Outros sites Cofina
Caldeirão da Bolsa

FOREX - 2019 - 4º trimestre

Espaço dedicado a todo o tipo de troca de impressões sobre os mercados financeiros de uma forma genérica e a todo o tipo de informação útil que possa condicionar o desempenho dos mesmos

Moderadores: Pata-Hari, Ulisses Pereira, MarcoAntonio

Re: FOREX - 2019 - 2º trimestre

por djovarius » 27/5/2019 16:30

Boa semana a todos,

Tudo está meio morto com o feriado nos EUA, mas temos aqui um espantoso "rally" no mercado de Obrigações.
Portugal abaixo de 1%, Dinamarca já a negativo, e a Alemanha à porta de -0.15%. Títulos a dez anos.
Isto está a virar uma bolha, sendo as suas consequências ainda pouco previsíveis.... estará o mercado a prever instabilidade política pan-europeia?

Sem os EUA, calma na maioria dos mercados, mas o EUR está sem força, como seria de esperar. O mercado refugia-se mesmo é na chamanda renda fixa.

Vamos lá ver o que isto dá.

Abraço

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7297
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: FOREX - 2019 - 2º trimestre

por BearManBull » 27/5/2019 23:47

djovarius Escreveu:Isto está a virar uma bolha, sendo as suas consequências ainda pouco previsíveis....


Como tudo é que bolha vai-se deixando andar e assobiando para o ar.

Tal como a do subprime vai ser preciso algum evento ingniter (um novo Lehman brothers).
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3788
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: FOREX - 2019 - 2º trimestre

por djovarius » 29/5/2019 17:04

Boas,

Antes de mais convido a ler o que escrevi hoje no tópico do PSI-20....

Já leu? Muito bem, tenho de insistir que isto é impressionante. Que o mercado esteja a fugir para a renda fixa, é normal, mas que esteja a fazê-lo desta maneira, é impressionante.
Há pouco tempo, 20% da dívida com grau de investimento estava com "yields" negativas. Agora há quem fale que chegaremos a 35% em breve. O mundo está à beira da catástrofe?
Ou será produto do excesso de liquidez?
Eu ainda acho que se trata mesmo de abundante liquidez. Os investimentos fogem do risco em troca de proteção... a troco de nada !!!

Acredito que haja um "mix" de investimentos nos títulos da zona EUR, misturando-se Alemanha com França, Espanha, Portugal, só para dar um exemplo. Depois da Alemanha e da Dinamarca, a Holanda está prestes a entrar em negativo a dez anos.

A consequência imediata é a fraqueza do EUR. Creio que o suportte no EUR/USD há-de ceder. É uma questão de tempo. E o JPY vai ganhando terreno, como é óbvio. Atenção aos 108.80 no USD/JPY, se lá formos.

As matérias primas vão entrar em agitação. O petróleo está a agitar pela negativa, mas isso pode ser sempre dúbio. O ouro e a prata estão a ser comprados, mas a força não é grande !!

Com isto tudo, o mercado acionista volta às quedas. A Europa está mais fraca... e não se pode esperar muito mais nesta fase. São dias de desconsolo. O mercado sente que a Europa não dá pra começar contra os blocos geo-políticos formados pela América, Rússia e China.

Abraço

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7297
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: FOREX - 2019 - 2º trimestre

por djovarius » 31/5/2019 16:40

Boas,

Que semana !! Segue com força a bolha da renda fixa. Já não é só procura de proteção, é mesmo uma mais uma bolha de liquidez:
Obrigações a dez anos da Suíça a juros negativos de -0.48%, Alemanha a -0.20% e Japão ou Dinamarca a -0.09%. Até a Holanda entrou no esquema do juro negativo.
Portugal "paga" 0.81%.... porque não pedir largas somas para para pagar títulos com juros mais elevados ?
Esta bolha pode levar a novas bolhas bancárias e até do imobiliário, algo que sucede em locais mais sensíveis ao setor do turismo, por exemplo.

