Outros sites Cofina
  • Notificações
Caldeirão da Bolsa

A Memória do Preço » O Preço da Memória

Espaço dedicado a todo o tipo de troca de impressões sobre os mercados financeiros de uma forma genérica e a todo o tipo de informação útil que possa condicionar o desempenho dos mesmos

Moderadores: Pata-Hari, Ulisses Pereira, MarcoAntonio

A Memória do Preço » O Preço da Memória

por Optimiza » 14/11/2014 0:00

"Forget what you know about buying fair businesses at wonderful prices; instead, buy wonderful businesses at fair prices." Warren Buffett

Ao longo do tempo, algo que sempre me fascinou foi a dinâmica dos preços, i.e. a evolução das cotações em que determinados valores, pela repetição sucessiva ou pelo "tremendismo" psicológico e por vezes psicótico dos mesmos (data de um anúncio de resultados, crash, convulsão política, ruptura entre oferta e procura), ganham "vida" e Importância própria, despoletando apartir daí, ordens de compra ou venda, conscientes ou inconscientes, mas que condicionam a ação, o Índice e até um ETF ou um contrato de Forex e de Futuros.

Memoria estática: a Memória do Preço que se corporiza em suportes, resistências, gaps, fibos, pivot points.
Memoria dinámica: MM20, MM50, MM100, MM200, MM1000, tendências macro e micro, candlesticks, canais derivados, línhas pivot, elipses, pitchforks, produtos complexos, Índices de Mercado ou de Sentimento (AII, Vix, etc), e cabazes.

O que distingue a Memória do preço da sua conjugação de análise Técnica e fundamental (interdependentes, necessárias e importantes), é que permite identificar planos estáticos ou evolutivos, sedimentados ou extrapolados, previsíveis ou dependentes, à "mão de semear" ou por descobrir. Existe contudo uma Memória do preço a bold (elevado nível de convicção e de certeza), e outra que fica numa fine line mais susceptível ao erro. O factor que a Memória do preço não nos indica é o temporal - não sabemos quando vai ser alcançado/activado.
Bear ou Bull.jpg
Bear ou Bull.jpg (7.11 KiB) Visualizado 10745 vezes

A Memória do Preço fica, e torna-se um "património" comum de um set de investidores que a passa a identificar. Quanto maior fôr esse colectivo, essa associação heterogénea e a sua convicção, e mtas vezes o volume transacionado, mais a bold ficará sedimentada no gráfico. O preço tanto pode ser público como retido em "segredo". Por vezes a memória do preço identifica patamares redondos (2,4,7€), outras vezes temos uma sedimentação irregular (3,25€, 4,12€, 7,86€), outras ainda uma ratoeira (gap down - 11/8,2), ou uma catapulta (gap up - 9,1/11,2). O que é importante é a convicção partilhada da sua importãncia (relevo/obrigatoriedade). A memória do preço só funciona a favor da Tendência

Como qualquer memória, com o tempo tende a esbater-se e a perder relevância. Quanto tempo pode prevalecer? Tanto pode prevalecer uma semana como 15 anos (ex. 50 usd para a Microsoft ou os míticos 5100 para o Nasdaq Compx). A sua importância depende da medida temporal dessa convicção.

E qual é o preço da memória? Qual a vantagem de recordarmos esse preço e, antecipadamente, identificarmos o seu potencial? Podemos evitar perdas ou ganhar cash, podemos antecipar comportamentos/investimentos com essa identificação correcta.

Gostaria que partilhassem as experiências, marcos (lucrativos e não tanto), as ideias e as suposições que têm na memória sobre estes preços que supostamente iguais, mas na realidade "são mais iguais do que os outros".

ÍNDICE SOBRE A TEMÁTICA DA MEMÓRIA DOS PREÇOS (EFEITOS CONVERGENTES E DIVERGENTES):

