Outros sites Cofina
Caldeirão da Bolsa

O gajo está mesmo metido, não está?

Espaço dedicado a todo o tipo de troca de impressões sobre os mercados financeiros de uma forma genérica e a todo o tipo de informação útil que possa condicionar o desempenho dos mesmos

Moderadores: Pata-Hari, Ulisses Pereira, MarcoAntonio

por PMACS » 30/6/2012 17:23

Lion_Heart Escreveu:Imagem



Remuneração declarada por Sócrates não dá para viver em Paris



O rendimento declarado por José Sócrates em 2011 só dá para viver três meses em Paris, diz o jornal "Correio da Manhã".

José Sócrates declarou às Finanças 44 mil euros de rendimentos em 2011, o que lhe daria para manter o estilo de vida que tem em Paris por apenas tês meses, noticia hoje o jornal "Correio da Manhã".

O diário calcula que o ex-primeiro-ministro está a viver gastando uma média de 15 mil euros mensais. Na declaração de rendimentos de Sócrates constará apenas o vencimento dos seis meses de 2011 em que esteve no Governo, fazendo um total de 44 mil euros, o que não dá para viver mais de três meses na capital francesa.

http://clix.expresso.pt/remuneracao-dec ... is=f736660



Segundo dizem alguns socialistas, ele vive de um empréstimo bancário que paga a mãezinha!
“When it is obvious that the goals cannot be reached, don't adjust the goals, adjust the action steps.”
― Confucius
 
Mensagens: 1045
Registado: 30/9/2009 12:27
Localização: Savana Alentejana

por alexandre7ias » 30/6/2012 17:53

PMACS Escreveu:
Lion_Heart Escreveu:Imagem



Remuneração declarada por Sócrates não dá para viver em Paris



O rendimento declarado por José Sócrates em 2011 só dá para viver três meses em Paris, diz o jornal "Correio da Manhã".

José Sócrates declarou às Finanças 44 mil euros de rendimentos em 2011, o que lhe daria para manter o estilo de vida que tem em Paris por apenas tês meses, noticia hoje o jornal "Correio da Manhã".

O diário calcula que o ex-primeiro-ministro está a viver gastando uma média de 15 mil euros mensais. Na declaração de rendimentos de Sócrates constará apenas o vencimento dos seis meses de 2011 em que esteve no Governo, fazendo um total de 44 mil euros, o que não dá para viver mais de três meses na capital francesa.

http://clix.expresso.pt/remuneracao-dec ... is=f736660



Segundo dizem alguns socialistas, ele vive de um empréstimo bancário que paga a mãezinha!
.

Também quero....

:mrgreen:
O Sol brilha todos os dias, os humanos é que não!
Android Mobile
Imagem
 
Mensagens: 3732
Registado: 24/2/2005 19:41
Localização: Maia

por tava3 » 30/6/2012 21:26

O que nao falta por a´i sao "meninos" a viver as custas dos pa´is, ou do nome dos pa´is. E quando nao ´e dos pa´is ´e dos padrinhos. Eu acho que conheço alguem que viveu a vida toda assim mas n~ao me lembro quem. :wink:
Plan the trade and trade the plan
 
Mensagens: 3604
Registado: 3/11/2004 15:53
Localização: Lisboa

por PMACS » 30/6/2012 21:37

tavaverquenao2 Escreveu:O que nao falta por a´i sao "meninos" a viver as custas dos pa´is, ou do nome dos pa´is. E quando nao ´e dos pa´is ´e dos padrinhos. Eu acho que conheço alguem que viveu a vida toda assim mas n~ao me lembro quem. :wink:


Este?
Anexos
PS-João-Soares-1.jpg
PS-João-Soares-1.jpg (572.75 KiB) Visualizado 2676 vezes
“When it is obvious that the goals cannot be reached, don't adjust the goals, adjust the action steps.”
― Confucius
 
Mensagens: 1045
Registado: 30/9/2009 12:27
Localização: Savana Alentejana

por alexandre7ias » 5/7/2012 17:19

Freeport: Antigo gestor admitiu pedido de dois milhões de libras para viabilização do projecto
Lusa
05/07/2012 16:37

O antigo gestor do projecto do Freeport de Alcochete Rik Dattani admitiu hoje, perante o Tribunal do Barreiro, a existência de um pedido de dois milhões de libras para a viabilização daquele espaço comercial.

