Outros sites Cofina
Caldeirão da Bolsa

FOREX - 2019 - 4º trimestre

Espaço dedicado a todo o tipo de troca de impressões sobre os mercados financeiros de uma forma genérica e a todo o tipo de informação útil que possa condicionar o desempenho dos mesmos

Moderadores: Pata-Hari, Ulisses Pereira, MarcoAntonio

Re: FOREX - 2019 - 4º trimestre

por djovarius » 3/12/2019 12:41

Boas,

Estava difícil. Alguém aí teve problemas de "login" ultimamente ??

Mas também não se perdeu muito. É mais do mesmo. Cada vez que o mercado parece tomar um rumo, lá vem uma "onda" contrária. Tem sido este o "geist" dos últimos meses. Estávamos a pensar na força do USD, mais uma vez não se confirma.

Os mercados estavam muito eufóricos ontem, cedo com os futuros acionistas em alta e uma fuga veloz à renda fixa.
Mas como neste mercado a euforia é um furor breve, voltam as dúvidas.

É mesmo bipolar. :twisted:

Abraço, boa semana

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7310
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: FOREX - 2019 - 4º trimestre

por djovarius » 6/12/2019 17:56

Boas, caros amigos....

Há tanto tópico bom a que eu gostaria de responder agora, mas o tempo (falta dele) não ajuda. A boa notícia é que a partir da próxima semana haverá mais "vagar" para participar. 8-)

Assim, fico-me pelo meu próprio, por agora. :|

E hoje tivemos um "cheirinho" do que costumavam ser as "sextas-feiras do (des)emprego nos EUA", informação que mexia mesmo com o mercado, algumas vezes até levava a mudanças que se estendiam por várias sessões.
Hoje, com uma taxa de desemprego de apenas 3,5% (ao contrário do Canadá onde o desemprego subiu), os EUA provam que a Trumpnomics está a resultar. Até o sentimento de Michigan está a subir, o que é um bom indicador para o futuro próximo. Além disso, o défice comercial está já a ser reduzido através da substituição de importações.
Assim, foi interessante ver o EUR/USD recuar de 1.11 a 1.1050 - vai ser uma semana neutra, pelos vistos - mostrando que nem ursos nem touros conseguem nenhum tipo de hegemonia.
Já o USD/JPY não mexe muito - aqui temos o JPY a ganhar algo na semana, mas sem grande tendência definida, mais uma vez.

Queria destacar o Cable que vai subindo, com a história de um Brexit ordenado a vir ao de cima. Assim, poderemos assistir a um assalto aos máximos do ano.
As criptomoedas acalmaram após semanas de turbulência...

Também há a destacar máximos acionistas em Nova York e em São Paulo. A Europa ainda corre atrás. Apesar disso, começa a ser evidente o fiasco de quem comprou renda fixa a níveis recentes, sobretudo na Europa com juros super negativos.
Como se sentirão aqueles que compraram França a dez anos com juros negativos? Voltarão as cotações a tais patamares?? Para não falar dos títulos do sul da europa... é algo que mostra como a extrema liquidez leva a riscos pouco ponderados.

Não esquecer ainda do petróleo. Agora que os EUA já são exportadores líquidos do produto, a OPEP não teve alternativa que não fosse cortar a produção. O preço está em alta. Será que vamos voltar a ver os preços de Setembro ? Tudo indica que sim !!

Abraço, excelente fds a todos

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7310
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: FOREX - 2019 - 4º trimestre

por djovarius » 10/12/2019 13:59

Boas,

Numa semana que começa marcada por alguma instabilidade, quero falar de algo que passou ao lado de muitos.
Se os mercados de risco deram muito nas últimas décadas, isso deve-se ao trabalho do agora desaparecido Paul Volcker, após mais de noventa de uma longa vida.
O presidente da FED entre 1979 e 1987 ficou famoso por finalmente conter uma inflação alta (como ele) e persistente.
O Presidente Carter nomeou Volcker numa época conhecida pela estgnaflação, seja inflação persistente e estagnação do crescimento.
Ao contrário de hoje, em que a inflação não existe (temos por vezes breves miragens de inflação), nesses tempos, as grandes economias confrontaram-se com uma inflação induzida pelos choques do petróleo, sendo normal aumentos anuais de preços da ordem dos 10, 15 ou mesmo 20% - nalguns países mais e até fenómenos de hiperinflação.
Volcker acabou com isso tudo. Teve coragem de subir fortemente os juros de curto prazo, como a Reserva Federal pode fazer, sem medo de provocar quedas no PIB no curto prazo, em troco de derrubar a inflação, secando também a liquidez.
Essa situação "queimou" a reeleição de Carter e até os primeiros tempos de Reagan, mas resultou. Nunca mais tivemos aqueles níveis de inflação, o USD subiu via alta de juros, criaram-se condições de longo prazo para o crescimento.