I - EFEITOS CONVERGENTES / O PREÇO DA SASONALIDADE 1:THE CHRISTMAS RALLY/ 2: 2: THE JANUARY EFFECT / 3: "SELL IN MAY AND GO AWAY, BUY IN OCTOBER AND GET YOURSELF SOBER" viewtopic.php?f=3&t=84008#p1159224
II - OUTROS EFEITOS CONVERGENTES (PADRÕES) 1: O EFEITO TOM - Turn off the month effect 2: EFEITO SÍNTESE / QUANDO OS OPOSTOS SE ATRAEM viewtopic.php?f=3&t=84008&start=25#p1159674
3: EFEITO STOP LOSS NA MARCA / 4: EFEITO "MARK TWAIN"/ 5: THE WEEKEND EFFECT (on Mondays)/ 6: THE JANUARY BAROMETER viewtopic.php?f=3&t=84008&start=25#p1159674
III - EFEITOS DIVERGENTES / 1: EFEITO MANADA (stampede)/ 2: EFEITO CISNE NEGRO (Nassim Taleb)/ 3: EFEITO BORBOLETA/ 4: CRASH MODE/
5: MONEY TALKS BULLSHIT WALKS
viewtopic.php?f=3&t=84008&start=50#p1162015
IV - CASH COWS Parte I (vacas leiteiras - ações que geram dividendos acima da taxa de juro fixa, a 1 ano) viewtopic.php?f=3&t=84008&start=50#p1162541
IV - CASH COWS Parte II viewtopic.php?f=3&t=84008&start=75#p1162875
V - RELIEF RALLY viewtopic.php?f=3&t=84008&start=75#p1163345
VI - CONTRARIAN INVESTING - combater os extremos de um mercado viewtopic.php?f=3&t=84008&start=75#p1163682
VII - WINDOW DRESSING (final de Ano ou de trimestre) viewtopic.php?f=3&t=84008&start=75#p1164069
VIII - THE NEW COLLECTION jan/fev ("Futouros") viewtopic.php?f=3&t=84008&start=75#p1164069
IX- ELLIOT WAVES + SEQUÊNCIAS FIBONACCI viewtopic.php?f=3&t=84008&start=75#p1164069
X - TREND FOLLOWING / Identificar as Market Trends (tendências de Mercado) viewtopic.php?f=3&t=84008&start=75#p1164344
XI - TRENDS SECTORIAIS/ MARKET/SECTOR INDEXES viewtopic.php?f=3&t=84008&start=100#p1166684
XII – ASSET ALLOCATION (Gestão dinâmica de activos) viewtopic.php?f=3&t=84008&start=100#p1167639
XIII - MOMENTUM - a durabilidade e consistência de uma trend num activo, índice ou produto financeiro viewtopic.php?f=3&t=84008&start=125#p1168655
XIV - ÍNDICES DE SENTIMENTO E DE VOLATILIDADE (VIX) viewtopic.php?f=3&t=84008&start=150#p1169355
XV –A TEORIA DE DOW(market timing/market trends) viewtopic.php?f=3&t=84008&start=175#p1172050
XVI - ORDENS DE MERCADO (da stop loss ao trailing take Profit) A) viewtopic.php?f=3&t=84008&start=175#p1173071
B) viewtopic.php?f=3&t=84008&start=375#p1186069
XVII - 14 REVERSAL CHART PATTERNS (Inversão da Tendência) Parte I 1 - death cross (a anti "Golden Cross"), 2 - inverse head & shoulders, 3 - head & shoulders
viewtopic.php?f=3&t=84008&start=200#p1173731
XVII - 14 REVERSAL CHART PATTERNS (Continuação) 4 – Double Top; 5 – Triple bottom; 6 - Cup and Handle; 7 – Ascending triangle; 8 – Descending triangle; 9 - Pennant viewtopic.php?f=3&t=84008&start=200#p1174259
XVII - 14 REVERSAL CHART PATTERNS (final) Parte III 10 – Rounding bottom; 11 - Bullish Symmetrical Triangle; 12 - Bearish Symmetrical Triangle; 13 - Falling Wedge; 14 - Flag viewtopic.php?f=3&t=84008&start=200#p1174338
XVIII - MÉDIAS MÓVEIS (o "E" de Ecossistema) viewtopic.php?f=3&t=84008&start=200#p1173927
XIX - APLICAÇÕES ALTERNATIVAS (gestão activa ou passiva) Parte I – DIVERSIFICAR O PORTFÓLIO (a) produtos estruturados; (b) obrigações e dívida pública; (c) hedge funds viewtopic.php?f=3&t=84008&start=225#p1175394
XIX - APLICAÇÕES ALTERNATIVAS Parte II - (d) Opções; (e) Futuros viewtopic.php?f=3&t=84008&start=225#p1176175
XIX - APLICAÇÕES ALTERNATIVAS Parte III - (f) Forex; (g) depósitos moeda estrangeira; h) CFD's viewtopic.php?f=3&t=84008&start=250#p1177115 Factor certificates viewtopic.php?f=3&t=84008&start=400#p1187787
XIX - APLICAÇÕES ALTERNATIVAS Parte IV - (I) ETF's + (J) HFT Funds
viewtopic.php?f=3&t=84008&start=275#p1178395
XIX - APLICAÇÕES ALTERNATIVAS Parte V - L) Ouro e Prata viewtopic.php?f=3&t=84008&start=475#p1194179
XX - INDICADORES TÉCNICOS 1º MACD; 2º RSI viewtopic.php?f=3&t=84008&start=225#p1175590
XX – INDICADORES TÉCNICOS 3º PALAVRAS-CHAVE NA AT; 4º ADX; 5º OSCILADOR ESTOCÁSTICO; 6º AROON; 7º ACUMULAÇÃO/DISTRIBUIÇÃO
viewtopic.php?f=3&t=84008&start=300#p1180238
XX – INDICADORES TÉCNICOS 8º OBV - on balance volume/ 9º FORCE INDEX / 10º BOLLINGER BANDS / 11º PIVOT POINTS
viewtopic.php?f=3&t=84008&start=300#p1180326
XXI - DEAD CAT BOUNCE (CONFIRMS THE CHART PATTERN) viewtopic.php?f=3&t=84008&p=1176873#p1176873
XXII - PORQUE É QUE SE INVESTE NA BOLSA? viewtopic.php?f=3&t=84008&start=325#p1181976
XXIII - 4 “BAD BEARS” E O PRÓXIMO – Causas, Bull market posterior e o seu Fim viewtopic.php?f=3&t=84008&start=350#p1183214
Correção superior a 10% em cada triénio viewtopic.php?f=3&t=84008&start=375#p1186051
XXIV - MARKET TIMING » Se falhares na preparação, estás preparado para falhar! viewtopic.php?f=3&t=84008&start=375#p1185724
XXV - AS RECOMENDAÇÕES DE ANALISTAS (Banca de Investimentos) viewtopic.php?f=3&t=84008&start=375#p1186237
XXVI - PSP / PERFORMANCE STOCK PICKING - Uma pequena diferença na seleção pode dar uma enorme diferença nos resultados viewtopic.php?f=3&t=84008&start=375#p1187043
XXVII - 6 MACRO TENDÊNCIAS A 25 ANOS – um exercício sobre tendências, tecnologias e mercados viewtopic.php?f=3&t=84008&start=400#p1187193
XXVIII - CORRELAÇÕES POSITIVAS E NEGATIVAS NOS MERCADOS viewtopic.php?f=3&t=84008&p=1189131#p1189131
XXIX - POSITION TRADING + SWING TRADING (TIPOLOGIAS DE TRADE) 1ª Parte viewtopic.php?f=3&t=84008&start=450#p1191429
XXIX – RISK/REWARD + DAYTRADING (TIPOLOGIAS DE TRADE) 2ª Parte viewtopic.php?f=3&t=84008&start=450#p1191936
XXX - GRANDES INVESTIDORES/ESPECULADORES:
WD GANN
» visão pessoal viewtopic.php?f=3&t=84008&start=475#p1192797
JESSE LIVERMORE / "The Great Bear" viewtopic.php?f=3&t=84008&start=500#p1195607
JESSE LIVERMORE (continuação) viewtopic.php?f=3&t=84008&start=500#p1195615

