O lado bom dos mercados

Colecção de Artigos Didácticos do Caldeirão de Bolsa.

O lado bom dos mercados

por Ulisses Pereira » 24/2/2009 2:58

Na semana passada, deixei aqui a minha visão sobre os aspectos negativos da vida dos que se dedicam, por inteiro, a negociar nos mercados financeiros. Hoje, cumprindo a promessa feita nesse artigo, escrevo sobre o lado bom da vida de um “trader”.

Curiosamente, quando comecei a elaborar um pequeno rascunho com os tópicos que irei abordar neste artigo, reparei que a maior parte dos aspectos que considero positivos na vida de um “trader” são também aqueles que foquei na semana passada como sendo negativos, mas vistos de uma perspectiva diferente.

São cada vez mais os “traders” que negoceiam em suas casas e por isso, no artigo anterior, referi o isolamento como um dos aspectos negativos de quem se dedica a tempo inteiro aos mercados. Contudo, negociar em casa tem inúmeras vantagens. O conforto do lar permite uma tranquilidade enorme a um investidor que pode estar a trabalhar da forma mais relaxada possível, escolhendo a música que está a ouvir e sem sequer se preocupar com o que tem vestido. A imagem do “trader” como um homem de fato e gravata, com um telemóvel no ouvido no meio de centenas de pessoas aos berros, é cada vez menos uma realidade.

Para se conseguir trabalhar desta forma, com um elevado grau de independência (outra das vantagens desta actividade) é essencial que um “trader” possua uma elevada dose de disciplina que lhe permita gerir o seu tempo responsavelmente, sem prejudicar o seu desempenho nos mercados. O desenvolvimento de capacidades individuais como a disciplina e o controlo das emoções é, na minha opinião, um dos aspectos positivos mais subvalorizados quando falamos da vida de um “trader”.

Um dos aspectos que mais me agrada na minha actividade é o facto de, diariamente, me surgirem desafios novos. Por mais monótono que, por vezes, o mercado seja, há sempre uma oportunidade à espreita e a sua procura é um desafio constante para qualquer “trader”.

Acho particularmente interessante nesta actividade o facto do desempenho de um “trader” ser de fácil avaliação. Em outras profissões é muito difícil fazer a avaliação do trabalho de cada um. A componente subjectiva da avaliação é grande (quem discorda desta minha afirmação sugiro que se ofereça para mediar o conflito entre professores e o Ministério) e, muitas vezes, o próprio desempenho não é perceptível para os outros. Nos mercados, os resultados de são a melhor forma de avaliação do mesmo, já que são objectivos e completamente transparentes.

É evidente que os resultados de um ano de actividade podem não ser bons indicativos da verdadeira qualidade de um “trader”, mas 6 ou 7 anos serão suficientes para avaliar o seu desempenho. Saber que o meu trabalho é reconhecido, quer pela positiva quer pela negativa, fruto de uma avaliação objectiva motiva-me imenso. Quantos não são aqueles que, nas suas actividades, se sentem frustrados pelo seu desempenho não ser suficientemente reconhecido?

Se, no anterior artigo, tinha colocado a falta de remuneração fixa e a possibilidade de incorrer num largo período de perdas como óbices para a decisão de alguém se dedicar, por inteiro, aos mercados, hoje abordarei a questão da remuneração de uma perspectiva diametralmente oposta. Será difícil encontrar uma outra actividade em que o potencial de ganhos seja tão grande como nesta. O “sonho dourado” - por mais difícil que seja de alcançar - está sempre na mente de cada “trader” e torna-se extremamente motivador.

Quando me acenam com as 12 horas de trabalho diário, com os dias passados isolados ou com o “stress” que me vai colorir rapidamente o cabelo de branco como motivos para não seguir a vida de “trading” sorrio. Percebo-os mas sorrio. Não trocaria a minha profissão por nenhuma outra. Adoro a minha liberdade, adoro o desafio diário, adoro os “mind games” do mercado, adoro a luta contra mim próprio e adoro poder fazer tudo isto, ao som de Rodrigo Leão, no conforto da minha cadeira, da minha cama ou até na areia da minha praia preferida.

Ulisses Pereira
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 29133
Registado: 29/10/2002 4:04
Localização: Aveiro

Quem está ligado:
Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante