Outros sites Cofina
Caldeirão da Bolsa

CoronaVirus, panico justificado...?

Espaço dedicado a todo o tipo de troca de impressões sobre os mercados financeiros de uma forma genérica e a todo o tipo de informação útil que possa condicionar o desempenho dos mesmos

Moderadores: Pata-Hari, Ulisses Pereira, MarcoAntonio

Re: CoronaVirus, panico justificado...?

por MarcoAntonio » 27/10/2020 1:30

BearManBull Escreveu:Pode acontecer uma coisa deste tipo, as curvas obviamente não estão parametrizadas devidamente. A ideia é que podes ter uma intercepção negativa em que a falta de imunidade criar auto-estradas nos momentos mais propícios à dispersão (inverno).


Ora, isto é completamente especulativo. A pergunta era como tinhas concluído pois não disseste "talvez", "é possível" nem nada desse género. A questão, que era explícita, era legítima e genuína (queria realmente perceber como tinhas concluído tal coisa). E repara que só continuamos a trocar posts sobre isto porque foste buscar o tema de novo passado vários dias.



BearManBull Escreveu:Imagino se com todos os recursos todos os milhoes que se gastaram/perderam (pelos processos burocráticos) náo seria possivel ter sido investigado um tratamento nestes 6 meses?


Estás a falar concretamente de Portugal?
Bons Negócios,
Marco Antonio
Caldeirão de Bolsa

FLOP - Fundamental Laws Of Profit


1. Mais vale perder um ganho que ganhar uma perda, a menos que se cumpra a Segunda Lei.
2. A expectativa de ganho deve superar a expectativa de perda, onde a expectativa mede a
....amplitude média do ganho/perda contra a respectiva probabilidade.
3. A Primeira Lei não é mesmo necessária mas com Três Leis isto fica definitivamente mais giro.
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 34381
Registado: 4/11/2002 22:16
Localização: Vilar do Paraíso

Re: CoronaVirus, panico justificado...?

por LISBOA_CASINO » 27/10/2020 1:37

MarcoAntonio Escreveu:
LISBOA_CASINO Escreveu:Sou a favor de todos os testes registados na aplicação durante o período de infeção inseridos diretamente pelos laboratórios!


Defendes portanto a utilização obrigatória do StayAway Covid e inserção da informação directamente a partir dos laboratórios, é isso?

(é só para esclarecer)


Não é preciso ser de utilização obrigatória, como se prova pelo nº de descargas efetuadas pelos Portugueses ,

Bastaria ser apenas obrigatório que as entidades oficiais permitissem a minimização dos riscos de contágio através da colocação de bases de dados atualizadas com todos os casos ativos ( comunicação direta dos laboratórios / centros de testes )
 
Mensagens: 1448
Registado: 23/11/2011 21:02
Localização: 16

Re: CoronaVirus, panico justificado...?

por MarcoAntonio » 27/10/2020 1:44

LISBOA_CASINO Escreveu:Não é preciso ser de utilização obrigatória, como se prova pelo nº de descargas efetuadas pelos Portugueses ,


E o número de descargas seria o mesmo se o utilizador deixasse de ter controlo sobre a introdução da informação? Estou a perguntar que eu não sei, não sei qual seria o impacto.

E como é o utilizador que controla a aplicação (e não sendo obrigatória) para ela deixar de estar funcional bastaria desinstalar a aplicação (na verdade, bastaria até desligar o bluetooth), o que na verdade acontece o tempo todo mesmo entre aqueles que já descarregaram a aplicação. Até podia dar-se o caso de alguém, sabendo que estava infectado e que estava assintoma´tico, então desligar o BT ou desactivar a aplicação de propósito. Se a utilização não é obrigatória e o utilizador controla aplicação, o efeito não é necessariamente o que queres quando pões um agente externo a controlar o que aplicação diz.



Que fique claro, não estou a defender a obrigatoriedade (já disse atrás um par de vezes que não sou favorável).
Bons Negócios,
Marco Antonio
Caldeirão de Bolsa

FLOP - Fundamental Laws Of Profit


1. Mais vale perder um ganho que ganhar uma perda, a menos que se cumpra a Segunda Lei.
2. A expectativa de ganho deve superar a expectativa de perda, onde a expectativa mede a
....amplitude média do ganho/perda contra a respectiva probabilidade.
3. A Primeira Lei não é mesmo necessária mas com Três Leis isto fica definitivamente mais giro.
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 34381
Registado: 4/11/2002 22:16
Localização: Vilar do Paraíso

Re: CoronaVirus, panico justificado...?

por BearManBull » 27/10/2020 2:00

MarcoAntonio Escreveu:Ora, isto é completamente especulativo.


É bem fundamentado. O argumento de falta de imunidade é uma variável que tens de considerar num sistema de projecção de mortes, principalmente quando tens a variável temperatura que parece favorecer a propagação. Até porque há evidências de que a imunidade prevalece pelo menos 6 meses. O gráfico da Suécia mostra uma curva bem diferente da portuguesa em que inicialmente há uma subida abrupta mas que agora estabilizou.

Respondi à questão em varias vertentes, pessoal, económica, científica e social porque as medidas são cumpridas onde há visibilidade, para medidas tão voláteis é um bocado absurdo sequer pensar em ter formas de as fiscalizar.

Apresento um ultimo motivo nesse caso para a nossa DGS que desenhou todas a medidas atendendo que o vírus não se transmitia por aerossóis quando existe evidencia que sim.

