Investir em Floresta

Espaço dedicado a todo o tipo de troca de impressões sobre os mercados financeiros de uma forma genérica e a todo o tipo de informação útil que possa condicionar o desempenho dos mesmos

Moderadores: pata-hari, Ulisses Pereira, MarcoAntonio

Investir em Floresta

por mpp21 » 12/10/2013 15:10

Bom dia malta,

O que pensam do investimento em floresta? Nomeadamente comprar um terreno e enche-lo de arvores com vista a obter rendimento passado uns anos?

Como todos os investimentos tem riscos, sendo o maior talvez os incendios. Mas por outro lado, um terreno grande no Alentejo é barato, e a plantação/manutenção das árvores, regra geral, não é muito dispendiosa.
 
Mensagens: 57
Registado: 18/10/2011 23:16

Re: Investir em Floresta

por Opcard33 » 12/10/2013 17:19

mpp21 Escreveu:Bom dia malta,

O que pensam do investimento em floresta? Nomeadamente comprar um terreno e enche-lo de arvores com vista a obter rendimento passado uns anos?

Como todos os investimentos tem riscos, sendo o maior talvez os incendios. Mas por outro lado, um terreno grande no Alentejo é barato, e a plantação/manutenção das árvores, regra geral, não é muito dispendiosa.


É necessário encontrar terreno com carecteriticas adequadas para a floresta , não é por acaso que não há floresta no Alentejo .

De todos os produtos florestais , só o pinhão e a castanha não perdeu valor , da cortiça ao pinho passado pelo eucalipto o preço da tonelada.é menos de metade do que eram nos anos 80 , para o eucalipto só há 2 compradores Portucel e Altri que tem o poder de determinar o preço .

http://fcsseratostenes.blogspot.be/2013 ... osito.html
 
Mensagens: 389
Registado: 9/9/2013 15:13

Re: Investir em Floresta

por Elias » 12/10/2013 17:40

Trialul Escreveu:não é por acaso que não há floresta no Alentejo.


Isto não é de modo algum verdade. Há imensa floresta no Alentejo.
 
Mensagens: 35428
Registado: 5/11/2002 12:21
Localização: Barlavento

Re: Investir em Floresta

por PairOfJacks » 12/10/2013 17:49

Elias Escreveu:
Trialul Escreveu:não é por acaso que não há floresta no Alentejo.


Isto não é de modo algum verdade. Há imensa floresta no Alentejo.


Confere. Tirado do site do ICNF.
Anexos
floresta.png
floresta.png (99.5 KiB) Visualizado 3741 vezes
PairOfJacks
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 833
Registado: 22/7/2009 6:41

Re: Investir em Floresta

por Opcard33 » 12/10/2013 18:15

Elias Escreveu:
Trialul Escreveu:não é por acaso que não há floresta no Alentejo.


Isto não é de modo algum verdade. Há imensa floresta no Alentejo.



Só discordo do termo imensa , mesmo considerando a pinheira e os sobreiros , o que não deixa de ser uma vantagem ,praga dos incêndios é uma coisa pouco vista no Alentejo .

O nível de humidade no Alentejo não permite um crecimento rápido , para um pinheiro bravo chegar a uma tonelada se lá chegar , necessita de 60 a 80 anos , na fábrica podes receber 30 euros
Só o eucalipto compensa por ter crecimento rápido 10 anos mas precisa de muita água tonelada pelos 50 euros.

Ou seja sobre o ponto de vista florestal o Alentejo , não é competitivo , mas se autorizarem a plantar eucalipto na zona do alqueva o crecimento será rápido.
 
Mensagens: 389
Registado: 9/9/2013 15:13

Re: Investir em Floresta

por Elias » 12/10/2013 18:44

PairOfJacks Escreveu:Confere. Tirado do site do ICNF.


Exacto PairOfJacks. Não só é a região que tem mais, como é a única em que a área de floresta está a aumentar.

Trialul Escreveu:Só discordo do termo imensa , mesmo considerando a pinheira e os sobreiros


Provavelmente não conheces bem o Alentejo para afirmares uma coisa destas.

Quem percorrer a A2 para o Algarve (não sei se é o teu caso), vai atravessar justamente as áreas menos arborizadas do Alentejo (por exemplo concelhos de Ferreira, Aljustrel, Castro Verde) e pode ficar com uma ideia de que o Alentejo é uma vasta planície coberta de trigo. No entanto, o Alentejo tem manchas florestais de grande dimensão, direi mesmo que tem algumas das manchas florestais mais extensas do país.

