Outros sites Cofina
Caldeirão da Bolsa

Pharol - Topico geral

Espaço dedicado a todo o tipo de troca de impressões sobre os mercados financeiros de uma forma genérica e a todo o tipo de informação útil que possa condicionar o desempenho dos mesmos

Moderadores: Pata-Hari, Ulisses Pereira, MarcoAntonio

Re: Pharol - Topico geral

por sereno » 6/7/2015 10:02

Alguem sabe o que já fez a Oi com o cheque da Altice?

Não era suposto ser para amortizar uma boa parte da divida da Oi?
 
Mensagens: 24
Registado: 10/7/2003 13:08

Re: Pharol - Topico geral

por Joca601 » 7/7/2015 15:14

http://web3.cmvm.pt/sdi/emitentes/docs/FR56384.pdf



Roadshow de 6 julho em Madrid. Estão a tentar vender a empresa a investidores?

Retenho da informação prestada posição de caixa superior a 80 milhões de euros.

Quem vai acreditar nesta empresa? A empresa tem tudo menos um negócio...um board que vai ter um forte esquema de remuneração variável alinhado com os interesses dos investidores... interesses de que investidores? quem vai pagar essas fabulosas remunerações? esta empresa parece um caso de loucura. os 80 milhões de caixa vão voar rapidamente. enfim
 
Mensagens: 1487
Registado: 7/1/2012 13:03

Re: Pharol - Topico geral

por Blue Epsilon » 7/7/2015 15:19

Análise fundamental: Vender
Análise técnica: Vender

Tendência: Há dúvidas?

Continuo curto nesta acção. Fossem todos os trades assim...
Maior risco: Apanhar com um ressalto grande.
Segue a tendência e não te armes em herói ao tentar contrariá-la.
Podes tentar, mas o Mercado é um monstro selvagem que provavelmente te irá engolir.
 
Mensagens: 1325
Registado: 29/11/2007 2:13
Localização: Porto

Re: Pharol - Topico geral

por cavaleri » 7/7/2015 15:22

Ja o tinha escrito aqui a farol deverá tentar vender ou trocar esta posição e rapidamente, a OI nao para de rolar.
 
Mensagens: 1204
Registado: 31/12/2014 0:41

Re: Pharol - Topico geral

por Ulisses Pereira » 7/7/2015 15:25

cavaleri, a Pharol não tem vida própria. É um mero resquício dos estilhaços da PT. Estás a raciocionar como uma empresa normal, quando não o é.

Abraço,
Ulisses
"Acreditar é possuir antes de ter..."

Ulisses Pereira

Clickar para ver o disclaimer completo
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 30897
Registado: 29/10/2002 4:04
Localização: Aveiro

Re: Pharol - Topico geral

por cavaleri » 7/7/2015 15:30

Ulisses Pereira Escreveu:cavaleri, a Pharol não tem vida própria. É um mero resquício dos estilhaços da PT. Estás a raciocionar como uma empresa normal, quando não o é.

Abraço,
Ulisses


Ulisses,

na altura que escrevi isso respondeste e escreveste isso ou parecido, mantens a tua ideia eu mantenho a minha, a farol terá de livrar-se da posição da OI e entrar com esse dinheiro num fundo ou qualquer derivado do genero.
Na altura escrevi a PTSGPS tende para zero e fui fustigado, mantenho a mira no zero, com paragens para os patos claro.
 
Mensagens: 1204
Registado: 31/12/2014 0:41

Re: Pharol - Topico geral

por Artista Romeno » 7/7/2015 15:32

Joca601 Escreveu:http://web3.cmvm.pt/sdi/emitentes/docs/FR56384.pdf



Roadshow de 6 julho em Madrid. Estão a tentar vender a empresa a investidores?

Retenho da informação prestada posição de caixa superior a 80 milhões de euros.

