento ao processo de compra dos submarinos (ver anexos).
1999.10.25 - XIV Governo Constitucional (PS) liderado por António Guterres;
2002.04.06 - XV Governo Constitucional (PSD) liderado por Durão Barroso;
2003.09.25
Conselho de Ministros aprova compra de dois submarinos ao consórcio alemão.


[...]
Não consegui vêr a quantidade de submarinos pretendidos pelo governo do Sr. Eng. A. Guterres que foram a concurso e como já tinha dito antes foram mais do que aqueles que foram comprados :-k
Mas conheço quem me confirme isso sem estar baseado em tretas e outros blogs
 
Mensagens: 27
Registado: 24/3/2011 16:34
Localização: 12

por tava3 » 14/4/2012 9:37

O problema estã na maneira como foi feita a negociação, não com a quantidade de subs, e isto foram negociatas do pp, não do guterres.
Plan the trade and trade the plan
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3604
Registado: 3/11/2004 15:53
Localização: Lisboa

por paulop2009 » 14/4/2012 12:17

Mig71 Escreveu:
paulop2009 Escreveu:
Mig71 Escreveu:É curioso que a questão dos submarinos está associada ao Dr. P. Portas, mas quem os encomendou foi o Eng. A. Guterres no seu mandato!!!!
O Dr. P. Portas quando era ministro da defesa apenas negociou a vinda de menos submarinos do que aqueles que estavam anteriormente comprados!!

P.S. Não sou advogado de defesa de ninguem e tambem não acredito na nossa classe politica!


A razão disso é simples: foi o governo de Guterres quem lançou o concurso e quem decidiu que ter submarinos era importante - em 1998. Mas foi no governo de Durão Barroso que se aprovou a compra de 2 submarinos ao consórcio alemão, em Setembro de 2003.

Deixo aqui uma cronologia detalhada, retirada do
http://www.tretas.org/DossierSubmarinos

7. Cronologia

1995.10.28 - XIII Governo Constitucional (PS) liderado por António Guterres;
1998.01.30
Pela Resolução do Conselho de Ministros n. 14/98, de 30 de Janeiro, foi aprovado o programa relativo à aquisição de submarinos, que disciplina o procedimento atinente à aquisição de submarinos destinados à Marinha Portuguesa, de acordo com a Lei n.o 67/93, de 31 de Agosto, e com a Lei n.o 17/97, de 7 de Junho. Estava em funções o XIII Governo Constitucional de Portugal.
1999.09.01
É publicada em Diário da República a resolução do Conselho de Ministros 100/99, assinada por AntónioGuterres que dá andamento ao processo de compra dos submarinos (ver anexos).
1999.10.25 - XIV Governo Constitucional (PS) liderado por António Guterres;
2002.04.06 - XV Governo Constitucional (PSD) liderado por Durão Barroso;
2003.09.25
Conselho de Ministros aprova compra de dois submarinos ao consórcio alemão.


[...]
Não consegui vêr a quantidade de submarinos pretendidos pelo governo do Sr. Eng. A. Guterres que foram a concurso e como já tinha dito antes foram mais do que aqueles que foram comprados :-k
Mas conheço quem me confirme isso sem estar baseado em tretas e outros blogs


Caro Mig71, estás aqui a misturar coisas. A tua pergunta inicial, à qual pretendi responder, era:

Mig71 Escreveu:É curioso que a questão dos submarinos está associada ao Dr. P. Portas, mas quem os encomendou foi o Eng. A. Guterres no seu mandato!!!!
O Dr. P. Portas quando era ministro da defesa apenas negociou a vinda de menos submarinos do que aqueles que estavam anteriormente comprados!!


E isto é profundamente errado.

Se os "blogs e tretas" não te servem para confirmar que foi, efectivamente, o Portas que adjudicou os submarinos, deixo aqui também o diário da república. Chega? (aliás, se fizeres "page down" no blog das tretas, os PDF do diário da república também estão lá)

Quanto aos 4 versus 2 submarinos: o meu objectivo é deixar claro que o único ministro que adjudicou alguma coisa nesta matéria foi o Portas. Podemos debater as ideias despesistas e inapropriadas de Guterres, mas o propósito aqui é a vertente da corrupção.

p.s. - não estou a dizer que o Portas é corrupto. Apenas queria clarificar que foi ele o único que adjudicou submarinos. Just that.
Anexos
submarinos DRE.JPG
submarinos DRE.JPG (195.37 KiB) Visualizado 1856 vezes
 
Mensagens: 858
Registado: 15/9/2010 15:02
Localização: 16

por HLopes4 » 17/4/2012 13:03

 
Mensagens: 382
Registado: 14/6/2011 16:43
Localização: 20

Feira Popular: Alegria dos petizes e adultos.

por bboniek33 » 17/4/2012 13:34

O PGR vem agora fazer saber que o "inqueerito dos submarinos" nao tem progredido porque nao ha verba para periicias... (Oo senhor guarda, prenda-me este poliicia !)