Graças a isto, as Bolsas começaram um enorme bull market, tal como a renda fixa. O mercado cambial deu dinheiro aos investidores, era só apostar no rei dólar.

O que marca o reinado de Paul Volcker foi ter a coragem de dizer a todos: o que fiz não foi bom nem mau, mas sim o que era necessário fazer.

RIP Volcker, obrigado por tudo.

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7310
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: FOREX - 2019 - 4º trimestre

por djovarius » 12/12/2019 16:12

Bom,

Já foi o tempo em que a reunião dos maiores Bancos Centrais movia mercados.
Agora é mais fácil seguir os tweets do Presidente dos EUA. :lol:
Mais um recorde histórico nas bolsas norte-americanas, com fortes ganhos, após a sinalização de um acordo comercial Sino-Americano.
Na verdade, a China tinha dado sinais de que algo estaria para acontecer. Tudo indica que a 1ª de 3 fases de um Acordo estará concluída nas próximas horas ou dias.
Isto beneficia a tomada de risco, em geral, derrubando o JPY.
Se se confirmar, é possível que tenhamos um pequeno "bear" market do JPY, embora o EUR/USD não deva ser deveras afetado.
Este par conseguiu viajar dos 1.10xx até 1.1150 (Lagarde traz confiança ao EUR !?), mas já recua um pouco.
Se for a 1.12 podemos começar a pensar em voos mais altos. Vamos a ver.
O mercado espera a retomada de maior crescimento global caso os EUA e a China atinjam patamares de estabilidade.

Abraço

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7310
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: FOREX - 2019 - 4º trimestre

por Ulisses Pereira » 12/12/2019 16:14

Já foi o tempo em que a reunião dos maiores Bancos Centrais movia mercados.
Agora é mais fácil seguir os tweets do Presidente dos EUA.


Sinais dos tempos :)

Abraço,
Ulisses
"Acreditar é possuir antes de ter..."

Ulisses Pereira

Clickar para ver o disclaimer completo
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 30505
Registado: 29/10/2002 4:04
Localização: Aveiro

Re: FOREX - 2019 - 4º trimestre

por djovarius » 13/12/2019 0:15

Olá,

Obrigado Ulisses,

E além disso temos outro sinal histórico: o Cable está a subir loucamente esta noite. Aquilo que a Sky News chamou o 2º referendo do Brexit, originou não só esta subida da Libra, como pode pôr um ponto final a algo que estava a perturbar os negócios na Europa.
Acaba por ser uma vitória de Boris diretamente e de Trump indiretamente. Se o Brexir se consumar agora, temos aqui uma pequena revolução.
Para a esquerda internacional/radical é uma derrota impressionante, como não se via desde os anos trinta do século passado.
Isso leva-nos a uma pequena história: na Grécia antiga era comum um individuo ser condenado ao ostracismo. Um famoso cidadão chamado Aristides foi votado ao ostracismo, provavelmente sem razões para isso. Porém, o povo foi chamado a votar e condenou-o mesmo ao ostracismo, sendo que o próprio Aristides, em nome da Democracia, ajudou cidadãos a votarem contra ele. Os ditos disseram que não sabiam porque ele deveria ser condenado, mas votariam contra ele simplesmente porque já não podiam ouvir falar do assunto.

Há gente que não entende que a história se repete !!

Abraço

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7310
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: FOREX - 2019 - 4º trimestre

por BearManBull » 13/12/2019 0:18

A mim nunca me enganou :P a Lagarde acho que é muito menos dada a políticas expansionistas do que era o Draghi.

