Outros sites Cofina
Caldeirão da Bolsa

BREXIT - O Referendo britânico.

Espaço dedicado a todo o tipo de troca de impressões sobre os mercados financeiros de uma forma genérica e a todo o tipo de informação útil que possa condicionar o desempenho dos mesmos

Moderadores: Pata-Hari, Ulisses Pereira, MarcoAntonio

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Eurobrexit » 25/6/2016 21:50

António Vieira Escreveu:Meus caros,

eu suponho que Inglaterra não é propriamente Africa em que vale tudo. Ou seja, o Brexit ganhou e agora arranjam-se estratégias(?) para um 2º referendo? Isto dava uma guerra civil, porque os que votaram a saida democraticaamente aceitariam se perdessem.

Isto ainda criaria mais incerteza nos mercados porque depois se o remain ganhasse , os pros brexit pediriam novo referendo com toda a legitimidade e assim sucessivamente....


Ainda e mto cedo para conclusões mas quem teve esta ideia certamente que se vai arrepender pois vão surgir muitas situações geopoliticas intra uk, ue e entre grandes blocos.
A questão dos emigrantes de africa ja saiu da agenda.

A Alemanha se for ibteligente (nao penso o contrario) sairá novamente a ganhar.
 
Mensagens: 764
Registado: 29/11/2007 10:27
Localização: Portugal

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Marco Martins » 25/6/2016 23:04

Esta situação do brexit é idêntica a descolonização, onde e necessário rever estruturas, políticas, leis, segurança, tratados, etc.

Embora não seja tão violenta, poderá causar atritos internos e externos.
 
Mensagens: 4724
Registado: 7/4/2007 17:13
Localização: Algarve

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Queijo de Figo » 26/6/2016 0:06

Olhando para trás, fico com a sensação de que o referendo, apesar do debate, foi preparado de forma ligeira. Custa-me a compreender que seja vinculativo uma vitória por maioria simples! Num país com 64 milhões de habitantes, o Brexit venceu com 17 milhões de votos contra 16 milhões do Remain! Significa que, na prática 27% da população tomou uma decisão (com uma importância brutal) que afecta toda a população! Assim não é de admirar que a recolha de assinaturas, a pedir um novo referendo, possa desestabilizar a confiança no Brexit vinculativo!

Mas olhando para o futuro, a maioria dos países europeus que teme vir a ter que fazer referendos similares, devia repensar a legislação relativa a referendos, de modo a não facilitar a vida às extremas direitas que crescem pela europa fora!
 
Mensagens: 53
Registado: 23/2/2014 16:11

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Marco Martins » 26/6/2016 0:30

Queijo de Figo Escreveu:Olhando para trás, fico com a sensação de que o referendo, apesar do debate, foi preparado de forma ligeira. Custa-me a compreender que seja vinculativo uma vitória por maioria simples! Num país com 64 milhões de habitantes, o Brexit venceu com 17 milhões de votos contra 16 milhões do Remain! Significa que, na prática 27% da população tomou uma decisão (com uma importância brutal) que afecta toda a população! Assim não é de admirar que a recolha de assinaturas, a pedir um novo referendo, possa desestabilizar a confiança no Brexit vinculativo!

Mas olhando para o futuro, a maioria dos países europeus que teme vir a ter que fazer referendos similares, devia repensar a legislação relativa a referendos, de modo a não facilitar a vida às extremas direitas que crescem pela europa fora!



O problema é que quem não vota, está a desligar-se do seu voto na matéria... no total votaram 33milhoes e a abstenção foi de 26%, por isso foi mais que decidido o resultado final.

Os ingleses terão agora nova oportunidade para defenderem a sída da UE, se nas próximas eleições votarem naqueles que pretendem saír da UE, então será um reafirnar... se votarem em quem não concorda sair, estarão a criar uma confusão generalizada ao UK.
 
