Políticas para Portugal

Espaço dedicado a todo o tipo de troca de impressões sobre os mercados financeiros de uma forma genérica e a todo o tipo de informação útil que possa condicionar o desempenho dos mesmos

Moderadores: pata-hari, Ulisses Pereira, MarcoAntonio

Re: Políticas para Portugal

por Masterchief » 25/6/2019 19:11

Com os actuais "actores" da politica nacional o nosso destino está, infelizmente, traçado.

Continuo a achar, e isto é a minha opinião, que o PS é actualmente um ninho de corruptos da pior espécie. Muitos destes "actores" que estão hoje no governo são os mesmo que estavam no governo de sócrates com os "brilhantes" resultados que se viram. Esperar que a repetição da experiência, com os mesmos actores, dê frutos diferentes é simplesmente ridículo (para não dizer outra coisa).

Daqui concluo que quem colocou Portugal nesta situação, ou seja quem votou "nisto", não pode ser muito inteligente e só vai ter aquilo que escolheu. Infelizmente o povo Português continua na sua senda socialista, talvez por motivos históricos, auto-destrutiva que só pode acabar mal.

Verdade seja dita, a oposição também não tem ajudado muito. Além de uma grande quantidade de elementos no mínimo indesejáveis cujo único objectivo passa pelo seu enriquecimento pessoal, actualmente ainda se degladiam constantemente por motivos pessoais que em nada dignificam o partido e os "actores". Sim, falo do PSD. O Rui Rio até considero ser uma pessoa inteligente e competente mas parece-me que de politica nada percebe, infelizmente.

Conclusão, não interessa as politicas que são necessárias para o pais se desenvolver porque estas nunca irão ser tomadas seja por populismo ou por incompetência desta "corja" de políticos que governam o pais. E o povo também é o grande culpado desta situação.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 136
Registado: 29/11/2007 2:53
Localização: V.N.Gaia

Re: Políticas para Portugal

por lfhm83 » 26/6/2019 0:32

Masterchief Escreveu:Verdade seja dita, a oposição também não tem ajudado muito.


A oposição tem-se revelado um beco sem saída, mais do mesmo ou pior. Para o votante tradicional bipartidário vai ao PS para não ter de se meter em surpresas e não piorar mais do que está agora, como o tuga é desconfiado não vota em partidos pequenos, pelo menos nestas eleições os novos partidos dificilmente vão ter resultados significativos, primeiro têm de ter meia dúzia de deputados para começar a ter as unhas maiores.
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 2751
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: Políticas para Portugal

por lfhm83 » 26/6/2019 0:42

grambill Escreveu:
"Well, Doctor, what have we got—a Republic or a Monarchy?"
"A Republic, if you can keep it."

https://en.wikiquote.org/wiki/Republic


A democracia semi directa é talvez o sistema que mais me entusiasma.

Outro grande problema de Portugal é a constituição, teria que ser revista para limitar mais a corrupção e os direitos deveriam estar mais vinculados aos deveres.
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 2751
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: Políticas para Portugal

por Marco Martins » 26/6/2019 9:14

lfhm83 Escreveu:
grambill Escreveu:
"Well, Doctor, what have we got—a Republic or a Monarchy?"
"A Republic, if you can keep it."

https://en.wikiquote.org/wiki/Republic


A democracia semi directa é talvez o sistema que mais me entusiasma.

Outro grande problema de Portugal é a constituição, teria que ser revista para limitar mais a corrupção e os direitos deveriam estar mais vinculados aos deveres.


Basta que as regras que já existiram sejam repostas e o sector público não se misture com o privado. Seja nos negócios, seja no sector bancário, seja nos funcionários que tem...
Isso não resolveria tudo, mas ajudaria um pouco (a meu ver)... :)
 
Mensagens: 4385
Registado: 7/4/2007 17:13
Localização: Algarve

Re: Políticas para Portugal

por grambill » 26/6/2019 9:14

.....
Editado pela última vez por grambill em 26/6/2019 9:33, num total de 1 vez.
 