Será que vamos ter uma Europa a passar o desempenho dos USA em 2020? Com o Brexit resolvido e com os estimulos do green deal pode trazer um excelente ano para o mercado. Técnicamente o Euro volta a dar sinais de força e parece que o Bear market acabou.
Anexos
EURU13_12_SD Daily.png
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3824
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: FOREX - 2019 - 4º trimestre

por ricardmag » 13/12/2019 0:27

Esta subida da libra indica-nos o quê? Hard brexit pouco provável?

gdpeur.png
"Quando a música acaba, apagam-se as luzes." The Door's
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 4944
Registado: 3/4/2014 15:17

Re: FOREX - 2019 - 4º trimestre

por JohnyRobaz » 13/12/2019 1:59

ricardmag Escreveu:Esta subida da libra indica-nos o quê? Hard brexit pouco provável?

gdpeur.png


Creio que estas eleições foram uma espécie de confirmação do referendo, de que a vontade da maioria dos britânicos é mesmo sair da UE, e isso pode dar sinais à Europa para facilitar a saída, tipo, não há já a desculpa que o Brexit foi um erro que convém evitar, porque afinal parece que não foi erro nenhum, o UK quer mesmo sair e nada há a fazer melhor do que facilitar essa saída. Parece-me que pode ser esse o raciocínio por trás deste disparo da libra. :-k
“E assim como sonho, raciocino se quero, porque isso é apenas uma outra espécie de sonho.”, Fernando Pessoa
“Nothing good ever comes of love. What comes of love is always something better” , Roberto Bolaño
"A ciência e o poder do homem coincidem, uma vez que, sendo a causa ignorada, frustra-se o efeito. Pois a natureza não se vence, senão quando se lhe obedece." Francis Bacon
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 4481
Registado: 20/8/2014 16:50

Re: FOREX - 2019 - 4º trimestre

por Thoth » 13/12/2019 12:01

Parece-me que não é o UK que quer sair mas sim a Inglaterra.

Quanto à subida da libra, por norma os mercados não gostam de incertezas e com esta vitória esmagadora dos conservadores essas incertezas penso que ficam dissipadas. Por outro lado, com o brexit eles deixam de ficar sujeitos ás regras de Bruxelas que só por isso especula-se que pode atrair muito investimento estrangeiro, principalmente russo, chinês e do médio oriente.

Cumprimentos e bons negócios
“O que está em cima é como o que está em baixo, e o que está em baixo é como o que está em cima”
 
Mensagens: 1925
Registado: 29/9/2016 16:38
Localização: Antigo Egito

Re: FOREX - 2019 - 4º trimestre

por Ativo » 13/12/2019 12:48

ricardmag Escreveu:Esta subida da libra indica-nos o quê? Hard brexit pouco provável?

O atual Governo conservador já havia chegado a acordo com a União Europeia quanto ao Brexit.
Com a vitória eleitoral esmagadora dos conservadores é evidente que não vai haver "hard Brexit", a não ser que Boris Johnson rasgasse o acordo antes alcançado e, de certo modo, sufragado pelos eleitores.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3672
Registado: 24/1/2014 17:24

Re: FOREX - 2019 - 4º trimestre

por djovarius » 13/12/2019 13:21

Boas,

Sim, o Brexit sem acordo não vai ocorrer. Os Ingleses poderão ter ainda um pé na Europa e mãos livres para negociar com o resto do mundo, algo que eles sempre quiseram.
Quanto à questão da Irlanda, inevitavelmente o Ulster terá um dia que escolher entre o Reino e a República do Sul :roll:
Não há hipótese de fuga, essa escolha vai ocorrer na próxima década.

Quanto à Escócia, a ilusão de uma independência à medida de uma adesão à UE é pura retórica. Bruxelas não quer mais países independentes na Europa (eis um ponto das instituições pouco democráticas da UE), sendo que a aceitação de uma Escócia logo após uma independência rápida poderia despoletar outras coisas, desde logo a Catalunha. Com que moral iriam os poderes europeus recusar direitos aos Catalães, inclusive o direito à autodeterminação, logo após aceitar uma outra nação neo-independente ???
Então, a Escócia terá de pensar muito bem: o que deverá ocorrer será um alargamento da autonomia Escocesa, já de si bastante grande, o que deverá acalmar as coisas.
Além da euforia da renda variável e da fuga ao JPY e renda fixa, há a assinalar a alta das "commodities". Isso mostra que o mercado começa a acreditar seriamente que não haverá recessão em lado nenhum dos G-20.