Vejamos mais em detalhe:

- Mais de metade dos pinheiros-mansos de Portugal estão concentrados nos concelhos de Alcácer do Sal e Grândola (ambos no Alentejo e ambos com um coberto arbóreo denso).
- Em termos de pinheiro-bravo, tens manchas consideráveis nos concelhos de Alcácer do Sal, Grândola, Sines, Portalegre, Marvão, Vendas Novas, Ponte de Sor (tudo concelhos eminentemente florestais).
- Quanto ao eucalipto, existem eucaliptais extensos em diversos concelhos alentejanos, dos quais destaco muito especialmente Gavião e Nisa, mas também Portalegre, Crato, Ponte de Sor e ainda Odemira.
- Os sobreiros ocupam áreas vastíssimas no Alentejo, por vezes com formações muito densas, como por exemplo nos concelhos de Mora, Ponte de Sor, Montemor-o-Novo, Alcácer do Sal, Grândola, Santiago do Cacém, Arraiolos, Estremoz e também na margem esquerda do Guadiana, por exemplo no concelho de Serpa e ainda na região entre Évora e Beja; destaco o concelho de Portel pela extensão e densidade dos sobreirais que aí existem; mas na verdade há vastos sobreirais em muitos outros concelhos.
- Há ainda os azinhais, que se distribuem essencialmente pela metade oriental da região, atingindo maior expressão e densidade em concelhos como Mourão, Moura, Barrancos, Serpa, Mértola, Arronches, Alandroal e Monforte, mas também na região central, como são os casos de Évora, Almodôvar, Alvito, Cuba e Vidigueira, por exemplo.
- Devo ainda referir a existência de manchas importantes e densas de carvalho-negral, que se concentram no norte alentejano, nomeadamente nos concelhos de Portalegre, Nisa e Castelo de Vide.
- Por fim, no caso de Portalegre, Castelo de Vide e Marvão não deve ser esquecida a existência de vastos soutos, que são importantes para a produção de castanha.
 
Mensagens: 35428
Registado: 5/11/2002 12:21
Localização: Barlavento

Re: Investir em Floresta

por Greedy_Greeny » 12/10/2013 18:53

eh, catano!
o Elias só pode ser engº florestal !!!

Elias Escreveu:
PairOfJacks Escreveu:Confere. Tirado do site do ICNF.


Exacto PairOfJacks. Não só é a região que tem mais, como é a única em que a área de floresta está a aumentar.

Trialul Escreveu:Só discordo do termo imensa , mesmo considerando a pinheira e os sobreiros


Provavelmente não conheces bem o Alentejo para afirmares uma coisa destas.

Quem percorrer a A2 para o Algarve (não sei se é o teu caso), vai atravessar justamente as áreas menos arborizadas do Alentejo (por exemplo concelhos de Ferreira, Aljustrel, Castro Verde) e pode ficar com uma ideia de que o Alentejo é uma vasta planície coberta de trigo. No entanto, o Alentejo tem manchas florestais de grande dimensão, direi mesmo que tem algumas das manchas florestais mais extensas do país.

Vejamos mais em detalhe:

- Mais de metade dos pinheiros-mansos de Portugal estão concentrados nos concelhos de Alcácer do Sal e Grândola (ambos no Alentejo e ambos com um coberto arbóreo denso).
- Em termos de pinheiro-bravo, tens manchas consideráveis nos concelhos de Alcácer do Sal, Grândola, Sines, Portalegre, Marvão, Vendas Novas, Ponte de Sor (tudo concelhos eminentemente florestais).
- Quanto ao eucalipto, existem eucaliptais extensos em diversos concelhos alentejanos, dos quais destaco muito especialmente Gavião e Nisa, mas também Portalegre, Crato, Ponte de Sor e ainda Odemira.
- Os sobreiros ocupam áreas vastíssimas no Alentejo, por vezes com formações muito densas, como por exemplo nos concelhos de Mora, Ponte de Sor, Montemor-o-Novo, Alcácer do Sal, Grândola, Santiago do Cacém, Arraiolos, Estremoz e também na margem esquerda do Guadiana, por exemplo no concelho de Serpa e ainda na região entre Évora e Beja; destaco o concelho de Portel pela extensão e densidade dos sobreirais que aí existem; mas na verdade há vastos sobreirais em muitos outros concelhos.
- Há ainda os azinhais, que se distribuem essencialmente pela metade oriental da região, atingindo maior expressão e densidade em concelhos como Mourão, Moura, Barrancos, Serpa, Mértola, Arronches, Alandroal e Monforte, mas também na região central, como são os casos de Évora, Almodôvar, Alvito, Cuba e Vidigueira, por exemplo.
- Devo ainda referir a existência de manchas importantes e densas de carvalho-negral, que se concentram no norte alentejano, nomeadamente nos concelhos de Portalegre, Nisa e Castelo de Vide.
- Por fim, no caso de Portalegre, Castelo de Vide e Marvão não deve ser esquecida a existência de vastos soutos, que são importantes para a produção de castanha.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 129
Registado: 20/7/2012 4:24

