Outros sites Cofina
Caldeirão da Bolsa

Dívida da República Portuguesa

Espaço dedicado a todo o tipo de troca de impressões sobre os mercados financeiros de uma forma genérica e a todo o tipo de informação útil que possa condicionar o desempenho dos mesmos

Moderadores: Pata-Hari, Ulisses Pereira, MarcoAntonio

Re: Dívida da República Portuguesa

por djovarius » 2/5/2017 12:56

Boas,

E a dívida pública (na ótica de Maastricht) soma e segue...

Atenção, Obrigações perpétuas com cupão zero, tal como era defendido no programa PADRE (political acceptable debt reestruturing in Europe) não são calote nenhum.
Trata-se apenas de perdão de juros, mas há que pagar o capital um dia. Isto só é possível com a assistência das instituições europeias porque o BCE é que ía fazer o "swap" dos títulos. É muito diferente isto do que se passa hoje? Então o BCE não "investe" em títulos que rendem perto de zero? E até a entrar em juros negativos?

Bom. A ideia de Obrigações a 60 anos com juro de 1% é má por empurrar o lixo debaixo do tapete. No entanto, pagar 1% de juros num ambiente em que o PIB nominal cresce 2 ou 3 ou 4%, tudo bem, é um bom negócio, até porque, nesse caso, o capital envolvido teria um valor "real" inferior ao atual. Acontece que, ao longo de 60 anos, muitas coisas podem acontecer.
E se o Euro desaparecer? A dívida fica em que divisa?
E se tivermos períodos de deflação? As contas podem sair furadas...

Por isso é que considero uma reestruturação assistida, algo mais "light"... 40 mil milhões convertidos em perpétuas com cupão zero, sem envolver os credores privados, dá um sinal de confiança, pode levar a melhores taxas de juro, dá condições para reduzir o défice anual para 1%/PIB ou menos, o que alavanca mais ainda a redução do ratio dívida/PIB. Mais tarde, ao regressarmos aos 60% de dívida (sem contar com as Obrig. perpétuas), poderíamos pagá-las. Como?
Gradualmente... a um ritmo compatível com o grau de crescimento e sempre de acordo com o BCE.
Eu penso que, se houver um grande acordo de Estado, em 20 anos apenas, pode este país melhorar a situação financeira.


Abraço

dj
Cuidado com o que desejas pois todo o Universo pode se conjugar para a sua realização.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 7326
Registado: 10/11/2002 19:32
Localização: Planeta Algarve

Re: Dívida da República Portuguesa

por Thoth » 4/5/2017 12:27

Está no bom caminho :clap:

div-pt.png
div-pt.png (38.25 KiB) Visualizado 7886 vezes
“O que está em cima é como o que está em baixo, e o que está em baixo é como o que está em cima”
 
Mensagens: 1925
Registado: 29/9/2016 16:38
Localização: Antigo Egito

Re: Dívida da República Portuguesa

por Thoth » 9/5/2017 16:41

Amanhã a república portuguesa irá efetuar dois leilões de divida, um a 5 e outro a 10 anos.

Código: Selecionar todos
10 maio 2017   
OT 2,2% 17OUT2022 -> PTOTESOE0013
OT 4,125% 14ABR2027 -> PTOTEUOE0019

1000 - 1250 Milhões de euros   
Liquidação a 12 maio 2017
“O que está em cima é como o que está em baixo, e o que está em baixo é como o que está em cima”
 
Mensagens: 1925
Registado: 29/9/2016 16:38
Localização: Antigo Egito

Re: Dívida da República Portuguesa

por Thoth » 10/5/2017 15:49

Juros portugueses descem para novos mínimos após leilão

http://www.jornaldenegocios.pt//mercados/obrigacoes/detalhe/juros-portugueses-descem-para-novos-minimos-apos-leilao?ref=CaldeiraoDaBolsa_Destaques Escreveu:Portugal verifica uma descida dos juros pedidos pelos investidores em praticamente todos os prazos, acompanhando a Europa e reflectindo a ida aos mercados desta manhã. A dez anos, a "yield" está em mínimos de seis meses.