Mensagens: 4724
Registado: 7/4/2007 17:13
Localização: Algarve

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por pulchenkoo » 26/6/2016 10:51

Na minha perspectiva o que condicionou o resultado do referendo foram as sondagens e os resultados das apostas que fizeram com que indecisos votassem com o coração, pessoas que até votariam remain com medo das consequências do Brexit, mas que vendo que o remain até tinha condições para ganhar, perderam o medo e votaram naquilo que lhes era mais apelativo emocionalmente, pensando que os "outros" segurariam a votação.

Mas uma coisa é certa, o povo foi ouvido, o povo demonstrou a sua opinião sobre o tema, que deverá ser respeitada. Segundos referendos e afins são barbaridades democráticas. O que mais me surpreende é quando esses segundos referendos são pedidos por detentores dos cargos públicos que rebaixam os eleições e os votos populares.

Hoje é outro dia que poderá ter impactos na UE, Espanha vai eleger, supostamente, um novo governo. Veremos como é que o Brexit influenciará esta eleição e, posteriormente, como esta eleição condicionará a abordagem europeia nas negociações do Brexit. A Europa terá de ter calma e ponderação.
 
Mensagens: 8
Registado: 26/6/2016 10:33

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por lobus3101 » 26/6/2016 13:05

O parlamento e o governo do Reino Unido lidam com todos os temas relacionados à Irlanda do Norte e Escócia e todas as questões não-transferidas para o País de Gales, mas não interferem em temas que têm sido atribuídos à Assembleia da Irlanda do Norte, ao Parlamento escocês e à Assembleia galesa. A Inglaterra continua a ser da inteira responsabilidade do Parlamento do Reino Unido, que é centralizado em Londres.

"mas não interferem em temas que têm sido atribuídos à Assembleia da Irlanda do Norte, ao Parlamento escocês".

Ora , podemos então ver que o governo do Reino Unido ,não tem poderes absolutos sobre a Irlanda do Norte e Escócia.

E estes "Home Nations" parece não quererem ficar "sentados".

E para novo referendo , haverá muitos argumentos :

- O de muita gente não estar esclarecida sobre certas questões .

- Os do "leave" não terem consciência de todas as consequências.

- O não terem previsto o possível desmembramento deles próprios.

- E o mais forte : O resultado da votação foi este certo, mas esteve muito perto de ter sido o oposto. Não houve de forma alguma, uma maioria clara que não deixasse ...muitas nuvens a pairar ...

E note-se: A maioria dos politicos de peso não queriam e continuam a não querer a saída da UE. Nem o atual líder do partido Trabalhista ( que ja disse que não se demite) nem os

Principais lideres do partido conservador.

Michael Gove apoia Boris Johnson para a Liderança !? Mas estes , são figuras de 2ª linha...

Vamos seguindo 8-)
 
Mensagens: 272
Registado: 11/7/2015 18:32

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por pulchenkoo » 26/6/2016 14:01

Apesar de haver argumentos para novo argumento o que é facto é que são muito subjectivo:

- Não se previram as consequências? Foram várias as entidades mundiais e do Reino Unido que alertaram para o choque económico e social.
- Não tinham consciência? Então as pessoas andaram a dormir? Até parece que o tempo em que se andou discutir o assunto os eleitores britânicos estiveram alheados da realidade, o que não me parece ter sido o caso, dada a elevada adesão, mais de 70% dos eleitores.
- Quanto à margem curta, se num hipotético futuro referendo o Remain, ganha por 52% vs 48%, o Leave também poderá, pelo mesmo motivo, pedir novo referendo.

Os políticos ingleses se não souberam esclarecer, se não souberam debater, estão agora ser responsabilizados, e serão mais quando se escreverem livros sobre este referendo, agora não podemos nem devemos banalizar o referendo, como arma de participação popular. A partir do momento que é dada voz ao povo, este e os políticos deverão ter consciência das implicações da referida votação. Não se pode agora andar a arrastar a situação com referendo atrás de referendo até se agradar a um conjunto de entidades e personalidades. Afinal, quem quis votar, votou, e quem votou, fê-lo maioritariamente num determinado sentido.