Perguntas Frequentes

A transmissão por contacto próximo ocorre principalmente através de gotículas que contêm partículas virais que são libertadas pelo nariz ou boca de pessoas infetadas, quando tossem ou espirram, e que podem atingir diretamente a boca, nariz e olhos de quem estiver próximo.

As gotículas podem depositar-se nos objetos ou superfícies que rodeiam a pessoa infetada e, desta forma, infetar outras pessoas quando tocam com as mãos nestes objetos ou superfícies, tocando depois nos seus olhos, nariz ou boca.
Anexos
sweeden.JPG
sweeden.JPG (36.43 KiB) Visualizado 876 vezes
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 4003
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: CoronaVirus, panico justificado...?

por MarcoAntonio » 27/10/2020 2:08

BearManBull Escreveu:É bem fundamentado.


Quanto muito podias dizer que é plausível/verosímel. Não se tiram conclusões meramente a partir de hipóteses, mesmo que credíveis (se não se conduz o resto da análise/teste não se conclui nada).


BearManBull Escreveu:O argumento de falta de imunidade é uma variável que tens de considerar num sistema de projecção de mortes, (...)


A imunidade é um parâmetro num modelo epidémico. Agora o que falta é o modelo e os outros parâmetros. O que estás a lançar são hipóteses e cenários, não são conclusões.



BearManBull Escreveu:O gráfico da Suécia mostra uma curva bem diferente da portuguesa em que inicialmente há uma subida abrupta mas que agora estabilizou.


Eu não sei porque a Suécia está a ter o comportamento que está a ter (pode ser um montão de coisas e eventualmente a imunidade desempenha um papel também, mas nem isto é claro/certo).
Bons Negócios,
Marco Antonio
Caldeirão de Bolsa

FLOP - Fundamental Laws Of Profit


1. Mais vale perder um ganho que ganhar uma perda, a menos que se cumpra a Segunda Lei.
2. A expectativa de ganho deve superar a expectativa de perda, onde a expectativa mede a
....amplitude média do ganho/perda contra a respectiva probabilidade.
3. A Primeira Lei não é mesmo necessária mas com Três Leis isto fica definitivamente mais giro.
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 34381
Registado: 4/11/2002 22:16
Localização: Vilar do Paraíso

Re: CoronaVirus, panico justificado...?

por LISBOA_CASINO » 27/10/2020 2:14

MarcoAntonio Escreveu:
LISBOA_CASINO Escreveu:Não é preciso ser de utilização obrigatória, como se prova pelo nº de descargas efetuadas pelos Portugueses ,


E o número de descargas seria o mesmo se o utilizador deixasse de ter controlo sobre a introdução da informação? Estou a perguntar que eu não sei, não sei qual seria o impacto.

E como é o utilizador que controla a aplicação (e não sendo obrigatória) para ela deixar de estar funcional bastaria desinstalar a aplicação (na verdade, bastaria até desligar o bluetooth), o que na verdade acontece o tempo todo mesmo entre aqueles que já descarregaram a aplicação. Até podia dar-se o caso de alguém, sabendo que estava infectado e que estava assintoma´tico, então desligar o BT ou desactivar a aplicação de propósito. Se a utilização não é obrigatória e o utilizador controla aplicação, o efeito não é necessariamente o que queres quando pões um agente externo a controlar o que aplicação diz.

Que fique claro, não estou a defender a obrigatoriedade (já disse atrás um par de vezes que não sou favorável).


Obrigatoriedade ou não, dependerá do evolução dos utilizadores. Mas primeiro, tem de passar pela credibilização da informação disponibilizada pela aplicação !

E isso está longe de acontecer nos atuais moldes !

Como é evidente, sem o carregamento de todos os casos identificados, não vale a pena falar de melhorias das aplicações.
 
Mensagens: 1448
Registado: 23/11/2011 21:02
Localização: 16

Re: CoronaVirus, panico justificado...?

por MarcoAntonio » 27/10/2020 2:19

Ok, mas então só para ficar claro: é-te indiferente se é obrigatória ou não mas achas que a informação da infecção deve ser controlada externamente, é isso?

Espero não estar a ser chato, foste tu que trouxeste a questão do StayAway Covid com um par de comentários e eu só queria perceber melhor qual é a tua posição ao certo e o que defendes (a minha já deixei atrás).
Bons Negócios,
Marco Antonio
Caldeirão de Bolsa

FLOP - Fundamental Laws Of Profit


1. Mais vale perder um ganho que ganhar uma perda, a menos que se cumpra a Segunda Lei.
2. A expectativa de ganho deve superar a expectativa de perda, onde a expectativa mede a
....amplitude média do ganho/perda contra a respectiva probabilidade.
3. A Primeira Lei não é mesmo necessária mas com Três Leis isto fica definitivamente mais giro.
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 34381
Registado: 4/11/2002 22:16
Localização: Vilar do Paraíso

Re: CoronaVirus, panico justificado...?

por LISBOA_CASINO » 27/10/2020 2:42

MarcoAntonio Escreveu:Ok, mas então só para ficar claro: é-te indiferente se é obrigatória ou não mas achas que a informação da infecção deve ser controlada externamente, é isso?

Espero não estar a ser chato, foste tu que trouxeste a questão do StayAway Covid com um par de comentários e eu só queria perceber melhor qual é a tua posição ao certo e o que defendes (a minha já deixei atrás).