Re: Investir em Floresta

por Opcard33 » 12/10/2013 19:36

Elias Escreveu:
PairOfJacks Escreveu:Confere. Tirado do site do ICNF.


Exacto PairOfJacks. Não só é a região que tem mais, como é a única em que a área de floresta está a aumentar.

Trialul Escreveu:Só discordo do termo imensa , mesmo considerando a pinheira e os sobreiros


Provavelmente não conheces bem o Alentejo para afirmares uma coisa destas.

Quem percorrer a A2 para o Algarve (não sei se é o teu caso), vai atravessar justamente as áreas menos arborizadas do Alentejo (por exemplo concelhos de Ferreira, Aljustrel, Castro Verde) e pode ficar com uma ideia de que o Alentejo é uma vasta planície coberta de trigo. No entanto, o Alentejo tem manchas florestais de grande dimensão, direi mesmo que tem algumas das manchas florestais mais extensas do país.

Vejamos mais em detalhe:

- Mais de metade dos pinheiros-mansos de Portugal estão concentrados nos concelhos de Alcácer do Sal e Grândola (ambos no Alentejo e ambos com um coberto arbóreo denso).
- Em termos de pinheiro-bravo, tens manchas consideráveis nos concelhos de Alcácer do Sal, Grândola, Sines, Portalegre, Marvão, Vendas Novas, Ponte de Sor (tudo concelhos eminentemente florestais).
- Quanto ao eucalipto, existem eucaliptais extensos em diversos concelhos alentejanos, dos quais destaco muito especialmente Gavião e Nisa, mas também Portalegre, Crato, Ponte de Sor e ainda Odemira.
- Os sobreiros ocupam áreas vastíssimas no Alentejo, por vezes com formações muito densas, como por exemplo nos concelhos de Mora, Ponte de Sor, Montemor-o-Novo, Alcácer do Sal, Grândola, Santiago do Cacém, Arraiolos, Estremoz e também na margem esquerda do Guadiana, por exemplo no concelho de Serpa e ainda na região entre Évora e Beja; destaco o concelho de Portel pela extensão e densidade dos sobreirais que aí existem; mas na verdade há vastos sobreirais em muitos outros concelhos.
- Há ainda os azinhais, que se distribuem essencialmente pela metade oriental da região, atingindo maior expressão e densidade em concelhos como Mourão, Moura, Barrancos, Serpa, Mértola, Arronches, Alandroal e Monforte, mas também na região central, como são os casos de Évora, Almodôvar, Alvito, Cuba e Vidigueira, por exemplo.
- Devo ainda referir a existência de manchas importantes e densas de carvalho-negral, que se concentram no norte alentejano, nomeadamente nos concelhos de Portalegre, Nisa e Castelo de Vide.
- Por fim, no caso de Portalegre, Castelo de Vide e Marvão não deve ser esquecida a existência de vastos soutos, que são importantes para a produção de castanha.


Antes de mais o meu obrigado por eu ter actualizado a minha informação florestal sobre o Alentejo.

A minha imagem do Alentejo ,tirado o caminho para o Algarve , era aérea dos idos anos 70 na realidade via sobreiro e pinheiras mas sem mancha verde , já quando sobrevoava o centro e norte era visível uma grande mancha verde fruta das suas florestas .
 
Mensagens: 389
Registado: 9/9/2013 15:13

Re: Investir em Floresta

por Razao_Pura » 12/10/2013 20:53

Oliveiras também. Das que dão azeitonas.....
R.P.
Trade the trend.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1673
Registado: 5/11/2002 19:00
Localização: 24

Re: Investir em Floresta

por Elias » 12/10/2013 21:01

Greedy_Greeny Escreveu:eh, catano!
o Elias só pode ser engº florestal !!!


lol, por acaso não sou... mas conheço bem o território :wink:

Trialul Escreveu:A minha imagem do Alentejo ,tirado o caminho para o Algarve , era aérea dos idos anos 70 na realidade via sobreiro e pinheiras mas sem mancha verde , já quando sobrevoava o centro e norte era visível uma grande mancha verde fruta das suas florestas .


pois, o que acontece é que a floresta no Alentejo pode ser um pouco menos densa em certas zonas (por exemplo no chamado montado aberto), o que pode transmitir uma impressão de descontinuidade... mas as áreas cobertas são muito grandes

Razao_Pura Escreveu:Oliveiras também. Das que dão azeitonas.....
R.P.