Que mês de Maio!!!! As ações entraram no mês em máximos do ano e até, nalguns casos, em máximos históricos. O SPX perde mais de 5%, tal como o DAX, sendo que este índice está agora abaixo da MME 200 dias. Há perigo no ar.
O petróleo perde mais de 12% no mês, mas isso ainda não teve reflexos nas bombas de gasolina. Porque será?
Já o ouro e a prata voltam a brilhar. Mas, como proteção, o ouro é mais aconselhável.

Melhor que a renda fixa, só mesmo as criptomoedas. Apesar da correção das últimas horas, a maioria fecha o mês com ganhos entre os 40 e os 80%.
A especulação anda à solta em todo o lado, menos no mercado cambial clássico.

O USD/JPY está a fechar o mês a perder quase 3% e pode mesmo atacar os 108.00 - isto é uma consequência natural da aversão ao risco, ninguém se esquece do velho Yene em tempos agitados.
De destacar as perdas do GBP/JPY a atingirem 6% no mês - o velho Forex está de volta ???

As perdas do peso mexicano são um fenómeno político... mas há que ficar de olho no par tequilla.

O EUR/USD só deve perder 1% no mês, levando a que o EUR/JPY acumule perdas de 4%. O comportamento do EUR/USD é normal, sendo que o per está na zona de suporte. A haver mais perdas, teremos que ter novidades já na próxima semana. Mais uma vez, muita atenção.

Está calor... também nos mercados !! A todos, um excelente fds com alegria.

Abraço

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7297
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: FOREX - 2019 - 2º trimestre

por djovarius » 3/6/2019 16:12

Boas,

Novo mês, nova semana. Pergunta-se: está o mês de Maio ultrapassado?

Não parece que esteja. A bolha da renda fixa segue forte (falta a Áustria entrar em juro negativo a dez anos) e não se antevê uma reviravolta ainda.
Hoje até temos mercados mais calmos. Penso que só com alguma conclusão no comércio internacional é que poderemos ter um alívio. Liquidez não falta, falta um motivo.

Para já, o EUR/USD fugiu do suporte e o USD/JPY continua em modo de aversão ao risco. As matérias primas voltam a recuperar, mas o petróleo ainda não mostrou força.
Estamos, pois, a retrair dos últimos movimentos, mas sem motivos para pensar que há mudanças de fundo.

Vamos ver o que este mês (decisivo) ainda vai dar. O tempo está quente como os mercados.

Abraço

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7297
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: FOREX - 2019 - 2º trimestre

por BearManBull » 4/6/2019 9:29

djovarius Escreveu:Para já, o EUR/USD fugiu do suporte e o USD/JPY continua em modo de aversão ao risco. As matérias primas voltam a recuperar, mas o petróleo ainda não mostrou força.
Estamos, pois, a retrair dos últimos movimentos, mas sem motivos para pensar que há mudanças de fundo.

Vamos ver o que este mês (decisivo) ainda vai dar. O tempo está quente como os mercados.


Pois é, o nervosismo é tal que se começam a ver os primeiros sinais de uma intervenção da FED

De um ponto de vista técnico os índices americanos activaram um H&S tal como o CAC, curiosamente o DAX não o vê tão mal, excepto que quebrou o suporte do 11850 (se tem um H&S è muito disforme com um ombro esquerdo muito mal desenhado). Ficaria bear caso veja um mínimo face a Dezembro do ano passado, à muitos sinais de crise iminente e ao mesmo tempo não há nenhum trigger visível. Como em todas as crises sempre surgem de algo completamente inesperado pelo mainstream.

O PSI quebrou ontem os 5050 mas ainda è cedo para falar em Bear, sempre tive a perspectiva de que viria tocar zonas abaixo dos 5050, o que me faria ficar bear era se voltar ao 5050 e retrair novamente a um lower low, nesse caso podemos dizer ao Ulisses para ir passando a ferro o fato de urso,

Quanto ao par eur/usd novo ressalto no suporte, se fechar a semana com uma vela verde sem sombra acho que temos um possível início de bull para o euro.
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3788
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: FOREX - 2019 - 2º trimestre

por djovarius » 4/6/2019 16:48

Boas,

A descida de juros nos EUA pode parecer absurda, mas se pensarmos num arrefecimento económico, nos juros de mercado e de falta de sinais de inflação... pode fazer sentido. Em suma, o há muita liquidez e mais haverá....