Quem vai acreditar nesta empresa? A empresa tem tudo menos um negócio...um board que vai ter um forte esquema de remuneração variável alinhado com os interesses dos investidores... interesses de que investidores? quem vai pagar essas fabulosas remunerações? esta empresa parece um caso de loucura. os 80 milhões de caixa vão voar rapidamente. enfim


ridiculo, ir a este roadshow só quem não tenha nada mais que fazer é que há ações no brasil como bradesco por exemplo que quando a inflação abrandar são para serem compradas, agora a oi :mrgreen:
As opiniões expressas baseiam-se essencialmente em análise fundamental, e na relação entre o valor de mercado dos ativos e as suas perspectivas futuras de negocio, como tal traduzem uma interpretação pessoal da realidade,devendo como tal apenas serem consideradas como uma perspetiva meramente informativa sobre os ativos em questão, não se constituindo como sugestões firmes de investimento
 
Mensagens: 5065
Registado: 4/4/2014 18:06
Localização: Iberia

Re: Pharol - Topico geral

por Ulisses Pereira » 7/7/2015 15:33

cavaleri, sabes quem são os accionistas da Pharol? Sabes por que detêm a posição? Sabes por que a empresa foi criada?

A sério... discutir contigo é de loucos.

Abraço,
Ulisses
"Acreditar é possuir antes de ter..."

Ulisses Pereira

Clickar para ver o disclaimer completo
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 30897
Registado: 29/10/2002 4:04
Localização: Aveiro

Re: Pharol - Topico geral

por cavaleri » 7/7/2015 15:52

Ulisses Pereira Escreveu:cavaleri, sabes quem são os accionistas da Pharol? Sabes por que detêm a posição? Sabes por que a empresa foi criada?

A sério... discutir contigo é de loucos.

Abraço,
Ulisses


Ulisses,

se a farol fez o roadshow em espanha fe-lo com concentimento dos maiores acionistas, não?
 
Mensagens: 1204
Registado: 31/12/2014 0:41

Re: Pharol - Topico geral

por Ulisses Pereira » 7/7/2015 15:57

"consentimento".

Custa-me muito discutir contigo. Porque eu dou um argumento e tu ignora-lo por completo e respondes algo completamente diferente.

Por hoje, desisto. Desgastas qualquer ser humano normal.

Abraço,
Ulisses
"Acreditar é possuir antes de ter..."

Ulisses Pereira

Clickar para ver o disclaimer completo
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 30897
Registado: 29/10/2002 4:04
Localização: Aveiro

Re: Pharol - Topico geral

por Ativo » 7/7/2015 16:16

Novo mínimo histórico: 0,345 euro !!! "No coments"!!!
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3672
Registado: 24/1/2014 17:24

Re: Pharol - Topico geral

por Joca601 » 7/7/2015 17:46

A PHAROL parece um titanic... infelizmente a administração da Pharol actua de forma estranha e o mercado não perdoa... quanto poderá valer a Pharol?

Na minha opinião não existe nada nesta empresa que possa interessar a um investidor. Quem precisa de um intermediário para investir na OI, ainda por cima um intermediário que se faz pagar muito bem. Gostava de perceber a lógica desta administração quando faz um Roadshow em Madrid que na minha opinião não é mais que um tiro no pé, porque evidencia a fragilidade da empresa e a falta de horizontes... provavelmente foram todos almoçar a Madrid e foram gastar parte do dinheiro que está em caixa.... os custos com fornecedores e salários são uma barbaridade para uma empresa que não tem rendimentos.

Começo achar que os accionistas principais poderão ter como principal objectivo, interesses que não os interesses da Pharol..
 
Mensagens: 1487
Registado: 7/1/2012 13:03

Re: Pharol - Topico geral

por Joca601 » 8/7/2015 11:09

http://economico.sapo.pt/noticias/luis- ... 23072.html

Luís Palha da Silva com 100 mil acções Pharol
 
Mensagens: 1487
Registado: 7/1/2012 13:03

Re: Pharol - Topico geral

por Penaforte » 8/7/2015 11:19

Joca601 Escreveu:http://economico.sapo.pt/noticias/luis-palha-da-silva-com-100-mil-accoes-pharol_223072.html

Luís Palha da Silva com 100 mil acções Pharol


Caro Joca, sem querer ser o mau da fita, 100 mil acções da Parole representavam € 40.000 a 1 de Julho de 2015.. Não sendo uma ninharia para o comum mortal, não acho propriamente digno de notícia.
 