Esta testemunha do processo Freeport, no qual são arguidos os ex-sócios da empresa de consultoria Smith&Pedro - Charles Smith e Manuel Pedro -, acrescentou ter tido conhecimento daquele pedido num telefonema de Charles Smith, a 05 de Dezembro de 2001, véspera do segundo chumbo ao Estudo de Impacto Ambiental (EIA) do espaço comercial.

Apesar de inicialmente ter alegado não se recordar se Charles Smith lhe teria mencionado quem pedira a verba, depois de muito questionado pelo procurador da República e pelo colectivo de juízes, Rik Dattani admitiu que Charles Smith lhe disse que tinha sido feito por Albertino Antunes, e que este teria dito a Smith que fora solicitado por ministros.

Rik Dattani admitiu ainda que o telefonema foi feito em alta voz e presenciado por Jonatham Rawnsley, diretor do Freeport.

Quando questionado pelo presidente do colectivo, Afonso Andrade, sobre se nessa conversa telefónica com Charles Smith este lhe dera a entender que o pedido daquela verba "era uma brincadeira de mau gosto ou algo que podia ser levado a sério", a testemunha respondeu:

"Não me lembro de alguma vez ter sido encarada como uma brincadeira de mau gosto; lembro-me que, ao longo do processo, foi encarado como algo que pudesse ser descartado, mas nunca como uma brincadeira de mau gosto".

A 13 de abril, Jonathan Rawnsley foi confrontado pelo Tribunal sobre um documento escrito pelo próprio no qual se lia que "o sucesso do Freeport depende de quanto pagarmos ao partido".

Na altura, esta testemunha negou que a empresa tenha tido conhecimento do pedido de dinheiro, contrariando o testemunho prestado dias antes àquele tribunal pelo director comercial do Freeport entre 1998 e 2007, Gary Russel, que disse saber daquele pedido e que tinha sido efetuado por um escritório de advogados.

O colectivo de juízes questionou ainda Rik Dattani sobre se no telefonema de dia 05 de Dezembro de 2001 fora mencionada uma espécie de "organograma" que envolvia três governantes da altura, ao que a testemunha referiu "não se recordar da relação directa" entre aquelas pessoas e a viabilização do Freeport de Alcochete, admitindo, no entanto, tratarem-se de pessoas "ligadas à viabilização do projecto".

"A informação foi-me transmitida por Charles Smith, que me disse tê-la recebido do Dr. Albertino e posso até dizer que a origem eram ministros", disse mais tarde, depois das insistentes perguntas do Tribunal.

Rik Dattani foi ainda confrontado pelo procurador da República sobre se Charles Smith o informou da existência de uma conta no BES -- Banco Espírito Santo, referindo que sim e que Charles Smith lhe dissera que "serviria para eventuais pagamentos".

Questionado por uma das juízas do colectivo sobre se nunca tinha relacionado essas conversas com o chumbo do "outlet" (06 de Dezembro de 2001), Dattani disse que não, alegando que o pedido de verbas e o chumbo foram "encarados como coisas diferentes".

"Para nós não tinha havido qualquer crime, tinha havido um pedido de verbas, mas não tinha havido qualquer crime", disse, acrescentando que as instruções do presidente da Freeport da altura, Sean Collidge, foram no sentido da realização de um novo EIA.

Quando questionado pela mesma juíza sobre se não tinham ponderado uma participação criminal face a um documento da K. Consult, em que aparece o termo "bribe" (suborno), que é considerado crime na lei inglesa, não ponderou que também o fosse em Portugal, Rik Dattani argumentou que o pedido se "reportava a uma conversa telefónica", invocando ainda desconhecimento da lei portuguesa.

A juíza referia-se a um fax elaborado por Keith Payne, diretor executivo da K. Consult que, a 26 de Abril, admitiu perante o tribunal do Barreiro que a viabilização do Freeport de Alcochete passava pelo "pagamento a um partido político".