Mensagens: 180
Registado: 26/10/2015 10:11

Re: Políticas para Portugal

por grambill » 26/6/2019 9:29

.....
Editado pela última vez por grambill em 26/6/2019 9:32, num total de 1 vez.
 
Mensagens: 180
Registado: 26/10/2015 10:11

Re: Políticas para Portugal

por grambill » 26/6/2019 9:31

Marco Martins Escreveu:
O antigo Presidente da República destacou, no entanto, que “houve alterações significativas”, pois “a sociedade civil era maioritariamente inculta, ignorante” e “hoje é maioritariamente culta, informada, cosmopolita”. “Começa a ter todas as condições para transformar o seu procedimento e relação com o poder político”, disse durante a sessão que se estendeu durante cerca de duas horas.


Será que a nossa sociedade é mas culta? :)
É tudo uma questão de números... hoje em dia, é muito difícil um aluno chumbar, mesmo sem saber ler nem escrever... como tal, no futuro próximo, teremos uma sociedade de engenheiros e doutores apenas de canudo :) e que vão decidir o rumo do país :)


Mas por isso num sistema republicano todos devem dar o exemplo. Num sistema aristocrático existe uma elite que supostamente é educada desde o berço, à parte da restante sociedade para não se contaminar, numa disciplina e com valores acima da ´média que a preparam para governar. No actual sistema uma pessoa de qualquer origem pode ser o próximo governante, magistrado, professor, agente da lei, militar etc...E quem foram os exemplos dessa pessoa e a educação que recebeu?
 
Mensagens: 180
Registado: 26/10/2015 10:11

Re: Políticas para Portugal

por grambill » 26/6/2019 9:39

lfhm83 Escreveu:
grambill Escreveu:
"Well, Doctor, what have we got—a Republic or a Monarchy?"
"A Republic, if you can keep it."

https://en.wikiquote.org/wiki/Republic


A democracia semi directa é talvez o sistema que mais me entusiasma.

Outro grande problema de Portugal é a constituição, teria que ser revista para limitar mais a corrupção e os direitos deveriam estar mais vinculados aos deveres.



Se conseguissem implementar o tal sistema de voto alemão já seria uma lança em África; mas mesmo com os dois maiores partidos a defenderem a reforma do sistema eleitoral isso nunca acontece. Em todo o caso parece que essa reforma afectaria sobretudo o funcionamento dos partidos e não a apatia da sociedade civil. Mas se as pessoas são capazes de se manifestar regularmente aos fins-de-semana contra touradas e meter no parlamento um partido que com um deputado apenas tem sido bastante eficaz não se percebe que o mesmo não aconteça em outras áreas.

 
Mensagens: 180
Registado: 26/10/2015 10:11

Re: Políticas para Portugal

por jccgold » 5/7/2019 2:16

Quando em Portugal só existe um partido de direita, o Iniciativa Liberal, e esse tem 0.9% dos votos es´tá tudo dito. A economia de Portugal não tem futuro, anda sustentada no turismo, é rezar para que nada afecte esse sector
 
Mensagens: 1268
Registado: 11/11/2011 3:58
Localização: 16

Re: Políticas para Portugal

por forza algarve » 5/7/2019 10:15

com a divida monstre que tem Portugal e com as regras da UE ninguem vai poder baixar impostos e potenciar os investimentos publicos contemporaneamente...qualquer governo vai ter as maos amarradas..
E o turismo??Pois...mas com os aeroportos ja' a estourar a realidade e' que ja' mais do que o patamar atual esta dificil de aumentar...
urgente começar ja a construir outro aeroporto e sei que em breve deveriam começar mas daqui a que este' operativo ja se perderao boas oportunidades :wall: :wall: :wall:
 
Mensagens: 300
Registado: 25/2/2019 17:26

Re: Políticas para Portugal

por Àlvaro » 6/7/2019 14:09

Rui Rio tem de propor como medida o abaixamento da idade de reforma para os professores como Costa fez para GNR e PSP. Com essa medida ganharia uma larga maioria de professores, a medida é justa e seria uma chapada em Sócrates que ainda manda que se farta no PS.
 