As listas devem ser colocadas na aplicação obrigatoriamente e pelas entidades que testam , com a maior celeridade possível ! ( obrigatório)

A utilização pode ser voluntária numa fase inicial ( como é o caso). Mas não sou contra a obrigatoriedade da sua utilização após a fase de obrigatoriedade de divulgação dos centros de testagem.



Abco,
 
Mensagens: 1448
Registado: 23/11/2011 21:02
Localização: 16

Re: CoronaVirus, panico justificado...?

por MarcoAntonio » 27/10/2020 2:57

Lisboa, a aplicação não contém listas de infectados (não é assim que a aplicação funciona).
Bons Negócios,
Marco Antonio
Caldeirão de Bolsa

FLOP - Fundamental Laws Of Profit


1. Mais vale perder um ganho que ganhar uma perda, a menos que se cumpra a Segunda Lei.
2. A expectativa de ganho deve superar a expectativa de perda, onde a expectativa mede a
....amplitude média do ganho/perda contra a respectiva probabilidade.
3. A Primeira Lei não é mesmo necessária mas com Três Leis isto fica definitivamente mais giro.
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 34381
Registado: 4/11/2002 22:16
Localização: Vilar do Paraíso

Re: CoronaVirus, panico justificado...?

por BearManBull » 27/10/2020 10:28

MarcoAntonio Escreveu:A imunidade é um parâmetro num modelo epidémico. Agora o que falta é o modelo e os outros parâmetros. O que estás a lançar são hipóteses e cenários, não são conclusões.


Verdade, mas essas hipóteses foram consideradas? Como te disse é um sistema caótico por isso o resultado é quase impossível de calcular. Por exemplo hoje começaram a haver manifestações contra as medidas em Itáliae Espanha. Este tipo de manifestações pode acelerar a dispersão do vírus mais do que se não existissem medidas. Os modelos de referência para desenho de medidas políticas têm em conta este tipo de situação?
Pelo que se viu nos USA as manifestações podem ser um catalisador muito importante para dispersão do vírus.
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 4003
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: CoronaVirus, panico justificado...?

por Marco Martins » 27/10/2020 10:57

BearManBull Escreveu:
MarcoAntonio Escreveu:A imunidade é um parâmetro num modelo epidémico. Agora o que falta é o modelo e os outros parâmetros. O que estás a lançar são hipóteses e cenários, não são conclusões.


Verdade, mas essas hipóteses foram consideradas? Como te disse é um sistema caótico por isso o resultado é quase impossível de calcular. Por exemplo hoje começaram a haver manifestações contra as medidas em Itáliae Espanha. Este tipo de manifestações pode acelerar a dispersão do vírus mais do que se não existissem medidas. Os modelos de referência para desenho de medidas políticas têm em conta este tipo de situação?
Pelo que se viu nos USA as manifestações podem ser um catalisador muito importante para dispersão do vírus.


A história é algo que nos deveria sempre ensinar algo!
Temos outros exemplos de pandemias, e o que aconteceu antes não é diferente do que se passa agora... o tempo muda, mas as pessoas não mudam!
Na primeira vaga existe medo e apreensão das pessoas, o que de certa forma as protege... mas a partir de certa altura, as pessoas iniciam a sua vida normal (por necessidade) e mesmo com alguns cuidados, o medo vai desaparecendo um pouco...
Até que a certa altura, surge uma nova vaga... mas as pessoas, continuam com a sua vida tendo em conta o medo despropositado que tiveram na primeira vaga e que não resultou em nada!!!
Como o vírus é muito rápido, a segunda vaga espalha-se muito mais rapidamente do que na primeira vaga porque o medo não existe de forma tão acentuada e quando as pessoas vêm os números a aumentar, uma faixa grande da população já está afectada!

As manifestações são apenas um resultado da diminuição do medo...

Se o SNS dissesse que apenas aceitaria nos UCI 30% de doentes covid para evitar a sua falência, então acho que as pessoas teriam mais cuidado, pois o número de mortos seria muito mais alto!
 
Mensagens: 4853
Registado: 7/4/2007 17:13
Localização: Algarve

Re: CoronaVirus, panico justificado...?

por BearManBull » 27/10/2020 12:04

Marco Martins Escreveu:Na primeira vaga existe medo e apreensão das pessoas, o que de certa forma as protege... mas a partir de certa altura, as pessoas iniciam a sua vida normal (por necessidade) e mesmo com alguns cuidados, o medo vai desaparecendo um pouco...
Até que a certa altura, surge uma nova vaga... mas as pessoas, continuam com a sua vida tendo em conta o medo despropositado que tiveram na primeira vaga e que não resultou em nada!!!
Como o vírus é muito rápido, a segunda vaga espalha-se muito mais rapidamente do que na primeira vaga porque o medo não existe de forma tão acentuada e quando as pessoas vêm os números a aumentar, uma faixa grande da população já está afectada!

As manifestações são apenas um resultado da diminuição do medo...


Excelente nota Marco, o medo é um factor muito importante que certamente impacta a taxa de dispersão.

Das manifestações neste caso acho que é mais por necessidade e fadiga psicológica -> mais um factor que me questiono se é considerado no modelos que usam as DGSs (se é que usam algum) no desenho de medidas.
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 4003
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: CoronaVirus, panico justificado...?

por ricardmag » 27/10/2020 13:51

MarcoAntonio Escreveu:
ricardmag Escreveu:Os dados eram os dos testes aqui e na Suécia para comparar os totais de infetados.