Em causa, no processo Freeport, estão alegadas ilegalidades na alteração da Zona de Protecção Especial do Estuário do Tejo. O caso tem como arguidos Charles Smith e Manuel Pedro, acusados de tentativa de extorsão.
O Sol brilha todos os dias, os humanos é que não!
Android Mobile
Imagem
 
Mensagens: 3732
Registado: 24/2/2005 19:41
Localização: Maia

por alexandre7ias » 9/7/2012 13:18

Domingos Silva, gestor que conhecia Charles Smith do algarve, afirmou esta segunda-feira em tribunal que viu uma carta de uns advogados que pediam 4 milhões de libras para aprovar o outlet de Alcochete.
Segundo o gestor, foi Charles Smith que lhe mostrou. Terá sido, aliás, por sua sugestão que foram os dois falar com Júlio Monteiro, tio do ex-primeiro-ministro, para pedir uma reunião com José Sócrates, o então ministro do ambiente.

Como as relações entre tio e sobrinho não eram boas, este acabou por não conseguir a reunião. Terá sido o presidentede Alcochete a conseguir agendá-la.

A testemunha falou perante o colectivo de juízes que está a julgar no Tribunal do Barreiro Charles Smith e Manuel Pedro por tentativa de extorsão no processo de aprovação do Freeport.
O Sol brilha todos os dias, os humanos é que não!
Android Mobile
Imagem
 
Mensagens: 3732
Registado: 24/2/2005 19:41
Localização: Maia

por tava3 » 9/7/2012 13:47

Epa, que chatice, afinal parece que o pinoquio era outro, um contabilista qualquer. Lá vai a campanha da direita pelo cano, e a probabilidade do socras chegar a presidente é maior agora, embrulhem. 8-)
Plan the trade and trade the plan
 
Mensagens: 3604
Registado: 3/11/2004 15:53
Localização: Lisboa

por artista_ » 9/7/2012 16:52

tavaverquenao2 Escreveu:Epa, que chatice, afinal parece que o pinoquio era outro, um contabilista qualquer. Lá vai a campanha da direita pelo cano, e a probabilidade do socras chegar a presidente é maior agora, embrulhem. 8-)


Pois, por causa de gente ferranha com tu, seja de que partido for, é que o país está e estará na situação financeira que está!

Os teus comentários são mais indicados para uns tópicos que não costumam durar muito tempo sem serem bloqueados! :roll: :roll:
Sugestões de trading, análises técnicas, estratégias e ideias http://sobe-e-desce.blogspot.com/
http://www.gamesandfun.pt/afiliado&id=28
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 17277
Registado: 17/3/2003 22:51
Localização: Almada

por Lion_Heart » 9/7/2012 16:57

O tuga não aprende mesmo. Nem mesmo por estar na falência não consegue culpar os politicos por gestão danosa e fraude com o seu dinheiro.

Basta ver as pessoas entrevistadas no caso Macario Correia , foram todas do genero : boa pessoa, fez obra , defendeu a terra.

Enquanto se continuar a pensar assim não saimos do buraco onde estamos.

Ja agora aposto que se fizerem um inquerito a culpa da situação actual é de certez do PPC e não dos anteriores a começar no JS.
" Richard's prowess and courage in battle earned him the nickname Coeur De Lion ("heart of the lion")"

Lion_Heart
 
Mensagens: 7050
Registado: 6/11/2002 22:32
Localização: Toquio

por MPC_finance » 9/7/2012 17:11

Lion_Heart Escreveu:
Ja agora aposto que se fizerem um inquerito a culpa da situação actual é de certez do PPC e não dos anteriores a começar no JS.


O mais certo é o inquerito sair manipulado
 
Mensagens: 358
Registado: 23/12/2011 1:41

por alexandre7ias » 9/7/2012 17:28

MPC_finance Escreveu:
Lion_Heart Escreveu:
Ja agora aposto que se fizerem um inquerito a culpa da situação actual é de certez do PPC e não dos anteriores a começar no JS.


O mais certo é o inquerito sair manipulado
.