Isso bate certo com os últimos movimentos, inclusive a força que o EUR começa a mostrar, a qual não sendo muito significativa, é mais do que o que se assistiu nos últimos meses.

Até já

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7310
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: FOREX - 2019 - 4º trimestre

por djovarius » 13/12/2019 17:36

E pronto...

depois de tantas emoções e euforias, haja um pouco de acalmia. :roll:

Os mercados para se manterem bons não podem alimentar bolhas. Ainda bem que a renda fixa começou a perder terreno e ainda bem que já não vemos Nasdaqs a pularem 10% num só dia devido à notícia A ou B.
Assim, apesar de tudo, temos a assinalar uma semana de ganhos modestos (é melhor assim) nas Bolsas.
O mais significativo foi ver o JPY a perder 1% face ao EUR (bom sinal para as economias).
Mais uma semana de perdas para a maioria das criptomoedas - o modelo ainda está longe de convencer e parece tudo menos um mercado saudável.

As "commodities" estão em alta, não tanto por alguma queda do USD, mais pelas perspetivas mais animadoras das grandes economias.
Este ano segue muito sui generis, mas está a acabar. Muitos investimentos convencionais deram azo a lucros. Isso não pode deixar de ser assinalado.
Quanto ao "rally" de Natal... é complicado falar-se disso, porque teríamos que dizer que o Natal é quando os mercados quiserem 8-)

Abraço, bom fds - vem aí chuva. Essa é a maior amiga do ambiente, pelo menos cá entre nós !!

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7310
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: FOREX - 2019 - 4º trimestre

por Ativo » 13/12/2019 18:26

djovarius Escreveu:
(...)
Abraço, bom fds - vem aí chuva. Essa é a maior amiga do ambiente, pelo menos cá entre nós !!

dj

É bem verdade: é bom que chova!
Chuva no Algarve, parece, só a partir de domingo.
Boas chuvadas, aí no Algarve! :lol:
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3672
Registado: 24/1/2014 17:24

Re: FOREX - 2019 - 4º trimestre

por BearManBull » 15/12/2019 23:55

djovarius Escreveu:Quanto à Escócia, a ilusão de uma independência à medida de uma adesão à UE é pura retórica. Bruxelas não quer mais países independentes na Europa (eis um ponto das instituições pouco democráticas da UE), sendo que a aceitação de uma Escócia logo após uma independência rápida poderia despoletar outras coisas, desde logo a Catalunha. Com que moral iriam os poderes europeus recusar direitos aos Catalães, inclusive o direito à autodeterminação, logo após aceitar uma outra nação neo-independente ???


Excelente ponto Djovarius. Como na Catalunha o que os políticos querem é mais poder e budget. Se já o Brexit é extremamente complexo qualquer processo de independência seria ainda pior e no final possivelmente acabaria revertido, principalmente pelo mau estar económico que podia causar.
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3824
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: FOREX - 2019 - 4º trimestre

por Bar38 » 16/12/2019 1:27

lfhm83 Escreveu:
djovarius Escreveu:Quanto à Escócia, a ilusão de uma independência à medida de uma adesão à UE é pura retórica. Bruxelas não quer mais países independentes na Europa (eis um ponto das instituições pouco democráticas da UE), sendo que a aceitação de uma Escócia logo após uma independência rápida poderia despoletar outras coisas, desde logo a Catalunha. Com que moral iriam os poderes europeus recusar direitos aos Catalães, inclusive o direito à autodeterminação, logo após aceitar uma outra nação neo-independente ???


Excelente ponto Djovarius. Como na Catalunha o que os políticos querem é mais poder e budget. Se já o Brexit é extremamente complexo qualquer processo de independência seria ainda pior e no final possivelmente acabaria revertido, principalmente pelo mau estar económico que podia causar.


A meu ver são duas situações bem diferentes em quanto a Escócia quer a independência para continuar dentro CEE (e aceito que seja também um pretexto politico), não percebo qual seria o mau estar que causaria após e caso aconteça a independência da Escócia ter pretensão de pertencer CEE. Já a Catalunha quer a independência de um pais de dentro da CEE e monetária.
 