EDIT:
http://www.jn.pt/nacional/interior/be-p ... 50026.html

Aqui estão os referendos como arma de arremesso e de pressão sob as entidades europeias. Acredito que estes comportamentos serão penalizadores para o Reino Unido na medida em que podem fazer com que a UE queira dar um exemplo.
 
Mensagens: 8
Registado: 26/6/2016 10:33

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Texano Bill » 26/6/2016 15:33

 
Mensagens: 1579
Registado: 20/8/2011 12:52
Localização: O autêntico faroeste

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por lobus3101 » 26/6/2016 16:17



Espera-se agora que a Irlanda do Norte , diga algo semelhante :?:

Vamos seguindo ...
 
Mensagens: 272
Registado: 11/7/2015 18:32

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por PC05 » 26/6/2016 16:18

Existe possibilidade de reverter o resultado?

Em termos jurídicos, não é obrigatório cumprir a decisão que foi tomada no referendo. No entanto, é preciso ter em conta alguns pontos que tornam a situação mais complicada. Nomeadamente, o facto de o primeiro-ministro David Cameron ter anunciado que a decisão dos leitores tem de ser respeitada. Antes da votação, o aviso ficou feito: “Não há volta atrás. Se a decisão for pela saída, sairemos”.

E não foi apenas o primeiro-ministro a dizer que não iria voltar atrás no resultado. Outros líderes partidários fizeram saber que o resultado da votação não iria ser revisitado.

No entanto, já existe uma petição que pede para que seja feita uma segunda votação. A petição já alcançou uma amplitude suficiente para ser debatida no Parlamento, mas para a repetição dos votos seria necessário que todos os partidos estivessem de acordo.


BofA forecast changes:
- US GDP from 2.0% to 1.8% in 2017
- Eurozone GDP from 1.6% to 1.1% in 2017
- UK GDP cut from 2.3% to 0.2% in 2017
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 2668
Registado: 5/12/2005 21:28
Localização: Lisboa

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por lobus3101 » 26/6/2016 16:25

PC05 Escreveu:
Existe possibilidade de reverter o resultado?

Em termos jurídicos, não é obrigatório cumprir a decisão que foi tomada no referendo. No entanto, é preciso ter em conta alguns pontos que tornam a situação mais complicada. Nomeadamente, o facto de o primeiro-ministro David Cameron ter anunciado que a decisão dos leitores tem de ser respeitada. Antes da votação, o aviso ficou feito: “Não há volta atrás. Se a decisão for pela saída, sairemos”.

E não foi apenas o primeiro-ministro a dizer que não iria voltar atrás no resultado. Outros líderes partidários fizeram saber que o resultado da votação não iria ser revisitado.

No entanto, já existe uma petição que pede para que seja feita uma segunda votação. A petição já alcançou uma amplitude suficiente para ser debatida no Parlamento, mas para a repetição dos votos seria necessário que todos os partidos estivessem de acordo.


BofA forecast changes:
- US GDP from 2.0% to 1.8% in 2017
- Eurozone GDP from 1.6% to 1.1% in 2017
- UK GDP cut from 2.3% to 0.2% in 2017


Já agora PC05 , a Escócia ou Irlanda do Norte, podem impedir por veto o Brexit?
 
Mensagens: 272
Registado: 11/7/2015 18:32

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por PC05 » 26/6/2016 16:50

lobus3101 Escreveu:
PC05 Escreveu:
Existe possibilidade de reverter o resultado?

Em termos jurídicos, não é obrigatório cumprir a decisão que foi tomada no referendo. No entanto, é preciso ter em conta alguns pontos que tornam a situação mais complicada. Nomeadamente, o facto de o primeiro-ministro David Cameron ter anunciado que a decisão dos leitores tem de ser respeitada. Antes da votação, o aviso ficou feito: “Não há volta atrás. Se a decisão for pela saída, sairemos”.