A taxa de testes (ritmo ou percentagem de testes per capita) aqui e na Suécia é bastante diferente e os critérios possivelmente também diferem. Como referi no primeiro post, os confirmados positivos (não são realmente os "infectados") é dos dados menos robustos que temos, sendo na minha opinião contra-produtivo olhar demasiado para eles (hospitalizações/uci's ou ainda os óbitos confirmados tendem a ser valores mais robustos, interessantes e importantes de analisar pois tendem a reflectir melhor o impacto da pandemia, mas talvez até mais do que tudo o primeiro par). Mesmo assim, não estão isentos de problemas, os positivos confirmados são ainda mais problemáticos, porém. No que diz respeito ainda aos testes, vale a pena olhar para a taxa de positivos face aos testes efectuados, mais do que propriamente para o número de confirmados (por exemplo, se se mantiverem os critérios e a taxa de positivos começar a subir, isto é um indicador importante do que se estará a passar para lá do que se consegue ver com os testes implementados).


ricardmag Escreveu: As mortes diárias em Portugal andarem a cerca do dobro das da Suécia.


Julgo que em Portugal não se está a contar "todos" os óbitos atribuíveis a covid (não creio que o excesso de óbitos por explicar se justifique todo dessa forma, mas a minha percepção é que - por motivos que será difícil de precisar, ver por exemplo o meu post anterior - na Suécia a contagem é mais exacta face ao que realmente se está a passar).



Quanto ao gráfico e mesmo vendo a legenda (realmente após o click ela está lá) continuo sem compreender bem o que está ali e com dúvidas sobre a metodologia. Por exemplo, o ano corrente é um ano que está a decorrer e os números/dados podem não estar consolidados como os dos anos anteriores. Confesso que não percebo bem o gráfico nem faço ideia se ele é útil para alguma coisa sem perceber bem como foram extraídos os valores e quais foram as metodologias. Estas coisas precisam de ser analisadas com cuidado e rigor e não faço ideia se aquilo foi feito com cuidado e rigor. Não consigo comentar, especialmente sendo só um gráfico sem explicação, portanto.


Acho que não me fiz entender em relação às mortes, não estava a falar do óbitos acumulados mas sim as ultimas semanas como mostra a imagem.
Não tens os dados dos testes para poder comparar?

mortes-diarias-pt-su.png
mortes-diarias-pt-su.png (10.69 KiB) Visualizado 621 vezes
"Quando a música acaba, apagam-se as luzes." The Door's
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 4946
Registado: 3/4/2014 15:17

Re: CoronaVirus, panico justificado...?

por MarcoAntonio » 27/10/2020 13:58

BearManBull Escreveu:Verdade, mas essas hipóteses foram consideradas?


Isso já está implícito nos modelos utilizados tipo SIR e a parte caótica como lhe chamas é simulada via modelos estocásticos, por contraste com modelos determinísticos. Vê aqui, para uma introdução:

https://en.wikipedia.org/wiki/Compartme ... idemiology

(nota que os elementos susceptíveis de serem infectados são eles próprios uma função no tempo)
Bons Negócios,
Marco Antonio
Caldeirão de Bolsa

FLOP - Fundamental Laws Of Profit


1. Mais vale perder um ganho que ganhar uma perda, a menos que se cumpra a Segunda Lei.
2. A expectativa de ganho deve superar a expectativa de perda, onde a expectativa mede a
....amplitude média do ganho/perda contra a respectiva probabilidade.
3. A Primeira Lei não é mesmo necessária mas com Três Leis isto fica definitivamente mais giro.
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 34381
Registado: 4/11/2002 22:16
Localização: Vilar do Paraíso

Re: CoronaVirus, panico justificado...?

por MarcoAntonio » 27/10/2020 14:23

ricardmag Escreveu:Acho que não me fiz entender em relação às mortes, não estava a falar do óbitos acumulados mas sim as ultimas semanas como mostra a imagem.
Não tens os dados dos testes para poder comparar?


Quanto aos testes, teria de estar a pesquisar e hoje não tenho hipótese de estar a ver isso (nem possivelmente nos próximos dias).

Os gráficos sugerem aquilo que penso que já sabemos, a situação em Portugal neste momento estará pior do que na Súecia. É dífícil precisar quanto por uma série de razões (desde a forma como os dados são recolhidos e reportados até possíveis desfazamentos temporais na própria pandemia). Por exemplo, na Suécia, pode demorar várias semanas para um óbito ser reportado (e o atraso médio é para aí de uma semana).

Mas, tanto quanto se consegue ver, de momento, está pior cá do que lá.
Bons Negócios,
Marco Antonio
Caldeirão de Bolsa

FLOP - Fundamental Laws Of Profit


1. Mais vale perder um ganho que ganhar uma perda, a menos que se cumpra a Segunda Lei.
2. A expectativa de ganho deve superar a expectativa de perda, onde a expectativa mede a
....amplitude média do ganho/perda contra a respectiva probabilidade.
3. A Primeira Lei não é mesmo necessária mas com Três Leis isto fica definitivamente mais giro.
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 34381
Registado: 4/11/2002 22:16
Localização: Vilar do Paraíso

Re: CoronaVirus, panico justificado...?

por pepe7 » 27/10/2020 15:03

Médicos com Covid-19 chamados a trabalhar na Bélgica para evitar colapso do serviço de saúde

Associação Belga de Sindicatos Médicos admite risco de contágio para os doentes, mas diz que não há escolha.
Há médicos na cidade de Liège, na Bélgica, que estão a receber ordens para continuar a trabalhar apesar de terem testado positivo à Covid-19.