Mensagens: 3274
Registado: 31/5/2014 23:07

Re: Políticas para Portugal

por Ocioso » 9/7/2019 16:17

 
Mensagens: 1262
Registado: 14/4/2015 1:34

Re: Políticas para Portugal

por lfhm83 » 9/7/2019 16:35

Ocioso Escreveu:https://eco.sapo.pt/opiniao/rio-cede-ao-partido-do-estado/


Por vezes parece que tem um pacto com o Costa. :wall:
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 2751
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: Políticas para Portugal

por lfhm83 » 10/7/2019 11:58

o ponto fraco da legislatura de António Costa.


https://eco.sapo.pt/2019/07/09/qual-o-e ... esesperar/

Fazer um pequeno balanço real da legislatura.

Défice está controlado mas com um aumento da carga fiscal e uma deterioração muito expressiva do serviço público, apesar de ter aumentado significativamente o número de funcionários.

Divida tem descido em percentagem de PIB mas continua a subir em valor absoluto.

No comércio o défice da balança comercial explodiu. É compensada pelo consumo interno, mas deixa-nos extremamente expostos a qualquer problema maior na conjuntura.

Para mim acho que fazer pior nas condições actuais seria muito complicado, mas o socialismo é assim, os interesses do partido e dos que lá estão acima de tudo e de todos. E como dependem do voto dos pobres tem de se assegurar que mantêm uma clientela ampla.

No final o socialismo é um equilíbrio entre os ricos que pagam e os pobres que votam.
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 2751
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: Políticas para Portugal

por Flav » 10/7/2019 15:12

É um desatino repetir cassetes. Ás vezezezes espero um pouco mais de alguns foristas mas em vão.

1) Não houve aumento da carga fiscal. Quem trabalha sabe responder a isso diretamente no fim de cada mês. Houve sim aumento da receita fiscal fundamentalmente porque houve crescimento económico, mais emprego, mais IVA (em valor) sobre muitos produtos consumidos, maiores recitas do turismo (incluindo IVA e outros impostos indiretos, pagos por camones), etc.
2) Realmente a Dívida desceu em percentagem do PIB e isso de per si já é bom. Contudo, será melhor ainda se reduzir em valor absoluto e é nesse sentido que estamos a caminhar
3) O déficite da Balança Comercial não explodiu, lol. E já dizem os entendidos que se uma grande percentagem das importações for em bens de equipamento para investimento na economia, acaba pouco tempo depois por ter mais efeitos positivos nas exportações e no emprego.

Eu diria que não é preciso mentir para fazer política.
 
Mensagens: 62
Registado: 13/1/2017 13:00

Re: Políticas para Portugal

por lfhm83 » 10/7/2019 17:08

Flav Escreveu:
1) Não houve aumento da carga fiscal. Quem trabalha sabe responder a isso diretamente no fim de cada mês. Houve sim aumento da receita fiscal fundamentalmente porque houve crescimento económico, mais emprego, mais IVA (em valor) sobre muitos produtos consumidos, maiores recitas do turismo (incluindo IVA e outros impostos indiretos, pagos por camones), etc.


Se a carga fiscal medido em percentagem do PIB foi o maior de sempre em 2019, significa que existe um aumento efectivo da carga fiscal.

Quando aumentam o preço dos combustíveis, o aumento custa a todos não é só aos que andam de carro. Simplesmente é diluído no preço ao consumidor final.
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 2751
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: Políticas para Portugal

por Flav » 10/7/2019 18:01

Vou repetir uma última vez.