A dívida portuguesa está a ganhar valor no mercado secundário, o que reflecte uma queda expressiva dos juros pedidos pelos investidores. O comportamento negativo já levou a rendibilidade no prazo a dez anos para a taxa mais baixa desde Novembro.

A taxa de juro implícita das obrigações nacionais a dez anos está a negociar em 3,397%, caindo 3,9 pontos base (0,039 pontos percentuais) em relação ao valor de fecho de ontem, segundo as taxas genéricas da Bloomberg.

Na sessão, a "yield" - que significa a taxa que os investidores aceitam para comprar dívida portuguesa - já tocou em 3,368%, a mais baixa desde 10 de Novembro, há seis meses, quando os mercados estavam a assimilar a vitória de Donald Trump nas eleições americanas, dois dias antes.

As obrigações a dez anos correspondem à taxa de referência, mas a tendência de descida dos juros ocorre em praticamente todas as maturidades. A cinco anos, a taxa está a cair 2,8 pontos base para 1,86%, enquanto a dois anos a variação é também negativa, recuando 3,2 pontos base para 0,351%.

Estas taxas são as praticadas no mercado secundário – onde há trocas dos títulos de dívida entre investidores –, horas depois de o Tesouro português ter ido ao mercado primário – em que Portugal vende a dívida directamente aos investidores.

O IGCP, a agência que gere a dívida pública portuguesa, conseguiu vender dívida a dez anos, no montante de 632 milhões de euros, com uma taxa média de 3,386%. A cinco anos, a "yield" foi de 1,828% para colocar 618 milhões.

Portugal tem a sua dívida a dez anos em mínimos de Novembro, enquanto os restantes países do euro seguem também um alívio no mercado de dívida. França, Alemanha, Itália e Espanha verificam também um desagravamento dos juros pedidos pelos investidores, reflectindo a valorização das obrigações dos respectivos países.
“O que está em cima é como o que está em baixo, e o que está em baixo é como o que está em cima”
 
Mensagens: 1925
Registado: 29/9/2016 16:38
Localização: Antigo Egito

Re: Dívida da República Portuguesa

por Thoth » 16/5/2017 10:39

Risco da dívida da república continua a descer :clap:
Vamos ver se é sustentável ...

div10-pt.png
div10-pt.png (28.35 KiB) Visualizado 7582 vezes

div-pt.png
div-pt.png (38 KiB) Visualizado 7582 vezes
“O que está em cima é como o que está em baixo, e o que está em baixo é como o que está em cima”
 
Mensagens: 1925
Registado: 29/9/2016 16:38
Localização: Antigo Egito

Re: Dívida da República Portuguesa

por ricardmag » 18/5/2017 0:11

Porquê que é que os investidores pagam para ter divida portuguesa no caso das taxas de juro negativas?
Qual o sentido disso?

Cumprimentos
"Quando a música acaba, apagam-se as luzes." The Door's
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 4944
Registado: 3/4/2014 15:17

Re: Dívida da República Portuguesa

por Thoth » 18/5/2017 9:44

Este artigo tem mais de dois anos mas explica isso.
http://observador.pt/especiais/taxas-ne ... -dinheiro/

Cumprimentos e bons negócios
“O que está em cima é como o que está em baixo, e o que está em baixo é como o que está em cima”
 
Mensagens: 1925
Registado: 29/9/2016 16:38
Localização: Antigo Egito

Re: Dívida da República Portuguesa

por Goya777 » 18/5/2017 10:10

Com o apoio do BCE a desvanecer ao longo do ano, e com a muito provável subida das Euribor, pergunto-me onde estabilizarao as taxas de Portugal. Tenho uns patacos em obrigaçoes 2030 3.875%, actualmente oom mais de 5% em ganhos, e nao sei se vender ou manter...
 