A culpa é da Tróika, não sao eles os super intrligentes que tudo iam resolver. :mrgreen:
O Sol brilha todos os dias, os humanos é que não!
Android Mobile
Imagem
 
Mensagens: 3732
Registado: 24/2/2005 19:41
Localização: Maia

por Mkpt » 9/7/2012 17:31

Lion_Heart Escreveu:O tuga não aprende mesmo. Nem mesmo por estar na falência não consegue culpar os politicos por gestão danosa e fraude com o seu dinheiro.


Isto.
Só a mesma ignorância que permite boa parte da população voltar a votar em criminosos, corruptos e ladrões comprovados e, até, serem eleitos com tantos ou mais votos do que antes do ditos crimes, é que também permite culpar os 'neoliberalistas', a Troika, os mercados, as agências de rating, os bancos, e mais meio mundo sem assumirem que a culpa é totalmente sua por elegerem corruptos comprovados.

'Os políticos são o reflexo da população' - esta é a verdade.

E as Fátimas Felgueiras, Isaltinos, Macários, Filósofos em Paris, e muitos mais por este país fora agradecem as eleições e reeleições para se encherem mais, e mais, e mais, enquanto as culpas são dos outros..


p.s.: contribuí para a primeira eleição de Sócrates, se Ele existir..só Deus sabe dos meus arrependimentos.. Peço que me perdoem..
Depois.. abri os olhos..
 
Mensagens: 162
Registado: 5/5/2011 12:11
Localização: 15

por alexandre7ias » 9/7/2012 17:38

Mkpt Escreveu:
Lion_Heart Escreveu:O tuga não aprende mesmo. Nem mesmo por estar na falência não consegue culpar os politicos por gestão danosa e fraude com o seu dinheiro.


Isto.
Só a mesma ignorância que permite boa parte da população voltar a votar em criminosos, corruptos e ladrões comprovados e, até, serem eleitos com tantos ou mais votos do que antes do ditos crimes, é que também permite culpar os 'neoliberalistas', a Troika, os mercados, as agências de rating, os bancos, e mais meio mundo sem assumirem que a culpa é totalmente sua por elegerem corruptos comprovados.

'Os políticos são o reflexo da população' - esta é a verdade.

E as Fátimas Felgueiras, Isaltinos, Macários, Filósofos em Paris, e muitos mais por este país fora agradecem as eleições e reeleições para se encherem mais, e mais, e mais, enquanto as culpas são dos outros..


p.s.: contribuí para a primeira eleição de Sócrates, se Ele existir..só Deus sabe dos meus arrependimentos.. Peço que me perdoem..
Depois.. abri os olhos..



Também sao os mesmos que se deixam influenciar por bancos, empresários, Tróika , união europeia etc etc. De facto se o povo fosse melhor e mais culto não estaríamos assim mas também não éramos assim.
O Sol brilha todos os dias, os humanos é que não!
Android Mobile
Imagem
 
Mensagens: 3732
Registado: 24/2/2005 19:41
Localização: Maia

por Mkpt » 9/7/2012 17:45

alexandre7ias Escreveu:
Mkpt Escreveu:
Lion_Heart Escreveu:O tuga não aprende mesmo. Nem mesmo por estar na falência não consegue culpar os politicos por gestão danosa e fraude com o seu dinheiro.


Isto.
Só a mesma ignorância que permite boa parte da população voltar a votar em criminosos, corruptos e ladrões comprovados e, até, serem eleitos com tantos ou mais votos do que antes do ditos crimes, é que também permite culpar os 'neoliberalistas', a Troika, os mercados, as agências de rating, os bancos, e mais meio mundo sem assumirem que a culpa é totalmente sua por elegerem corruptos comprovados.

'Os políticos são o reflexo da população' - esta é a verdade.

E as Fátimas Felgueiras, Isaltinos, Macários, Filósofos em Paris, e muitos mais por este país fora agradecem as eleições e reeleições para se encherem mais, e mais, e mais, enquanto as culpas são dos outros..


p.s.: contribuí para a primeira eleição de Sócrates, se Ele existir..só Deus sabe dos meus arrependimentos.. Peço que me perdoem..
Depois.. abri os olhos..



Também sao os mesmos que se deixam influenciar por bancos, empresários, Tróika , união europeia etc etc. De facto se o povo fosse melhor e mais culto não estaríamos assim mas também não éramos assim.


