Outros sites Cofina
Caldeirão da Bolsa

[Off topic] A falacia das riquezas

Espaço dedicado a todo o tipo de troca de impressões sobre os mercados financeiros de uma forma genérica e a todo o tipo de informação útil que possa condicionar o desempenho dos mesmos

Moderadores: Pata-Hari, Ulisses Pereira, MarcoAntonio

[Off topic] A falacia das riquezas

por BearManBull » 23/5/2022 14:18

Interessante como existe uma total incompreensão do que é a riqueza entre patrimônio pessoal e participações em capitais empresariais. Os super bilionários, têm realmente uma riqueza incompreensível, mas é uma riqueza de certa forma colectiva porque envolve todo o activo que tenham nas participações corporativas que detêm. Ou seja se o senhor Musk decidi-se vender todas as acções que detém da Tesla ficaria com uma fracção considerável do valor mesmo que fosse num topo do mercado.

Por outro lado o patrimônio real das famílias é imediatamente prejudicado, quando os mais ricos entram em perdas.

As ilusões socialistas de que redistribuir a riqueza resolve problemas mais uma vez fica aqui demonstrado que não passa de um mito.

Elon Musk terá perdido 40% da fortuna desde novembro, altura em que a sua riqueza chegou a estar avaliada em 340 mil milhões de dólares, de acordo com o Índice dos mais ricos do mundo da Bloomberg. Um dos fatores de peso nestas contas é precisamente o valor das ações da Tesla, que este ano já caíram 45% e com elas o valor da fortuna de Musk, que rondará agora os 201 mil milhões de dólares. Desde o início do ano, as perdas no património rondam os 70 mil milhões de dólares.

Jeff Bezos, fundador da Amazon, e segundo mais rico do mundo, terá agora para gerir uma fortuna avaliada em 131 mil milhões de dólares, depois das ações da Amazon terem caído 37% desde o início do ano, provocando um rombo de 40% no património do bilionário.

Na verdade, no top 20 dos mais ricos do mundo, em que oito são homens da tecnologia, nenhum conseguiu aumentar a fortuna este ano. Mark Zuckerberg, por exemplo, que ocupa a 13ª posição desta tabela, já viu os seus ativos desvalorizarem 54,1 mil milhões de dólares desde janeiro. Bill Gates, 4º na tabela dos mais ricos, terá perdido 21,7 mil milhões de dólares e gere agora uma fortuna de 116 mil milhões. Já Larry Page e Sergey Brin, fundadores da Google, agora gerida pela Alphabet, viram as respetivas fortunas desvalorizar em 29 e 28 mil milhões de dólares, para 99 e 95 mil milhões de dólares.

...


A Bloomberg estima que, no seu conjunto, os bilionários norte-americanos - das tecnologia e restantes áreas - tenham já perdido 800 mil milhões de dólares desde novembro do ano passado, altura em que o seu nível de riqueza atingiu um ponto máximo.


...


O exemplo destes dois milionários, e dos restantes, também se reflete na riqueza das famílias americanas, como um todo, que desde o início do ano terá caído entre 5 e 8 biliões de dólares, segundo uma análise da JPMorgan Chase. O segundo semestre do ano não se prevê melhor, e as perdas acumuladas na riqueza das famílias nos EUA podem chegar aos 9 biliões de dólares.


@multinews
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 6584
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Quem está ligado:
Utilizadores a ver este Fórum: almica, Bing [Bot], cali010201, Ferreiratrade, Google Adsense [Bot], Kury Yozo, MG2, Phil2014 e 45 visitantes