Mensagens: 896
Registado: 20/6/2011 21:37
Localização: 16

Re: FOREX - 2019 - 4º trimestre

por Ativo » 16/12/2019 10:45

Falta saber se a Escócia quererá mesmo a independência. Nas últimas eleições para o parlamento do Reino Unido, na Escócia, o partido nacionalista escocês, dos 59 lugares de deputado em disputa obteve 48, é verdade, mas teve apenas 45 % dos votos na Escócia. No referendo realizado há poucos anos na Escócia, relativamente à permanência da Escócia no seio do Reino Unido, cerca de 55 % dos eleitores votaram na altura pela permanência da Escócia no Reino Unido.

Na realidade, não se viu até agora uma vontade maioritária do povo escocês em tornar a Escócia independente.
Na Catalunha a vontade independentista também não é maioritária no seio da população.

Quando um povo se quer tornar realmente independente ele torna-se independente, mas para isso a vontade popular tem que ter outra expressão numérica!
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3672
Registado: 24/1/2014 17:24

Re: FOREX - 2019 - 4º trimestre

por Bar38 » 16/12/2019 11:17

ativo Escreveu:Falta saber se a Escócia quererá mesmo a independência. Nas últimas eleições para o parlamento do Reino Unido, na Escócia, o partido nacionalista escocês, é verdade, dos 59 lugares de deputado em disputa obteve 48, mas teve apenas 45 % dos votos na Escócia. No referendo realizado há poucos anos na Escócia relativamente à permanência da Escócia no seio do Reino Unido, cerca de 55 % dos eleitores votaram na altura pela permanência da Escócia no Reino Unido.

Na realidade, não se viu até agora uma vontade maioritária do povo escocês em tornar a Escócia independente.
Na Catalunha a vontade independentista também não é maioritária no seio da população.

Quando um povo se quer tornar realmente independente ele torna-se independente, mas para isso a vontade popular tem que ter outra expressão numérica!


Se te lembras foi exactamente a o fantasma de ter que sair da UE ( na altura ainda ninguém acreditava na saida UK ) que fez com que a permanecia no Reino Unido ganha-se.
 
Mensagens: 896
Registado: 20/6/2011 21:37
Localização: 16

Re: FOREX - 2019 - 4º trimestre

por Ativo » 16/12/2019 11:46

Bar38 Escreveu:
ativo Escreveu:Falta saber se a Escócia quererá mesmo a independência. Nas últimas eleições para o parlamento do Reino Unido, na Escócia, o partido nacionalista escocês, é verdade, dos 59 lugares de deputado em disputa obteve 48, mas teve apenas 45 % dos votos na Escócia. No referendo realizado há poucos anos na Escócia relativamente à permanência da Escócia no seio do Reino Unido, cerca de 55 % dos eleitores votaram na altura pela permanência da Escócia no Reino Unido.

Na realidade, não se viu até agora uma vontade maioritária do povo escocês em tornar a Escócia independente.
Na Catalunha a vontade independentista também não é maioritária no seio da população.

Quando um povo se quer tornar realmente independente ele torna-se independente, mas para isso a vontade popular tem que ter outra expressão numérica!


Se te lembras foi exactamente a o fantasma de ter que sair da UE ( na altura ainda ninguém acreditava na saida UK ) que fez com que a permanecia no Reino Unido ganha-se.

Não sei se será assim como dizes. Agora, o partido nacionalista escocês, que é contra o Brexit, teve apenas 45 % dos votos, na Escócia. Ora, esta percentagem de votação é a mesma da votação obtida pelos independentistas no referendo relativo à permanência, ou não, da Escócia no seio do Reino Unido, realizado há poucos anos na Escócia.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3672
Registado: 24/1/2014 17:24

Re: FOREX - 2019 - 4º trimestre

por BearManBull » 16/12/2019 12:01

Um referendo de independência é para valer durante 100 anos, na altura que votaram já se falava de Brexit, era boa que a cada 5 anos fizessem um referendo.

