BREXIT - O Referendo britânico.

Espaço dedicado a todo o tipo de troca de impressões sobre os mercados financeiros de uma forma genérica e a todo o tipo de informação útil que possa condicionar o desempenho dos mesmos

Moderadores: pata-hari, Ulisses Pereira, MarcoAntonio

BREXIT - O Referendo britânico.

por Raposo Tavares » 10/5/2015 2:31

Afigura-se provável (apetecia-me escrever inevitável...) mais um referendo na velha Europa.
Mais uma vez coisa dos subditos de Sua Majestade.
Invejosos do sucesso do referendo dos escoceses e do cagaço magistral que este pregou aos titubeantes mercados, divertidíssimos, todos os britânicos querem fazer um. Mais um. Desconfio que os escoceses hão de querer fazer outro a seguir só para eles (os escoceses, só para se ter uma ideia do que são aqueles rapazes, bebem muitos scotchs, curtem papas de aveia à maluca e usam saias, portanto...).
A esta mania britânica, chama-se 'democracia', ou, como dizem alguns, uma 'velha e bem estabelecida democracia europeia'.

De facto, é falsa a ideia de que foram as revoluções francesa e americana que nos deram a democracia e a liberdade de expressão, que nos legaram os direitos cívicos e a separação de poderes, que nos transmitiram a ideia de parlamentarismo e de representatividade. Na Europa, os Romanos já tinham experimentado a República, os atenienses já tinham tentado uma democracia só para alguns deles (viu-se o que aconteceu quando a alargaram a toda a maralha e aos adeptos do Panatinaicos...), os Venezianos já tinham feito uma República (também só para os melhores de entre eles, como convém).
Os suiços começaram por inventar um abre latas gigante para tirar cavaleiros feudais da sela, fundaram uma república de tesos que funcionou muito bem. O entusiasmo levou-os depois à criação do canivete, cá está! suiço. Os papas gostaram mais do abre latas gigante suiço e, fartos de andarem fugidos a desoras e em cueiros à frente de condotieris bêbados e de chefes bárbaros, resolveram contratá-los (aos abre latas e aos militares que os sabiam usar). Agora, continuam a vesti-los com roupas ridículas (os suiços, coitados, têm mau gosto) e aproveitam a sua imagem para vender postais a turista filipinos e uruguaios.
Pouco depois de concretizada a contratação papal, os ingleses fizeram uma coisa que é Magna carta, um parlamento e o rudimento de uma democracia. Isto 100 anos antes de os franceses experimentarem as maravilhas operadas pelo corta charutos gigante do engenheiro Guillotin e, depois de separarem uma série de cabeças dos seus corpos convenceram-se que tinham criado uma República.

Antes que os prezados leitores comecem a perder a paciência e se convençam que me preparo para abrir uma loja de utilidades, quero esclarecer que não. Preparo-me para abrir um tópico que terá como objeto, como os mais perspicazes já se aperceberam, o referendo britânico à permanência do Reino Unido na União Europeia e, de passagem, só quis provar o que toda a gente já sabe: que a Democracia para os Britânicos é uma coisa séria e é também uma coisa muito natural.

Basicamente, com este referendo, os ingleses poderão ter o privilégio de decidir se a extrema alegria de se livrarem dos inenarráveis e incontornáveis franciús compensará as vantagens de terem acesso ao mercado comum sem carregarem o peso do €.

Conforme o link da Wiki que deixo abaixo comprova, este dilema tem dias...

http://en.wikipedia.org/wiki/Proposed_referendum_on_United_Kingdom_membership_of_the_European_Union

Agradeço desde já a vossa paciência para me aturarem e deixo o desafio de deixarem aqui o que vos ocorra sobre este assunto.
Editado pela última vez por Raposo Tavares em 21/2/2016 20:32, num total de 1 vez.
"Se um homem tiver realmente muita fé, pode dar-se ao luxo de ser céptico."
in: Citações e Pensamentos, Friedrich Nietzsche
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3525
Registado: 4/12/2013 19:13

LINKS ÚTEIS

por Raposo Tavares » 10/5/2015 2:58

Imagem

(Neste segundo post serão colocados links para artigos de referência e institucionais).