Não seria necessário pessoas mais cultas ou informadas.
Bastava pessoas mais integras, honestas e que não pensem só no seu umbigo e no dia de hoje.
Era o suficiente para que corruptos comprovados não ganhem eleições com festas onde 'oferecem' [com o dinheiro dos contribuintes] uma sardinhada e ondem fazem um discurso a prometer mundos e fundos impossíveis de oferecer.
E também o suficiente para que os políticos em si não entrem todos para a a politica para enriquecer..e não com o ordenado que vão receber..
 
Mensagens: 162
Registado: 5/5/2011 12:11
Localização: 15

por L.S.S » 9/7/2012 17:46

Mkpt Escreveu:
Lion_Heart Escreveu:O tuga não aprende mesmo. Nem mesmo por estar na falência não consegue culpar os politicos por gestão danosa e fraude com o seu dinheiro.


Isto.
Só a mesma ignorância que permite boa parte da população voltar a votar em criminosos, corruptos e ladrões comprovados e, até, serem eleitos com tantos ou mais votos do que antes do ditos crimes, é que também permite culpar os 'neoliberalistas', a Troika, os mercados, as agências de rating, os bancos, e mais meio mundo sem assumirem que a culpa é totalmente sua por elegerem corruptos comprovados.

'Os políticos são o reflexo da população' - esta é a verdade.

E as Fátimas Felgueiras, Isaltinos, Macários, Filósofos em Paris, e muitos mais por este país fora agradecem as eleições e reeleições para se encherem mais, e mais, e mais, enquanto as culpas são dos outros..


p.s.: contribuí para a primeira eleição de Sócrates, se Ele existir..só Deus sabe dos meus arrependimentos.. Peço que me perdoem..
Depois.. abri os olhos..


Tem calma que ainda vais ter o Delinquente Politico que esta em Paris como Presidente da Republica e o Artolas Aldrabão da Lusófona como Primeiro Ministro.

Este gado não é esquisito, come qualquer pasto...
Bull And Bear Markets
O jogo da especulação é o mais fascinante do mundo. Mas não é um jogo para os estúpidos, para os mentalmente preguiçosos, para aqueles com fraco balanço emocional e nem para os que querem ficar ricos rapidamente. Esses vão morrer pobres. Jesse Livermore
 
Mensagens: 2805
Registado: 29/11/2007 13:03
Localização: 10

por Mkpt » 9/7/2012 18:21

tugadaytrader Escreveu:
Mkpt Escreveu:
Lion_Heart Escreveu:O tuga não aprende mesmo. Nem mesmo por estar na falência não consegue culpar os politicos por gestão danosa e fraude com o seu dinheiro.


Isto.
Só a mesma ignorância que permite boa parte da população voltar a votar em criminosos, corruptos e ladrões comprovados e, até, serem eleitos com tantos ou mais votos do que antes do ditos crimes, é que também permite culpar os 'neoliberalistas', a Troika, os mercados, as agências de rating, os bancos, e mais meio mundo sem assumirem que a culpa é totalmente sua por elegerem corruptos comprovados.

'Os políticos são o reflexo da população' - esta é a verdade.

E as Fátimas Felgueiras, Isaltinos, Macários, Filósofos em Paris, e muitos mais por este país fora agradecem as eleições e reeleições para se encherem mais, e mais, e mais, enquanto as culpas são dos outros..


p.s.: contribuí para a primeira eleição de Sócrates, se Ele existir..só Deus sabe dos meus arrependimentos.. Peço que me perdoem..
Depois.. abri os olhos..


Tem calma que ainda vais ter o Delinquente Politico que esta em Paris como Presidente da Republica e o Artolas Aldrabão da Lusófona como Primeiro Ministro.

Este gado não é esquisito, come qualquer pasto...


Infelizmente, é provável que essa personalidade venha mesmo a ser Presidente da Republica. E que o outro seja Primeiro Ministro.


Antes, dizia que emigrar era só para aqueles que não queriam trabalhar cá - iam para fora fazer trabalhos que não faziam cá e ter uma vida 'miserável' para depois vir a Portugal mostrar os BMW e Audis.
O que em parte era a verdade..