Mensagens: 959
Registado: 17/7/2014 22:33

Re: Dívida da República Portuguesa

por Thoth » 18/5/2017 10:29

Enquanto o prémio de risco continuar em queda não me preocupava muito com isso, é ir acompanhando.
Já li que a bazuca continua pelo menos até setembro deste ano.

Cumprimentos e bons negócios
“O que está em cima é como o que está em baixo, e o que está em baixo é como o que está em cima”
 
Mensagens: 1925
Registado: 29/9/2016 16:38
Localização: Antigo Egito

Re: Dívida da República Portuguesa

por ricardmag » 27/5/2017 18:56

IMG_20170527_185332_229.jpg
"Quando a música acaba, apagam-se as luzes." The Door's
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 4944
Registado: 3/4/2014 15:17

Re: Dívida da República Portuguesa

por Thoth » 30/5/2017 16:53

É bom sinal ver as compras do BCE baixarem enquanto o risco da divida também baixa.

Cumprimentos e boons negócios

div-pat.png
div-pat.png (28.72 KiB) Visualizado 7251 vezes
“O que está em cima é como o que está em baixo, e o que está em baixo é como o que está em cima”
 
Mensagens: 1925
Registado: 29/9/2016 16:38
Localização: Antigo Egito

Re: Dívida da República Portuguesa

por Thoth » 1/6/2017 11:46

Novo recorde na dívida pública. Já são mais de 247 mil milhões de euros

https://eco.pt/2017/06/01/novo-recorde-na-divida-publica-ja-sao-mais-de-247-mil-milhoes-de-euros/ Escreveu:Aumento do endividamento da República deve-se sobretudo às emissões de títulos realizadas no mês passado e que totalizaram os 3,5 mil milhões de euros.

A dívida pública de Portugal voltou a aumentar em abril para um montante recorde acima dos 247 mil milhões de euros, de acordo com os dados do Banco de Portugal.

As estatísticas da dívida pública relativas a abril indicam que o endividamento da República “situou-se em 247,4 mil milhões de euros, aumentando 3,9 mil milhões de euros relativamente ao final de março”.

Esta subida deve-se essencialmente às emissões líquidas de títulos de dívida no valor de 3,5 mil milhões de euros, explica o banco central liderado por Carlos Costa. Adicionalmente, registou-se também um aumento das responsabilidades em numerário e depósitos em 300 milhões de euros, aumentando o stock da dívida pública.
“O que está em cima é como o que está em baixo, e o que está em baixo é como o que está em cima”
 
Mensagens: 1925
Registado: 29/9/2016 16:38
Localização: Antigo Egito

Re: Dívida da República Portuguesa

por EAGLETRADER20 » 1/6/2017 12:00

Eu não percebo nada disto , sou mesmo um nabo.

Então ouço dizer que somos o melhor da europa, crescemos até dizer chega, está tudo maravilhoso.

O Primeiro Ministro diz agencias rating não percebem nada de analise de números da republica e já devia ter subido os ratings de lixo para AAA , e afinal a divida não para de aumentar.

Bem sei que a intenção é nunca pagar a divida a ninguém, e dar o calote , é depois continuar a pedir dinheiro para fazer mais divida :mrgreen: :mrgreen: mas isto faz-me confusão.

"Dívida pública sobe para 247,4 mil milhões de euros em Abril
A dívida pública nacional na óptica que conta para Bruxelas aumentou quase 4 mil milhões de euros num mês."


http://www.jornaldenegocios.pt//economi ... _Destaques
 
Mensagens: 5142
Registado: 4/3/2008 9:17
Localização: 14

Re: Dívida da República Portuguesa

por DIXIE2020 » 1/6/2017 12:19

O Risco da divida diminue? Mas se a divida aumenta em 4 mil milhões num mês(abril) o seu risco diminui, já n estou a perceber nada disto?
Então se eu devo mais dinheiro,o risco de entrar em incumprimento diminui?... essa será a logica da batata...quem n deve gostar nada da brincadeira, devem ser os credores. :oh:
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1059
Registado: 29/11/2007 10:53

Re: Dívida da República Portuguesa

por JohnyRobaz » 1/6/2017 12:32

O risco da dívida está medido pelo mercado na sua yield. Que por acaso tem diminuído bastante como o Thoth tem aqui reportado.