Sítios de referência:

O 'Leave' no Facebook: https://www.facebook.com/leaveeuofficial/
O 'Leave' no Twitter: https://twitter.com/LeaveEUOfficial
O 'stay' no facebook: https://www.facebook.com/StrongerInCampaign
-------------------------- https://www.facebook.com/UKtoStayEU/
-------------------------- https://www.facebook.com/KeepBritainInEurope/
-------------------------- https://www.facebook.com/events/1486383844973693/
-------------------------- https://www.facebook.com/letsstayineurope/
-------------------------- https://www.facebook.com/OneEurope/
-------------------------- https://www.facebook.com/scientistsforeu/
-------------------------- https://www.facebook.com/Britishinfluence

Sítios noticiosos:

O referendo no The Guardian: http://www.theguardian.com/politics/eu-referendum
O euro referendo no Telegraph: http://www.telegraph.co.uk/news/newstop ... eferendum/
O Referendo à Europa no Financial Times: http://www.ft.com/intl/eu-referendum
O Brexit na Reuters: http://www.reuters.com/search/news?blob=brexit
O Brexit na Bloomberg: http://www.bloomberg.com/search?query=brexit



Artigos de referência e outra informação:

O que é o Brexit: http://www.investopedia.com/terms/b/brexit.asp
O que trará o Brexit aos britânicos: http://www.spectator.co.uk/2016/01/what ... r-britain/
Artigo do telegraph sobre a rivalidade Cameron/Boris, os membros do governo pelo stay e pelo leave, um cronometro em contagem decrescente...: http://www.telegraph.co.uk/news/politic ... valry.html
Quem são os aliados dos ingleses? https://yougov.co.uk/news/2015/10/14/wh ... rd-allies/
O poder do Facebook e o referendo: https://yougov.co.uk/news/2015/11/30/br ... -facebook/
Prós e contras do Brexit e quem pode e quem não pode votar: http://www.theweek.co.uk/eu-referendum
A informação relativa ao acordo UE - RU, segundo a Comissão e o Conselho Europeu (SFT): http://ec.europa.eu/news/2016/02/20160219_en.htmhttp://www.consilium.europa.eu/en/policies/uk/2016-uk-settlement-process-timeline/
A opinião de Boris Johnson no Telegraph: http://www.telegraph.co.uk/news/newstop ... ld-we.html


Sondagens:

https://ig.ft.com/sites/brexit-polling/


Apostas:

Um sítio com o valor das apostas no Brexit em várias 'casas': http://www.oddschecker.com/politics/bri ... hip-result


Se eu fosse um súbdito de SAR como votaria neste referendo?

https://ig.ft.com/sites/how-should-i-vo ... eferendum/
Editado pela última vez por Raposo Tavares em 15/6/2016 1:32, num total de 12 vezes.
"Se um homem tiver realmente muita fé, pode dar-se ao luxo de ser céptico."
in: Citações e Pensamentos, Friedrich Nietzsche
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3525
Registado: 4/12/2013 19:13

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por atomez » 10/5/2015 4:31

Raposo Tavares Escreveu:Afigura-se provável (apetecia-me escrever inevitável...) mais um referendo na velha Europa.

É mais que provável, está no programa eleitoral do Camarão que em 2017 fará um referendo sobre a permanência na UE. Mas também, na política nunca há certezas, em política uma semana é uma eternidade, quanto mais 2 anos.

Ele irá fazer campanha pela permanência, apoiado pela élite financeira da City para manterem Londres como o mais importante centro financeiro fora da ex-colónia do outro lado do lago. Mas mesmo dentro dos conservadores há quem esteja a favor do Brexit e o povinho é sempre muito contra o que se passa do outro lado do canal. Com certeza farão como os Escoceses no recente referendo e sacar o mais possível de Bruxelas para convencerem o povo que assim até ficam bem melhor.

Mas no caso de o UK decidir sair da UE a Escócia vai querer ficar independente de vez e permanecer na UE, mas com a libra como moeda? Nessa altura teriam que aderir ao euro... complicado.

E nesse caso como ficaria a Irlanda do Norte, onde a população é de origem escocesa e tem grandes afinidades com eles? Teriam de erguer fronteiras com a República? Ainda mais complicado.