E não foi apenas o primeiro-ministro a dizer que não iria voltar atrás no resultado. Outros líderes partidários fizeram saber que o resultado da votação não iria ser revisitado.

No entanto, já existe uma petição que pede para que seja feita uma segunda votação. A petição já alcançou uma amplitude suficiente para ser debatida no Parlamento, mas para a repetição dos votos seria necessário que todos os partidos estivessem de acordo.


BofA forecast changes:
- US GDP from 2.0% to 1.8% in 2017
- Eurozone GDP from 1.6% to 1.1% in 2017
- UK GDP cut from 2.3% to 0.2% in 2017


Já agora PC05 , a Escócia ou Irlanda do Norte, podem impedir por veto o Brexit?


Parece não ser assim tão claro:

Poderá o parlamento da Escócia poderá vetar o Brexit?

Durante a entrevista, Sturgeon explicou ao jornalista: “Está a perguntar-me se é necessário que na Escócia exista uma ou mais moções de consentimento para que a legislação que extirpa o Reino Unido da União Europeia avance? Numa perspetiva lógica parece-me difícil que isso não seja necessário, mas suponho que o governo do Reino Unido tenha uma visão diferente. Veremos depois qual será o desfecho dessa discussão".

Já no sábado, o governo tinha estado reunido a discutir os próximos passos depois de o resultado do referendo ditar a saída da EU.

Sendo que uma das questões que esteve ainda em cima da mesa foi a possibilidade de realizar um novo referendo sobre a independência em relação ao Reino Unido.



http://sol.sapo.pt/artigo/514590/podera ... -o-brexit-
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 2668
Registado: 5/12/2005 21:28
Localização: Lisboa

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Texano Bill » 26/6/2016 16:59

O referendo não é vinculativo, a verdadeira decisão cabe ao parlamento do RU.
 
Mensagens: 1579
Registado: 20/8/2011 12:52
Localização: O autêntico faroeste

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por VivaViriato » 26/6/2016 17:13

Texano Bill Escreveu:O referendo não é vinculativo, a verdadeira decisão cabe ao parlamento do RU.


De facto, o melhor é sair porque a Inglaterra sempre esteve com um pé dentro e outro fora, e não há coisa pior para qualquer Organização. Assim, fica o assunto clarificado de uma vez por todas e para o bem todos a começar, pela UE, digo eu.
 
Mensagens: 4
Registado: 29/3/2016 0:58

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Queijo de Figo » 26/6/2016 17:48

Sim, quem formaliza o Brexit é o Parlamento, por maioria (artigo 50), não o referendo.

Mas, como diz o observador: "é democráticamente vinculativo"

Se cá também se vier a realizar o referendo à saída da União Europeia, é bom que apliquemos regras que tornem inquestionável a decisão dos portugueses. Vai estar muita coisa em jogo para se correr o risco de tomar decisões frágeis.
 
Mensagens: 53
Registado: 23/2/2014 16:11

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Goldendust » 26/6/2016 17:52

Se este BREXIT for anulado o R.U regressa com o rabinho entre as pernas e penso que só agora dão valor ao que é ser membro da UE e todos os benefícios que daí resultam.
Segundo parece nem os apoiantes do BREXIT acreditavam na saída da UE e agora estão agarrados a promessas que nem de perto podem cumprir.
A UE vai apertar forte e feio o R.U e face à agitação social que se vive vão recuar nesta decisão de abandonar a UE.
 
Mensagens: 692
Registado: 12/5/2015 16:47

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por lobus3101 » 26/6/2016 18:36

Penso que ouvi há pouco no Económico TV , que a saída de um membro da UE também tem de ser votada no Parlamento Europeu...ou terei ouvido mal.

Quem pode dar uma ajuda... :?:
 
Mensagens: 272
Registado: 11/7/2015 18:32

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Marco Martins » 26/6/2016 20:27

lobus3101 Escreveu:Penso que ouvi há pouco no Económico TV , que a saída de um membro da UE também tem de ser votada no Parlamento Europeu...ou terei ouvido mal.