Artigos no tópico sobre temas gerais ligados aos mercados:
a) Livros Marcantes sobre os Mercados e Top Players viewtopic.php?f=3&t=84008&start=475#p1194552
b) Candlesticks viewtopic.php?f=3&t=84008&start=75#p1163497
c) Perception is reality (a ter sempre em conta) viewtopic.php?f=3&t=84008&start=75#p1163038
d) Mercados - O Equilíbrio de Nash e os Profetas da desgraça viewtopic.php?f=3&t=84008&start=425#p1189524
e) Dow Jones transportation Average+Hindenburg Omen (Indicadores avançados) viewtopic.php?f=3&t=84008&start=425#p1190451
f) Banca - caracterizar a fase expansionista viewtopic.php?f=3&t=84008&start=425#p1190822
g) China - A bolha em vias de rebentar (artigo datado/junho de 2015) viewtopic.php?f=3&t=84008&start=475#p1194342
h) Espanha - "el toro" (em bear ou bull market) viewtopic.php?f=3&t=84008&start=500#p1196444
i) Bovespa (Brasil) - "mind the gap" viewtopic.php?f=3&t=84008&start=425#p1189425
j) Aprendizagem e o "efeito Fisga" viewtopic.php?f=3&t=84008&start=500#p1196803
l) BIOTECHS Parte I: Caracterização, ciclo e riscos viewtopic.php?f=3&t=84008&start=525#p1197277
BIOTECHS Parte II: As 8 maiores empresas + FDA (Food and drug Administration) viewtopic.php?f=3&t=84008&start=525#p1197278
wall street is back.jpg
wall street is back.jpg (29.27 KiB) Visualizado 12995 vezes

1 exemplo, não é para se efectuar qualquer operação - pode sempre falhar e quem comprar perder demasiado dinheiro.
Não fazendo a menor ideia de datas, apresento hipótese do impacto futuro na Memória do preço e o que calculo como o Preço da Memória. Neste caso, aguardo por um Gap UP! Memorizaram-se no passado dois preços a enquadrar um majestoso Gap down (convulsão pós-anúncio de resultados do 2ºtrim). Agora, aguardo pelo fecho do GAP. Apartir da Linha Maginot nos 10.00€ (com uma pequena força de defesa nos 10.59€), os 11.7€ seriam alcançáveis num ápice.

MP - 10€ / 10,59€/ 11.7€
PM - 11,7%
Jeronimooo Gap UP  someday.gif
Jeronimooo Gap UP someday.gif (18.94 KiB) Visualizado 15650 vezes
Editado pela última vez por Optimiza em 11/5/2021 19:08, num total de 104 vezes.
Aquele que deixa de ser melhor, deixa de ser bom! Aristóteles
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1687
Registado: 1/11/2012 23:18
Localização: Ítaca

Re: A Memória do Preço > O Preço da Memória

por ricardmag » 14/11/2014 0:19

Exelente post perseu :!: :mrgreen:

Não sei explicar bem porquê mas para mim CTT é igual a 7€, e essa é a minha memória do preço.
O preço da memória é risco que estou disposto a correr.