Hoje cada vez mais me convenço que emigrar é a única solução para ter uma vida decente, a trabalhar de forma honesta.
Porque ficar cá é sinónimo de andar a pagar impostos mais impostos e ainda..impostos.. para andar pagar os BPN's, os milhões no offshore do filósofo de Paris, e RSI's dos que estão na praia de papo para o ar ou a beber a bejeca enquanto eu trabalho..
É que mesmo quem tem trabalho, parece que está a ser 'forçado' a perder emprego ou a empresa à custa da carga fiscal imposta, quando cortar com despesa.. está quieto.
 
Mensagens: 162
Registado: 5/5/2011 12:11
Localização: 15

por tava3 » 9/7/2012 20:26

artista Escreveu:
tavaverquenao2 Escreveu:Epa, que chatice, afinal parece que o pinoquio era outro, um contabilista qualquer. Lá vai a campanha da direita pelo cano, e a probabilidade do socras chegar a presidente é maior agora, embrulhem. 8-)


Pois, por causa de gente ferranha com tu, seja de que partido for, é que o país está e estará na situação financeira que está!

Os teus comentários são mais indicados para uns tópicos que não costumam durar muito tempo sem serem bloqueados! :roll: :roll:


Desculpa lá mas deves estar a fazer confusão, ou a confundir-me com outro qualquer, não me conheces e por isso não tires conclusões. Este governo, só como exemplo, está a dar cabo do país em alta velocidade e eu não votei neles. Curioso não é? Até te digo mais, se este governo ficar até ao fim, depois de toda a aldrabice como nunca houve noutro qualquer, não esperes grandes milagres com qualquer outro que venha a ganhar eleições. Porque depois disto vale mesmo tudo.
Plan the trade and trade the plan
 
Mensagens: 3604
Registado: 3/11/2004 15:53
Localização: Lisboa

por Automech » 9/7/2012 23:33

tavaverquenao2 Escreveu:e eu não votei neles.

Fiquei chocadíssimo com esta revelação. Nunca esperei. :mrgreen:
No man is rich enough to buy back his past - Oscar Wilde
 
Mensagens: 9360
Registado: 4/6/2010 12:12
Localização: 16

por alexandre7ias » 10/7/2012 3:45

Manuel Pedro e Charles Smith, arguidos no processo Freeport – acusados de tentativa de extorsão para aprovação do projecto do outlet em Alcochete – confirmaram ontem a existência de uma reunião, em Fevereiro de 2002, com José Sócrates, na altura ministro do Ambiente.

O encontro terá ocorrido, segundo o que disseram os arguidos que falaram pela primeira vez perante o colectivo de juízes do Tribunal do Barreiro, já depois do segundo chumbo do projecto e foi pedido por José Dias Inocêncio, que na altura era presidente da Câmara de Alcochete.

Manuel Pedro disse que nessa reunião estiveram apenas o presidente da Câmara de Alcochete, José Dias Inocêncio, José Sócrates, o secretário de Estado do Ambiente Rui Gonçalves, Garry Russel, director comercial do Freeport, Jonathan Rawnsely, administrador do Freeport, e Fernanda Vara Castor, na altura funcionária da Direcção Regional do Ambiente e do Ordenamento do Território.

Segundo o arguido, a aprovação do projecto foi o tema do encontro.

Charles Smith confirmou, mas disse que, antes da intervenção de José Dias Inocêncio, pediu a Júlio Monteiro, tio de José Sócrates, para falar ao sobrinho e pedir uma reunião. O arguido afirmou que quando fez o pedido mostrou a Júlio Monteiro o fax do escritório de advogados Gandarez & Antunes onde era referida uma verba – cerca de dois milhões que ninguém sabe precisar se eram libras, euros ou contos – para colocar em prática uma proposta que, alegadamente, ajudaria a aprovar o projecto do outlet.

Tanto Manuel Pedro como Charles Smith garantem que foi o advogado José Gandarez que falou na reunião de 4 de Dezembro de 2001, onde ficaram a saber que o projecto ia ser chumbado, e que pediu os tais dois milhões. "Lamento ter que dizer, mas foi o dr. Gandarez que falou", disse Manuel Pedro.