Basta lembrar que o Japão tem um Banco Central (BOJ) que detém quase toda a dívida pública do país para não falar de muitas ações do Nikkei. Passam-se dias sem se transacionar um só papel nipónico de renda fixa, dos tais com juro real negativo. Os investidores locais viram-se assim para os mercados internacionais, o que leva à ampliação da procura. E então temos mais e mais e mais "yields" negativas. Na Europa tivemos o mesmo efeito, sendo que o BCE poderá voltar às compras, quem sabe. Nessa altura, mesmo a FED, teríamos rios e rios de liquidez.

Em teoria, poderá ser bom para a renda variável. Mas a teoria nem sempre é o que parece.

Bom, hoje temos esse alívio, mas é cedo para se dizer que vamos voltar ao normal dos últimos anos.

Seja como for, temos uma pequena recuperação do USD. Mas as coisas ainda rolam a favor do JPY.

Abraço

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7297
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: FOREX - 2019 - 2º trimestre

por djovarius » 5/6/2019 16:44

Boas,

Numa época em que se volta a falar de "dual currency" a propósito da Itália, fica a sensação de que quem quiser juros baratos deve manter-se na zona EUR. A explicação é simples. O mercado compra agora aquilo que o BCE comprará um dia destes, mais caro ainda.

Isto leva-me a crer que um dia quase toda a zona EUR terá juros negativos a prazos em torno de 7 a 10 anos.
Hoje é mais um dia em que se vê o inacreditável a acontecer. Portugal a 10 anos está apenas 5 pontos base acima da Espanha, 90 pontos da Alemanha. E ainda dizem que nada de novo ocorre nos mercados.

Atenção ao ouro: ele anda a querer desafiar máximos do ano. O inverso parece suceder no petróleo.
J´a as criptomoedas estão a ter uma má semana !!!!
Se a renda fixa continua uma loucura, a variável acaba por sofrer, mas as últimas horas têm sido boas até para o mercado acionista.

Que tempos !! O EUR/USD andou a recuperar até 1.13 mas já recua com força. O facto é que este par parece viver numa camisa de forças !!!
O USD/JPY também acalmou.


Vamos andando! Continua a aposta.... quem será o próximo com juros negativos a 10 anos ??? :evil: :twisted:

Abraço

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7297
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: FOREX - 2019 - 2º trimestre

por djovarius » 7/6/2019 16:36

Boas,

Que bolharrão este !!!! Este é o dia em que o título helvético a 30 anos vai a negativo ao mesmo tempo que o título germânico a 15 anos, também ele, entra nesse estranho território. A dez anos, espera-se a entrada nessa "liga das nações" dos papéis soberanos de Áustria, Finlândia, Suécia e França. Em Portugal espera a ida a negativo nos títulos a 6 anos.
A verdade é que as Economias não param de dar sinais de arrefecimento. O crescimento será anémico. Os Bancos Centrais vão atacar, ora mantendo os juros baixos, ora comprando ativos. Isso deverá ocorrer num futuro mais ou menos próximo. Até a máquina criar empregos (EUA) está a ficar cansada, após anos de imenso sucesso.

Isso leva a que haja liquidez para tudo o que mexe. Esta semana vimos grandes compras tanto de obrigações (como temos visto) como de ações com o SPX a recuperar perto de 5%. Uma semana perfeita para vários tipos de investidores. Até o pessoal do ouro e da prata estão contentes. Até quando?
Depois de fortes quedas, o petróleo também recupera.

Apesar disto tudo, algo mudou. O que foi ?
O facto do USD ter perdido, na semana, muito pouco face ao JPY, o que indica estabilização do "medo" e o facto de ter perdido 2% face ao EUR.
Agora, sim. O EUR/USD parece querer embarcar numa nova tendência. É que a descida dos juros dos EUA, a concretizar-se, pode levar o EUR para cima, tal como ocorreu em várias ocasiões no passado.
De modo que as coisas parecem, finalmente, sair de uma certa letargia.