Mensagens: 832
Registado: 20/10/2014 14:55

Re: Pharol - Topico geral

por Joca601 » 8/7/2015 11:53

Penaf Escreveu:
Joca601 Escreveu:http://economico.sapo.pt/noticias/luis-palha-da-silva-com-100-mil-accoes-pharol_223072.html

Luís Palha da Silva com 100 mil acções Pharol


Caro Joca, sem querer ser o mau da fita, 100 mil acções da Parole representavam € 40.000 a 1 de Julho de 2015.. Não sendo uma ninharia para o comum mortal, não acho propriamente digno de notícia.


O montante não é elevado mas parece ser um sinal positivo de confiança que o Palha da Silva quer transmitir ao mercado... esperemos que não seja uma tentativa de segurar a cotação... na minha opinião a estratégia da Pharol vai ter de mudar muito para ganhar a confiança dos mercados.

A Pharol acordou com a OI que não pode ser concorrente da OI enquanto durar a participação... portanto estão limitados nas competências que uma empresa que se diz de telecomunicações...
 
Mensagens: 1487
Registado: 7/1/2012 13:03

Re: Pharol - Topico geral

por Penaforte » 8/7/2015 12:10

Joca601 Escreveu:
Penaf Escreveu:
Joca601 Escreveu:http://economico.sapo.pt/noticias/luis-palha-da-silva-com-100-mil-accoes-pharol_223072.html

Luís Palha da Silva com 100 mil acções Pharol


Caro Joca, sem querer ser o mau da fita, 100 mil acções da Parole representavam € 40.000 a 1 de Julho de 2015.. Não sendo uma ninharia para o comum mortal, não acho propriamente digno de notícia.


O montante não é elevado mas parece ser um sinal positivo de confiança que o Palha da Silva quer transmitir ao mercado... esperemos que não seja uma tentativa de segurar a cotação... na minha opinião a estratégia da Pharol vai ter de mudar muito para ganhar a confiança dos mercados.

A Pharol acordou com a OI que não pode ser concorrente da OI enquanto durar a participação... portanto estão limitados nas competências que uma empresa que se diz de telecomunicações...


Pois, em relação a isso, daqueles lados a última coisa que me hão de transmitir é confiança! Logo, não me sinto muito confortável a especular, prefiro olhar para o gráfico da OI e ver que está desde 2011 a cair, brutal.
Não estou a desaconselhar o investimento, é apenas a opinião de alguém que se queimou nesta "fusão de dois grandes operadores lusófonos", nunca se esqueçam que existem centenas de cotadas e produtos financeiros para investir.
 
Mensagens: 832
Registado: 20/10/2014 14:55

Re: Pharol - Topico geral

por J Alves » 8/7/2015 18:23

:arrow:
Anexos
PHAROL.png
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 6659
Registado: 3/3/2006 11:17
Localização: Mundo Rural

Re: Pharol - Topico geral

por sereno » 8/7/2015 19:30

Do outro lado do Oceano:

Imagem
 
Mensagens: 24
Registado: 10/7/2003 13:08

Re: Pharol - Topico geral

por Ativo » 17/7/2015 0:49

Más notícias:

«A Fitch Ratings rebaixou o rating da Oi (OIBR4) para 'BB', de 'BB+' e o rating nacional de longo prazo
da companhia e de suas emissões de debêntures para 'AA­(bra)' de 'AA(bra)'. A perspectiva é
negativa. O rebaixamento reflete, principalmente, o ambiente operacional negativo no Brasil e a fraca
posição de mercado da Oi, assim como a contínua geração negativa de fluxo de caixa livre da
companhia, que, segundo as expectativas da Fitch, não será controlada a curto e médio prazos.
"O perfil financeiro da empresa continuou deteriorando­se e já não é considerado forte dentro da
categoria de rating 'BB'. Além disso, a baixa probabilidade de uma potencial consolidação da indústria
no Brasil é negativa para a Oi. Sem isso, a Fitch não prevê melhoria substancial nos fundamentos
operacionais da Oi a médio prazo.", afirmou o relatório da agência.»
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3672
Registado: 24/1/2014 17:24