GANDAREZ VAI A TRIBUNAL

O advogado José Gandarez, genro do ex-ministro da Economia Mário Cristina de Sousa, foi ontem apontado por Manuel Pedro e Charles Smith como o autor da proposta para conseguir a aprovação do Freeport por dois milhões. Os arguidos afirmaram que foi Gandarez que disse saber que o Freeport ia ser chumbado. O advogado, em comunicado, negou ter pedido qualquer verba e anunciou que vai agir judicialmente.
O Sol brilha todos os dias, os humanos é que não!
Android Mobile
Imagem
 
Mensagens: 3732
Registado: 24/2/2005 19:41
Localização: Maia

por Krupper » 10/7/2012 9:39

tavaverquenao2 Escreveu:
artista Escreveu:
tavaverquenao2 Escreveu:Epa, que chatice, afinal parece que o pinoquio era outro, um contabilista qualquer. Lá vai a campanha da direita pelo cano, e a probabilidade do socras chegar a presidente é maior agora, embrulhem. 8-)


Pois, por causa de gente ferranha com tu, seja de que partido for, é que o país está e estará na situação financeira que está!

Os teus comentários são mais indicados para uns tópicos que não costumam durar muito tempo sem serem bloqueados! :roll: :roll:


Desculpa lá mas deves estar a fazer confusão, ou a confundir-me com outro qualquer, não me conheces e por isso não tires conclusões. Este governo, só como exemplo, está a dar cabo do país em alta velocidade e eu não votei neles. Curioso não é? Até te digo mais, se este governo ficar até ao fim, depois de toda a aldrabice como nunca houve noutro qualquer, não esperes grandes milagres com qualquer outro que venha a ganhar eleições. Porque depois disto vale mesmo tudo.


eu às vezes tenho dificuldade em perceber se falas mm a sério ou se dizes algumas coisas só para chatear o pessoal...
 
Mensagens: 705
Registado: 30/9/2010 13:54

por tava3 » 10/7/2012 11:04

A democracia tem destas coisas, mas tens bom remédio. :wink:
Plan the trade and trade the plan
 
Mensagens: 3604
Registado: 3/11/2004 15:53
Localização: Lisboa

por Mkpt » 10/7/2012 11:20

tavaverquenao2 Escreveu:A democracia tem destas coisas


Incluindo votar em corruptos comprovados - mas só em Portugal [e eventualmente em mais um ou outro país sul europeu].
 
Mensagens: 162
Registado: 5/5/2011 12:11
Localização: 15

por pepi » 10/7/2012 11:25

tavaverquenao2 Escreveu:A democracia tem destas coisas, mas tens bom remédio. :wink:


:-k :-k :-k
Hummm... Ignorar o que escreves?! :roll:
 
Mensagens: 935
Registado: 17/3/2009 14:43
Localização: 16

por tava3 » 10/7/2012 11:31

Mkpt Escreveu:Incluindo votar em corruptos comprovados - mas só em Portugal [e eventualmente em mais um ou outro país sul europeu].


Estás a falar deste governo? :)


pepi Escreveu::-k :-k :-k
Hummm... Ignorar o que escreves?! :roll:


Isso.
Plan the trade and trade the plan
 
Mensagens: 3604
Registado: 3/11/2004 15:53
Localização: Lisboa

por alexandre7ias » 16/7/2012 8:24

Ministério Público ainda não extraiu certidões para voltar a investigar o caso Freeport

16.07.2012 - 07:10 Mariana Oliveira

Foto: Pedro Cunha

Licenciamento do centro comercial está na origem do caso

O Ministério Público ainda não extraiu qualquer certidão para voltar a investigar o processo Freeport, apesar de diversas testemunhas terem referido a existência do pagamento de luvas para conseguir o licenciamento do outlet de Alcochete, factos que ficaram fora da acusação.

