Degiro. Vale a pena? É confiável?

Espaço dedicado a todo o tipo de troca de impressões sobre os mercados financeiros de uma forma genérica e a todo o tipo de informação útil que possa condicionar o desempenho dos mesmos

Moderadores: pata-hari, Ulisses Pereira, MarcoAntonio

Degiro. Vale a pena? É confiável?

por pcm1979 » 2/10/2014 23:12

Trata-se de uma corretora recém chegada a Portugal, considerada low cost.
Caros caldeireiros, qual o grau de confiança que depositam na Degiro?




http://www.jornaldenegocios.pt/mercados ... _cost.html

Apenas encontrei o preçário em Espanha, imagino que aqui seja o mesmo :-k

https://www.degiro.es/data/pdf/Relacion_de_tarifas.pdf
 
Mensagens: 971
Registado: 26/7/2014 12:37
Localização: Braga

Re: Degiro. Vale a pena? É confiável?

por ParaCima » 2/10/2014 23:53

nao conhecia mas por eses preços não acredito que arranjem melhor!!! 0,004 centimos por acção nos estados unidos mais 0,5!!! que papa...

e mesmo em portugal 4,16 euros
 
Mensagens: 285
Registado: 12/3/2009 3:42
Localização: 17

Re: Degiro. Vale a pena? É confiável?

por CaçadordePips » 3/10/2014 0:13

ParaCima Escreveu:nao conhecia mas por eses preços não acredito que arranjem melhor!!! 0,004 centimos por acção nos estados unidos mais 0,5!!! que papa...

e mesmo em portugal 4,16 euros



:!: :!: :!:

Não obrigado

:shock: :shock: :shock:

Imagem
Caçador de Pips- O meu blog sobre os Mercados Financeiros! Criticas e sugestões são bem vindas.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 227
Registado: 14/8/2014 19:36

Re: Degiro. Vale a pena? É confiável?

por ParaCima » 3/10/2014 0:57

CaçadordePips Escreveu:
ParaCima Escreveu:nao conhecia mas por eses preços não acredito que arranjem melhor!!! 0,004 centimos por acção nos estados unidos mais 0,5!!! que papa...

e mesmo em portugal 4,16 euros



:!: :!: :!:

Não obrigado

:shock: :shock: :shock:

Imagem


consegues controlar se o preço metido é o preço actual... sinceramente nao estou aperceber o problema... o que tem de atraso ou nao tem é a cotação em tempo real... onde é que tens isso???

pode ser que apareça ai alguém que trabalhe com ela... é esperar...
 
Mensagens: 285
Registado: 12/3/2009 3:42
Localização: 17

Re: Degiro. Vale a pena? É confiável?

por CaçadordePips » 3/10/2014 1:01

ParaCima Escreveu:[

consegues controlar se o preço metido é o preço actual... sinceramente nao estou aperceber o problema... o que tem de atraso ou nao tem é a cotação em tempo real... onde é que tens isso???

pode ser que apareça ai alguém que trabalhe com ela... é esperar...


Para Cima não estou a perceber o que estas a perguntar!

Podes explicar melhor?

Obrigado
Caçador de Pips- O meu blog sobre os Mercados Financeiros! Criticas e sugestões são bem vindas.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 227
Registado: 14/8/2014 19:36

Re: Degiro. Vale a pena? É confiável?

por pcm1979 » 3/10/2014 9:05

A cotação em tempo real sabe-se por outros meios, isso é o menor dos problemas.
O que mais me interessa é saber se o dinheiro lá colocado está em segurança.

Fiquei com uma dúvida, onde está a comissão cambial pela compra/venda de ações em dólares?
 
Mensagens: 971
Registado: 26/7/2014 12:37
Localização: Braga

Re: Degiro. Vale a pena? É confiável?

por FerreiraBoss » 3/10/2014 9:50

As minhas duvidas sao:

Tem CFD's?

A plataforma de analise tecnica é boa?

é que quando a esmola é muita..........
 