É um facto que há muitas oliveiras no Alentejo; contudo, os olivais não são considerados como zonas florestais e sim como zonas agrícolas, daí não os ter referido no post anterior.
Aliás convém salientar que a maioria dos olivais novos que estão a ser plantados no Alentejo são intensivos e de regadio, as oliveiras que aí existem têm uma altura de 2 metros, por vezes menos, pelo que dificilmente atingem porte arbóreo.
 
Mensagens: 35428
Registado: 5/11/2002 12:21
Localização: Barlavento

Re: Investir em Floresta

por Opcard33 » 12/10/2013 22:07

Penso estar certo sobre produção de madeira, no nosso pais dos cerca 200 milhões de m3, essencialmente eucalipto e pinheiro bravo ,90% terá origem no norte e centro do pais .
 
Mensagens: 389
Registado: 9/9/2013 15:13

Re: Investir em Floresta

por ferreira10 » 12/10/2013 23:46

Investir em floresta??Uiii! Eu tenho para «ali» uns terrenos que têm lá mata até à ponta dos cabelos. Ando a tentar vender ao desbarato os pinheiros lá presentes e demais arbustos para que os terrenos sejam limpos. Já dei uma volta pelos madeireiros da zona.Mas... infortunadamente, todos se queixam que o negocio está mal.lol Com a construção arrasada e com a crescente substituição das madeiras por andaimes metálicos, dizem eles, cada vez o setor da construção está pior.Lengalenga de madeireiro: bem percebido!Com uma ponta de verdade; acrescentemos-lhes esta justiça devida!

Identifico neste interface negocial:
(1) um problema na «formação do preço». O qual, pode declinar a rentabilidade de qualquer negocio.
(2) Uma maneira artesanal e de difícil mensurabilidade acerca do modo como os madeireiros analfabetos trabalham. (lol: analfabetos a nosso desfavor: bem entendido!).

A solução é vender a madeira à tonelada! Bem, mas e quem vai «lá» cortar a dita madeira?A menos que a gente tenha maquinas...! Outro item a acrescentar ao investimento requerido; maquinas para cortar a madeira e para a transportar! Esses Cabr#$%ãos dos madeireiros; não há maneira de saírem da equação!Lol
O Madeireiro desata a dizer que o terreno tem um declive acentuado e que o gasóleo está a um preço exorbitante.Vamos ter com outro madeireiro; o qual, nos certifica que as mesmas queixas e lengalengas apresentadas pelo anterior madeireiro já são conhecidas pela totalidade da comunidade!

Que seja assim:o madeireiro é um veiculo para atingir o nosso fim!lol Tomemos isso como um dado adquirido!Lol.E não tomemos «esse personagem» como sendo o destinatário final!
Mas ai, o madeireiro,...esse ser entendido mas bu$%&rro, estar a ser colocado na posição de um subalternizado??!Uiii!O homem que nos corta a madeira para que ela seja entregue de seguida na celulose???Ser subalternizado dessa maneira?De certo que ele não aceita essa posição passiva!lol

Se alguém tiver uma melhor ideia, de modo a ultrapassar este mercado não regulamentado; que diga; necessito de umas sugestões!

Aprendizagem adquiridas ao longo deste processo:
Contra mim falo, dado que ando a ver se os meus terrenos ficam limpos: andam para ai a mandar cacetada necessária em alguns (lol) pensionistas;mas com tantos terrenos ao abandono, porque não aplicam a lei, e multam aqueles que não estão devidamente cuidados?

A morte de um numero «sempre anormal» de bombeiros, seja qual for o tempo a circunstancia e o numero de bombeiros mortos,deve constituir um mote e um desígnio para que tamanha iniciativa tenha lugar .Porque não o fazem?Porque não aplicam a lei; a multa?Essa legislação nem precisa de passar pelo TC!E... «ela»... não constitui um fator de desgaste do atual governo!Dado que outro qualquer governo já legislou nesse sentido.Porque não aplicam a lei?