Fico fascinado como alguém ainda se admira por a dívida em valores absolutos continuar a subir. Se temos défice ainda, queriam o quê? Que estivesse a baixar? :oh:
“E assim como sonho, raciocino se quero, porque isso é apenas uma outra espécie de sonho.”, Fernando Pessoa
“Nothing good ever comes of love. What comes of love is always something better” , Roberto Bolaño
"A ciência e o poder do homem coincidem, uma vez que, sendo a causa ignorada, frustra-se o efeito. Pois a natureza não se vence, senão quando se lhe obedece." Francis Bacon
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 4481
Registado: 20/8/2014 16:50

Re: Dívida da República Portuguesa

por EAGLETRADER20 » 1/6/2017 12:40

JohnyRobaz Escreveu:O risco da dívida está medido pelo mercado na sua yield. Que por acaso tem diminuído bastante como o Thoth tem aqui reportado.

Fico fascinado como alguém ainda se admira por a dívida em valores absolutos continuar a subir. Se temos défice ainda, queriam o quê? Que estivesse a baixar? :oh:


Isso da divida não parar de crescer e ser tudo " PORREIRO PÁ " e maravilhoso, também já era assim no tempo do outro senhor.

E é fantástico em tempos de acalmia dos mercados que só vêm bonança e arco-íris no horizonte .

Depois aparece uma crise como é habitual em qualquer ciclo e mercado restringe o credito e aumenta o risco , e as yields disparam e vamos nós de mão estendida novamente .

E dizem depois os governantes . Nós estávamos a fazer um trabalho FANTASTICO , estávamos num percurso FABULOSO, e depois veio a crise e deu cabo de tudo.

Esquecem-se é de ser responsáveis e fazer o trabalho de casa em tempos de bonança.

E só aumentar a divida como se não houvesse amanhã ou crises no futuro.

Chama-se acautelar o nosso futuro e não ficarmos dependentes dos outros para andarmos sempre de mão estendida.

Mas enfim há quem goste destes ciclos Portugueses de BOOM e BUST e mão estendida sempre rumo ao futuro.
 
Mensagens: 5142
Registado: 4/3/2008 9:17
Localização: 14

Re: Dívida da República Portuguesa

por JohnyRobaz » 1/6/2017 12:46

EAGLETRADER20 Escreveu:
JohnyRobaz Escreveu:O risco da dívida está medido pelo mercado na sua yield. Que por acaso tem diminuído bastante como o Thoth tem aqui reportado.

Fico fascinado como alguém ainda se admira por a dívida em valores absolutos continuar a subir. Se temos défice ainda, queriam o quê? Que estivesse a baixar? :oh:


Isso da divida não parar de crescer e ser tudo " PORREIRO PÁ " e maravilhoso, também já era assim no tempo do outro senhor.

E é fantástico em tempos de acalmia dos mercados que só vêm bonança e arco-íris no horizonte .

Depois aparece uma crise como é habitual em qualquer ciclo e mercado restringe o credito e aumenta o risco , e as yields disparam e vamos nós de mão estendida novamente .

E dizem depois os governantes . Nós estávamos a fazer um trabalho FANTASTICO , estávamos num percurso FABULOSO, e depois veio a crise e deu cabo de tudo.

Esquecem-se é de ser responsáveis e fazer o trabalho de casa em tempos de bonança.

E só aumentar a divida como se não houvesse amanhã ou crises no futuro.

Chama-se acautelar o nosso futuro e não ficarmos dependentes dos outros para andarmos sempre de mão estendida.