traa, laa, laa... blaa, blaa, blaa

Ee a Grande Trageedia Lusitana no seu maaximo esplendor. Levanta-te Infante, ergue-te da tumba Camoes ! Ressuscita Padeira, acordem desse sono tao profundo Maria da Fonte, D. Antonio Teles de Meneses ! Venham, portugueses com Honra, atee este resto de Paatria e ajudem-nos a limpar esta corja que tomou de assalto o Poder e alienou o Povo.
Imagem
 
Mensagens: 2713
Registado: 22/4/2003 23:12

por mcarvalho » 20/4/2012 22:26

mcarvalho
 
Mensagens: 7051
Registado: 17/2/2004 1:38
Localização: PORTO

Portas.

por bboniek33 » 20/4/2012 22:38

Imagem
 
Mensagens: 2713
Registado: 22/4/2003 23:12

No Banco dos Réus...

por ocart » 20/4/2012 22:48

e pelo que se lê quem deveria se sentar nele era o Presidente Supremo T. Justiça- Noronha do Nascimento.
 
Mensagens: 688
Registado: 29/11/2007 11:18
Localização: agualva

por Automech » 29/6/2012 12:09

Fisco perdoa luvas dos submarinos
29 Junho 2012 | 11:33

O contra-almirante Rogério d’Oliveira, ex-consultor técnico do consórcio alemão que venceu o concurso dos submarinos, regularizou junto da Administração Fiscal portuguesa, em 2010, um milhão de euros que recebeu do German Submarin Consortorium (GSC) em 2006, e não declarara ao Fisco. Segundo a justiça alemã, a verba estava depositada no banco suíço UBS e foi paga a título de luvas. O militar garante que recebeu o dinheiro como honorários de 18 anos de trabalho.

Segundo o CM avança, Rogério d’Oliveira regularizou a sua situação fiscal ao regime Excepcional de Regularização Tributária (RERT), que permitiu aos contribuintes legalizar o património financeiro que estava fora do país até 31 de Dezembro de 2009.

Assim, o militar pagou uma taxa de 5% sobre as verbas depositadas no UBS. Fernando Arrobas, advogado de Rogério d’Oliveira, afirma que a verba de um milhão de euros diz respeito a rendimentos de 2006, relativos a serviços de consultoria, que foram depositados no UBS até repatriamento em 2010.

Uma auditoria externa solicitada pela Ferrostal, datada de Abril de 2011, apurou que a empresa alemã, pagou um milhão de euros a Rogério d’Oliveira, mas não foram encontrados documentos que provassem a prestação de serviços. Já o inquérito da Procuradoria da República de Munique investigou, no âmbito de um vasto processo, a compra dos submarinos, e revelou que Jürgen Adolff, ex-cônsul honorário de Portugal em Munique, e Rogério d’Oliveira terão recebido comissões no âmbito daquele negócio.
http://www.jornaldenegocios.pt/home.php ... &id=565355
No man is rich enough to buy back his past - Oscar Wilde
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 9360
Registado: 4/6/2010 12:12
Localização: 16

por alexandre7ias » 31/8/2012 19:32

Publicado hoje às 08:08
MP teve Paulo Portas sob escuta

Paulo Portas
Foto: dr
O Ministério Público considerou relevante o teor de duas conversas do líder do CDS-PP, Paulo Portas, em outubro de 2009, acerca do negócio dos submarinos.
O Diário de Notícias (DN) conta que nesses contactos de Paulo Portas quem estava do outro lado da linha era o ex-deputado do CDS, Pedro Brandão Rodrigues, que atualmente trabalhar na Portugal Telecom (PT).

Numa das chamadas, Portas recomenda-lhe que as conversas sobre o negócio dos submarinos sejam feitas apenas por telefone fixo. Noutro contacto, este por mensagem escrita, Paulo Portas aconselha o companheiro de partido a mudar o número de telemóvel.

As duas escutas foram consideradas relevantes pelo juiz Carlos Alexandre que as mandou transcrever.

O registo das conversas de Paulo Portas aconteceu quase no final das primeiras diligências do Ministério Público sobre o negócio dos submarinos, que terminariam no mês seguinte em novembro de 2009.
.

Então pessoal estão com medo e colar estas notícias...hum já sei deixam tudo para mim.
O Sol brilha todos os dias, os humanos é que não!
Android Mobile
Imagem
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3732
Registado: 24/2/2005 19:41
Localização: Maia

Próximo

Quem está ligado:
Utilizadores a ver este Fórum: AlfaTrader, cali010201, carvman, djpr001, Ferry57, fgomes, fjcbolsa, Google [Bot], Google Adsense [Bot], Google Feedfetcher, habanero, LoneWolf, luísmanso, malakas, MarketGodzilla, MSN [Bot], NG777, nmlopes, novato, nrbs, pattern, Shift72, stealth_15, trend=friend, Triplano, VALHALLA e 61 visitantes