Os serviços de saúde da cidade estão a entrar em colapso, com um quarto dos profissionais de saúde obrigados a parar por terem sido infetados pelo novo coronavírus.

Dez hospitais estão, por isso, a pedir aos médicos que testaram positivo mas que se encontrem assintomáticos para continuarem a trabalhar.

Em declarações à BBC, o presidente da Associação Belga de Sindicatos Médicos, Philippe Devos, admite o risco de contágio, mas garante que não há escolha - é a única forma de o sistema de saúde não colapsar definitivamente nos próximos dias.

Uma em cada três pessoas testadas à Covid-19 em Liège tem resultado positivo. A média nacional é de um em cada cinco casos positivos, numa altura que estão a ser realizados cerca de 80 mil testes por dia no país.

Os hospitais já estão a transferir pacientes e cancelar cirurgias não urgentes, mas estão todos no limite, prestes a ultrapassar a barreira dos 1.000 pacientes de Covid-19 nos cuidados intensivos.

Na semana passada, o ministro da Saúde belga, Frank Vandenbroucke, advertiu que o país está "realmente muito próximo de um 'tsunami'", uma situação na qual "já não há controlo sobre o que se passa".

A Bélgica registou uma média de 12.491 casos nos últimos sete dias, para um total de 321.031 desde o início da pandemia, e um total de 757 doentes internados nos cuidados intensivos.
Para tentar travar a propagação da pandemia no país, o Governo decidiu decretar o recolher obrigatório em todo o território belga, o encerramento de bares, restaurantes ginásios, locais de culto e salas de espetáculo e a obrigatoriedade de teletrabalho "sempre que possível".

A Covid-19 já matou 10.810 pessoas na Bélgica, país que apresenta a segunda maior taxa de incidência da doença da Europa - 1.165 por cem mil habitantes nos últimos 14 dias - depois da República Checa (1.284).

https://www.tsf.pt/mundo/medicos-com-co ... m=12967719
 
Mensagens: 1378
Registado: 29/4/2010 22:36

Re: CoronaVirus, panico justificado...?

por BearManBull » 27/10/2020 15:15

Em Espanha fala-se do colapso eminente do SNS espanhol, ao mesmo tempo que os médicos fazem greve.

Huelga de médicos en pleno ascenso de la segunda ola y sin noticias de los nuevos contratos
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 4003
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: CoronaVirus, panico justificado...?

por pepe7 » 27/10/2020 21:02

Quando as palavras vem de um País rigoroso...aliás não me esqueço das palavras dela desde o início.
E a situação lá não é nada comparável com outros Países! Para já.

Merkel avisa que os próximos meses de pandemia vão ser "muito difíceis"

A chanceler apelou novamente à população para reduzir os contactos sociais.

Achanceler alemã, Angela Merkel, avisou a Alemanha de que os próximos meses vão ser "muito difíceis", já que o número de infeções por Covid-19 continua a crescer diariamente, tendo-se registado 8.685 nas últimas 24 horas.

"Vamos ter meses muito, muito difíceis pela frente", alertou Merkel no domingo à tarde, numa conferência interna com os chefes do grupo parlamentar conservador dos estados federais, segundo o jornal Bild.

A chanceler também admitiu estar preocupada com o encontro de dia 30 entre as autoridades regionais e disse não ter "um pressentimento muito bom".

"Isto não pode continuar assim", considerou, referindo que os contágios deverão continuar a aumentar fortemente e que, pelo menos até fevereiro, será necessário renunciar a eventos de grandes dimensões, mesmo em espaços exteriores.

A chanceler considerou ainda que grande parte da responsabilidade pelo aumento das infeções foi "das viagens de férias".

O jornal sublinha que Merkel não se referiu, em nenhum momento, a uma segunda paralisação da vida pública, mas deixou clara a sua convicção de que o vírus não pode ser controlado "por meios simples".

No sábado, Merkel apelou novamente à população para reduzir os contactos, dada a sua repercussão no aumento de infeções por coronavírus, e repetiu a mensagem transmitida num vídeo divulgado na semana passada, porque cada uma das palavras pronunciadas no podcast "continua a ter a mesma validade", defendeu.

"A minha convicção fundamental não mudou, acho que só se tornou mais urgente: não somos impotentes contra o vírus, o nosso comportamento decide como e com que rapidez é que se espalha. E o que todos temos de fazer agora é reduzir os contactos. Encontrarmo-nos com muito menos pessoas", disse.

Também o ministro da Saúde alemão, Jens Spahn, pediu, no domingo, à população que colabore para conter a pandemia, numa mensagem de vídeo gravada na sua casa, onde está de quarentena, após ter feito um teste que lhe indicou, na quarta-feira, estar infetado pelo coronavírus.

"Por favor, continuem a ajudar, não deem ouvidos a quem banaliza [a situação]. Isto é grave. Sabemos o que este vírus pode causar, precisamente em pessoas com doenças prévias e em idosos", defendeu.

A Alemanha registou 8.685 novos infetados nas últimas 24 horas - após os 11.176 casos contabilizados no domingo e um novo máximo de 14.714 no sábado -, o que é atribuído ao facto de nem todos os estados federais comunicarem os seus dados nos fins de semana.