Mensagens: 14
Registado: 24/10/2013 15:17

Re: Degiro. Vale a pena? É confiável?

por sinesman71 » 3/10/2014 10:00

Bom dia,

Acho sempre bom estas idéias do low cost, desde que devidamente fundamentadas.
Parece-me ter credibilidade até pelos parceiros que a acompanham.
Pesquisei alguns forums em holandês e não se diz mal.
Vou arriscar.
https://www.euronext.com/en/news/eurone ... r-services
 
Mensagens: 32
Registado: 11/2/2008 14:15

Re: Degiro. Vale a pena? É confiável?

por ParaCima » 3/10/2014 10:16

CaçadordePips Escreveu:
ParaCima Escreveu:[

consegues controlar se o preço metido é o preço actual... sinceramente nao estou aperceber o problema... o que tem de atraso ou nao tem é a cotação em tempo real... onde é que tens isso???

pode ser que apareça ai alguém que trabalhe com ela... é esperar...


Para Cima não estou a perceber o que estas a perguntar!

Podes explicar melhor?

Obrigado

realmente tens razão...

o que quis dizer é que na maior parte das correctoras não tens as cotações em tempo real... mas consegues controlar o valor e a hora, por isso não vejo onde está o problema...

não percebi qual foi o problema encontrado... é por não ter a cotação em tempo real? ou é por não ter a cotação? não percebi onde é que tá o problema disso.
 
Mensagens: 285
Registado: 12/3/2009 3:42
Localização: 17

Re: Degiro. Vale a pena? É confiável?

por dozens » 3/10/2014 11:25

Capaz de ser maior vitória para os pequenos investidores em Portugal dos últimos anos...preços bem abaixo dos praticados. Apenas comparável ao banco carregosa e apenas para os mercados euronext.

Excelente :clap: :clap: :clap:
viewtopic.php?f=3&t=82630&start=3750

Quem irá perder o medo, e aceitar o desafio do Mouro?

Dos fracos não reza a história.
 
Mensagens: 87
Registado: 9/9/2014 12:26

Re: Degiro. Vale a pena? É confiável?

por ParaCima » 3/10/2014 11:30

o mecanismo dos 100 mil euros também se aplica a estas empresas?!?!?!?! (correctoras)

se sim, no meu caso não vejo qualquer problema... isto de naõ ser rico, ás vezes tb traz vantagens!!! :P LOL
 
Mensagens: 285
Registado: 12/3/2009 3:42
Localização: 17

Re: Degiro. Vale a pena? É confiável?

por dozens » 3/10/2014 11:48

ParaCima Escreveu:o mecanismo dos 100 mil euros também se aplica a estas empresas?!?!?!?! (correctoras)

se sim, no meu caso não vejo qualquer problema... isto de naõ ser rico, ás vezes tb traz vantagens!!! :P LOL


O mecanismo dos 100 mil euros aplica-se a depósitos a prazo. Acho que estes não praticam isso.

Perguntas pelo mecanismo dos 25 mil euros? Esse sim estou curioso...mas tecnicamente tem que se aplicar.
viewtopic.php?f=3&t=82630&start=3750

Quem irá perder o medo, e aceitar o desafio do Mouro?

Dos fracos não reza a história.
 
Mensagens: 87
Registado: 9/9/2014 12:26

Re: Degiro. Vale a pena? É confiável?

por Xeque » 3/10/2014 12:21

Viva,

No preçário disponibilizado não fica claro se existem custos de custódia.

Conseguiram perceber?
 
Mensagens: 11
Registado: 6/12/2013 12:28

Re: Degiro. Vale a pena? É confiável?

por Blue Epsilon » 3/10/2014 12:23

Fiz uma pesquisa no site deles e não encontrei referências a CFDs. Por outro lado mencionam que é possível shortar acções, que não deve então ser via CFDs, mas de outra forma.