Se relacionares carga fiscal com o rendimento disponível de cada familia e dos portugueses em geral ( e julgo que é isso que interessa) NÃO HOUVE aumento da carga fiscal.
Para quê falar exclusivamente no aumento dos combustíveis, que nem depende completamente da política fiscal de qq governo?? Porque não falar tb na diminuição do IVA da restauração, da electricidade para muitos consumidores, etc, etc.
Nao confundir carga fiscal com receita fiscal, ajuda a ver melhor as coisas.
 
Mensagens: 62
Registado: 13/1/2017 13:00

Re: Políticas para Portugal

por m-m » 10/7/2019 18:13

Flav Escreveu:Vou repetir uma última vez.

Se relacionares carga fiscal com o rendimento disponível de cada familia e dos portugueses em geral ( e julgo que é isso que interessa) NÃO HOUVE aumento da carga fiscal.
Para quê falar exclusivamente no aumento dos combustíveis, que nem depende completamente da política fiscal de qq governo?? Porque não falar tb na diminuição do IVA da restauração, da electricidade para muitos consumidores, etc, etc.
Nao confundir carga fiscal com receita fiscal, ajuda a ver melhor as coisas.


Porque insistes na tua versão?! Será que são os outros todos que estão errados?

Transcrição de nota do INE https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=I ... 2&xlang=pt:

Resumo

Em 2018, a carga fiscal aumentou 6,5% em termos nominais, atingindo 71,4 mil milhões de euros, o que corresponde a 35,4% do PIB (34,4% no ano anterior). Excluindo os impostos recebidos pelas Instituições da União Europeia, Portugal manteve em 2018 uma carga fiscal inferior à média da União Europeia (35,2%, que compara com 39,4% para a UE28).
A receita nominal aumentou sensivelmente na mesma proporção em cada uma das três grandes componentes da carga fiscal: 6,5%,nos impostos diretos, 6,4% nos impostos indiretos e 6,6% nas contribuições sociais.
 
Mensagens: 64
Registado: 25/2/2008 17:56
Localização: 14

Re: Políticas para Portugal

por Masterchief » 11/7/2019 11:28

Flav Escreveu:Vou repetir uma última vez.

Se relacionares carga fiscal com o rendimento disponível de cada familia e dos portugueses em geral ( e julgo que é isso que interessa) NÃO HOUVE aumento da carga fiscal.
Para quê falar exclusivamente no aumento dos combustíveis, que nem depende completamente da política fiscal de qq governo?? Porque não falar tb na diminuição do IVA da restauração, da electricidade para muitos consumidores, etc, etc.
Nao confundir carga fiscal com receita fiscal, ajuda a ver melhor as coisas.


"Não há cego maior do que aquele que não quer ver."
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 136
Registado: 29/11/2007 2:53
Localização: V.N.Gaia

Re: Políticas para Portugal

por Flav » 11/7/2019 12:08

Eu diria ao Master e Chefe que concordo com ele, lol. Nem há como discordar de um Chefe, lol.
 
Mensagens: 62
Registado: 13/1/2017 13:00

Re: Políticas para Portugal

por PXYC » 11/7/2019 14:08

O conjunto dos rendimentos de qualquer economia podem ser divididos em rendimentos do trabalho (os salários) e rendimentos de capital (lucros, juros e rendas). (..) A parte dos salários no rendimento, que representa esta repartição, é no fundo a luta de classes condensada num indicador: do valor produzido, quanto permanece nas mãos dos trabalhadores e quanto remunera o capital.
(..)
A Organização Internacional do Trabalho, que cumpre este ano um século de existência disponibilizou há dias um novo conjunto de dados que ajudam a conhecer melhor a evolução destas duas componentes. (..) As conclusões para Portugal são muito ambivalentes. Por um lado, a desigualdade salarial diminuiu: enquanto em 2004 os salários dos 10% mais bem pagos eram em média 13,9 vezes superiores aos salários dos 10% mais mal remunerados, em 2017 eram 11,5 vezes maiores. Mas a repartição funcional entre trabalho e capital agravou-se de forma brutal: a parte dos salários no rendimento passou, na estimativa da OIT, de 65,8% em 2004 para 54,5% em 2017. Foi a quinta maior redução (-11%) entre mais de 180 países no período considerado. (..)