O número de novas infeções divulgado esta segunda-feira representa o dobro dos 4.325 novos casos registados na segunda-feira da semana passada.

Segundo dados atualizados à meia-noite pelo Instituto Robert Koch, entidade responsável na Alemanha pelo controlo e prevenção de doenças, o total de infetados desde o anúncio do primeiro contágio no país, no final de janeiro, é de 437.866, incluindo 10.056 mortos, o que representa mais 24 vítimas mortais num só dia.

Cerca de 326.100 pessoas superaram a doença.

A incidência de contágios de Covid-19 no país é atualmente de 80,9 casos por cada 100.000 habitantes em sete dias.
https://www.tsf.pt/mundo/merkel-avisa-q ... m=12963396


Governo alemão prevê 20 mil infeções diárias até final da semana: https://www.tsf.pt/mundo/governo-alemao ... m=12967967

https://www.tsf.pt/mundo/mais-contagios ... 69128.html
 
Mensagens: 1378
Registado: 29/4/2010 22:36

Re: CoronaVirus, panico justificado...?

por LISBOA_CASINO » 27/10/2020 22:42

E uma vergonha continuar a falar-se de colapso do SNS. !


PRIVADO + SNS é a capacidade de resposta do País !


É uma vergonha voltarmos ao adiamento de consultas e cirurgias


Quem não cria capacidade no Público tem de pagar ao Privado !


Após 7 meses de " Banha da Cobra " , voltamos ao mesmo !

Corte de capacidade de resposta a doentes não COVID !


VERGONHA !


( E só mais um achismo, pois tal como na primeira não se passou na segunda não se está a passar ! )
 
Mensagens: 1448
Registado: 23/11/2011 21:02
Localização: 16

Re: CoronaVirus, panico justificado...?

por Ulisses Pereira » 27/10/2020 23:16

Se fosse apenas em Portugal...

A Imprensa Francesa está a noticiar que amanhã às 19h00, o Governo vai anunciar novo confinamento geral, com excepção das escolas... Hoje morreram 523 pessoas e o sistema de saúde começa a rebentar pelas costuras.
"Acreditar é possuir antes de ter..."

Ulisses Pereira

Clickar para ver o disclaimer completo
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 30644
Registado: 29/10/2002 4:04
Localização: Aveiro

Re: CoronaVirus, panico justificado...?

por MarcoAntonio » 28/10/2020 0:15

Está a acontecer numa boa parte da Europa e inclui também alguns países que "escaparam" à primeira onda: republica checa, polonia, ucrania, romenia, hungria, etc. A principal diferença, quer nos planos nacionais, quer no espaço europeu em geral, é que o virus agora estará mais disperso e a onda está a aparecer mais sincronizada em todo o lado (com a chegada do outono/inverno). Algo diferente neste aspecto desta vez, uma vez que na primeira onda tivemos focos mais localizados (e nem todos na mesma altura).
Bons Negócios,
Marco Antonio
Caldeirão de Bolsa

FLOP - Fundamental Laws Of Profit


1. Mais vale perder um ganho que ganhar uma perda, a menos que se cumpra a Segunda Lei.
2. A expectativa de ganho deve superar a expectativa de perda, onde a expectativa mede a
....amplitude média do ganho/perda contra a respectiva probabilidade.
3. A Primeira Lei não é mesmo necessária mas com Três Leis isto fica definitivamente mais giro.
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 34381
Registado: 4/11/2002 22:16
Localização: Vilar do Paraíso

Re: CoronaVirus, panico justificado...?

por pepe7 » 28/10/2020 0:31

LISBOA_CASINO Escreveu:E uma vergonha continuar a falar-se de colapso do SNS. !


PRIVADO + SNS é a capacidade de resposta do País !


É uma vergonha voltarmos ao adiamento de consultas e cirurgias


Quem não cria capacidade no Público tem de pagar ao Privado !


Após 7 meses de " Banha da Cobra " , voltamos ao mesmo !

Corte de capacidade de resposta a doentes não COVID !


VERGONHA !


( E só mais um achismo, pois tal como na primeira não se passou na segunda não se está a passar ! )


Vergonha é decorridos 7 meses ainda não se ter a noção da realidade...isso sim.

Olha, "coloca" a população a fazer a vida sem qualquer medida de restrição e protecção, como no pré-covid em Portugal e a nível Mundial, nomeadamente nos Países em estado mais critico ...e irias quiçá perceber melhor a dimensão do problema...
Nem é bom imaginar...

Enfermeiros do Norte denunciam "situação insustentável" em Penafiel


A Ordem dos Enfermeiros Norte denunciou hoje a "situação insustentável" do Hospital Padre Américo, em Penafiel, apontando que às 22:00 de segunda-feira a área respiratória do serviço de urgência tinha 115 doentes, 29 dos quais casos confirmados covid-19.

"Isto para quatro enfermeiros. O conselho de administração tenta gerir, conseguiu um reforço de enfermeiros a meio da noite, mas não é humanamente possível (...). A tutela tem de tomar uma decisão importantíssima e olhar para este hospital, o mais preocupante a norte, de forma incisiva", disse à Lusa o presidente da secção regional do Norte da Ordem dos Enfermeiros.

João Paulo Carvalho disse ter conhecimento de que "às 22:00 de ontem [segunda-feira] a área respiratória da urgência tinha 115 doentes", sendo que "31 tinham sido triados por enfermeiros e tinham seis horas de espera para observação médica".