Faz sentido depender a multa da extensão da área de cada pedaço!É difícil de aferição?Tenho um colega, engenheiro geográfico, o qual fez o levantamento das áreas e terrenos «anexos» ao Alqueva, e de seguida, sei que cruzou a informação adquirida, com os correspondentes proprietários dos ditos terrenos: pode ser que ele dê uma sugestão.Quem sabe?lol
Caso achem o processo moroso demais, ò homem , ò mulher , apliquem um valor de multa fixo por cada terreno; por cada proprietário.Quantos milhões se angariavam nesta iniciativa?E depois..«ela» tinha a virtude de mexer com o mercado das madeiras; o mercado de trabalho nesse setor primário tão carenciado!
Caso o individuo não pagasse a multa de forma continuada, durante determinado período de tempo?Que melhor maneira de saber se um dado terreno estava ou não dado ao abandono?E em virtude de tamanho designo passar para a esfera do Estado tal «abandono»; terreno?Cum catano; quantas pessoas ficariam de orelhas ao alto?Calma; orelhas ao alto, significa sentir a vida!E quem não quer deambular pela vida de forma a que a sinta na plenitude? EPá: eu quero!LOL Precisamente por isso ando, a ver se os terrenos, os ditos, são limpos!A vida...essa, faz-se com desafios!Sejam quais eles forem!De outra forma , a vida, seria uma pasmaceira! :mrgreen:
“Successful trading is really very simple. Buy a stock at the right time and sell it at
the right time.”«Mel Raiman»
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1499
Registado: 29/11/2007 3:18

Re: Investir em Floresta

por Sr_SNiper » 3/4/2017 19:07

Estive a ver o que fazer para fazer uma plantação de eucalipto manso mas nao encontro valores de licenças a pagar para reflorestar o terreno nem onde me dirigir... liguei para a camara municipal e também não sabiam...
Alguém sabe o valor das licenças para 1.2 HECTARES e onde se pede e paga?
Lose your opinion, not your money
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 8871
Registado: 27/6/2009 22:08
Localização: Sniper World

Re: Investir em Floresta

por Worf » 3/4/2017 21:13

Ui, bom investimento!!!

Considerando a época de incêndios em portugal, e a forma como se deixa arder a floresta, julgo ser prudente investir num tipo de floresta que se plante em Setembro e se abata em maio/junho do ano seguinte :mrgreen:. Caso contrário está condenada a arder.

Se não arder, (o que é preciso ter uma boa dose de sorte), depois ao rendimento tem que se subtrair o IVA. Finalmente o valor apurado entra no IRS do produtor, o que muito provavelmente ainda o fará subir de escalão.

Finalmente o governo parece estar a preparar o aumento do IMI dos prédios rústicos.

https://www.publico.pt/2017/04/03/polit ... al-1767521

:wall: :wall: :wall: :wall: :wall: :wall:
“I can't give you a sure-fire formula for success, but I can give you a formula for failure: try to please everybody all the time.”
― Herbert Bayard Swope
 
Mensagens: 437
Registado: 24/6/2016 16:51

Re: Investir em Floresta

por rollingsnowball » 3/4/2017 21:30

ferreira10 Escreveu:Investir em floresta??Uiii! Eu tenho para «ali» uns terrenos que têm lá mata até à ponta dos cabelos. Ando a tentar vender ao desbarato os pinheiros lá presentes e demais arbustos para que os terrenos sejam limpos. Já dei uma volta pelos madeireiros da zona.Mas... infortunadamente, todos se queixam que o negocio está mal.lol Com a construção arrasada e com a crescente substituição das madeiras por andaimes metálicos, dizem eles, cada vez o setor da construção está pior.Lengalenga de madeireiro: bem percebido!Com uma ponta de verdade; acrescentemos-lhes esta justiça devida!

Identifico neste interface negocial:
(1) um problema na «formação do preço». O qual, pode declinar a rentabilidade de qualquer negocio.
(2) Uma maneira artesanal e de difícil mensurabilidade acerca do modo como os madeireiros analfabetos trabalham. (lol: analfabetos a nosso desfavor: bem entendido!).

A solução é vender a madeira à tonelada! Bem, mas e quem vai «lá» cortar a dita madeira?A menos que a gente tenha maquinas...! Outro item a acrescentar ao investimento requerido; maquinas para cortar a madeira e para a transportar! Esses Cabr#$%ãos dos madeireiros; não há maneira de saírem da equação!Lol
O Madeireiro desata a dizer que o terreno tem um declive acentuado e que o gasóleo está a um preço exorbitante.Vamos ter com outro madeireiro; o qual, nos certifica que as mesmas queixas e lengalengas apresentadas pelo anterior madeireiro já são conhecidas pela totalidade da comunidade!