https://expresso.pt/blogues/bloguet_eco ... o-trabalho


Uma redução de 11% é obra! No fundo isto diz que quem depende apenas do trabalho, está lixado. Contrariamemte ao que se expressa nesta thread, as políticas de redistribuição têm cada vez menos alcance em Portugal.
 
Mensagens: 131
Registado: 13/10/2014 16:44

Re: Políticas para Portugal

por lfhm83 » 11/7/2019 16:02

PXYC Escreveu:Uma redução de 11% é obra! No fundo isto diz que quem depende apenas do trabalho, está lixado. Contrariamemte ao que se expressa nesta thread, as políticas de redistribuição têm cada vez menos alcance em Portugal.


Redistribuição porque? As escolas são grátis, a saúde também. 40% do orçamento são transferências sociais. Ainda há que dar mais? A redistribuição é um estímulo à pobreza. Se querem políticas de redistribuição a sério que obriguem as empresas a distribuir lucros, o resto é combustível para a corrupção.

Só para se ter a noção do absurdo que é a política neste país.
]As sugestões do Governo para tirar o Cartão de Cidadão
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 2751
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: Políticas para Portugal

por PXYC » 11/7/2019 21:30

lfhm83 Escreveu:
PXYC Escreveu:Uma redução de 11% é obra! No fundo isto diz que quem depende apenas do trabalho, está lixado. Contrariamemte ao que se expressa nesta thread, as políticas de redistribuição têm cada vez menos alcance em Portugal.


Redistribuição porque? As escolas são grátis, a saúde também. 40% do orçamento são transferências sociais. Ainda há que dar mais? A redistribuição é um estímulo à pobreza. Se querem políticas de redistribuição a sério que obriguem as empresas a distribuir lucros, o resto é combustível para a corrupção.

Só para se ter a noção do absurdo que é a política neste país.
]As sugestões do Governo para tirar o Cartão de Cidadão


este estudo prova de que a balança tem-se tornado cada vez mais e mais favorável a quem tem capital/patrimônio do que a quem apenas trabalha. eu não estou a emitir uma opinião, estou a citar os factos apresentados por este estudo.

a minha opinião escrevo-a agora:

- para quem está sempre a dizer de que Portugal é cada vez mais um paraíso socialista, a avaliar por estes resultados, é ao contrario. se és pobre, provavelmente vais continuar pobre, porque o trabalho deixa de ser um meio para deixares de ser menos pobre. mas se já és menos pobre, se conseguiste por qualquer motivo acumular participações em empresas privadas ou bens imobiliários, cada vez consegues tirar mais rendimento desse património. eu não estou a dizer que ter património é mau, pelo contrario, também consegui acumular algum património através do meu trabalho, e ainda bem para mim lol :mrgreen: . o que estou a dizer é outra coisa, é que quem começa a trabalhar hoje e nao tem nada, tem menos hipóteses de acumular patrimonio do que eu há 20 anos atrás, e esta realidade é o contrário de um paraíso socialista ok? a minha opinião é de que Portugal é cada vez menos socialista!

- se o rendimento do trabalho continuar a diminuir comparado com o rendimento do capital, tendo em conta que a maior parte da população não consegue aceder ao rendimento do capital, é óbvio que vais necessitar de novas políticas de redistribuição, porque mesmo aqueles que são mais eficientes a poupar o rendimento do seu trabalho, se esse rendimento vale menos, então cada vez mais é díficil poupar para reinvestir em capital e ser menos pobre..