Alguém sabe mais algo sobre isto?
Segue a tendência e não te armes em herói ao tentar contrariá-la.
Podes tentar, mas o Mercado é um monstro selvagem que provavelmente te irá engolir.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1325
Registado: 29/11/2007 2:13
Localização: Porto

Re: Degiro. Vale a pena? É confiável?

por RGS » 3/10/2014 12:54

Desculpem lá. Low cost? Onde? ActivTrades comissão é 0.05% minimo 1€/$1/1£, contratos futuros apenas se paga o spread, reduzido por acaso. Isso sim é lowcost.
 
Mensagens: 14
Registado: 15/5/2007 14:45

Re: Degiro. Vale a pena? É confiável?

por dozens » 3/10/2014 12:58

https://www.degiro.pt/precario/

Se este quadro é verdade...eu direi que é mais q low cost: é really low cost.
viewtopic.php?f=3&t=82630&start=3750

Quem irá perder o medo, e aceitar o desafio do Mouro?

Dos fracos não reza a história.
 
Mensagens: 87
Registado: 9/9/2014 12:26

Re: Degiro. Vale a pena? É confiável?

por hmbp » 3/10/2014 16:45

Boa tarde a todos.
Nos termos de aceitação do serviço consta o seguinte ponto que em baixo transcrevo:

"Ao assinar, o Cliente confirma ter lido e aceite as disposições 4.5 e 9 das Condições dos Serviços de Investimento sobre a utilização de Títulos por terceiros e o empréstimo de Títulos pela DEGIRO. Para mais informações sobre o assunto aconselhamos-lhe a leitura do capítulo "Gestão de Instrumentos Financeiros" no documento Informações adicionais sobre os Serviços de Investimento. Este documento encontra-se disponível no Centro de Documentação do website. "

O referido ponto 4.5 diz :

"4.5 Uso por parte de terceiros
O Cliente autoriza expressamente a DEGIRO a autorizar o direito de uso sobre os Instrumentos
Financeiros por parte de terceiros, sob condição que os terceiros, como por exemplo os agentes
de compensação e corretores primários detentores de posições em dinheiro e Instrumentos
Financeiros do Cliente através da DEGIRO, insistam ou tenham insistido num direito de uso
relativamente a estes Instrumentos Financeiros. Um direito de uso por parte do terceiro aqui
mencionado significa que a nível deste indivíduo/instituição não existe separação de recursos.
Em caso de falência da terceira parte envolvida, podem ocorrer danos. A DEGIRO tenta limitar o
risco de isto acontecer, selecionando meticulosamente os terceiros que envolve e monitorizando
os mesmos, exigindo segurança ou proteção jurídica, bem como o direito de compensação
bilateral com vencimento antecipado. As posições em Instrumentos Financeiros sobre os quais
um terceiro possui direito de uso são atribuídos, prorato,pela DEGIRO aos clientes para os
quais a Beleggersgiro ou a DEGIRO geria tais Instrumentos Financeiros através de uma terceira
parte"

Alguém consegue traduzir isto e quais os riscos dos "danos" que podem ocorrer?
A Degiro disponibiliza uma conta "Custody ", que não obriga à aceitação deste ponto, no entanto, para ter cotações em tempo real já se pagam 5€ mensais.
 
Mensagens: 11
Registado: 3/10/2014 16:30

Re: Degiro. Vale a pena? É confiável?

por mwc 2.0 » 3/10/2014 17:35

Boa Tarde,


Uma coisa é certa...estão com uma campanha de marketing muito forte.......


http://observador.pt/2014/10/03/correto ... rtugueses/


A DeGiro, a corretora holandesa que pretende expandir-se para toda a União Europeia, abre nesta sexta-feira os seus serviços aos investidores portugueses com um promessa: reduzir drasticamente os custos de bolsa. As comissões de negociação são até 94% mais baratas do que as cobradas pela concorrência, mostra o seu portal.

