Outros sites Cofina
Caldeirão da Bolsa

Bancos Portugueses Beira da Falência-BPP Falência Iminente..

Espaço dedicado a todo o tipo de troca de impressões sobre os mercados financeiros de uma forma genérica e a todo o tipo de informação útil que possa condicionar o desempenho dos mesmos

Moderadores: Pata-Hari, Ulisses Pereira, MarcoAntonio

por Flying Turtle » 25/11/2008 10:18

Estava precisamente à espera de algo do género. Esta história do Dias Loureiro é difícil de engolir. Por outro lado, não vejo como o Vice-Governador do BdP, António Marta, tenha mantido exclusivamente para si a conversa havida. Não acredito que não tenha relatado a ninguém dentro do BdP (incluindo provavelmente o Vítor Constâncio, que se está ultimamente a especializar em coisa nenhuma, isto é, não serve para nada porque não sabe nada e não pode fazer nada), se não toda a conversa pelo menos as consequências da mesma em termos das acções a desenvolver pelo BdP junto do BPN.

Ainda a procissão vai no adro. Zangam-se as comadres...

Felizmente temos o Camilo Lourenço, que não vai deixar pedra sobre pedra neste assunto, a menos que o silenciem. É uma questão de honra e, convenhamos, depois de ter levado com o processo e demais consequências que lhe caíram em cima, não é de admirar.

Apesar dos muitos excessos e das muitas manifestações de falta de profissionalismo que todos os dias testemunhamos na imprensa, só me resta dizer:

Longa vida à imprensa livre!

FT
"Existo, logo penso" - António Damásio, "O Erro de Descartes"
 
Mensagens: 3240
Registado: 25/10/2002 17:26
Localização: Oeiras/Lisboa

por Flying Turtle » 25/11/2008 10:33

Acrescento que acho que o Dias Loureiro deveria demitir-se do Conselho de Estado enquanto é tempo. Caso não o faça, arrisca-se a entrar pela porta grande no clube dos Isaltinos, Valentins e Fátimas que por aí andam...

FT
"Existo, logo penso" - António Damásio, "O Erro de Descartes"
 
Mensagens: 3240
Registado: 25/10/2002 17:26
Localização: Oeiras/Lisboa

por pedrom » 25/11/2008 11:18

Flying Turtle Escreveu:Acrescento que acho que o Dias Loureiro deveria demitir-se do Conselho de Estado enquanto é tempo. Caso não o faça, arrisca-se a entrar pela porta grande no clube dos Isaltinos, Valentins e Fátimas que por aí andam...

FT


E esse não estão bem na vida????
De que vale a pena correr quando estamos na estrada errada?
 
Mensagens: 2317
Registado: 29/7/2004 19:55
Localização: Ourém

por SMALL2007 » 25/11/2008 12:46

Na minha opinião o Dias Loureiro está na fase A:

Fase A: Antes passar por parvinho do que vigarista

...e é tão agradável saber que tivemos parvinhos no governo! Pelo menos foi esta a impressão que deu na entrevista.

Obviamente a vida destas pessoas é ganharem boas comissões pelos contactos que têm, negócios que ajudam a montar, financiadores que conseguem, etc. Tudo bem.

Depois...existem várias formas de receber as comissões. Aí é que tudo mal.

E é precisamente isto que tem acontecido aos políticos, aos arbitros, aos investidores na banca e afins. Recebem por fora, em serviços de prostitutas, em malas vindas da suíça, em apartamentos que são de off-shores, em terrenos agrícolas que passam a ser de construção, enfim...businness as usual.

E os jornalistas e tribunais e mesmo a opinião pública são tão brandos com eles, tanto medinho que ainda temos de quem está, esteve ou pode vir a estar no poder...

Acho que o problema é que somos tão poucos, que há sempre alguém na família deles que é da nossa ao mesmo tempo
Cumprimentos,
SMALL
 
Mensagens: 514
Registado: 16/5/2007 19:14

por Açor3 » 25/11/2008 15:12

BPN

Cavaco mantém confiança em Dias Loureiro
Hoje às 13:24
O Presidente da República afirmou, esta terça-feira, que mantém a confiança em Dias Loureiro, antigo administrador da Sociedade Lusa de Negócios, que detinha o BPN. Cavaco Silva disse que o conselheiro de Estado lhe garantiu não ter cometido qualquer ilegalidade no BPN.
Ao final do dia de segunda-feira, «Dias Loureiro garantiu-me, solenemente, que não cometeu qualquer irregularidade no exercício das funções que desempenhou» nas empresas ligadas ao BPN «e que as suspeitas lançadas sobre ele não têm qualquer fundamento, são mentiras», disse.

Neste sentido, «não tenho nenhuma razão para duvidar da sua palavra», acrescentou o Chefe de Estado, que falava à margem da inauguração da sede da União das Misericórdias Portuguesas.
Na bolsa só se perde dinheiro.Na realidade só certos Iluminados com acesso a informação privilegiada aproveitam-se dos pequenos investidores para lhes sugarem o dinheiro.
 
Mensagens: 3639
Registado: 13/6/2004 20:52
Localização: Lisboa

por Flying Turtle » 25/11/2008 15:21

Açor3 Escreveu:BPN

Cavaco mantém confiança em Dias Loureiro
Hoje às 13:24
O Presidente da República afirmou, esta terça-feira, que mantém a confiança em Dias Loureiro, antigo administrador da Sociedade Lusa de Negócios, que detinha o BPN. Cavaco Silva disse que o conselheiro de Estado lhe garantiu não ter cometido qualquer ilegalidade no BPN.
Ao final do dia de segunda-feira, «Dias Loureiro garantiu-me, solenemente, que não cometeu qualquer irregularidade no exercício das funções que desempenhou» nas empresas ligadas ao BPN «e que as suspeitas lançadas sobre ele não têm qualquer fundamento, são mentiras», disse.