(eu nao entendo como é que o sítio onde o António Costa decide renovar o cartao de cidadao tem a ver com estas ideias, mas sim, a Bela Vista é um bom lugar para ir renovar o cartao de cidadao.. e enquanto esperas podes ir na porta ao lado 'as compras ao Pingo Doce e assim ajudar a quem é accionista da Jerónimo Martins :lol: )
Editado pela última vez por PXYC em 13/7/2019 15:58, num total de 1 vez.
 
Mensagens: 131
Registado: 13/10/2014 16:44

Re: Políticas para Portugal

por lfhm83 » 11/7/2019 22:59

O socialismo não beneficia os pobres, vive dos pobres.

Como liberal o que te posso dizer é cada vez é menos liberal, tal como toda a Europa. Pensar que tivemos IVA a 17% e tudo que era serviço público funcionava melhor, apesar dos avanços tecnológicos actuais. Nunca se viu nada como neste momento em termos de burocracia os sistemas públicos estão entupidos, as leis antes mudavam a cada 20 anos, agora a cada 3 meses saem leis novas a que têm de se adaptar o batalhão da FP, por isso acho completamente pertinente um PM vir a público aconselhar a usar uma loja do cidadão em Lisboa, até porque o resto do país não importa grande coisa.

A questão de ter mais dificuldade em acumular riqueza é a minha grande crítica ao sistema. Hoje em dia para enriquecer por conta de outrem é praticamente impossível. Noutros tempos era bastante exequível para quem exercia as chamadas profissões liberais.
O que dizes parece-me correcto que o rendimento do capital é maior, muito por culpa do imobiliário. É sinal disso que cada vez mais é difícil adquirir vivenda própria, os grupos de interesse querem que se alugue é mais uma forma de ter um fluxo constante de capital transferido de quem trabalha. Mas a minha visão de capitalismo é bem diferente disto, isto é corporativismo e falta de defesa do consumidor.

O socialismo português é isso mesmo beneficia determinados grupos minoritários em função dos que mais trabalham e contribuem à economia. O que é que vais fazer, se não pagas os impostos e és uma pessoa que em tudo o resto és correcto vais para a cadeia, podes ter pagado um milhão de euros ao longo da tua vida, mesmo assim ninguém tem consideração pelas contribuições do passado, se tens um azar e perdes tudo ninguém te vai devolver a tua contribuição, nem te vai ajudar em nada.
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 2751
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: Políticas para Portugal

por Flav » 12/7/2019 17:11

Só mais duas coisas.
Primeiro não considero que existe socialismo em Portugal, da forma como algumas cabecinhas pensadoras dizem e até escrevem neste fórum e noutros sítios. O que existe está mais próximo de uma social democracia (nórdica), menos nos ordenados, etc, lol.

E isto que diz o Ifhm então é verdade, mas não apenas no Socialismo, como é lógico,lol. "O socialismo português é isso mesmo beneficia determinados grupos minoritários em função dos que mais trabalham e contribuem à economia. O que é que vais fazer, se não pagas os impostos e és uma pessoa que em tudo o resto és correcto vais para a cadeia, podes ter pagado um milhão de euros ao longo da tua vida, mesmo assim ninguém tem consideração pelas contribuições do passado, se tens um azar e perdes tudo ninguém te vai devolver a tua contribuição, nem te vai ajudar em nada." Chama-se a isso o cumprimento da lei (cega).
 
Mensagens: 62
Registado: 13/1/2017 13:00

AnteriorPróximo

Quem está ligado:
Utilizadores a ver este Fórum: Daniel@Machado, Ferry57, Francisco Miguel, Google Feedfetcher, jmmalmeida, lfhm83, LoneWolf, m-m, malakas, Mmmartins, navaldoc, pattern, RFPB, vinas1976, Xadrezinho e 54 visitantes