E mesmo, a acontecer, e ganhando o sim, quando as contas subissem ao de cima, abandonar libra fazer uma fronteira física com o resto do UK, criar exército próprio e a queda no investimento que iria provocar, provavelmente voltavam logo a atrás na decisão.

De resto é como diz o activo a maioria está contra tanto na Catalunha como na Escócia e não passa tudo de estratégias sujas de partidos de esquerda para ganhar poder.

Tal como disse no tópico do Brexit, nestes assuntos, só se manifesta quem não tem mais nada que fazer à vida, depois nas urnas logo se vê que afinal o que se vê nos media não corresponde com a realidade.
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3824
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: FOREX - 2019 - 4º trimestre

por Bar38 » 16/12/2019 12:10

ativo Escreveu:
Bar38 Escreveu:
ativo Escreveu:Falta saber se a Escócia quererá mesmo a independência. Nas últimas eleições para o parlamento do Reino Unido, na Escócia, o partido nacionalista escocês, é verdade, dos 59 lugares de deputado em disputa obteve 48, mas teve apenas 45 % dos votos na Escócia. No referendo realizado há poucos anos na Escócia relativamente à permanência da Escócia no seio do Reino Unido, cerca de 55 % dos eleitores votaram na altura pela permanência da Escócia no Reino Unido.

Na realidade, não se viu até agora uma vontade maioritária do povo escocês em tornar a Escócia independente.
Na Catalunha a vontade independentista também não é maioritária no seio da população.

Quando um povo se quer tornar realmente independente ele torna-se independente, mas para isso a vontade popular tem que ter outra expressão numérica!


Se te lembras foi exactamente a o fantasma de ter que sair da UE ( na altura ainda ninguém acreditava na saida UK ) que fez com que a permanecia no Reino Unido ganha-se.

Não sei se será assim como dizes. Agora, o partido nacionalista escocês, que é contra o Brexit, teve apenas 45 % dos votos, na Escócia. Ora, esta percentagem de votação é a mesma da votação obtida pelos independentistas no referendo relativo à permanência, ou não, da Escócia no seio do Reino Unido, realizado há poucos anos na Escócia.


Ativo, não tenho menor duvida que iram explorar ao máximo esta oportunidade única.
 
Mensagens: 896
Registado: 20/6/2011 21:37
Localização: 16

Re: FOREX - 2019 - 4º trimestre

por djovarius » 16/12/2019 17:14

Boa semana a todo o pessoal 8-)

Bem, excelente discussão sobre geo-política, algo muito determinante nesta fase dos mercados.
Para culminar, eu diria que todos deveriam ter o direito a esse tipo de referendos, neste caso para uma independência. isso deveria ser um direito real. Porém, não se pode negar que sem uma maioria clara a favor, neste caso, de uma independência política, esses atos eleitorais servem apenas para pressão (tipo, quero mais dinheiro do orçamento) ou para cortinas de fumo de movimentos mais à esquerda que querem fazer o agit-prop que os caracteriza.
O exemplo mais sério é o do Quebec. Tiveram um processo há 30 anos. Tudo leva a crer que hoje poderiam ganhar a independência. Mas subentendeu-se na época que só voltariam a falar do assunto uns 50 anos depois. Parece-me bem, é correto. Assim, a Escócia teria de esperar, mesmo com a alegação do Brexit. E insisto: a UE, após a Jugoslávia, "decidiu" não fomentar nada que causasse uma nova Balcanização.
Aliás, o erro dos espanhóis é mesmo por aí. Deveriam aceitar o referendo, acabariam por ganhar aos independentistas (53 - 47 !!??) e punham ponto final ao assunto por muitos anos, dando talvez maior espaço autonómico.
O caminho do futuro não se fará por independências formais, mas por espaços naturais de quase auto-determinação. Temos o exemplo da Suíça e, em menor escala, da Bélgica.
Aqui não sabemos o que isso é devido à tradição ibérica, centralista e até, em certa medida, deveras autoritária.

Voltando aos mercados, temos menor volatilidade, menos medo e mais otimismo, o qual contagia agora a velha Europa. Parece que o mercado já não acredita em recessão. Melhor ainda, tudo leva a crer que teremos uma retoma do crescimento.
A liquidez é abundante, os juros seguem favoráveis.