Gijs Nagel, diretor da DeGiro, estima que os intermediários financeiros portugueses não aguentarão a pressão, tal como a maioria dos corretores europeus, por serem “dinossauros” em termos de eficiência. Ele estima que, dentro de cinco anos, haverá apenas cinco corretoras de escala europeia. “Dificilmente alguma será portuguesa, mas dependerá da reação” à entrada da DeGiro. Uma reação esperada pelo diretor é a fusão de intermediários financeiros. Nagel conta entre as corretoras potencialmente sobreviventes na Europa a norte-americana Interactive Brokers e o dinamarquês Saxo Bank, além da DeGiro.

Embora indiretamente, muitos investidores portugueses já são próximos do Saxo Bank, porque a sua plataforma é a usada pelos clientes do Banco Best, do Banco Carregosa, da Dif Broker e da Orey Financial. Estes são simultaneamente os intermediários financeiros portugueses mais económicos, segundo a última análise da Proteste Investe, a publicação financeira ligada à Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor.

Comissões em versão mini

Gijs Nagel explica que a DeGiro cobra as comissões que normalmente são aplicadas aos grandes investidores, como os gestores de ativos. “A pergunta não deve ser como nós conseguimos pagar tão pouco, mas porque cobram os outros tanto”, salienta. Ele explica que um negócio na Euronext Lisbon de dez mil euros custa à DeGiro um euro e que ela cobra 4,5 euros aos clientes. “É uma boa margem de lucro!”, exclama Nagel. E acrescenta: “Não sei como há quem cobre 50 euros”, apontando para a portuense Golden Broker.

As comissões cobradas pela DeGiro são iguais para todos os seus clientes nos nove países onde já está presente, exceto nas operações nas bolsas locais. Em Portugal, nas operações até 50 mil euros, a comissão é de 50 cêntimos acrescidos de 0,04% do valor do negócio. A soma tem um valor máximo de cinco euros.

A estrutura de comissões significa que uma compra cinco mil euros na bolsa alfacinha custa 2,5 euros, o mesmo valor que a comissão mais baixa praticada até agora em Portugal. O Banco Carregosa, através do preçário GoBulling Web, aplica uma comissão mínima de 2,5 euros às ações lisboetas. Contudo, se a ordem for executada em mais do que um negócio, este custo aumenta, colocando a DeGiro em vantagem. Para comparação, a Caixa Geral de Depósitos, o maior banco português, cobra uma comissão fixa de 10,61 euros numa ordem de cinco mil euros na bolsa nacional colocada através da Internet.


Grandes descontos lá fora

É nos negócios fora da Europa que se notam as maiores diferenças. O Millennium bcp, o segundo maior banco nacional, cobra 20 euros nas operações via Internet até dez mil euros nas bolsas norte-americanas. (A Caixa Geral de Depósitos não oferece o acesso a estas bolsas através da Internet.) A DeGiro calcula que a compra de dez mil euros em ações da Google custem 0,58 euros aos seus clientes.

Gijs Nagel revela que os clientes dos grandes bancos não são o primeiro alvo de captação da DeGiro. “Queremos os 10% de investidores responsáveis por 90% das transações”, avisa o diretor. Ele estima que são entre 50 e 90 mil portugueses que são clientes dos intermediários nacionais mais baratos.

Embora seja holandesa, a DeGiro está registada na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a supervisora nacional do mercado de capitais, para exercer a atividade de intermediação financeira em regime de livre prestação de serviços.

O objetivo da DeGiro é alcançar uma quota de mercado em Portugal de 25% nos próximos anos. Embora seja superior à maior quota de mercado atualmente (o Banco BPI recebeu 22,3% do valor das ordens online nos primeiros oito meses do ano, segundo a CMVM), Nagel diz que não é um objetivo demasiado ambicioso, porque nunca foram apresentadas comissões tão baixas por cá.

Os mercados acessíveis a partir da plataforma web da DeGiro (que, antes do final do ano, terá uma versão móvel) são muitos – desde Lisboa até Sidney, passando por Istambul e Tóquio – e está em expansão. Até 2015 entrar, a corretora adicionará acesso direto a bolsas até agora remotas, como as localizadas na Coreia do Sul, Egito, Índia, Malásia, Nigéria, Nova Zelândia e Vietname.