Mas daqui até lá muita água irá escorrer pelo Tamisa abaixo.
As pessoas são tão ingénuas e tão agarradas aos seus interesses imediatos que um vigarista hábil consegue sempre que um grande número delas se deixe enganar.
Niccolò Machiavelli
http://www.facebook.com/atomez
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 5852
Registado: 4/11/2002 22:48
Localização: Entre Marte e Vénus

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por FDPC » 10/5/2015 12:39

...em política uma semana é uma eternidade, quanto mais 2 anos. Tamanha incompetência com toda a infraestrutura eletiva ainda por desmontar com todos os voluntários das eleições listados e disponíveis...tamanha incompetência, é quase coisa de latinos gastar o dinheiro do erário publico dinheiro do povo, pensei que era já na segunda-feira a plebe a decidir YES or NO, numa papeletas, um X basta
e embrulhava um pacotão GRE+ BRE shit duma pazada, derretia o DAX fácil, mas a tia foi logo pedir a benção, uma no cravo outra na ferradura . https://twitter.com/KremlinRussia_E/sta ... 6729758721
Por uma Politica Solidária a Migração, abaixo os muros da intolerância
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1469
Registado: 15/9/2013 23:16
Localização: Sintra

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Raposo Tavares » 14/5/2015 23:17

"Se um homem tiver realmente muita fé, pode dar-se ao luxo de ser céptico."
in: Citações e Pensamentos, Friedrich Nietzsche
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3525
Registado: 4/12/2013 19:13

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Raposo Tavares » 27/5/2015 23:47

Imagem

http://www.bbc.com/news/uk-politics-32894214
Ora aí está definitivamente lançada outra forte vergastada na União europeia.
"Se um homem tiver realmente muita fé, pode dar-se ao luxo de ser céptico."
in: Citações e Pensamentos, Friedrich Nietzsche
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3525
Registado: 4/12/2013 19:13

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Raposo Tavares » 21/2/2016 19:10

Agora é que isto vai começar a aquecer.
A campanha está lançada desde o acordo que o Cameron conseguiu junto da Angela e do Hollande. O Junker não conta para este campeonato.
Se fosse cidadão britanico votaria pelo out. Sem espiga. Vamos ver o que dizem os britânicos, que são mesmo cidadãos britânicos...

O Guardian já tem um link para o acontecimento. Ei-lo:

http://www.theguardian.com/politics/eu-referendum

Um abraço,
Raposo Tavares
"Se um homem tiver realmente muita fé, pode dar-se ao luxo de ser céptico."
in: Citações e Pensamentos, Friedrich Nietzsche
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3525
Registado: 4/12/2013 19:13

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Raposo Tavares » 21/2/2016 19:16

Imagem
"Se um homem tiver realmente muita fé, pode dar-se ao luxo de ser céptico."
in: Citações e Pensamentos, Friedrich Nietzsche
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3525
Registado: 4/12/2013 19:13

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Raposo Tavares » 21/2/2016 19:20

Notícia do momento: apesar de fiel a Cameron, o Mayor de Londres vai fazer campanha pelo 'OUT'.

Imagem
Editado pela última vez por Raposo Tavares em 21/2/2016 19:23, num total de 1 vez.
"Se um homem tiver realmente muita fé, pode dar-se ao luxo de ser céptico."
in: Citações e Pensamentos, Friedrich Nietzsche
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3525
Registado: 4/12/2013 19:13

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por rg7803 » 21/2/2016 19:22

Caso se verifique a saída, e nem vou defender que sim/sopas pois ainda nem pensei no tema, suspeito que a Europa deva passar por um periodo complicado.
Ou não. Conforme diz o meu pai "esses tipos, tirando copos e batatada, nunca prestaram para nada; deixá-los ir que já peca por ida tardia...".
Sinceramente não sei...
“Buy high, sell higher...”.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3110
Registado: 1/5/2008 23:09
Localização: Almada.