"Somavam-se 55 doentes à espera de exames complementares e 29 casos Covid-19 a partilhar o mesmo espaço. Hoje às 08:00 eram 60 os doentes na mesma área e às 16:00 eram 101, 35 dos quais internados na urgência", acrescentou.

Às informações que disse terem-lhe sido transmitidas por "colegas exaustos e no limite", João Paulo Carvalho juntou críticas e apelos.

"É impossível prestar cuidados nestas condições. Ontem [segunda-feira] conseguiram mais três enfermeiros para reforçar a equipa. Quando a tutela oferecer contratos de quatro meses, os chamados 'contratos covid', as dificuldades em contratar enfermeiros são muitas", disse o presidente da secção regional do Norte.

Com unidades em Penafiel e em Amarante, em causa está um hospital do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS) que presta apoio a cerca de 520 mil pessoas de uma região que inclui Paços de Ferreira, Lousada e Felgueiras, concelhos onde o Conselho de Ministros decretou dever de permanência no domicílio.

João Paulo Carvalho acrescentou saber que 13 enfermeiros deste centro hospitalar estão infetados com o novo coronavírus e que no Hospital Padre Américo estão internados 164 internados Covid-19, num total de capacidade instalada de 454 camas.

"Alguma coisa tem de ser feira. A tutela, de forma pomposa e mediática, colocou lá na semana passada um hospital de campanha. Pergunto aos meus colegas e dizem-me que só serve para fazer colheitas e que não existem recursos humanos. Não é uma resposta eficaz", referiu João Paulo Carvalho.

O presidente da secção regional do Norte da Ordem dos Enfermeiros, que defende uma cerca sanitária a concelhos daquela região, alertou que "dos seis concelhos com mais novos casos Covid-19 nas últimas duas semanas, cinco são do Vale do Sousa", referindo-se a Paços de Ferreira, Lousada, Paredes, Felgueiras e Penafiel.

"São todos da mesma área, todos de uma área onde foi construído um hospital pensado para 350 mil pessoas, mas a apoiar mais 200 mil. De que forma é que os doentes não covid estão a ser tratados? Estamos muito focados e a esgotar recursos na covid, mas há outras situações muito complexas. Quando o lençol é curto, não dá para tapar a cabeça e os pés", sublinhou.

O responsável também defende que os doentes da área do CHTS "comecem a ser desviados" para outras unidades hospitalares e que os setores privado e social "sejam envolvidos no processo".

"Isto tem de ser feito urgentemente. Neste momento as pessoas não aguentam mais. Risco é grande e, numa situação destas, os procedimentos não podem ser aligeirados como já começam a ser", concluiu.

A agência Lusa solicitou informações ao CHTS, mas até ao momento sem sucesso.

Na sexta-feira, o presidente do CHTS, Carlos Alberto Silva, garantiu que "não está em rutura", revelando que contratou 130 profissionais devido à "pressão" da pandemia da Covid-19.

"O CHTS está debaixo de uma pressão muito grande, devido à grande incidência de infeções Covid-19 na região. Mas é um hospital do Serviço Nacional de Saúde pelo que, naturalmente, recorre à rede. Não está em rutura", garantiu à agência Lusa o presidente do conselho de administração, Carlos Alberto Silva.

Também na sexta-feira a ministra da Saúde disse que há concelhos na região norte que "merecem maior preocupação" e estão a ser avaliados "muito concretamente" pelas autoridades de saúde.

E, no mesmo dia, em declarações à Lusa, o secretário de Estado Eduardo Pinheiro, que é também responsável pela coordenação da situação de calamidade na região Norte do país, disse à Lusa que, no caso do Tâmega e Vale do Sousa, a capacidade do hospital seria reforçada "já nestes dias".

A pandemia de Covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 2.371 em Portugal.

https://www.noticiasaominuto.com/pais/1 ... m-penafiel[/b]


E os profissionais de saúde que estão na linha da frente e não só, a trabalhar há muito tempo com regime de horas extraordinários...
O numero de profissionais (médicos, enfermeiros, linha SNS24,, etc), atualmente é superior ao pré-covid!Contando os que estão infectados e não estão serviço infelizmente, pois todos nesta altura são poucos e fazem muita falta para nos trata, quer por covid ou não covid.

E pela Europa fora...
Médicos com Covid-19 chamados a trabalhar na Bélgica para evitar colapso do serviço de saúde
"Os hospitais já estão a transferir pacientes e cancelar cirurgias não urgentes, mas estão todos no limite, prestes a ultrapassar a barreira dos 1.000 pacientes de Covid-19 nos cuidados intensivos."... : https://www.tsf.pt/mundo/medicos-com-co ... m=12967719
 
Mensagens: 1378
Registado: 29/4/2010 22:36

Re: CoronaVirus, panico justificado...?

por mais_um » 28/10/2020 0:45

Marco Martins Escreveu:
A história é algo que nos deveria sempre ensinar algo!
Temos outros exemplos de pandemias, e o que aconteceu antes não é diferente do que se passa agora... o tempo muda, mas as pessoas não mudam!
Na primeira vaga existe medo e apreensão das pessoas, o que de certa forma as protege... mas a partir de certa altura, as pessoas iniciam a sua vida normal (por necessidade) e mesmo com alguns cuidados, o medo vai desaparecendo um pouco...
Até que a certa altura, surge uma nova vaga... mas as pessoas, continuam com a sua vida tendo em conta o medo despropositado que tiveram na primeira vaga e que não resultou em nada!!!
Como o vírus é muito rápido, a segunda vaga espalha-se muito mais rapidamente do que na primeira vaga porque o medo não existe de forma tão acentuada e quando as pessoas vêm os números a aumentar, uma faixa grande da população já está afectada!