CTT-preço-memoria.PNG
CTT-preço-memoria.PNG (47.29 KiB) Visualizado 15632 vezes
"Quando a música acaba, apagam-se as luzes." The Door's
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 5113
Registado: 3/4/2014 15:17

Re: A Memória do Preço > O Preço da Memória

por Optimiza » 14/11/2014 0:27

Obrigado Ricardmag, e sabes que na minha memória é tb o preço defensivo que retenho. Quebrar os 7€ significava a quebra de uma muralha, de um suporte - o bull ia-se à vida (é um preço sedimentado do tipo 3€ da EDP ou os .1 no BCP).
cumps, perseu
ctt.jpg
ctt.jpg (59.3 KiB) Visualizado 10743 vezes
Editado pela última vez por Optimiza em 15/6/2015 22:02, num total de 2 vezes.
Aquele que deixa de ser melhor, deixa de ser bom! Aristóteles
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1687
Registado: 1/11/2012 23:18
Localização: Ítaca

Re: A Memória do Preço > O Preço da Memória

por Optimiza » 14/11/2014 10:25

Abengoa A(Ibex35) - Death spiral (de 4,7 a 2€)

Ao quebrar sucessivamente 3 preços referência (3,99€ / 3,66 / 2,55€), ficou sem suportes e rompeu com a tendência anterior. A queda era inevitável (evaporou em 4 dias mais de 60% da cotação). De referir que quem actuou em função dos dois primeiros suportes evitou 40% de queda. Os 2€ e os 1.64€ representam preços de suporte a reter.

Após uma rutura em queda livre, sem estabilização do preço próximo de suportes - memória histórica (falling Knife), não se deve ter ações (prudente), ou se está short ou em day trading. Só se considera entrada longo após estabilização do preço ou evento disruptivo (aumento de capital, resultados, nomeação, novo cliente, etc). O rebound vai ser brutal mas terminará bem abaixo dos máx. anteriores.
Abengoa  death spiral.gif
Abengoa death spiral.gif (20.36 KiB) Visualizado 15537 vezes
Editado pela última vez por Optimiza em 19/11/2014 4:56, num total de 1 vez.
Aquele que deixa de ser melhor, deixa de ser bom! Aristóteles
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1687
Registado: 1/11/2012 23:18
Localização: Ítaca

Re: A Memória do Preço > O Preço da Memória

por Optimiza » 14/11/2014 10:44

GE - o Canal

Quando a memória do preço solidifica-se num só suporte (GE:24,4usd) e numa só resistência (GE:27,4usd), temos um canal! Quando o canal perdura no tempo, limita por um lado a possibilidade de mais valias substanciais, mas por outro, "confere certeza" aos movimentos e permite identificar a tendência quando rompa o canal.
GE    range.gif
GE range.gif (23.22 KiB) Visualizado 15514 vezes
Aquele que deixa de ser melhor, deixa de ser bom! Aristóteles
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1687
Registado: 1/11/2012 23:18
Localização: Ítaca

Re: A Memória do Preço > O Preço da Memória

por pcm1979 » 14/11/2014 12:36

Quero deixar aqui uma questão. O ADR NYSE ITUB tem um importante suporte nos 11usd. Mas o dólar está em forte valorização face ao Real brasileiro. A minha pergunta é: O suporte continua a ser os 11usd ou ajusta-se ao câmbio?
 
Mensagens: 971
Registado: 26/7/2014 12:37
Localização: Braga

Re: A Memória do Preço > O Preço da Memória

por Ulisses Pereira » 14/11/2014 13:08

perseu, quero dar-te os parabéns pelos excelentes posts que tens colocado, sendo este um excelente exemplo disso.

Abraço,
Ulisses
"Acreditar é possuir antes de ter..."

Ulisses Pereira

Clickar para ver o disclaimer completo
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 30963
Registado: 29/10/2002 4:04
Localização: Aveiro

Re: A Memória do Preço > O Preço da Memória

por Optimiza » 14/11/2014 13:52

Ulisses Pereira Escreveu:perseu, quero dar-te os parabéns pelos excelentes posts que tens colocado, sendo este um excelente exemplo disso.

Abraço,
Ulisses


Agradeço as tuas palavras, e porque as tuas análises marcam, pedia para colocares um exemplo teu da memória dos preços, numa ação ou índice, e que possa ter impacto no futuro. Cumprimentos, perseu
Aquele que deixa de ser melhor, deixa de ser bom! Aristóteles
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1687
Registado: 1/11/2012 23:18
Localização: Ítaca

Re: A Memória do Preço > O Preço da Memória

por Optimiza » 14/11/2014 14:03

pcm1979 Escreveu:Quero deixar aqui uma questão. O ADR NYSE ITUB tem um importante suporte nos 11usd. Mas o dólar está em forte valorização face ao Real brasileiro. A minha pergunta é: O suporte continua a ser os 11usd ou ajusta-se ao câmbio?


Boa tarde PCM1979, a memória do preço é estática - nesse caso, considerar os 11usd do ADR (mesmo quando isso se traduz numa incoerência face à desvalorização cambial do real e aos 31,5 reais?, do euro, etc).
Lateralmente, dir-te-ia que o Itau (e o bradesco), é actualmente um amplificador de movimentos do Bovespa (beta elevado). A considerar quando o ìndice der sinais de inversão. Em termos dinâmicos, ir visualizando a MM20 como o "astrólogo" de serviço. Cumps, perseu
itau = bovespa.png
itau = bovespa.png (25.8 KiB) Visualizado 15350 vezes

itau em reais.gif
itau em reais.gif (21.67 KiB) Visualizado 15350 vezes
Aquele que deixa de ser melhor, deixa de ser bom! Aristóteles
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1687
Registado: 1/11/2012 23:18
Localização: Ítaca

Re: A Memória do Preço > O Preço da Memória

por pcm1979 » 14/11/2014 15:04

perseu Escreveu:
a memória do preço é estática - nesse caso, considerar os 11usd do ADR

(beta elevado). A considerar quando o ìndice der sinais de inversão.