O artigo do dia no Telegraph

por Raposo Tavares » 21/2/2016 19:36

Imagem

Mr Johnson is a little older than Mr Cameron. At school, he was a star, a scholar and a prefect, over-talented and over-confident in a place that prides itself on producing boys with unrivalled amounts of both. Mr Cameron, by contrast, was relatively ordinary - by the standards of the place, at least: no scholarship, no prefect's waistcoat.
Only one of them them talked of one day being "world King" and only one of them was seriously regarded by contemporaries as a future national leader. And it wasn't the one who is now PM.
Imagine how that plays out now. Mr Cameron beat the star of stars to the top prize - yet Mr Johnson has never seemed to acknowledge that victory, much less respect it. He can rarely resist the chance to tweak the tail of the man he sometimes describes as "Cameron Minor", a little chap from one of the lower forms.
His sister, Rachel, is even more overt in expressing Clan Johnson's militant lack of deference to Mr Cameron. A couple of years ago in a BBC interview she put it thus:
"When they're together it's rather sweet, because David Cameron - even though he's taller - looks at Boris as if he's still head boy at Eton. Remember, Cameron was two years younger - the young pup.

Asked whether Mr Johnson was now resentful as Mr Cameron had become Prime Minister, she said: "No, it gives Boris a sense of continuing superiority because he was Captain of the School."
That attitude was vividly displayed last week when Boris shambled into No 10 last week to hear Mr Cameron's case for staying in the EU, before sauntering out declaring "No deal". At the very least, he sees this as a negotiation between equals, if not a chance for the young pup to win the favour of the head boy.
Of course, this doesn't trouble Mr Cameron much. Even if he wasn't prime minister, wasn't the most successful Conservative of his generation, wasn't the dominant politician of the day, he would still be the most confident, most self-assured man you'll ever meet. That's just who he is.
Some people think Boris tries so hard to take the glittering prizes because as the quarter-Turkish child of a eurocrat and an artist, he never quite felt accepted by the British establishment, and he does indeed stand ever so slightly apart from the rest of the ruling class. Not David Cameron though. No such doubts or insecurity for him. He was born to this life, has nothing to prove. He belongs. No one and nothing can challenge that.
But still, he wouldn't be human if he didn't feel a tiny niggle about Boris and his antics. Here he is, a prime minister at the peak of his powers making his genuinely historic gambit over Europe and all anyone wants to know is if Mr Johnson is going to deign to back him or not.

Rightly so, too. Never mind all the fuss about the policy detail of the Cameron reform deal. Personality matters here rather more, or at least two personalities. Mr Cameron is the Remain camp's biggest asset, his endorsement mattering more than the package being endorsed.
But the advantage he gives could be all but cancelled out by a "Boris for Britain" call to Leave. Imagine how Mr Cameron feels about the prospect of Mr Johnson deciding the outcome of his European gamble - and thus, the manner in which his premiership ends.
As for Mr Johnson, imagine being the cleverest of the clever, the brightest of the bright, someone extraordinary - and seeing the greatest jewel pocketed by someone, well, ordinary. That's an awfully big itch to go unscratched for so long.
The best way to understand Boris and Dave is a story they both tell in private. It's about a meeting in No 10 on some minor aspect of the London budget. Dave wants to minimise his spending; Boris to get the most cash he can.
"Who's winning between Dave and Boris today? The man with the big job or the man with the first-name popularity?"
The PM has a briefing paper that reveals the most he's prepared to give Boris. Boris wants to see it. The PM refuses. Boris tries to grab it. The PM snatches it away.
The Prime Minister and the Mayor of London end up wrestling on the floor trying to seize the paper.
And the vital detail is that each man tells the story that he got the paper. Even in a slightly juvenile squabble, they both want people to know that they won over the other.
Of course, that story offers simplicity, a clear way to know who won and who lost. Politics is rarely so clear: who's winning between Dave and Boris today? The man with the big job or the man with the first-name popularity?
Well, we're fast approaching what could finally be a moment of clarity. Europe may well decide the duel between Cameron Mi and the World King once and for all. The man who leads the winning campaign in the referendum won't just secure his place in British history, he will claim a much more personal - and quite possibly more valuable - victory too.


http://www.telegraph.co.uk/news/politic ... valry.html
"Se um homem tiver realmente muita fé, pode dar-se ao luxo de ser céptico."
in: Citações e Pensamentos, Friedrich Nietzsche
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3525
Registado: 4/12/2013 19:13

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Dr Tretas » 21/2/2016 19:49

rg7803 Escreveu:Caso se verifique a saída, e nem vou defender que sim/sopas pois ainda nem pensei no tema, suspeito que a Europa deva passar por um periodo complicado.
Ou não. Conforme diz o meu pai "esses tipos, tirando copos e batatada, nunca prestaram para nada; deixá-los ir que já peca por ida tardia...".
Sinceramente não sei...