Que seja assim:o madeireiro é um veiculo para atingir o nosso fim!lol Tomemos isso como um dado adquirido!Lol.E não tomemos «esse personagem» como sendo o destinatário final!
Mas ai, o madeireiro,...esse ser entendido mas bu$%&rro, estar a ser colocado na posição de um subalternizado??!Uiii!O homem que nos corta a madeira para que ela seja entregue de seguida na celulose???Ser subalternizado dessa maneira?De certo que ele não aceita essa posição passiva!lol

Se alguém tiver uma melhor ideia, de modo a ultrapassar este mercado não regulamentado; que diga; necessito de umas sugestões!

Aprendizagem adquiridas ao longo deste processo:
Contra mim falo, dado que ando a ver se os meus terrenos ficam limpos: andam para ai a mandar cacetada necessária em alguns (lol) pensionistas;mas com tantos terrenos ao abandono, porque não aplicam a lei, e multam aqueles que não estão devidamente cuidados?

A morte de um numero «sempre anormal» de bombeiros, seja qual for o tempo a circunstancia e o numero de bombeiros mortos,deve constituir um mote e um desígnio para que tamanha iniciativa tenha lugar .Porque não o fazem?Porque não aplicam a lei; a multa?Essa legislação nem precisa de passar pelo TC!E... «ela»... não constitui um fator de desgaste do atual governo!Dado que outro qualquer governo já legislou nesse sentido.Porque não aplicam a lei?

Faz sentido depender a multa da extensão da área de cada pedaço!É difícil de aferição?Tenho um colega, engenheiro geográfico, o qual fez o levantamento das áreas e terrenos «anexos» ao Alqueva, e de seguida, sei que cruzou a informação adquirida, com os correspondentes proprietários dos ditos terrenos: pode ser que ele dê uma sugestão.Quem sabe?lol
Caso achem o processo moroso demais, ò homem , ò mulher , apliquem um valor de multa fixo por cada terreno; por cada proprietário.Quantos milhões se angariavam nesta iniciativa?E depois..«ela» tinha a virtude de mexer com o mercado das madeiras; o mercado de trabalho nesse setor primário tão carenciado!
Caso o individuo não pagasse a multa de forma continuada, durante determinado período de tempo?Que melhor maneira de saber se um dado terreno estava ou não dado ao abandono?E em virtude de tamanho designo passar para a esfera do Estado tal «abandono»; terreno?Cum catano; quantas pessoas ficariam de orelhas ao alto?Calma; orelhas ao alto, significa sentir a vida!E quem não quer deambular pela vida de forma a que a sinta na plenitude? EPá: eu quero!LOL Precisamente por isso ando, a ver se os terrenos, os ditos, são limpos!A vida...essa, faz-se com desafios!Sejam quais eles forem!De outra forma , a vida, seria uma pasmaceira! :mrgreen:


Longe de ser a minha área (embora na família tenha havido bastante negócio de madeira), a ideia que tenho é que a madeira já é vendida à tonelada. Sempre que algum familiar meu quer vender árvores eles lá vão em grupos de 2 ou 3 escolher as árvores em melhor situação para cortar e lá dizem: este tem meia tonelada e está aqui a atrapalhar o crescimento das outras, é para marcar, aquele tem tonelada e meia, marca aí, este tem uma tonelada, e por aí fora. Ainda assim pelo que percebo aquilo não dá muito dinheiro.

Em situações normais, para manter um terreno limpo o rendimento das árvores não paga as limpezas. Por isso é que todo o resto do teu post sobre a aplicação das multas não faz sentido nenhum. Um terreno é um investimento. Limpar o terreno torna o terreno numa despesa. Se o estado quer as matas limpas tem que arranjar um modo de tornar o investimento rentável mesmo após as limpezas e, aí sim, pode começar a cobrar multas. Para isso há poucas alternativas: ou o próprio estado limpa os terrenos e assim as pessoas podem ter o mesmo rendimento ou o estado deixa de cobrar IVA etc neste tipo de actividades e se abstém de passar multas pela ausência de limpeza dos matos.