É com esta ideia que finalizamos por aqui. A todos, um excelente fds. Abraço

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7297
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: FOREX - 2019 - 2º trimestre

por BearManBull » 7/6/2019 23:47

A FED entrou a pés juntos para evitar o golo da derrota, se o árbitro não marcou penalti foi porque não quis.

No meu senso comum dos conhecimentos que tenho de economia, tudo isto representa um total aversão ao risco por parte da sociedade ocidental. Só se baixa o preço quando a se quer aumentar a procura e parece que ninguém quer meter os pés pelas mãos, já nem os governos socialistas... O dinheiro barato que ninguém quer, tanto que a inflação não se mexe e ao mesmo tempo a mim parece-me que está tudo tão caro como nunca antes esteve. :-k
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3788
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: FOREX - 2019 - 2º trimestre

por BearManBull » 10/6/2019 22:37

g.a. com o par a demonstrar alguma força para os touros, mas sem ter a tendència primária ainda demarcada, para tal deveria passar os 1,1442.
Anexos
10_06_EURUSD Daily.png
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3788
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: FOREX - 2019 - 2º trimestre

por djovarius » 11/6/2019 16:08

Boa semana a todos,

Tivemos, além do nosso feriado, paragem também na Alemanha, situação que secou um pouco a liquidez...

Mas o que não se pode negar é a acalmia, que levou o SPX a voar quase 200 pontos desde o mínimo do mês. Não se pense ainda assim que estou eufórico. Há muito urso a reforçar curtos à medida que estas subidas ocorrem. Basta olhar para as velas do gráfico diário.

Seja como for, houve acalmia, secando ainda as compras de renda fixa, as quais estavam a entrar em território de bolha. O mercado começa a pensar melhor se não será necessário verificar se e quando os Bancos Centrais vão voltar a subir a parada. Estava tudo a antecipar a jogada. Quando todos fazem o mesmo, o mercado costuma ser impiedoso.
Também os "materiais" começam a retrair. Isto já se viu no petróleo, vai-se vendo noutros ativos, à medida que o USD recupera.
Uma palavra para as cripto, as quais tiveram Abril e Maio super hiper fabulosos com valorizações de 100% no período, à media que a bolha renascia. Mas agora em Junho assistimos a importantes retrações. São ativos muito voláteis e perigosos para o investidor comum.

O mercado cambial clássico passou, nos últimos anos, a ser um mercado mais maduro e menos "estranho". Ainda assim, temos o EUR/USD a resistir bem aos ataques á zona de suporte em 1.11xx, zona de onde aparecem touros a levar o par sempre acima de 1.12 e mesmo 1.13 - ainda teremos de esperar por mais ataques ao suporte ?

A grande novidade destes dias é o regresso da força compradora do USD/JPY. Ainda assim, quem está curto desde a zona de 111.xx, tem tudo na mão, embora seja de desconfiar, pois este par parou de cair logo abaixo de 108.00 - ainda nada está definido no médio prazo.

Vamos ver o que dá o resto da semana.
Abraço

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7297
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: FOREX - 2019 - 2º trimestre

por djovarius » 12/6/2019 21:14

Boas,

Não vemos o mesmo que vimos nas últimas sessões. As altas quedas do petróleo podem significar muitas coisas, outras matérias primas dão "mixed signals".

O USD/JPY estabilizou e o EUR/USD volta a cair, provando que aqui não há mesmo tendência definida. Bem que gostaríamos que houvesse...

Os índices recuam um pouco, ou seja... lá voltam as compras da renda fixa. Esta situação tornou-se o fenómeno do ano. E as compras estão muito seletivas. É já bem claro que andam à procura de "yield" onde tal for possível.... antes que os Bancos Centrais comprem tudo, quando começarem a comprar daqui a uns 6 / 12 meses.