Boa tarde perseu. Acreditas que os 11usd possam ser quebrados em baixa? Então estou sozinho na "fezada" de que não há como quebrar esse suporte, tendo tão bons resultados.

Ou seja, achas que: tendência do Ibovespa > suporte dos 11usd + bons resultados
 
Mensagens: 971
Registado: 26/7/2014 12:37
Localização: Braga

Re: A Memória do Preço > O Preço da Memória

por Optimiza » 14/11/2014 16:02

pcm1979 Escreveu:
perseu Escreveu:
a memória do preço é estática - nesse caso, considerar os 11usd do ADR

(beta elevado). A considerar quando o ìndice der sinais de inversão.


Boa tarde perseu. Acreditas que os 11usd possam ser quebrados em baixa? Então estou sozinho na "fezada" de que não há como quebrar esse suporte, tendo tão bons resultados.

Ou seja, achas que: tendência do Ibovespa > suporte dos 11usd + bons resultados


Itaú é uma ação sólida (lucros crescentes, boa gestão e bem suportada nos 11usd), mas dado o caos Petrobrás, o ìndice Bovespa respeita a downtrend . Compra-se em função de um driver forte na ação ou de um rebound no Bovespa (poderá desencadear-se com a nomeação do novo Ministro das Finanças).
Aquele que deixa de ser melhor, deixa de ser bom! Aristóteles
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1687
Registado: 1/11/2012 23:18
Localização: Ítaca

Re: A Memória do Preço > O Preço da Memória

por pcm1979 » 14/11/2014 16:09

perseu Escreveu: dado o caos Petrobrás, o ìndice Bovespa respeita a downtrend


Já no caso do Deutsche Bank, tivemos uma pequena desilusão. Parecia que tinha invertido, mas agora está a querer fazer novo fundo... falta saber se será apenas nos 22 ou mais abaixo :(
 
Mensagens: 971
Registado: 26/7/2014 12:37
Localização: Braga

Re: A Memória do Preço > O Preço da Memória

por Optimiza » 14/11/2014 16:30

Já no caso do Deutsche Bank, tivemos uma pequena desilusão. Parecia que tinha invertido, mas agora está a querer fazer novo fundo... falta saber se será apenas nos 22 ou mais abaixo :([/quote]

DBK tem preços bem memorizados, está dentro de um canal, e é muito interessante em cenários de bull market DAX, que não é o caso (porque nesses períodos reforçam os grandes fundos e investidores estrangeiros).
Memória do preço 23.3€ (suporte - estamos próximos) / 26€ (resistência) - furado o canal no topo, teriamos uma progressão até ao preço de 29.8€
deutsche bank  4bull markets only.gif
deutsche bank 4bull markets only.gif (20.4 KiB) Visualizado 15238 vezes
Aquele que deixa de ser melhor, deixa de ser bom! Aristóteles
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1687
Registado: 1/11/2012 23:18
Localização: Ítaca

Re: A Memória do Preço > O Preço da Memória

por pcm1979 » 14/11/2014 16:43

O NBG aguentou o primeiro impacto com os 2usd, vamos ver se a memória é boa ou se o bear leva tudo à frente...
 
Mensagens: 971
Registado: 26/7/2014 12:37
Localização: Braga

Re: A Memória do Preço > O Preço da Memória

por Optimiza » 14/11/2014 17:19

pcm1979 Escreveu:O NBG aguentou o primeiro impacto com os 2usd, vamos ver se a memória é boa ou se o bear leva tudo à frente...


O bear market levou tudo à frente (Psi e Athex concorrem para o lugar de pior ìndice do Mundo em 2014). Ação sem memória de preço desde os 3usd/actual resistência chave (ADR) e muito volátil. Mínimos de sempre.
Precisa de estabilizar para descobrir um suporte, e para estudar posições longas. Quando NBG estiver enquadrada acima da MM20, esta estiver próxima de cruzar a MM50, e perspectivando novo bull market grego (sem imediata condicionante política) . Ação para se acompanhar com cuidados intensivos (stopado em 2 dias na última entrada), mas suprema em fases de expansão (+70% valorização apenas em 2,5 meses a seguir ao aumento de capital). cumps, perseu
NBG volátil e sem suporte.png
NBG volátil e sem suporte.png (20.14 KiB) Visualizado 15204 vezes
Aquele que deixa de ser melhor, deixa de ser bom! Aristóteles
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1687
Registado: 1/11/2012 23:18
Localização: Ítaca

Re: A Memória do Preço > O Preço da Memória

por trend=friend » 14/11/2014 17:26

Olá Perseu, interessante tópico! O que achas do market/volume profile (que o Arnie aqui foi documentando há uns meses) em articulação com as tuas ideias? Um abraço
If you want a guarantee, buy a toaster.
Clint Eastwood
 
Mensagens: 3252
Registado: 27/8/2013 19:39

Re: A Memória do Preço > O Preço da Memória

por Optimiza » 14/11/2014 17:43

trend=friend Escreveu:Olá Perseu, interessante tópico! O que achas do market/volume profile (que o Arnie aqui foi documentando há uns meses) em articulação com as tuas ideias? Um abraço


Trend=Friend, Viva O título é sugestivo sem dúvida, vou procurar esse tópico e ler bastante no fds. cumps, perseu
Aquele que deixa de ser melhor, deixa de ser bom! Aristóteles
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1687
Registado: 1/11/2012 23:18
Localização: Ítaca

Re: A Memória do Preço > O Preço da Memória

por Bart Simpson » 14/11/2014 20:08

Perseu penso que isso ( a memória do preço/ o preço da memória) já foi chão que deu uvas.