Ao criador do tópico:
1- decide o rendimento que pretendes tirar do teu investimento. Só depois disso vale a pena passares aos pontos seguintes
2- confirma qual é a facilidade de venda de madeira na área por um preço justo. Se for um monopólio ou próximo disso não vais longe
3- pensa por quanto te vai sair o preço do terreno depois das limpezas iniciais
4- vê quanto tempo vão demorar as árvores a crescer para poderes vender e quanto vais receber nessa altura
5- pensa quanto vais gastar em limpezas para manter aquilo limpo
6-o valor em 4 descontado dos impostos (pois é há sempre o IVA e essas coisas... mais não seja sobre parte da venda... eles não conseguem fugir ao fisco a 100%) e do valor em 5 (lá está, este já não é dedutível, é tudo "isento" de impostos) a dividir pelo valor em 3. Verifica se este valor gera o rendimento em 1 com uma margem de segurança que compense o risco de incêndio e deflação
7- Se não gerar podes avançar na mesma, mas é melhor não lhe chamar investimento

abraço
As opiniões traduzem uma interpretação pessoal da realidade não se constituindo como sugestões de investimento. Por serem uma interpretação pessoal, estas opiniões vão obrigatoriamente estar erradas por vezes, pelo que cada um deve efectuar a sua própria análise.
 
Mensagens: 1012
Registado: 13/12/2008 12:42
Localização: 14

Re: Investir em Floresta

por Worf » 3/4/2017 21:54

ha e ainda falta mencionar os créditos de carbono, que nem sequer sei para que foram criados. Os créditos de carbono funcionam? São comercializados em bolsa?

O proprietário de uma floresta certificada recebe pelos créditos de carbono?
“I can't give you a sure-fire formula for success, but I can give you a formula for failure: try to please everybody all the time.”
― Herbert Bayard Swope
 
Mensagens: 437
Registado: 24/6/2016 16:51

Re: Investir em Floresta

por spidermucha » 3/4/2017 22:30

Sr_SNiper Escreveu:Estive a ver o que fazer para fazer uma plantação de eucalipto manso mas nao encontro valores de licenças a pagar para reflorestar o terreno nem onde me dirigir... liguei para a camara municipal e também não sabiam...
Alguém sabe o valor das licenças para 1.2 HECTARES e onde se pede e paga?


Deve submeter um pedido de plantação nesta plataforma: http://si.icnf.pt/login.jsp junto do ICNF

Não há licenças associadas, no entanto deve pedir assessoria de um ENG. florestal visto que para quem não é da área o formulário não é fácil de preencher. Além do mais com os problemas que lhe vão ser colocados relativamente ao eucalipto vai agradecer certamente o Eng.
 
Mensagens: 12
Registado: 15/4/2012 23:24
Localização: 20

Re: Investir em Floresta

por Sr_SNiper » 4/4/2017 0:09

Worf Escreveu:Ui, bom investimento!!!

Considerando a época de incêndios em portugal, e a forma como se deixa arder a floresta, julgo ser prudente investir num tipo de floresta que se plante em Setembro e se abata em maio/junho do ano seguinte :mrgreen:. Caso contrário está condenada a arder.

Se não arder, (o que é preciso ter uma boa dose de sorte), depois ao rendimento tem que se subtrair o IVA. Finalmente o valor apurado entra no IRS do produtor, o que muito provavelmente ainda o fará subir de escalão.

Finalmente o governo parece estar a preparar o aumento do IMI dos prédios rústicos.

https://www.publico.pt/2017/04/03/polit ... al-1767521

:wall: :wall: :wall: :wall: :wall: :wall:

Muito obbrigado pela informação, f&%#%-se, com essa info, já nem preciso de mais nada... Muito Obrigado
Lose your opinion, not your money
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 8871
Registado: 27/6/2009 22:08
Localização: Sniper World

Re: Investir em Floresta

por Sr_SNiper » 4/4/2017 0:11

Spidermucha Escreveu:
Sr_SNiper Escreveu:Estive a ver o que fazer para fazer uma plantação de eucalipto manso mas nao encontro valores de licenças a pagar para reflorestar o terreno nem onde me dirigir... liguei para a camara municipal e também não sabiam...
Alguém sabe o valor das licenças para 1.2 HECTARES e onde se pede e paga?


Deve submeter um pedido de plantação nesta plataforma: http://si.icnf.pt/login.jsp junto do ICNF

Não há licenças associadas, no entanto deve pedir assessoria de um ENG. florestal visto que para quem não é da área o formulário não é fácil de preencher. Além do mais com os problemas que lhe vão ser colocados relativamente ao eucalipto vai agradecer certamente o Eng.

Obrigado pela informação.
São só 12.500m2... vão colocar assim tantos problemas' E se não submeter nada á coimas? Por estes lados o que nao falta são "bouças com florestas de idosos que tenho a certeza que ninguém poem nenhuma licença...
Lose your opinion, not your money
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 8871
Registado: 27/6/2009 22:08
Localização: Sniper World

Re: Investir em Floresta

por Worf » 4/4/2017 7:55

Sr_SNiper Escreveu:
Worf Escreveu:Ui, bom investimento!!!