Abraço

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7297
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: FOREX - 2019 - 2º trimestre

por djovarius » 15/6/2019 22:08

Boas,

Após uma longa ausência, só um comentário é válido: os mercados voltaram a dar um pouco mais de confiança ao USD, mas sem alterações de fundo.
O EUR/USD perdeu quase tudo o que havia ganho, sinalizando a falta de força dos touros. Mais uma vez: com estes juros negativos, dificilmente seria diferente. Mais países da zona EUR deverão ter os juros intrigantes em prazos a dez anos.

De resto, não há muito a dizer. Certas tensões latentes vão continuar por aí....


Abraço, bom fds (resto dele)


dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7297
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: FOREX - 2019 - 2º trimestre

por djovarius » 17/6/2019 16:51

Boas,

Ora mais uma semana a começar mais positiva nos EUA do que na Europa, mas sem nada de muito especial a assinalar. A renda fixa continua a render enquanto o risco está meio cá meio lá.
Atenção às baixas do petróleo e, sobretudo, às "bull market" de certas "commodities" agrícolas. Há que bater o olho nesses ativos.

Nas moedinhas, temos as virtuais a renderem bem. A semana passada foi mais uma espantosa semana para o BTC (+20%) entre outras. Agora, há que ter cuidado.

Já nas "grandes" divisas, temos o EUR/USD ainda acima de 1.12xx, o USD/JPY entre 108.00 e 109.00 e....
o Cable (GBP/USD) outra vez perto dos mínimos do ano. Este último par deve estar a preparar alguma !!!!
Se o ambiente se degradar nas ilhas, poderemos ter ataque a 1.2450 e depois a 1.22 - vamos ficar atentos.

Abraço

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7297
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: FOREX - 2019 - 2º trimestre

por djovarius » 18/6/2019 18:38

Boas,

E de repente é a EUFORIA geral. Áustria, Finlândia e Suécia entraram juntas (ninguém ganha a aposta) no terreno dos juros negativos a dez anos. Espantosamente, a França está quase lá e.... se os Bancos Centrais permitirem Portugal terá juros negativos, no mínimo até aos 7 / 8 anos e a Espanha até aos 9. Lembram-se dos PIIGS ? Um deles era a Irlanda do Sul, perdão da troika, que estará em terreno negativo a dez anos em breve.
Juros baixos, risco máximo. As bolsas têm caminho livre para ir longe, assim como outros ativos.
Há que continuar a ver bem as "commodities"...

O USD/JPY não sobe, mas também não tem já pressão vendedora.
O EUR/USD caiu e poderá, pela enésima vez, desafiar o suporte, agora a uns 50 a 60 pips abaixo da cotação do momento.

Ah, oui, c` est la folie.... \:D/

Abraço

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7297
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: FOREX - 2019 - 2º trimestre

por Ativo » 18/6/2019 21:21

In Negócios Online, hoje:

«Fecho dos mercados: BCE, Fed e Trump fazem disparar bolsas e petróleo e afundam juros para mínimos.

As bolsas europeias fecharam com ganhos superiores a 1%. Os juros afundaram um pouco por todo o lado e o petróleo está a subir mais de 2%. As notícias sobre novos alívios nas políticas monetárias dos dois lados do Atlântico e as renovadas expectativas sobre o alívio da tensão comercial explicam os desempenhos.

Os mercados em números

PSI-20 subiu 1,22% para 5.125,30 pontos

Stoxx 600 avançou 1,67% para 384.78 pontos
S&P 500 valoriza 1,14% para 2.922,52 pontos
"Yield" a 10 anos de Portugal recua 10,8 pontos base para 0,522%
Euro recua 0,24% para 1,1191 dólares
Petróleo sobe 2,31% para 62,35 dólares por barril, em Londres

Especulação de descidas de juros e alívio na tensão comercial eleva bolsas
As bolsas europeias registaram subidas superiores a 1%, num dia recheado de boas notícias. Por um lado, o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, admitiu implementar mais estímulos à economia e descer o preço do dinheiro para a Zona Euro.

Este contexto elevou a expectativa dos investidores sobre uma possível redução de juros, o que está a animar a negociação bolsista. E isto numa altura em que a especulação sobre uma descida de juros nos EUA é cada vez maior, a um dia de terminar a reunião da Reserva Federal (Fed), onde se espera que sejam dados sinais sobre o futuro da política monetária.