Exactamente, eles que decidam à vontade. Nem se lhes devia dar muita atenção, não vão eles queixar-se que lá estão os "europeus" (que o RU fica na Lua) a meterem-se em assuntos de soberania. Por mim, se quiserem sair, boa viagem. Imagem
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 2823
Registado: 29/10/2013 12:15
Localização: Almada City

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Raposo Tavares » 21/2/2016 20:07

Estou a achar alguma leveza na forma como estamos a valorizar o Brexit.
Pessoalmente não simpatizo com a barafunda que é a Europa, não me identifico com a supremacia que os boches e os frogs assumem, não gosto de ver os assuntos nacionais como subsidiários dos assuntos europeus, não acredito em estruturas supranacionais montadas de cima para baixo, gostava de me ter podido pronunciar sobre a adesão ao Euro e ao espaço Schengen, tenho vergonha do esquentador beijoqueiro do grãoducado, tenho pena dos líderes que vejo na pantalha e tenho pavor quando abrem a boca e vocalizam o vazio que lhe enche a caixa córnea, não vejo uma ideia para a Europa que me motive e sinto-me chantageado quando me respondem 'ou a Europa ou o Caos'.
Penso que o Brexit pode ser o princípio de uma de duas coisas: ou o fim desta fantochada, ou o repensar da organização. Ambas preferíveis à paz podre em que vivemos.
Será assim tão importante uma união política que não foi referendada pelos povos? Será brilhante a instituição de uma união bancária sem o estabelecimento de uma união fiscal? Será viável um espaço único sem um exército comum? E sem uma política externa que se perceba? Para que serve uma União política que ninguém respeita?
Que mal tinham os alicerces da antiga comunidade do carvão e do aço? Porque se esconde que a Efta foi mais benéfica para Portugal do que a CEE?
Editado pela última vez por Raposo Tavares em 21/2/2016 21:23, num total de 1 vez.
"Se um homem tiver realmente muita fé, pode dar-se ao luxo de ser céptico."
in: Citações e Pensamentos, Friedrich Nietzsche
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3525
Registado: 4/12/2013 19:13

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Raposo Tavares » 21/2/2016 20:40

Imagem

no Face do 'Leave'... https://www.facebook.com/leaveeuofficial/

Destinei o 2º post para os artigos e sítios de referência. Estou aberto às propostas e às sugestões dos amigos que tiveram a ideia desgraçada de passar por aqui. Obrigado.

Um abraço,
Raposo Tavares
"Se um homem tiver realmente muita fé, pode dar-se ao luxo de ser céptico."
in: Citações e Pensamentos, Friedrich Nietzsche
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3525
Registado: 4/12/2013 19:13

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por JohnyRobaz » 21/2/2016 20:59

Sinceramente esta Europa já está bem longe do ideal que foi quando nasceu. Acho que a ideia de UE, ao contrário do Euro, era uma ideia possível e positiva para os estados-membros, pois a questão da livre circulação de pessoas e bens é algo que defendo para a Europa e penso que é positiva para a sua evolução social e económica. Também com isto posso dizer que para mim não faz sentido que haja estados como o UK na UE e não estejam no espaço Schengen. O Euro é outra história. Acho que foi um perfeito disparate, e parece sempre que "o mal está feito e voltar atrás é um pesadelo", mas a verdade é que é algo que tem que se resolver algum dia. Uma união monetária sem união fiscal, unindo economias totalmente distintas, para mim é algo condenado à partida. Mas não sendo o Euro algo implicado no Brexit, o que tenho a dizer sobre o referendo é que eles têm de facto direito a decidir se querem ou não ficar, agora o que não acho bem é criarem-se regras especiais para o UK só para os convencer a ficar. Isso irá abrir um precedente perigoso e colocar em causa toda a ideia de União Europeia, com estados membros de direitos e deveres iguais.
“E assim como sonho, raciocino se quero, porque isso é apenas uma outra espécie de sonho.”, Fernando Pessoa
“Nothing good ever comes of love. What comes of love is always something better” , Roberto Bolaño
"A ciência e o poder do homem coincidem, uma vez que, sendo a causa ignorada, frustra-se o efeito. Pois a natureza não se vence, senão quando se lhe obedece." Francis Bacon
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 4276
Registado: 20/8/2014 16:50

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Raposo Tavares » 21/2/2016 21:31

Uma declaração do Mayor de Londres com que só posso estar de acordo. Do meu ponto de vista, o homem tem toda a razão.