Re: Pharol - Topico geral

por Ativo » 20/7/2015 16:14

A OI (OIBR3) a fazer novo mínimo histórico!!!
Sem mais comentários!!!
Anexos
OIBR3.jpg
OIBR3.jpg (37.77 KiB) Visualizado 3917 vezes
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3672
Registado: 24/1/2014 17:24

Re: Pharol - Topico geral

por cavaleri » 20/7/2015 22:56

Esta cotada tem encontro marcado nos 25 centimos muito em breve, o ultimo mês e meio de quedas na OI terá repercusão muito rapidamente em Portugal, parece ter-se iniciado hoje a correção.
Não se diz que o 44 teria dito ao superhipermega que comprasse uma empresa de telecom em dificuldades no Brasil?
 
Mensagens: 1204
Registado: 31/12/2014 0:41

Re: Pharol - Topico geral

por Ativo » 21/7/2015 17:26

O Ministério Público está já a investigar o envolvimento político no negócio de venda à Telefónica das acções da PT na brasileira Vivo e o cruzamento de posições accionistas com a operadora brasileira Oi, no qual interveio José Dirceu, o principal rosto do caso Mensalão e agora atingido pela Operação Lava Jato. Suspeitas de benefícios financeiros, no valor de várias dezenas de milhões de euros, concedidos a governantes, accionistas e quadros de topo das operadoras podem estar na origem das averiguações.

“As investigações relacionadas com os temas abordados no email encontram-se em segredo de justiça.” Esta foi a resposta do Ministério Público a três perguntas concretas do PÚBLICO. Uma questionava se o MP "está a investigar os movimentos financeiros que envolveram gestores da PT e governantes portugueses e brasileiros, nomeadamente em 2010 durante o negócio de venda das acções da Vivo (50%) detidas pela PT à empresa espanhola Telefonica (que pagou 7500 milhões de euros) e consequente entrada da brasileira Oi na PT e da PT na Oi". Referia-se aqui que "informações recolhidas pelo PÚBLICO apontam para movimentos de verbas 'extra' que podem ter rondado 200 milhões de euros". Este foi um negócio de contornos complexos que se concretizou num tempo recorde: menos de um mês.

A segunda pergunta do PÚBLICO visava esclarecer se o MP confirmava ter recebido um pedido de colaboração das autoridades policiais brasileiras para apurar a abrangência dos contactos que se estabeleceram entre 2005 e 2011 entre os círculos próximos” do ex-Presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva e os do ex-primeiro-ministro José Sócrates. Há precisamente cinco anos, Sócrates e Lula da Silva falaram várias vezes ao telefone. As conversas decorreram entre o final de Junho e o final de Julho e destinaram-se a encontrar uma solução para ultrapassar o impasse provocado pelo veto de Sócrates à venda, à Telefónica, das acções da PT na brasileira Vivo.

A 25 de Junho de 2010 o ex-primeiro-ministro faz saber que deu orientações à Caixa Geral de Depósitos, com 8% da PT, para, na assembleia geral de 30 de Junho, votar contra o negócio. Isto desencadeia um braço-de-ferro com a gestão da PT (Zeinal Bava e Henrique Granadeiro), alinhada com Ricardo Salgado, que liderava o BES, o principal accionista da operadora com 10% do capital. Uma das raras vezes em que Salgado (o principal visado nas inquirições ao GES/BES) esteve de costas voltadas para Sócrates.