As transações financeiras são baseadas em HFT que funcionam à base de algoritmos cada vez mais sofisticados que borrifa-se para a memória dos numeros, sejam eles redondos, capicuas, ou quadrados :lol:

A GS nunca teve um dia, repara, um único dia, que tenha perdido dinheiro na especulação, desde que utiliza HFT.


High frequency trading, as negociações de alta frequência

O High Frequency Trading (HFT): sistemas para negociações de alta frequência. Esse tipo de negociação usa programas baseados em algoritmos que dão automaticamente ordens de compra e venda num determinado mercado.

Os HFT executam milhões de ordens em poucos segundos num contexto financeiro, na bolsa de valores, na maioria dos casos, mas também fora dele. O tempo necessário para uma aquisição on-line é de 0,03 milésimos de segundo. Atualmente 48,6% do volume de transações na bolsa é feito automaticamente com esses programas. Os HFT fizeram explodir o volume de negócio em todas as bolsas do mundo (164% a mais só em Wall Street, desde 2005). Só a Goldman Sachs, por meio do HFT, mantém transações diárias de centenas de milhões de dólares.

Na verdade, são muito poucos os operadores que conhecem a fundo o procedimento em que se baseiam as operações de tais programas. Mesmo para os peritos, se é que existem peritos nesse campo, cria-se uma dependência muito forte da máquina. Os HFT não estabilizam as variações dos valores financeiros, pelo contrário, as amplificam. Esses programas são considerados um dos fatores que deram origem à crise financeira recente, não só acelerando e amplificando o seu percurso, mas também por meio de autênticas manipulações especulativas dos mercados.

Há efeitos positivos no uso dos HFT, como aumento da liquidez e da eficiência dos mercados e redução dos custos de transação. Entretanto, os efeitos negativos, como manipulação dos mercados, volatilidade, assimetria nas informações, dano aos pequenos investidores, efeito cascata e pró-cíclicos, podem superar os benefícios.

Um exemplo clássico é a manipulação especulativa. Essencialmente se lançam tantos pedidos de compras ao mesmo tempo em relação a uma série de títulos, no valor de milhões, o que aumenta a demanda desses títulos e o seu preço. Mas eles não são comprados, porque, imediatamente depois do lançamento, os pedidos são cancelados, graças à velocidade impressionante das transações. E como as transações efetivamente não ocorrem, isso permite não pagar pelo uso da plataforma. Os custos, por sinal altos, do uso dessa plataforma de TIC recaem sobre os que fizeram efetivamente as transações, e são estes a pagar pelo processo inteiro. Além disso, a operação de atrair a demanda sobre alguns títulos, fazendo-os aumentar de volume, causa a diminuição para outros, dando margem à especulação para jogar com o aumento a e diminuição fictícia de seus valores.

Com os HFT, é, enfim, possível mirar um título promissor, comprá-lo, vendê-lo, apoiá-lo, ou simplesmente atacá-lo, golpeá-lo e finalmente afundá-lo. Tudo isso em frações de segundo, intervalos infinitesimais que podem decidir o destino de uma empresa, garantindo aos especuladores ganhos estonteantes. Aos investidores, causa perdas graves. Aos especuladores, é possível gerar ataques na bolsa, transformando um título simplesmente em um número. Variáveis decisivas, como prospectivas de crescimento industrial, a situação financeira ou as possibilidades de dividendos, tornam-se simplesmente irrelevantes. Esse fenômeno já é conhecido, e os gestores de bolsa estão tentando regulamentar os HFT, porque é um grande risco para os mercados financeiros.
Os profetas do mercado enchem os novos ouvidos, mas nunca encherão as nossas carteiras - Warren Buffett
Os patos voam em bando.
 
Mensagens: 707
Registado: 29/11/2007 4:09
Localização: 69

Re: A Memória do Preço > O Preço da Memória

por rsacramento » 15/11/2014 13:26

Bart Simpson Escreveu:Perseu penso que isso ( a memória do preço/ o preço da memória) já foi chão que deu uvas.

As transações financeiras são baseadas em HFT que funcionam à base de algoritmos cada vez mais sofisticados que borrifa-se para a memória dos numeros, sejam eles redondos, capicuas, ou quadrados :lol:

a ser assim, como antecipas o futuro (presente) da AT?

já agora, deixa a fonte :wink:
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 10104
Registado: 29/11/2007 12:50

Re: A Memória do Preço > O Preço da Memória

por Optimiza » 17/11/2014 4:28

Bart, o HFT em nada altera (nem quer alterar) a tendência da formação do preço e da memória, do Mercado, ações ou indices.