"Se um homem tiver realmente muita fé, pode dar-se ao luxo de ser céptico."
in: Citações e Pensamentos, Friedrich Nietzsche
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3525
Registado: 4/12/2013 19:13

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Opcard » 21/2/2016 21:57

JohnyRobaz Escreveu:Sinceramente esta Europa já está bem longe do ideal que foi quando nasceu. Acho que a ideia de UE, ao contrário do Euro, era uma ideia possível e positiva para os estados-membros, pois a questão da livre circulação de pessoas e bens é algo que defendo para a Europa e penso que é positiva para a sua evolução social e económica. Também com isto posso dizer que para mim não faz sentido que haja estados como o UK na UE e não estejam no espaço Schengen. O Euro é outra história. Acho que foi um perfeito disparate, e parece sempre que "o mal está feito e voltar atrás é um pesadelo", mas a verdade é que é algo que tem que se resolver algum dia. Uma união monetária sem união fiscal, unindo economias totalmente distintas, para mim é algo condenado à partida. Mas não sendo o Euro algo implicado no Brexit, o que tenho a dizer sobre o referendo é que eles têm de facto direito a decidir se querem ou não ficar, agora o que não acho bem é criarem-se regras especiais para o UK só para os convencer a ficar. Isso irá abrir um precedente perigoso e colocar em causa toda a ideia de União Europeia, com estados membros de direitos e deveres iguais.



Falar por falar sem ver o que era no início, o ideal é o mesmo só em vez do Benelux , RFA , França e Itália , com este países tudo funcionária , moeda única , exército e polícias comum seria possível um grande estado federado .



Há hoje a 28 memo com mais ideal não é possível os países de lestes têm cultura uma visão diferentes, a diferença de per capita entre países é brutal , Luxemburgo para a Bulgária 10 vezes menos .


Europa tem futuro a 2 velocidades aos países iniciais juntamos a Áustria , e fica o núcleo duro os restantes na 2ª divisão sobe quem durante 3 anos mostrar ter jogo para jogar a alto nível .
Editado pela última vez por Opcard em 21/2/2016 22:01, num total de 1 vez.
 
Mensagens: 1978
Registado: 14/3/2009 0:19
Localização: 16

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Raposo Tavares » 21/2/2016 21:59

As declarações do Mayor de Londres já fizeram uma vítima: a Libra.
Imagem
http://www.bloomberg.com/news/articles/ ... t-campaign
"Se um homem tiver realmente muita fé, pode dar-se ao luxo de ser céptico."
in: Citações e Pensamentos, Friedrich Nietzsche
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3525
Registado: 4/12/2013 19:13

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Raposo Tavares » 22/2/2016 14:24

A Moody's e o Renzi afirmam que a vitória do Brexit será prejudicial para os cidadãos ingleses, para as suas empresas e para as finanças e empresas financeiras do Reino Unido. Mais uma vez o 'acagaçamento' das pessoas está em curso. O Mayor de Londres responde que estes são avisos de anglocépticos.
Aqui ao minuto: http://www.theguardian.com/politics/blo ... c56e71d66d
Um abraço,
Raposo Tavares
"Se um homem tiver realmente muita fé, pode dar-se ao luxo de ser céptico."
in: Citações e Pensamentos, Friedrich Nietzsche
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3525
Registado: 4/12/2013 19:13

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Raposo Tavares » 22/2/2016 21:30

Imagem

David Cameron discursou no Parlamento. A sua bicicleta está de facto a ficar sem rodas. O homem já apela ao Labour, às empresas... Complicadinho, este assunto.

http://www.telegraph.co.uk/news/newstop ... iends.html
"Se um homem tiver realmente muita fé, pode dar-se ao luxo de ser céptico."
in: Citações e Pensamentos, Friedrich Nietzsche
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3525
Registado: 4/12/2013 19:13

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por ativo » 22/2/2016 23:00

O Reino Unido não está interessado no Espaço Schengen (livre circulação de pessoas dentro da União Europeia) nem, muito menos, numa União Monetária e Política.