Mas enfim há quem goste destes ciclos Portugueses de BOOM e BUST e mão estendida sempre rumo ao futuro.


Bom, nesse aspecto não está a correr mal, pois estamos de facto a reduzir o défice e a caminhar na direcção da real redução de dívida. Coisa que defendo. Defendo que caminhemos em direcção do superavit, de preferência com ajuda da reestruturação da dívida no mercado aproveitando os juros mais baixos. É isto que está a ser feito? Não sei ao certo, mas parece. No entanto, é necessário também repor o investimento público e impulsionar ainda mais a economia, pois só isso gera mais receitas fiscais, menos desemprego e consequentes gastos sociais, e consequentemente redução dos gastos e aumentos de receitas. Pensar que se chega lá destruindo a economia como fizeram antes é que não me parece tão sensato. Mas enfim. Só quis comentar como acho estranho tanta admiração com subidas da dívida em termos absolutos.
“E assim como sonho, raciocino se quero, porque isso é apenas uma outra espécie de sonho.”, Fernando Pessoa
“Nothing good ever comes of love. What comes of love is always something better” , Roberto Bolaño
"A ciência e o poder do homem coincidem, uma vez que, sendo a causa ignorada, frustra-se o efeito. Pois a natureza não se vence, senão quando se lhe obedece." Francis Bacon
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 4481
Registado: 20/8/2014 16:50

Re: Dívida da República Portuguesa

por MCB » 1/6/2017 13:58

Quer isto dizer que a maioria do dinheiro angariado pelo Estado com as emissões de bilhetes e obrigações do Tesouro, bem como em OTRV, foram canalizadas para depósitos.


Se a oposição for inteligente não pega muito por aqui, visto que daqui a uns meses quando for devolvida grande parte ao FMI (está a ser angariada divida mais barata para pagar a mais cara) e a divida descer bastante vai ser outra situação do "diabo" que nunca aparece, com o Costa a ganhar pontos e a oposição a perder pontos.
 
Mensagens: 25
Registado: 29/11/2007 10:25
Localização: porto

Re: Dívida da República Portuguesa

por umXdois » 1/6/2017 14:36

EAGLETRADER20 Escreveu: e afinal a divida não para de aumentar.


A divida aumenta em termos absolutos, mas o saldo primário é positivo.
Ou seja, os juros pagos é que fazem que neste momento haja défice de 2%.
A questão é que o Estado Português gastou ano após anos mais do que gerava e, como consequência, teve de se financiar nos "mercados" e, naturalmente, pagar juros até ao ponto de termos de pedir ajuda ao FMI.
Pelo facto do investimento na dívida Portuguesa ser ainda considerada lixo pelas agência de "rating" Portugal não se consegue financiar a taxas de juros mais baixas que a generalidade dos outros países, como por ex: a Itália que também tem um défice estrutural semelhante ao nosso e a divida está acima de lixo.

A divida aumenta porque pagamos muito de juros. Dai (bloquistas e comunistas) falarem várias vezes da reestruturação da divida pública porque caso contrário estaremos sempre sufocados pelos juros contraídos ao longo dos tempos. De notar que, como sabemos, os "mercados" reagem mal aos putativos "hair cuts". Tal qual uma cotada reage à quebra dos lucros.
Digo isto e faço também simultaneamente uma declaração de interesses para dizer que eu próprio sou financiador do Estado ao ter comprado OT no mercado secundário.
A Tx de juro que recebo com as "garantias" de ser o Estado devedor fizeram-me comprar estas obrigações porque no mercado a oferta que há considerando o risco que se tem de ter para obter maiores "yields" não me seduz para investir a fatia maior do meu capital.
Dito ainda de outra forma eu neste momento sou credor do Estado e recebo dividendos perto de 4% brutos ano. E estas OT só vencem na próxima década. Todos nós sabemos quais são as taxas de juros que os bancos pagam nos DP actualmente. A generalidade é inferior a 1% bruto ano.
Por este exemplo julgo que percebemos que o Estado paga muito pela divida que contraiu. E a divida vai continuar a aumentar apesar do saldo primário (uma espécie de EBITDA) ter diminuído no ano passado. Dificilmente teremos um défice positivo anual após pagar os juros da divida.