Os antigos "scalpers" foram substituidos pelo HFT High Frequency Trading nos anos 80 - volumes gigantescos em frações de segundos com variações praticamente nulas das cotações. Ou seja vivem de micro margens negociadas, Vivem da velocidade das transações.
Têm um mandamento - perturbar o mínimo o sentido das transações, lucrar as micro margens entre oferta e procura. Se alterarem demasiado o sentido do Mercado serão extintos pela SEC Americana (tal ficou prometido após o flash crash).
A empresa de HFT mais espetacular hoje em dia é a JUMP, com equipas de "commandos" semi-autónomas para todos os principais mercados - forex, commodities, ações, títulos do tesouro. Lê um pouco sobre ela. Fabulosos no trading, na liberdade e criatividade, e pelo facto de terem lugar na CME e pela bela fibra óptica.

A questão logarítimica é diferente, banal, para todas as ações o trading automatico e semi-automatico passa por aí. O engraçado é que o reconheces logo. Na Bolsa Portuguesa ( em todos os mercados), em todas as ações, mas nas de baixo volume vê-se mais facilmente, todos os dias transações semi-automáticas e do lado da oferta e da procura vês as ordens correspondentes norteadas por logaritmos rudimentares. Até os particulares têm e aplicam sistemas logarítmicos semi-automáticos sem custo (e alguns bem mais complexos).

Os intervalos de preços e o desiquilibrio dos mesmos, são muitas vezes forçados em corners (energia pela enron, prata e milho anos 60 e 70, obrigações anos 80), por hedge funds (libra e iene anos 80, dollar anos 90, ouro 2009,etc), câmbios euro/dollar (2007 a 2012 -pela banca ubs, soc-general,etc), por fundos de investimento (AIG em 2008) e por foruns e jornais de negócios (ex. Pararede e PTM em 1999). Tudo isso faz parte da especulação (de todos os institucionais e particulares) - o querer aproveitar um desiquílibrio que demonstra uma vez mais que os mercados não são perfeitos. E de facto não o são, não podem, nem o querem ser!
A memória do preço é a quinta essência da bolsa. Sem se ter uma memória não se tem objectivos.
Aquele que deixa de ser melhor, deixa de ser bom! Aristóteles
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1687
Registado: 1/11/2012 23:18
Localização: Ítaca

Re: A Memória do Preço > O Preço da Memória

por Optimiza » 17/11/2014 12:39

O Valor Intrínseco de um activo é sinónimo de Warren Buffett

Atribuir um valor correcto a um activo é um contributo para melhorar a taxa de sucesso dos trades e a correta utilização da memória dos preços. A análise de um activo medida essencialmente pelo PER, pelo ROE, pelo ROCE, pelo rácio de crescimento, pelo DY entre centenas de outros rácios e critérios.

Esse é o "caldeirão" em que auditores, analistas, reguladores e leigos vêm o que querem (e todos diferentes nas nuances, reservas e perspectivas), em termos de stock picking (em modo cherry picking), existe uma referência que vai sobressair para sempre - Warren Buffett.

Nessa perspectiva, deve-se reter a preocupação com os fundamentais, a clareza, rentabilidade a longo prazo/dividendos, e subavaliação de activos - aqui vai-se sacar o máximo da rentabilidade.

Estratégia de Investimento do Grande WB - o primeiro é obrigatório que vejam até ao fim
http://www.youtube.com/watch?v=_uQjGz6jp2E
http://www.youtube.com/watch?v=iW1eg9p5wq4
http://www.youtube.com/watch?v=8gHwxfeAP1o
http://www.youtube.com/watch?v=14SK4CX_KYY
Aquele que deixa de ser melhor, deixa de ser bom! Aristóteles
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1687
Registado: 1/11/2012 23:18
Localização: Ítaca

I - EFEITOS CONVERGENTES / O PREÇO DA SASONALIDADE

por Optimiza » 17/11/2014 13:56

christmas rally.jpg
christmas rally.jpg (13.35 KiB) Visualizado 14030 vezes

Porque é que na memória do Preço, o Mercado historicamente converge do lado longo em Dezembro e Janeiro? Porque é tem relevância o ditado "sell in may and go away"?

Usemos na análise do S&P500. O que é que favorece Dezembro e Janeiro mesmo em anos de Crashs bolsistas e de hecatombes Mundiais? Dezembro e Janeiro, são meses propícios aos Longos - Para se comprar em Bull / Período em que se corre menos riscos do lado longo em Bear Market:

Final de Novembro - antecipa Dezembro. Iniciam-se entradas de cash e reajustes estratégicos de carteiras institucionais.
1 - (Dezembro) THE CHRISTMAS RALLY: Entradas fortes de cash (a liquidez jorra no mercado) devido aos PPR, IRS Americanos, tax exemptions, opt capital.
- Vendas de natal (mês de vendas record) - antecipam-se os resultados
- Mês de fecho das rentabilidades anuais - gestores de fundos e particulares defendem as mais lucrativas da carteira (comprando mais ou mantendo posições)
- large caps / dividend yield
2 - (Janeiro) JANUARY EFFECT: Positivismo do novo ano » folha limpa e colocar logo algumas ações a vencer
- Small Caps e ações com beta mais elevado
- aplicar entradas finais de cash de Dezembro (em Portugal dada a lentidão dos investidores, fundos e circulação de capital entre investimentos - a
liquidez adicional do pré-ano novo, só é maioritariamente aplicada em Janeiro e Fevereiro)
3 - "Sell in May and go away, buy in October and get yourself sober"
Maio (let's play defense) - Marca a fase de maturação de resultados do 1º trim. , já se receberam o grosso de dividendos (não trimestrais), e acentua-se o trimming de posições. Diminuem as posições alavancadas e reduz-se utilização das linhas de crédito especulativas.
SP500-return-stats-by-calendar-month-subperiods.png
SP500-return-stats-by-calendar-month-subperiods.png (12.29 KiB) Visualizado 14831 vezes
Editado pela última vez por Optimiza em 14/6/2015 18:49, num total de 13 vezes.
Aquele que deixa de ser melhor, deixa de ser bom! Aristóteles
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1687
Registado: 1/11/2012 23:18
Localização: Ítaca