O verdadeiro interesse do Reino Unido em relação à União Europeia foi e é, apenas, o Mercado Comum, isto é, a livre circulação de bens e serviços. 8-)
 
Mensagens: 3390
Registado: 24/1/2014 17:24

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Dr Tretas » 22/2/2016 23:28

ativo Escreveu:O Reino Unido não está interessado no Espaço Schengen (livre circulação de pessoas dentro da União Europeia) nem, muito menos, numa União Monetária e Política.

O verdadeiro interesse do Reino Unido em relação à União Europeia foi e é, apenas, o Mercado Comum, isto é, a livre circulação de bens e serviços. 8-)


A união monetária só não lhes interessa porque a libra é uma moeda com reconhecimento internacional. Por exemplo, no caso de Portugal, não tenho interesse nenhum em voltar ao escudo. Gosto que o meu país tenha uma moeda que é respeitada em todo o mundo. Gosto, como já fiz, de entrar num banco em Xangai e o caixa me trocar euros por yuans sem pestanejar. Com o escudo ficava lá o dia todo enquanto as notas eram escrupulosamente escrutinadas e depois lá me faziam o favor de trocar, com sorte.

Falo por experiência, no tempo do escudo, viajando pela Europa, só me lembro de 2 países a aceitar escudos sem problemas, Espanha e Itália. Os outros lá trocavam, mas sempre de má vontade (isto já estando na CEE, porque antes :roll: ).

Já a união política não me interessa nada, aí dou razão ao RU.

O espaço Schengen acho positivo, se bem que concorde que alguns países com sistemas sociais ultra-generosos queiram impor restrições aos que só querem parasitar.

A união comercial, obviamente, acho essencial.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 2823
Registado: 29/10/2013 12:15
Localização: Almada City

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Raposo Tavares » 23/2/2016 16:24

O impacto do Brexit na economia, não se fica pelo Reino Unido. Os periféricos, mais uma vez, na berlinda... Entretanto, gostava de ver bem explicado o momento escolhido para uma aliança/fusão entre a as bolsas de Londres e de Francforte...

Imagem

In: http://www.theguardian.com/business/liv ... arney-live
"Se um homem tiver realmente muita fé, pode dar-se ao luxo de ser céptico."
in: Citações e Pensamentos, Friedrich Nietzsche
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3525
Registado: 4/12/2013 19:13

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Limonov » 23/2/2016 16:38

[quote="Raposo Tavares"]O impacto do Brexit na economia, não se fica pelo Reino Unido. Os periféricos, mais uma vez, na berlinda... Entretanto, gostava de ver bem explicado o momento escolhido para uma aliança/fusão entre a as bolsas de Londres e de Francforte...



Triste sina compadre Raposo, nascer consumidor final e periférico, tudo na mesma vida.

Abraço,

Limonov
A liberdade que há no capitalismo é a do cão preso de dia e solto à noite.
Fonte - Espólio, Autor - Silva , Agostinho
 
Mensagens: 1402
Registado: 7/2/2014 18:03

Re: BREXIT - O Referendo britânico.

por Raposo Tavares » 23/2/2016 19:57

Por outro lado, não deixa de não ser um privilégios estarmos sempre no olho do furacão. Assim à primeira vista parece que há de ser melhor que o olho da rua...

Um abraço,
Raposo Tavares
"Se um homem tiver realmente muita fé, pode dar-se ao luxo de ser céptico."
in: Citações e Pensamentos, Friedrich Nietzsche
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3525
Registado: 4/12/2013 19:13

Próximo

Quem está ligado:
Utilizadores a ver este Fórum: __JB__, acintra, AlfaTrader, Ferry57, Flav, Francisco Miguel, freitax, lfa, malakas, manchini, morinni, nelsonpovoa, oloufsen2, pattern, QOVER e 53 visitantes