De facto nas condições em nos encontramos ver uma diminuição do défice estrutural é que seria motivo para admiração :shock:
A ciência do palpite certeiro está no momento em que é feito ... como diria João Pinto "prognósticos ... só no fim do jogo"
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 269
Registado: 20/11/2013 17:48

Re: Dívida da República Portuguesa

por Thoth » 1/6/2017 15:23

Premio de risco a 10 anos abaixo dos 3% :clap:

pt-div.png
pt-div.png (37.67 KiB) Visualizado 6956 vezes
“O que está em cima é como o que está em baixo, e o que está em baixo é como o que está em cima”
 
Mensagens: 1925
Registado: 29/9/2016 16:38
Localização: Antigo Egito

Re: Dívida da República Portuguesa

por Goya777 » 1/6/2017 17:00

Thoth Escreveu:Enquanto o prémio de risco continuar em queda não me preocupava muito com isso, é ir acompanhando.
Já li que a bazuca continua pelo menos até setembro deste ano.

Cumprimentos e bons negócios


Obrigado por teres acalmado as minhas ansias de fazer mais-valias há duas semanas atrás :wink:
 
Mensagens: 959
Registado: 17/7/2014 22:33

Re: Dívida da República Portuguesa

por Thoth » 1/6/2017 17:13

Lucros é deixar correr, não há nada como um trailing stop bem colocado.
Depois envio-te por mensagem privada o número da minha conta :wink: :lol:

Cumprimentos e bons negócios
“O que está em cima é como o que está em baixo, e o que está em baixo é como o que está em cima”
 
Mensagens: 1925
Registado: 29/9/2016 16:38
Localização: Antigo Egito

Re: Dívida da República Portuguesa

por umXdois » 1/6/2017 18:23

Goya777 Escreveu:Tenho uns patacos em obrigaçoes 2030 3.875%, actualmente oom mais de 5% em ganhos, e nao sei se vender ou manter...

Thoth Escreveu:Enquanto o prémio de risco continuar em queda não me preocupava muito com isso, é ir acompanhando.
Já li que a bazuca continua pelo menos até setembro deste ano.

Thoth Escreveu:Lucros é deixar correr, não há nada como um trailing stop bem colocado.
Depois envio-te por mensagem privada o número da minha conta :wink: :lol:


(Não que interesse a ninguém, mas) entrei abaixo do par e neste ritmo não sei se me controlo até à maturidade :?:
A ciência do palpite certeiro está no momento em que é feito ... como diria João Pinto "prognósticos ... só no fim do jogo"
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 269
Registado: 20/11/2013 17:48

Re: Dívida da República Portuguesa

por ricardmag » 1/6/2017 18:51

Sou da opinião de que lucros é para deixar correr desde que bem acautelados.

Penso que estão a falar destas obrigações a 15 anos.
O risco a 15 anos neste momento está a 3,389% e a de 10 anos a 3%.
Estas pagam juro anual de 3.875% ?

Cumprimentos

ot15.PNG
ot15.PNG (30.08 KiB) Visualizado 6848 vezes
"Quando a música acaba, apagam-se as luzes." The Door's
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 4944
Registado: 3/4/2014 15:17

Re: Dívida da República Portuguesa

por umXdois » 1/6/2017 19:06

Sim. TANB 3,875%.
A ciência do palpite certeiro está no momento em que é feito ... como diria João Pinto "prognósticos ... só no fim do jogo"
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 269
Registado: 20/11/2013 17:48

AnteriorPróximo

Quem está ligado:
Utilizadores a ver este Fórum: arquimedes123, bpcolaco, Diacono, lfa, ParaCima, Phil2014 e 38 visitantes