O antigo chefe de Governo justificava a sua posição com uma tese antiga: “o interesse estratégico" do Brasil, a “dimensão e escala da PT”, garantir que Portugal tinha no sector económico das TIC "uma empresa com uma dimensão internacional que permita desenvolver engenharia, projecto industrial, inovação, concentrar investimentos na área da I&D Investigação & Desenvolvimento)”. E, em consonância, na reunião de 30 de Junho jogou mesmo com a golden share ("acção de ouro", com poder de decisão) e travou a operação. Só restava ao BES, à Ongoing (10%), à Visabeira (2%) e à Telefónica (9,7%) encontrarem para a PT uma solução brasileira alternativa à Vivo. O que é desencadeado num quadro de urgência para o BES (e para a Ongoing endividada), a enfrentar um aperto financeiro na sequência da crise de 2007. E hoje sabe-se que desde 2008 que a ESI, a cabeça do GES, tinha um buraco nas contas de 1300 milhões de euros ocultado do Banco de Portugal até Novembro de 2013, cerca de nove meses antes do BES ser intervencionado.

Começou então uma corrida contra o tempo para contornar o bloqueio político, o que exigiu um trabalho grande de bastidores. A solução foi rapidamente encontrada em Brasília, que sugeriu à PT que avaliasse a Oi (mais forte no segmento fixo do que no móvel) como potencial parceira. Idealizada como um grande operador brasileiro, a Oi necessitava de consolidar uma estrutura accionista alavancada no banco estatal brasileiro Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Por outro lado, a Oi aparecia como uma resposta à exigência de Sócrates de que a PT se mantivesse com presença no Brasil.

Uma das figuras que apareceu a promover os contactos entre portugueses, brasileiros e espanhóis foi José Dirceu, que foi chefe da Casa Civil do ex-Presidente da República Lula da Silva e acabou detido em 2012, acusado de ser “o cabecilha” do caso Mensalão. Dirceu (José Dirceu Oliveira e Silva), o arquitecto da campanha que levou Lula da Silva ao Palácio do Planalto em 2003, prestava serviços a empresas, em particular às envolvidos em grandes negócios a necessitar de avales políticos, uma acção que decorria através das sociedades de advocacia e de consultoria, designadas Oliveira e Silva, JD Consultores e JC&S ainda no activo.

Em Julho de 2010, a Telefónica recorreu aos serviços do gabinete de Oliveira e Silva & Associados e foi Dirceu que abriu à operadora espanhola as portas do BNDES, a instituição pública federal que financia os mega-investimentos. Há mesmo registo de várias reuniões entre as sociedades de Dirceu e responsáveis da Telefónica.

E a 8 de Julho de 2010, vinte dias antes de a PT anunciar o acordo final com a Oi, Dirceu deslocou-se a Lisboa para estabelecer contactos ao mais alto nível. E há até declarações suas a defender “a fusão da Oi com a Brasil Telecom ou com uma empresa como a PT."

O ex-braço-direito de Lula da Silva manteve naquele período reuniões com os accionistas da Oi a enfrentar pressão na tesouraria. O que justificou o empenho de Otávio Marques Azevedo, o presidente da construtora Andrade Gutierrez, o maior accionista da operadora brasileira, em chegar a entendimento com o capital da PT. O acordo salomónico foi anunciado a 27 de Julho de 2010: a Telefónica pagava 7,5 mil milhões à PT (depois de ter começado por oferecer 6,5 mil milhões) para ficar com 50% da Vivo, e a PT usava parte do encaixe para investir 3,75 mil milhões na compra de 23% da Oi. E a Oi adquiria 10% da PT.

No contexto da falência do GES/BES, os accionistas da PT acabaram a vender a operadora à Altice. O Expresso noticiou já que um empresário, Hernâni Vaz Antunes, que trabalha habitualmente com a Altice, interpôs uma providência cautelar contra a Oi por ausência do pagamento de uma comissão de cerca de 70 milhões de euros na intermediação do negócio da venda da PT Portugal.

Nas últimas semanas vários quadros da construtora brasileira Andrade Gutierrez, como o seu presidente, Otávio Marques Azevedo, próximo de Lula da Silva, foram presos no âmbito da operação Lava Jato, um mega-inquérito que investiga actos de corrupção e desvio de dinheiro da petrolífera estatal Petrobras. O gestor, que foi administrador da PT, é acusado de fraude.