Mas as "boas notícias" não se resumem aos bancos centrais. O presidente dos EUA adiantou que as equipas norte-americanas e chinesas já estão em negociações, em antecipação da reunião que irá realizar-se na próxima semana. Donald Trump revelou que teve uma "conversa muito boa ao telefone" com o seu homólogo chinês, Xi Jinping, e antecipou uma reunião "aprofundada" a ser realizada na próxima semana, durante a cimeira do G-20.

Este conjunto de questões está a animar os investidores, que estão a elevar as bolsas dos dois lados do Atlântico. O Stoxx600, índice que agrega as 600 maiores cotadas europeias, subiu mais de 1,5% e o S&P500 está a apreciar mais de 1%.

A bolsa nacional acompanhou a tendência e fechou com um ganho de 1,22%, num dia em que o BCP, a Jerónimo Martins e a Galp Energia apreciaram mais de 2%.

Juros caem na Europa. "Yield" portuguesa regista a maior descida num ano
A expectativa de descida de juros na Zona Euro, acompanhada de mais estímulos económicos e o alívio da tensão comercial estão a impulsionar as obrigações soberanas, o que significa que as taxas de juro estão a cair. E as quedas são acentuadas.

A taxa de juro implícita na dívida a 10 anos de Itália (um dos países que tem sentido menos o alívio de pressão) está a descer 19 pontos base, a de Espanha cai 13 pontos e a da Alemanha quase oito pontos. Em França a queda ronda os 10 pontos, com os juros a atingirem, pela primeira vez na história os 0%. Os juros da Alemanha e Espanha também estão em mínimos históricos.

Portugal está a conseguir sentir os mesmos efeitos, com a "yield" a 10 anos a recuar 10,8 pontos base, o que corresponde à maior queda desde 4 de junho de 2018. A taxa recua para 0,522%, o que representa um novo mínimo histórico.

Cenário de descida de juros pesa no euro

A moeda única europeia está em queda, a refletir precisamente a expectativa de descida dos juros na Zona Euro. Com a redução do preço do dinheiro, o retorno dos investimentos em euros diminui, o que torna a moeda única menos atrativa.

Petróleo dispara mais de 2%
Os preços do petróleo estão a registar fortes quedas, influenciados pelo contexto de mais estímulos económicos na Zona Euro e nos EUA, mas também pelos sinais dados pelos membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e seus aliados sobre a discussão para novos cortes de produção.

A OPEP e aliados como a Rússia estarão mais perto de acordar uma data para estenderem os cortes de produção, o que está a ajudar à subida dos preços da matéria-prima.

O barril do Brent, negociado em Londres e referência para Portugal, está a subir 2,31% para 62,35 dólares. Já o West Texas Intermediate (WTI) avança 3,76% para 53,88 dólares.

Ouro sobe à boleia de mais estímulos
A perspetiva de juros mais baixos nos EUA e na Zona Euro torna o investimento em ouro mais atrativo, uma vez que o retorno dos investimentos em moeda desce. O ouro está a subir 0,44% para 1.345,60 dólares por onça, aproximando-se de um máximo de abril de 2018.».

Mais uma vez, o BCE, a FED e ...Trump, salvaram as Bolsas!
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3672
Registado: 24/1/2014 17:24

Re: FOREX - 2019 - 2º trimestre

por djovarius » 20/6/2019 12:25

Boas,

E da euforia, salta aos olhos uma memória relativamente recente !!!

Com as obrigações europeias em máximos históricos e as ações norte-americanas a prometerem abrir hoje também em máximos históricos (vide índice SPX).
Ainda por cima, com o petróleo e outras matérias em forte alta, para não falar do ouro e da prata em euforia, isto só nos pode fazer lembrar essa dita memória.
(No caso do ouro temos de recuar a 2014 para estes valores, além de que o ouro em alta ao mesmo tempo que outros ativos, sinaliza inflação de ativos a toda a força).