Re: A Memória do Preço > O Preço da Memória

por Karacole$ » 17/11/2014 22:48

Olá Perseu,

ABG, Linda acção-reacção entre quinta e hoje.
Um fecho mensal acima dos 2.50 seria tecnicamente interessante…
Anexos
Capture d’écran 2014-11-17 à 21.39.34.png
Abengoa mensal
Uma maçã por dia afasta o médico,… Basta ter boa pontaria!
 
Mensagens: 4
Registado: 17/11/2014 21:52

Re: A Memória do Preço > O Preço da Memória

por Optimiza » 18/11/2014 1:23

Karacole$ Escreveu:Olá Perseu,

ABG, Linda acção-reacção entre quinta e hoje.
Um fecho mensal acima dos 2.50 seria tecnicamente interessante…


Boa noite karacole, bem vindo ao forum em primeiro lugar!

Em Segundo, esta ação é perigosa, singular e fascinante em simultâneo, não tendo pair trades à vista. Devo-te confessar que não esperava a amplitude do movimento da Abengoa hoje. Vou abordar Abengoa A, porque tem uma memória do preço mais simples.

Riscos da ação:
- aumento de capital algures no início de 2015, apesar dos desmentidos hoje do CEO (gerir uma dívida líquida de 13,5 biliões de euros não é brincadeira).
- extrema volatilidade da cotação (não consegues prever com seriedade o dia de amanhã).
- ainda não recuperou patamares mínimos do bull market anterior.
- A ação é o emblema do Bull espanhol no primeiro semester. Logo, o IBEX em ascensão liberta o desempenho da ação, e em queda, condiciona (follow the index to disrespect the trend).

Oportunidade:
- Key reversal day com fácil superação dos 2€ e com o 4º maior volume de sempre.
- reforço continuado do Citigroup e a indiciar potencial de subida superior a 100%
- Linhas de crédito alternativas aos brutais empréstimos obrigacionistas (com taxas médias actuais de 7,2%)
- 6% do capital em posições curtas (podem ser forçados a fechar).

Plano:
a) Atento às notícias (capitaldebolsa.com e reuters). Qualquer factor perturbador será amplificado na cotação. Perspectiva de especulação de curto prazo.
b) Esperar que a ação estabilize. Esperaria uma correção na abertura de 3ª feira, mas é o desempenho até final do dia que será crucial.
c) Preparar uma entrada num retest a um suporte que a aguente. MP 2,0 / 2.55 / 2.7 / 3.08
d) Entrar em duas tranches bem faseadas, a primeira com stop loss de 10% (dimensão que não ponha em risco a saúde da carteira).
Abengoa  bajadas o  plusvalias.gif
Abengoa bajadas o plusvalias.gif (18.44 KiB) Visualizado 14706 vezes

Cumprimentos, perseu
Aquele que deixa de ser melhor, deixa de ser bom! Aristóteles
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1687
Registado: 1/11/2012 23:18
Localização: Ítaca

Re: A Memória do Preço > O Preço da Memória

por Karacole$ » 18/11/2014 9:36

Olá Perseu,

Bem haja pelas suas boas vindas.
Concordo com a pertinência das suas análises.
Também observo o quanto estimulante e desafiante são as formações
de preços dos activos do ramo da energia,… Sangue da nossa sociedade moderna
Segue uma "prima" germânica da ABG, que me parece madura, mesmo no ponto. :wink:

NORDEX: NDX1.DE
http://www.nordex-online.com/en/investor-relations/stock-prices.html
Penso que esteja pronta para um swing longo
- Primeiro objetivo o último máximo ± 17
- Segundo objetivo resulta da formação dos preços
desde de finais de 2008 numa figura em cabeça e ombros
invertidos com objetivo mínimo nos ± 24

Fazendo abstração do ruído - do pavio das velas - verificamos uma HS invertida à realizar este mês o pull-back
pré tendência de alta.

Abr.
Anexos
Capture d’écran 2014-11-18 à 07.55.57.png
NDX1 mensal
Capture d’écran 2014-11-18 à 07.56.41.png
NDX1 gráfico do site da Nordex
Capture d’écran 2014-11-18 à 07.56.41.png (84.02 KiB) Visualizado 14645 vezes
Uma maçã por dia afasta o médico,… Basta ter boa pontaria!
 
Mensagens: 4
Registado: 17/11/2014 21:52

Próximo

Quem está ligado:
Utilizadores a ver este Fórum: Bing [Bot], Google [Bot], Goya777, HCC1, Phil2014, Qualnhick e 31 visitantes