Quem pode dar uma ajuda... :?:


A meu ver só teria de ser votada se fosse para expulsar alguém... se todos quiserem que o RU fique, não será por isso que o RU ficará!
 
Mensagens: 4724
Registado: 7/4/2007 17:13
Localização: Algarve

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Opcard » 26/6/2016 23:01

lobus3101 Escreveu:Penso que ouvi há pouco no Económico TV , que a saída de um membro da UE também tem de ser votada no Parlamento Europeu...ou terei ouvido mal.

Quem pode dar uma ajuda... :?:



1.
Todo Estado membro poderá decidir deixar a União de acordo com as suas leis.
2.
Um Estado membro que decida deixar a UE deverá notificar a organização da sua intenção. De acordo com o que foi definido pelo Conselho Europeu, a UE devera chegar a um acordo com esse Estado, preparando a sua saída e tendo em conta o futuro da relação entre a União e esse mesmo Estado. O acordo deverá ser negociado tendo em conta o artigo 218(3) do Tratado de Lisboa sobre o funcionamento da UE. Deverá ser concluido em nome da União pelo Conselho Europeu, por maioria qualificada, depois de obtida a autorização do Parlamento Europeu.
3.
O Tratado deixará de estar em vigor para o Estado em questão a partir da data acordada no acordo ou, caso não seja possível, dois anos depois da notificação referida no parágrafo dois, a não ser que o Conselho Europeu, depois de chegar a acordo com o Estado em causa, decida extender esse periodo.
4.
Relativamente ao disposto nos parágrafos segundo e terceiro, o membro do Conselho Europeu que representa o Estado que abandona a União não participará nas discussões do Conselho Europeu que lhe digam respeito. Deverá ser acordada uma maioria qualificada de acordo com o artigo 238(3)(b) do Tratado, sobre o funcionamento da UE.
5.
Todo Estado que tenha abandonado a UE e queira voltar à mesma, terá de se sujeitar ao processo disposto no artigo 49.
Todo o processo deverá demorar cerca de dois anos, para que seja possível ao Reino Unido deixar a UE de forma oficial e definitiva. No entanto, alguns analistas apontam para um período mais demorado. Durante as negociações, as leis europeias continuarão a ser válidas no país. Enquanto Londres continuará a participar nas reuniões que decidem as políticas europeias, deixará, no entanto, de ter voz ativa nas negociações relativas à sua saída da UE.
 
Mensagens: 2432
Registado: 14/3/2009 0:19
Localização: 16

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Marco Martins » 27/6/2016 13:41

Fará sentido pensar que o impacto maior nas bolsas, terá ocorrido na sexta-feira?

Hoje as quedas estão pequenas e estáveis... pelo que faz pensar que até novas notícias sobre Espanha, UK, Escócia e Irlanda do Norte, tudo estará estável!
 
Mensagens: 4724
Registado: 7/4/2007 17:13
Localização: Algarve

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Marco Martins » 27/6/2016 16:51

Marco Martins Escreveu:Fará sentido pensar que o impacto maior nas bolsas, terá ocorrido na sexta-feira?

Hoje as quedas estão pequenas e estáveis... pelo que faz pensar que até novas notícias sobre Espanha, UK, Escócia e Irlanda do Norte, tudo estará estável!


Afinal estava errado... não está assim tão estável!!

O OMX (bolsa da suécia) está a cair cerca de 8% e a belga caiu cerca de 4%.
O que terão em comum estas bolsas com o BREXIT? A Belga ainda entendo pode ser a que perderá mais com o fim da UE, mas a Suéca, não entendo!
 
Mensagens: 4724
Registado: 7/4/2007 17:13
Localização: Algarve

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Texano Bill » 27/6/2016 19:50

Parlamento Europeu prepara resolução para apressar saída do Reino Unido

O Parlamento Europeu deverá aprovar na terça-feira, em Bruxelas, uma resolução a pedir a "activação imediata", pelo Reino Unido, do artigo do Tratado de Lisboa que regula a saída de um estado-membro da União Europeia (UE).