Considerando a época de incêndios em portugal, e a forma como se deixa arder a floresta, julgo ser prudente investir num tipo de floresta que se plante em Setembro e se abata em maio/junho do ano seguinte :mrgreen:. Caso contrário está condenada a arder.

Se não arder, (o que é preciso ter uma boa dose de sorte), depois ao rendimento tem que se subtrair o IVA. Finalmente o valor apurado entra no IRS do produtor, o que muito provavelmente ainda o fará subir de escalão.

Finalmente o governo parece estar a preparar o aumento do IMI dos prédios rústicos.

https://www.publico.pt/2017/04/03/polit ... al-1767521

:wall: :wall: :wall: :wall: :wall: :wall:

Muito obbrigado pela informação, f&%#%-se, com essa info, já nem preciso de mais nada... Muito Obrigado


Obviamente que o meu comentário não era para ti, mas sim acerca dos aspectos positivos e negativos de investimento em floresta, bem como o que eventualmente se pode melhorar.

Sr_SNiper Escreveu:Estive a ver o que fazer para fazer uma plantação de eucalipto manso mas nao encontro valores de licenças a pagar para reflorestar o terreno nem onde me dirigir... liguei para a camara municipal e também não sabiam...
Alguém sabe o valor das licenças para 1.2 HECTARES e onde se pede e paga?


Se quiseres fazer tudo legalmente, julgo que o melhor a fazer é contactar uma empresa especializada em plantar eucaliptos (e elaborar os projectos) que eles tratam de tudo, por exemplo a abastena diz-te tudo sobre isso

http://abastena.pt/servicos.php

Caso contrário, tens sempre a opção de seres tu a plantar e sujeitas-te a uma multa.

Cumps.
“I can't give you a sure-fire formula for success, but I can give you a formula for failure: try to please everybody all the time.”
― Herbert Bayard Swope
 
Mensagens: 437
Registado: 24/6/2016 16:51

Re: Investir em Floresta

por spidermucha » 4/4/2017 9:46

Sr_SNiper Escreveu:
Spidermucha Escreveu:
Sr_SNiper Escreveu:Estive a ver o que fazer para fazer uma plantação de eucalipto manso mas nao encontro valores de licenças a pagar para reflorestar o terreno nem onde me dirigir... liguei para a camara municipal e também não sabiam...
Alguém sabe o valor das licenças para 1.2 HECTARES e onde se pede e paga?


Deve submeter um pedido de plantação nesta plataforma: http://si.icnf.pt/login.jsp junto do ICNF

Não há licenças associadas, no entanto deve pedir assessoria de um ENG. florestal visto que para quem não é da área o formulário não é fácil de preencher. Além do mais com os problemas que lhe vão ser colocados relativamente ao eucalipto vai agradecer certamente o Eng.

Obrigado pela informação.
São só 12.500m2... vão colocar assim tantos problemas' E se não submeter nada á coimas? Por estes lados o que nao falta são "bouças com florestas de idosos que tenho a certeza que ninguém poem nenhuma licença...


Foi instalado eucalipto por todo o nosso país, muitas vezes de forma pouco criteriosa tendo em conta o clima e tipo de solo (e sem licenças é verdade). É uma árvore associada a incêndios florestais, bem como a perda de biodiversidade o que leva a que as associações ambientalistas tenham vindo a travar uma guerra contra o eucalipto e tenho surgido condicionantes ambientais a plantação de eucalipto.

A entrada deste governo revogou um diploma do anterior que liberalizou a plantação de eucalipto e com a promessa de uma lei para o congelamento da área de eucalipto na reforma da floresta em curso. pelo que caso seja aprovada será ainda mais difícil existirem novas plantações.

Embora continue a aconselhar que fale com um ENG. florestal / Empresa, acho que para perceber se terá problemas pode dar uma vista de olhos ao PLANO DE ORDENAMENTO FLORESTAL (PROF) da sua região (encontra no google) e perceber se na sua zona está contemplada a plantação de eucalipto.
 
Mensagens: 12
Registado: 15/4/2012 23:24
Localização: 20


Quem está ligado:
Utilizadores a ver este Fórum: Adas, Crissssx, Dr Tretas, JosePLM, LoneWolf, macau5m, MSN [Bot], pattern, rocha28, VALHALLA e 27 visitantes