É a memória do pós crise de 2001/2 - nessa altura começaram "rallies" impressionantes em todos os ativos face ao USD, algo que só morreu mesmo em 2008 da forma que sabemos.
Com toda esta perigosa experiência dos Bancos Centrais, tudo pode acabar mal, mas pode levar anos até que tal ocorra.

Nessa altura, o EUR/USD começava um impressionante bull market. Hoje, se se verificar um alívio por parte da FED, o mesmo pode ocorrer, embora com menos força já que o BOJ e o BCE não desejam baixas do USD, as quais agradam somente à equipa de Donald Trump, mas não ao resto do mundo.

Temos agora condições excecionais para mais bull markets, para altas de quase tudo face ao USD, mesmo as criptomoedas.

O trio de ouro do forex poderá ter um comportamento típico do JPY (falta de força). Ainda assim, temos, no curto prazo, hipótese de mais quedas do USD/JPY caso os suportes não aguentem as próximas sessões.
Já o EUR/USD poderá ser mais problemático. Este par ainda está num carrossel enervante, dentro de balizas muito curtas.


Enfim, é a fuga ao papel moeda, aquilo a que hoje em dia assistimos. Mais até do que ao binómio aversão / apetência pelo risco.

Abraço

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7297
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: FOREX - 2019 - 2º trimestre

por djovarius » 21/6/2019 21:13

Boas,

Mais uma semana, mais uma viagem.... o mercado parece doido... mas eu não diria tal.
Hoje, alguns ativos (finalmente acalmaram) andaram sossegados, mas coisinhas como o petróleo e ouro, entre outros não param de atrair investimentos.

Quanto às moedas, as virtuais estão a subir face ao USD desde há meses, após a implosão de que já muito falámos.
A BTC vai aos 10.000 dólares e já há quem fale no regresso aos 19.500 USD. Pode ocorrer....

O USD/JPY está a perder o pé e a romper suportes... está com viés de queda.

Será um novo "bear" do USD ou só uma ondinha ? O EUR/USD voltou a 1.13xx, mas a mim só me dá entusiasmo, ou abaixo de 1.1130 ou acima de 1.1550 !! É a vida !!

Abraço, bom fds a todo o mundo.

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7297
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: FOREX - 2019 - 2º trimestre

por djovarius » 25/6/2019 17:21

Boas,

É já a última semana do semestre e a toada continua a mesma...
Liquidez, ouro, BTC e Yene japonês em clima de juros negativos. A França também já lá está nas obrigações a dez anos.

Estaremos à beira de um triplo topo no SPX ??
O ouro caminha para valores realmente altos... novamente, sinalizando quedas do USD. O BTC triplicou desde os mínimos. Onde vimos já este filme.

O EUR/USD está com força mas sem exageros.
O USD/JPY está a levar a direção em que apostámos aqui no tópico. Pode ter margem para quedas se os juros continuarem nesta toada.
Esta inflação de ativos terá ainda perdas para andar, mas há quem aposte numa recessão a partir de 2020.
Eu não estaria ainda tão certo disso, sobretudo no que diz respeito ao "timing". Nos mercados, tempo errado no ativo certo é igual a... estar errado.

Abraço

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7297
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: FOREX - 2019 - 2º trimestre

por djovarius » 26/6/2019 16:34

Boas,

Lá em cima, pode ler-se isto !!!
"Japanificação da Europa já chegou e não será fácil escapar, diz ING"

Japanificação ?????????????? :shock: :shock: :shock: :shock: :shock: :shock: :shock: :shock: :shock:

O que é isso? A panificação da Jana ??? :twisted: :twisted: :twisted: :twisted:

A conclusão a que chegaram os ditos cujos, já aqui no Caldeirão de Bolsa tem barbas brancas. Há uma década que se sabia. Então, eles que entendam que isso está já em marcha.
Nome alternativo: Japonização da Europa ou melhor: niponização da Europa. Ok ?? :evil:

Quanto ao resto, o mercado já se fartou de comprar renda fixa. Está a investir ainda no petróleo e em algumas ações. Ao mesmo, inverteu-se o rumo do USD/JPY pelo que já temos novas zonas de referência para o curto prazo. Não consigo pôr gráficos agora, mas toda a gente sabe o que fazer...