De acordo com a versão preliminar da resolução, à qual a agência Lusa teve acesso, o "Parlamento Europeu toma nota da vontade do desejo dos cidadãos britânicos em deixar a UE, salienta que a vontade expressa pelo povo precisa de ser completamente e totalmente respeitada, começando com a activação imediata do ano artigo 50 do Tratado da UE".

Uma resolução sobre as consequências do resultado do referendo no Reino Unido sobre a saída da UE será votada na sessão extraordinária convocada para terça-feira, com o projecto desse documento a advertir que a notificação deve acontecer imediatamente para "se prevenir a incerteza para todos e proteger a integridade da União".

http://economico.sapo.pt/noticias/parla ... 53082.html

Há muita tensão no ar, esta gente da alta política quer-se mais sóbria e calma. :-k
 
Mensagens: 1579
Registado: 20/8/2011 12:52
Localização: O autêntico faroeste

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por acintra » 27/6/2016 19:59

Jim Rogers on Brexit: 'Worse than any bear market you’ve seen in your lifetime'
The EU and euro may not exist in five years, warns legendary investor
Yahoo Finance By Lawrence Lewitinn

0:03 / 5:51

The UK's decision to leave the European Union will lead to an economic crisis more severe than what the world faced in 2008, according to legendary investor Jim Rogers, chairman of Rogers Holdings.

“This is going to be worse than any bear market you’ve seen in your lifetime,” he said on Yahoo Finance’s “Market Movers” program Monday. “2008 was bad because of debt. The debt all over the world is much, much higher now. Stocks in the US, for instance, have been going sideways for 18 months to 24 months. That’s called a distribution by many people. When you have distribution for a year and a half, it usually leads to bad things.”

Rogers — who cofounded the Quantum Fund with George Soros in the 1970s — believes the “leave” movement’s victory last week may threaten the British union. While any negotiated deal may help assuage the market’s Brexit fears, Rogers foresees a “bad case scenario” where Scotland and Northern Ireland leave the UK and London’s clout diminishes significantly as financial institutions move towards continental Europe.

“The UK already has huge international debts and it has balance of trade problems and budget problems,” he said. “The bear case is the pound disappears. England becomes Spain or Poland or Italy or something.”

While he doesn’t see an immediate collapse of England’s economy, Rogers anticipates a long-term decline in the country’s prospects.

“The deterioration will continue and make stocks go down a lot,” he warned.


Brexit’s win will also embolden other countries to leave the EU and separatist movements to break up a few states, Rogers predicted. That could make the world to look significantly different in just a half a decade.


“The EU as we know it will not exist,” he said. “The euro as we know it will not exist. Some people leave, others may join — unlikely, but they could join. There are a lot of angry people all over the world. Look at what’s happening in America." In the UK, he added, "People are making unbelievably incompetent statements but they’re very happy to be getting out [of the EU]. They’re so angry.”

Rogers said he is short US stocks but is long Chinese stocks and agricultural commodities. “These are the things that might do well no matter what happens going forward,” he explained. “These are going to be perilous times. I hope I get it right.”

He also expects a tougher time for the euro even relative to the British pound, as movements in other part of the European Union threaten its foundations. Rogers is long US dollars and is less negative on the Japanese yen and the Swiss franc.

“There are not many sound currencies left anymore,” he said. “They’ve all been ruined by politicians.”
Um abraço e bons negócios.

Artur Cintra
 
Mensagens: 2993
Registado: 17/7/2006 16:09
Localização: Cascais

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Eurobrexit » 27/6/2016 21:17

acintra Escreveu:Jim Rogers on Brexit: 'Worse than any bear market you’ve seen in your lifetime'
The EU and euro may not exist in five years, warns legendary investor
Yahoo Finance By Lawrence Lewitinn

0:03 / 5:51

The UK's decision to leave the European Union will lead to an economic crisis more severe than what the world faced in 2008, according to legendary investor Jim Rogers, chairman of Rogers Holdings.