Durante os quatro meses do julgamento, que tem marcadas para hoje as alegações finais, o ex-primeiro-ministro José Sócrates continuou a ser a estrela do caso, apesar de nunca ter sido sequer ouvido pelos investigadores e não ser arguido no processo. Isso fez muitos esquecer que a discussão em tribunal se centrava apenas numa alegada tentativa de extorsão de dinheiro pelos arguidos Manuel Pedro e Charles Smith, que foram consultores dos promotores ingleses do projecto, junto destes.

"A Procuradoria-Geral da República [PGR] e a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa desconhecem que tenha sido extraída qualquer certidão", respondeu a PGR a uma pergunta do PÚBLICO. Fonte ligada ao processo admite, contudo, que tal ainda possa vir a acontecer após a decisão final do colectivo que está a julgar o caso, no Tribunal do Barreiro, depois de conhecidos os factos dados como provados pelos juízes. E acredita que o acórdão será divulgado até ao final do mês.

A advogada dos dois arguidos, Paula Lourenço, recusa-se a fazer balanços sobre o julgamento, confirmando apenas que vai pedir a absolvição dos seus clientes hoje, durante as alegações finais.

Ao longo de quatro meses foram ouvidas cerca de 40 testemunhas, apenas três de defesa, algumas das quais foram obrigadas a voltar ao tribunal depois de detectadas falhas na gravação dos seus depoimentos. As contradições nos testemunhos foram muitas, o que obrigou o colectivo a colocar algumas testemunhas frente a frente. Foi o que aconteceu entre o ex-engenheiro civil da empresa Smith & Pedro, João Cabral, que foi confrontado com os advogados Alexandre Oliveira, José Gandarez e Albertino Antunes.

No centro da discussão esteve uma reunião realizada entre os arguidos e aqueles advogados dois dias antes do chumbo do projecto, em Dezembro de 2001, e um memorando dirigido à Freeport em que se pedia dinheiro para evitar o indeferimento.

Para o Ministério Público, residem nesse encontro e nesse documento as chaves da acusação contra Manuel Pedro e Charles Smith. Mas a defesa tentou provar que os arguidos nada têm a ver com o pedido de dinheiro aos ingleses e que o memorando é da responsabilidade do escritório dirigido por Albertino Antunes.

Controverso foi o depoimento de Alan Perkins, administrador do Freeport entre Julho de 2005 e Dezembro de 2006, uma das testemunhas ouvidas através de videoconferência a partir de Londres. Perkins acusou o então ministro do Ambiente, José Sócrates, de ter recebido "pagamentos ilícitos" - entre 200 e 220 mil euros - para viabilizar o outlet em Alcochete e identificou-o como sendo "Pinóquio", referido em alguns e-mails apreendidos como destinatário de luvas. O advogado do ex-primeiro ministro Daniel Proença de Carvalho não gostou e avisou: "José Sócrates não deixará de responsabilizar judicialmente quem abusivamente invocou ou venha a invocar o seu nome para obter vantagens ilícitas de qualquer natureza".

Contudo, contactada pelo PÚBLICO, a sociedade de advogados recusou-se a adiantar se intentou qualquer acção contra algumas das testemunhas do Freeport, alegando que "não têm qualquer intervenção neste caso".

Os arguidos esperaram pelo fim do julgamento para falar, insistindo que não tentaram extorquir dinheiro a ninguém. Manuel Pedro e Charles Smith insistiram que foi José Gandarez, advogado e genro do ex-ministro da Economia do PS Mário Cristina de Sousa, que pediu aos promotores do outlet dinheiro para viabilizar o licenciamento. Os dois coincidiram ainda na versão de que "Pinóquio" é o contabilista da Smith & Pedro.
O Sol brilha todos os dias, os humanos é que não!
Android Mobile
Imagem
 
Mensagens: 3732
Registado: 24/2/2005 19:41
Localização: Maia

AnteriorPróximo

Quem está ligado:
Utilizadores a ver este Fórum: AlfaTrader, c, DanielPT, DesconfiadoTotal, Eurobrexit, Ferry57, fjcbolsa, Google [Bot], Google Adsense [Bot], jonog, jotas007, Kooc, leomiguel77, lfa, LoneWolf, m-m, malakas, OCTAMA, pacama, pattern, PAULOJOAO, Qualnhick, Raizes, trilhos2006, Vimacosa, vinas1976, visit e 76 visitantes