Creio que o mercado vai esperar por novidades em várias "frentes".

Abraço

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7297
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: FOREX - 2019 - 2º trimestre

por djovarius » 28/6/2019 22:46

Boas,

A meio de outras atividades, ainda posso dar uma palavra de otimismo.

A semana foi de altos e baixos como sempre, mas fica aqui a palavra merecida para as cripto (ainda vão dar que falar mais ainda).
O nível de risco diminuiu e há muito ativo pronto a disparar....

Vem aí o verão ? Ainda não !! Há compras de ativos com muita força.


Nesse sentido, tivemos uma semana um pouco inócua.... o EUR/USD volta a não dar mais do que deu. O USD/JPY anda a anular as descidas... mas as coisas ainda podem voltar a ser o que foram nos dias anteriores. Barreiras em 106.50 e 109.00 !!

Abraço, bom fds

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7297
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: FOREX - 2019 - 3º trimestre

por djovarius » 2/7/2019 16:05

Boas,

Já estamos no 3º trimeste de um ano marcado pelo regresso dos juros negativos à medida que a perceção de maior liquidez anda no ar...
Ações e obrigações não param de subir num mercado sedento por rendibilidade, num mundo às voltas com a luta feroz que envolve os grandes blocos, situação que vai andando com altos e baixos.

A procura por moedas alternativas anda na moda. Tradicionalmente, tínhamos o ouro como garante da moeda e posteriormente como refúgio contra certos tipos de crise. Agora, são as criptomoedas e outros ativos.

Quanto ao mercado clássico, o USD ganhou nova força.
Ainda não é desta que vemos o arranque de um "rally" no EUR/USD. O mercado não acredita em certas histórias. Será que teremos QE para a eternidade? Esse é outro dos debates: a avaliar pela reação atual dos mercados, tudo a leva crer que sim....

Abraço

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7297
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: FOREX - 2019 - 3º trimestre

por BearManBull » 2/7/2019 23:56

Para já continua a lateralizar desde outubro do ano passado. Vejo mais força do Eur no médio prazo mas para já não há rumo definido, vamos ver Lagarde no comando acho que é mais conservadora que o Draghi.
Anexos
03_07_EURUSD Daily.png
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3788
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: FOREX - 2019 - 3º trimestre

por djovarius » 5/7/2019 16:34

Boas,

Pois é. A primeira semana do 2º semestre de 2019 é marcada por um "pick" de euforia geral, a que se segue agora, no fecho da mesma, uma certa travagem, expectável.
Afinal, andam a antecipar descidas de juros quando as duas maiores economias do mundo ainda crescem consideravelmente. Noutros tempos, jamais o mercado faria tal coisa.
A criação líquida de empregos nos EUA veio colocar água na fervura dos juros baixos. Trump consegue ainda sustentar uma guerra comercial sem grandes mazelas.
O mercado repensou essa questão, mas há algo que não muda. Os Bancos Centrais cederam imensa liquidez. Deixaram o génio sair da garrafa. Há coisas que não são fáceis de inverter....

Assim, a semana acaba com uma inversão das enormes quedas dos juros. Inverte, mas não anula as subidas acionistas, com o SPX e a Bovespa em novos máximos. As "commodities" voltaram às quedas, na sua maioria. Enfim, o mercado tirou lucros para a algibeira. Nem as criptomoedas escaparam a esta "tomada de mais valias" generalizada. :twisted: :twisted:

Isto acaba por ser bom para o USD. O pessoal fica a pensar se é mesmo para descer juros. Se haverá mesmo recessão !!!???

O dólar acaba por ganhar sobre quase tudo o que mexe, nalguns casos, mais de 1%. Voltou a ser Rei !! Será por muito tempo ???

Abraço, bom fds a todos


dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7297
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

AnteriorPróximo

Quem está ligado:
Utilizadores a ver este Fórum: bigest, Bing [Bot], Carrancho_, CC-5, Google Adsense [Bot], lobus3101, m-m, Manuel_13, Qualnhick, Spiff69 e 45 visitantes