Não há conta à ordem

O processo de abertura de conta é “o mais simples possível”, explica Gijs Nagel, que estima que dez minutos na Internet são suficientes. Depois de preencher um formulário, basta uma transferência de um banco português para a conta ficar ativa. Não é preciso enviar cópias de cartões de identidade nem comprovativos de morada ou de residência, porque a identificação que acompanha a transferência bancária é suficiente. A única limitação, segundo o diretor, é quando se quer repatriar os capitais investidos: apenas podem ir para a conta que fez a transferência original.

Embora seja a DeGiro a executar as ordens de investimento, é a Stichting DeGiro, um veículo de custódia, que guarda os ativos através de contas em dois grandes bancos, um holandês e outro norte-americano. O veículo, criado ao abrigo de legislação especial dos Países Baixos, aproxima-se da estrutura de uma fundação em Portugal. A Stichting DeGiro permite separar os ativos dos clientes dos ativos da corretora. Em caso de falência da DeGiro, “a fundação assegura que os ativos dos clientes estão seguros”, explica Gijs Nagel.

O dinheiro que não é imediatamente aplicado em instrumento financeiros não ficam numa conta à ordem: são direcionados automaticamente para um fundo de baixo risco. Este fundo garante um rendimento equivalente à Eonia, a taxa interbancária da zona euro para aplicações de um dia, deduzida de 0,25%. Atualmente, esta fórmula resulta num valor negativo, mas Gijs Nagel garante que, nestas situações, o rendimento é nulo.

O diretor da DeGiro afirma que este esquema é mais seguro do que deixar o dinheiro à ordem no banco, porque a participação dos investidores no fundo de baixo risco também é adquirida através da Stichting DeGiro.

Embora a participação no fundo seja detida pelo veículo de custódia, o risco é dos investidores. Segundo o prospeto, o fundo, na sua versão em euros, investe em obrigações de estados e de empresas de rating elevado e em depósitos bancários. Porém, mesmo que o fundo apresente perdas, a entidade gestora, a HiQ Invest, que, tal como a DeGiro, pertence ao grupo LPE Capital, cobre os prejuízos para os investidores não serem prejudicados, garante Gijs Nagel. O diretor da DeGiro, que também dirige a LPE Capital e a HiQ Invest, garante outra coisa: o fundo que elimina a necessidade de ter contas à ordem não é alvo de qualquer tipo de comissão.
"The truth has no temperature" - Malika in "The Counselor"
 
Mensagens: 54
Registado: 2/5/2014 7:58

Re: Degiro. Vale a pena? É confiável?

por dbass » 3/10/2014 18:01

Muito interessente.......... :clap: :clap: :clap:

Só não consigo ver como funciona a plataforma em termos de gráficos!!!
Alguém tem ideia se é boa ?

BN
 
Mensagens: 87
Registado: 16/1/2014 19:56

Re: Degiro. Vale a pena? É confiável?

por pcm1979 » 3/10/2014 23:14

Depois do incidente que me aconteceu hoje, veio mesmo a calhar esta Degiro... :roll:
Para quem quer fazer intraday em NYSE, é o paraíso... sobe 2 ou 3 centimos e pimba, tá vendida :lol:
 
Mensagens: 971
Registado: 26/7/2014 12:37
Localização: Braga

Re: Degiro. Vale a pena? É confiável?

por CaçadordePips » 4/10/2014 0:07

pcm1979 Escreveu:Depois do incidente que me aconteceu hoje, veio mesmo a calhar esta Degiro... :roll:
Para quem quer fazer intraday em NYSE, é o paraíso... sobe 2 ou 3 centimos e pimba, tá vendida :lol:


Que se passou PCM?

Hoje telefonei para lá e perguntei quanto eram os custos totais para um compra de 10 acções da google?

Resposta - 0,58cts.

Se isto for verdade (custa acreditar) as comissões são mais baixas que na interactivebrokers.
Caçador de Pips- O meu blog sobre os Mercados Financeiros! Criticas e sugestões são bem vindas.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 227
Registado: 14/8/2014 19:36

Re: Degiro. Vale a pena? É confiável?

por fjust » 4/10/2014 9:37

Quando a esmola é demais, o pobre desconfia.....