Assim, o JPY segue a ser mais vendido, o USD é comprado, mas o EUR e o GBP é que estão a ser os favoritos deste Natal.
As Bolsas estão uma maravilha, as "commodities" alinham pelo mesmo diapasão, com compras de matérias primas variadas: metais, agrícolas, energias.
Aliás, poderá ser daqui que virá a inflação que levará a uma normalização das taxas de juro, algo que é aceite desde que o crescimento do PIB volte a retomar valores condicentes com o atual otimismo.

Então, o "rally" pré-Natal começa a se estender pelo Natal, mas os mercados começam a ficar "esticados". Há que ficar alerta.

Abraço

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7310
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: FOREX - 2019 - 4º trimestre

por djovarius » 17/12/2019 17:52

Boas,

Poderia ser um dia para dormir no Fx, não fosse a forte quebra do Cable. Claro que aquele tipo de movimento especulativo não poderia ficar assim. O efeito eleições passa a ser história. A divisa inglesa deverá manter-se pressionada face aos possíveis eventos relativos à saída da UE.
Não é moeda do meu gosto para "trading". É muito fácil de se ser queimado em negócios alavancados.

De resto, o que foi dito ontem continua a valer, com exceção das...
Criptomoedas :twisted: :evil: :shock: :roll:

Estas estão a levar pancada a sério, com muitas perdas próximas a 10%. Curiosamente o BTC perde menos e ainda está acima do mínimo do semestre e com ganhos no ano (após um 2018 de estouro de bolha). Outras estão no mínimo do semestre e até com perdas já no total de 2019, o que significa perdas em absoluto.
A questão é: quem é que anda a se queimar nas cripto ????

Bom, pode ser que alguém saiba...

Abraço

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7310
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: FOREX - 2019 - 4º trimestre

por djovarius » 19/12/2019 19:51

Boas,

É mesmo "rally" de Natal :wink:
Na verdade, a liquidez deve secar na próxima semana. Para já, novos recordes nos EUA. Mesmo esticado, este touro continua a avançar com alguma força. A renda fixa começa a dar lugar a outros investimentos, como não podia deixar de ser. Esta semana tem sido bem elucidativa. Há várias "commodities" a cheirar máximos de muito tempo.

As divisas continuam com movimentos sem grande convicção. O EUR/USD ficou preso na casa de 1.11xx e o USD/JPY na de 109.xx

Temos ainda a vingança das criptomoedas! Depois de quedas fortes, recuperação. Interessante, o BTC a demonstrar que tem suporte na casa de 6500 USD. Tecnicamente, isso pode revelar-se importante para evitar quedas maiores.

É isto: mais do mesmo !!

Abraço

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7310
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: FOREX - 2019 - 4º trimestre

por djovarius » 20/12/2019 18:00

Boas,

O Caldeirão hoje está animadão !! O mercado também.
Começo a perguntar (a mim próprio) se por acaso não começamos a ver um extremar de ganância. Ainda não uma bolha, mas ganância a mais...
Isso vamos ver já em 2020, lá para Janeiro, porque agora a liquidez vai secar, o ano está praticamente feito.
Uma coisa não se pode negar. Cada vez que tentam que o EUR suba, há sempre uma inversão, sobretudo face ao USD.
Estaremos a assistir a uma corrida do capital para ativos em dólar? Afinal, quer a renda fixa, quer a variável estão a render mais na zona do dólar. Assim, é complicado o EUR ter força para grandes voos. Basta ver o diferencial de juros (quase todos os prazos) entre Euro zona e EUA.
O EUR/USD parecia fechar "neutro" a semana, está a cair com uma força inusitada para o que se tem visto este ano.
EUR/GBP também perde, após a aprovação parlamentar do Brexit, como seria de esperar.
E, claro novos recordes dos mercados norte-americanos, até do mercado brasileiro.
Na Europa, a força não é definitivamente a mesma. Pelo que ficou dito acima, vê-se porquê...

Abraço, bom fds a todos

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7310
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

AnteriorPróximo

Quem está ligado:
Utilizadores a ver este Fórum: Bar38, Ferry57, Google [Bot], LISBOA_CASINO, macau5m, mikeeeee, pattern, remoc1, Spiff69, vinas1976 e 72 visitantes