“This is going to be worse than any bear market you’ve seen in your lifetime,” he said on Yahoo Finance’s “Market Movers” program Monday. “2008 was bad because of debt. The debt all over the world is much, much higher now. Stocks in the US, for instance, have been going sideways for 18 months to 24 months. That’s called a distribution by many people. When you have distribution for a year and a half, it usually leads to bad things.”

Rogers — who cofounded the Quantum Fund with George Soros in the 1970s — believes the “leave” movement’s victory last week may threaten the British union. While any negotiated deal may help assuage the market’s Brexit fears, Rogers foresees a “bad case scenario” where Scotland and Northern Ireland leave the UK and London’s clout diminishes significantly as financial institutions move towards continental Europe.

“The UK already has huge international debts and it has balance of trade problems and budget problems,” he said. “The bear case is the pound disappears. England becomes Spain or Poland or Italy or something.”

While he doesn’t see an immediate collapse of England’s economy, Rogers anticipates a long-term decline in the country’s prospects.

“The deterioration will continue and make stocks go down a lot,” he warned.


Brexit’s win will also embolden other countries to leave the EU and separatist movements to break up a few states, Rogers predicted. That could make the world to look significantly different in just a half a decade.


“The EU as we know it will not exist,” he said. “The euro as we know it will not exist. Some people leave, others may join — unlikely, but they could join. There are a lot of angry people all over the world. Look at what’s happening in America." In the UK, he added, "People are making unbelievably incompetent statements but they’re very happy to be getting out [of the EU]. They’re so angry.”

Rogers said he is short US stocks but is long Chinese stocks and agricultural commodities. “These are the things that might do well no matter what happens going forward,” he explained. “These are going to be perilous times. I hope I get it right.”

He also expects a tougher time for the euro even relative to the British pound, as movements in other part of the European Union threaten its foundations. Rogers is long US dollars and is less negative on the Japanese yen and the Swiss franc.

“There are not many sound currencies left anymore,” he said. “They’ve all been ruined by politicians.”


Acho que todos devemos ler este artigo com cuidado.
Pena e que os políticos pescam pouco disto....
UK cometeu um erro enorme mas ainda ira a tempo de reverter a decisão. O pedido de novo referendo ja deve ter uma % da população do UK e começa a pesar na opinião publica/politicos.
Haja alguém com coragem e damos a volta por cima.
Caso contrario teremos o pior cenário em curso (divida, descoordenacao e individualismos)=> tempestade perfeita para entrarmos num bear market secular a sério (ate serem resolvidos is desequilibrios estruturais de blocos/paises)...
 
Mensagens: 764
Registado: 29/11/2007 10:27
Localização: Portugal

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por p3droPT » 27/6/2016 21:30

euro-born Escreveu:UK cometeu um erro enorme mas ainda ira a tempo de reverter a decisão. O pedido de novo referendo ja deve ter uma % da população do UK e começa a pesar na opinião publica/politicos.
Haja alguém com coragem e damos a volta por cima.
Caso contrario teremos o pior cenário em curso (divida, descoordenacao e individualismos)=> tempestade perfeita para entrarmos num bear market secular a sério (ate serem resolvidos is desequilibrios estruturais de blocos/paises)...


:lol:

Mas faz algum sentido pedir um novo referendo só porque o resultado não agrada aos 48%? É preciso pensar que quase 52% votou para sair, então e esses? Um pedido de 2º referendo até pode chegar a 5 Milhões de assinaturas mas 17,4 milhões assinaram pela saída.
 
Mensagens: 889
Registado: 27/6/2010 23:26

AnteriorPróximo

Quem está ligado:
Utilizadores a ver este Fórum: BearManBull, Carrancho_, Ferreiratrade, Google [Bot], JosePLM, m-m, MEL1980, RenatormbCarvalho, Silva115, tylerdurden, tyui, ZéManuel, Àlvaro e 70 visitantes