Depois do Mensalão José Dirceu é de novo atingido pela Operação Lava Jato. Ontem ficou a saber-se que as autoridades brasileiras apanharam documentos que associam pagamentos de empresas de construção à sociedade JD Consultoria, da qual Dirceu é sócio com o irmão Luiz Eduardo de Oliveira e Silva. Uma das empresas em causa é precisamente a Andrade Gutierrez.

Em Portugal o ex-ministro-chefe da Casa Civil de Lula da Silva surgiu associado ao escritório de advocacia português Lima, Serra, Fernandes & Associados, chefiado pelo grão-mestre do Grande Oriente Lusitano (GOL) [Fernando Lima] que, até ao início do corrente mês, era presidente da Galilei (ex-SLN). O PÚBLICO apurou que, entre 2007 e 2008, a LSF & Associados prestou apoio à PT, no quadro do dossier Vivo, tendo recebido mesmo uma avença da operadora nacional.

Num trabalho desenvolvido pelo PÚBLICO, em 19 de Fevereiro de 2012, Fernando Lima confirmou a ligação da sociedade de advocacia nacional a Dirceu que teria uma "longa relação de amizade" com o seu sócio João Abrantes Serra, ex-gestor da construtora Abrantina. Na altura, o advogado português considerou "provável" que os gestores da Ongoing, Nuno Vasconcellos e Rafael Mora, tivesse conhecido Dirceu através de João Abrantes Serra. A JD Consultoria, ligada ao brasileiro, prestou serviços à Ongoing no Brasil.

Também Miguel Relvas, o ex-ministro dos Assuntos Parlamentares, filiado então na mesma loja maçónica do líder da LSF & Associados, Fernando Lima, a Universalis, manteve uma relação de amizade com José Dirceu. Em 2012 Miguel Relvas confirmou ao PÚBLICO que o relacionamento datava de 2004, apesar de "já não o ver [a Dirceu] há cerca de um ano".
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3672
Registado: 24/1/2014 17:24

Re: Pharol - Topico geral

por Sacanitajose » 22/7/2015 14:47

:shock: e enão, vendemos e perdemos 80% :wall: ou " congelamos" e aguardamos, num eventual futuro, longínquo +- 1000 dias !? :idea: :-$
claro, estou, entalado com os " BES ", no BEST(filho pródigo, SAXO e Novo Banco) :mrgreen:
obrigado, se me responderem, ou não !!!
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 404
Registado: 3/5/2014 21:03
Localização: Lisboa

Re: Pharol - Topico geral

por Penaforte » 22/7/2015 14:57

Agecanonix Escreveu::shock: e enão, vendemos e perdemos 80% :wall: ou " congelamos" e aguardamos, num eventual futuro, longínquo +- 1000 dias !? :idea: :-$
claro, estou, entalado com os " BES ", no BEST(filho pródigo, SAXO e Novo Banco) :mrgreen:
obrigado, se me responderem, ou não !!!


Caro Agecanonix, ninguém lhe pode dizer o que vai acontecer..
Posso partilhar contigo o meu caso. Em Novembro tomei uma das decisões mais dolorosas mas inteligentes até à data, vendi tudo o que tinha na OI.

Custou muito assumir a perda mas é só ver o que já caiu entretanto.. Aprendi várias coisas com esse trade, principalmente a não reforçar em queda e que uma acção pode SEMPRE cair mais.
Se estou feliz por ter vendido ? Não, preferia nunca as ter comprado! mas também podia estar a perder muito mais, a aprendizagem foi importante e durmo descansado.

Boa sorte
 
Mensagens: 832
Registado: 20/10/2014 14:55

Re: Pharol - Topico geral

por tyui » 22/7/2015 23:38

Anda muita especulação nesta acção... ma a culpa é da Oi.
A OI mais cedo ou mais tarde vai ter um "desfecho"... e aí a Pharol certamente vai beneficiar pois não acredito que o seu caminho seja para o - infinito (menos infinito).
 
Mensagens: 467
Registado: 4/2/2011 7:53
Localização: 21

AnteriorPróximo