Isto não pode ser comparável ao serviço de corretagem normal, estão a comunicar coisas diferentes tentanto fazer parecer que é igual!

Posso garantir que um broker paga mais ao mercado do que as comissões que estes senhores estão a cobrar.

Depois já vi que há aqui alguma confusão.... eles estão a falar em cotação em tempo real, ou em negociação em tempo real? Ou seja, ao negociar num broker tradicional ao ordem é enviada individualmente e em segundos ao mercado, pagando o broker também uma comissão por cada envio, e pelo que ouvi, aqui esperam por várias ordens para serem enviadas em lote, assim uma ordem pode ser enviada ao mercado com um atraso de 10 - 15 min.

Por outro lado, não há guarda de títulos porque os títulos não ficam à guarda do corretor, nem sob a gestão do adquirente, são depositados em bancos maiores e podem ser emprestados a terceiros, não havendo garantia de disponibilização quando o cliente pretender vender.

Nos negócios não há almoços grátis, investir neste tipo de produtos já é um risco, nestas condições o risco é multiplicado algumas vezes, mas cada um tem a sua tolerância ao risco e estratégia de investimento.
 
Mensagens: 3
Registado: 4/10/2014 9:20

Re: Degiro. Vale a pena? É confiável?

por CaçadordePips » 4/10/2014 11:59

[quote="fjust"] "e pelo que ouvi, aqui esperam por várias ordens para serem enviadas em lote, assim uma ordem pode ser enviada ao mercado com um atraso de 10 - 15 min."
/quote]

A onde é que esta essa informação?

Andam muitos novos usuários por este tópico!

Os funcionários administrativos das corretoras lusas estão no terreno... :mrgreen:
Caçador de Pips- O meu blog sobre os Mercados Financeiros! Criticas e sugestões são bem vindas.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 227
Registado: 14/8/2014 19:36

Re: Degiro. Vale a pena? É confiável?

por Xeque » 4/10/2014 13:31

Viva,

Mas onde é que está a informação sobre o delay de 15 minutos? Não vi essa referência no site da DeGiro.
A confirmar-se é importante para o trading e irrelevante para uma estratégia de B&H como a que faço.

Na matéria do "Observador" o diretor cita valores muito interessantes a respeito dos custos da corretora em cada ordem e o que é repassado ao "consumidor". Se é assim, não tenho dúvidas que as demais corretoras terão de baixar os preços o que alterará bastante a atual realidade do pequeno investidor.

Por último aquilo que para mim ficou menos claro até agora. Não existem custos de guarda de títulos? Se os mesmos ficam entregues a terceiros esses também não cobram nada? Aí, a questão da segurança parece muito pertinente. Mas se existir, ao menos em tese, este modelo parece muito, muito atrativo...
 
Mensagens: 11
Registado: 6/12/2013 12:28

Re: Degiro. Vale a pena? É confiável?

por rg7803 » 4/10/2014 17:47

CaçadordePips Escreveu:
fjust Escreveu: "e pelo que ouvi, aqui esperam por várias ordens para serem enviadas em lote, assim uma ordem pode ser enviada ao mercado com um atraso de 10 - 15 min."
/quote]

A onde é que esta essa informação?

Andam muitos novos usuários por este tópico!

Os funcionários administrativos das corretoras lusas estão no terreno... :mrgreen:



Leste o meu pensamento...algo veio agitar as águas!
“Buy high, sell higher...”.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 2957
Registado: 1/5/2008 23:09
Localização: Almada.

Próximo

Quem está ligado:
Utilizadores a ver este Fórum: Bing [Bot], ee03146, Flavc, Google Adsense [Bot], habanero, heterocedastico30, Investbem, JoaoClaro, lfa, LoneWolf, m-m, malakas, maturidade, Minsk, Mr. Mad_off, nunorsilva, Stains, suminvestido e 67 visitantes