As manifestações são apenas um resultado da diminuição do medo...


É um raciocino com o qual concordo parcialmente, enquanto as pessoas não virem novamente imagens do colapso dos hospitais não vão voltar a manter-se resguardadas.
Além disso já se sabe mais sobre a doença e como tal as faixas etárias mais novas não estão tão preocupadas e por isso não têm os mesmos cuidados.

Para mim há duas grandes diferenças desta 2ª vaga para a primeira, h´a mais equipamento e a generalidade da população está menos preocupada. No meu dia a dia tenho ouvido pessoas de estratos sociais diversos terem o mesmo tipo de discurso, todos vamos apanhar a doença , é uma questão de tempo.

Sobre a capacidade de resposta dos SNS por esse mundo fora, não há milagres, material e equipamento é fácil adquirir, contratar mão de obra especializada (médicos) é muito difícil, para já ´é uma profissão com uma taxa de desemprego de 0% e com limitações na capacidade de formação, considerando a capacidade das nossas universidades, diria que temos cerca de 2000 médicos por ano, dividindo pelas diversas especialidades não sobram muitos para médicos especializados em UCI.

´É só fazer contas para perceber isso e não são difíceis, a única forma realista de evitar o colapso do SNS é nos comportamentos, conseguimos fazê-lo na 1ª vaga, não vamos conseguir fazer na 2ª vaga.
"Só duas coisas são infinitas, o universo e a estupidez humana. Mas no que respeita ao universo ainda não tenho a certeza" Einstein
“Com os actuais meios de acesso à informação, a ignorância não é uma fatalidade, mas uma escolha pessoal" Eu
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7226
Registado: 14/11/2008 0:48
Localização: Lisboa

Re: CoronaVirus, panico justificado...?

por BearManBull » 28/10/2020 1:37

MarcoAntonio Escreveu:Algo diferente neste aspecto desta vez, uma vez que na primeira onda tivemos focos mais localizados (e nem todos na mesma altura).


Essa era um dos pontos que queria comentar a taxa de contagio agora é potencialmente mais elevada o que pode desencadear um gráfico como o que postei.

Desta vez as populações não vão aceitar confinamentos de braços cruzados... Na primeira onda prometeram aplanar a curva, falharam rendondamente. Vamos andar a confinar atè Junho, mais de 6 meses? :oh: Entretanto na Ásia vai-se fazendo uma vida relativamente normal. Tiveram meses para dotar os SNSs Europeus de recursos agora andam a correr atrás do prejuízo. A gastarem recursos com apps, sinceramente...

Esse comentário da Merkel relativo às férias é muito infeliz. Vai ela pagar as contas de toda a indústria que permitiu a Europa crescer alguma coisa na última década? Acho que a grande maioria da população tem noção que o vírus é perigoso, mas não podemos fechar-nos todos em casa à espera que passe, Imaginam o que é passar-mos a ter a insegurança do Brasil? É o que nos espera...
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 4003
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: CoronaVirus, panico justificado...?

por MarcoAntonio » 28/10/2020 1:49

BearManBull Escreveu:Na primeira onda prometeram aplanar a curva, falharam rendondamente.


Como é que concluis que falharam redondamente?

Há países/locais onde foram tomadas muito tarde infelizmente (norte de Itália, Espanha, Bélgica, etc). Mas mesmo assim, nesses locais, após a tomada das medidas, as curvas da epidemia são quebradas bastante rapidamente (espaço de cerca de duas/três semanas) e em muitos outros locais nunca chegaram a ser pronunciadas (há países que conseguiram simplesmente passar ao lado da pandemia na altura, presumivelmente tomaram as medidas tão cedo que praticamente anularam a primeira onda).

O momento em que se tomam as medidas é determinante (claro que agora a posteriori é fácil dizer que as medidas, em Itália, deviam ter sido tomadas em Fevereiro e não em Março, por exemplo). Mesmo assim, não se pode dizer que não teve um impacto positivo a nível nacional (dou de barato que na Lombardia, por exemplo, já era tão tão tarde que não fez nada, mas estamos a falar de casos muito localizados e de algo que só se tornou evidente a posteriori, isto é, que a pandemia já lá estava a correr desenfreada fazia semanas).


O aplanar da curva de que se falava era sempre por comparação a deixar correr a pandemia à solta (vide modelos epidemiologicos).
Bons Negócios,
Marco Antonio
Caldeirão de Bolsa

FLOP - Fundamental Laws Of Profit


1. Mais vale perder um ganho que ganhar uma perda, a menos que se cumpra a Segunda Lei.
2. A expectativa de ganho deve superar a expectativa de perda, onde a expectativa mede a
....amplitude média do ganho/perda contra a respectiva probabilidade.
3. A Primeira Lei não é mesmo necessária mas com Três Leis isto fica definitivamente mais giro.
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 34381
Registado: 4/11/2002 22:16
Localização: Vilar do Paraíso

AnteriorPróximo

Quem está ligado:
Utilizadores a ver este Fórum: BearManBull, Bing [Bot], freitax, Google [Bot], MADxMAX, pattern, vinas1976 e 34 visitantes