Neste sentido, «não tenho nenhuma razão para duvidar da sua palavra», acrescentou o Chefe de Estado, que falava à margem da inauguração da sede da União das Misericórdias Portuguesas.


O PR tinha feito bem em ter-se demarcado do caso, com um comunicado irrepreensível. A ser verdade esta notícia, acaba de dar um tiro no pé. Totalmente desnecessário e muito lamentável.

Das duas uma:

- Ou o Dias Loureiro fala verdade, e o PR perdeu uma excelente ocasião para estar calado;

- Ou ele mente (e eu arriscaria dizer que se não o faz, também possivelmente não diz toda a verdade) e então o PR está a desnecessariamente permitir que o arrastem para a lama.

Com isto, além do mais, o PR criou uma situação caricata e perigosa, em que o PR confia em Dias Loureiro e o Governador do BdP confia em quem o desmente. Está bonito... Vamos ver se não acaba sendo o Vítor Constâncio a primeira vítima - o que, aliás, não seria totalmente desmerecido...

FT
"Existo, logo penso" - António Damásio, "O Erro de Descartes"
 
Mensagens: 3240
Registado: 25/10/2002 17:26
Localização: Oeiras/Lisboa

por Lion_Heart » 25/11/2008 15:40

Como hoje ouvi na tsf e muito bem , alguém dizia.
Ok, o BPP tem uma cota infima de mercado só pode ser ajudado em 45 me , e o BPN? que eu saiba a cota de mercado deles era de 2% , pq foi salvo? Pois é, e agora?
" Richard's prowess and courage in battle earned him the nickname Coeur De Lion ("heart of the lion")"

Lion_Heart
 
Mensagens: 7050
Registado: 6/11/2002 22:32
Localização: Toquio

por Ulisses Pereira » 25/11/2008 16:06

Lion, o BPN não foi ajudado. Foi comprado. E os accionistas, provavelmente, pouco mais do que zero receberão. São situações completamente diferentes...

Um abraço,
Ulisses
"Acreditar é possuir antes de ter..."

Ulisses Pereira

Clickar para ver o disclaimer completo
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 30472
Registado: 29/10/2002 4:04
Localização: Aveiro

por ETA » 25/11/2008 17:36

ulisses, há muito tempo que lei-o o forum, apesar de nunca ter participado.
Desde sempre que aprendi a ler com respeito e atenção as tuas opiniões ( já lá vão mais de 7 anos ...não me lembro do chat em se conversava sobre bolsa)mesmo que algumas vezes não concorda-se com elas ( vulgo PTM no baú)
...mas nunca pensei ouvir-te dizer coisas como o BPN foi COMPRADO??..como é isso?

PS.. relativamente a outo tópico, é verdade que para falar de educação não é necessário ter filhos assim como para falr de bolsa não é preciso ser economista..ou outra coisa qualquer.
.... mas se assim for o número de asneiras que se fazem ou dizem em ambos os casos aumenta exponencialmente

abraço
 
Mensagens: 2
Registado: 25/11/2008 17:02
Localização: 22

por Ulisses Pereira » 25/11/2008 17:44

O BPN foi nacionalizado. E os accionistas receberão o valor que o banco tem. Mas como se estima que o valor não ande muito longe de zero, receberão 0.

Voltando atrás em relação ao Lion, acrescento que os accionistas do BPN (pela voz de Miguel Cadilhe) queriam que o Governo ajudasse financeiramente o Banco, coisa que foi negada. Ou seja, discordo completamente quando dizes que o BPN foi ajudado e o BPP não foi.

Se o Estado devia ou não intervir, isso é já outra questão muito mais complexa e difícil de avaliar.

Um abraço,
Ulisses
"Acreditar é possuir antes de ter..."

Ulisses Pereira

Clickar para ver o disclaimer completo
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 30472
Registado: 29/10/2002 4:04
Localização: Aveiro

por JPtuga » 25/11/2008 17:47

Também ouvi o forum da TSF hoje, parcialmente, e houve vários intervenientes a dizer que tinham lá depósitos, e que, se os clientes do BPN tinham sido protegidos, porque não o seriam eles?

Bom, no caso do BPP falir, pelo menos os clientes com depósitos deverão estar protegidos pelo esquema de proteção aos depositantes até ao montante de €100.000,00 (salvo erro..). Os que têem depósitos de valor superior perderão integralmente o valor acima desse limite, bem como os investidores detentores de obrigações, ãcções e fundo de investimento do banco. penso eu.
São situações diferentes, uma falência por fraude, de um banco comercial a retalho, da de um banco de investimento por motivo de má gestão de activos(tomada de riscos imprudente), logo tratamentos diferentes.

Pese embora, como disseram na tsf e aqui no forum, o nosso querido ministro das finanças ter dito á boca cheia que não iriam deixar "falhar" nenhuma instituição de crédito, e que os portugueses poderiam estar descansados e ter confiança nas suas instituições de crédito. Se por um lado compreendo que tenham que dizer isto para acalmar as pessoas, por outro lado, cada vez menos podemos acreditar nas palavras do ministro e de outros responsaveis do sector finaceiro.
 
Mensagens: 205
Registado: 29/3/2007 12:40
Localização: Odivelas

por Ulisses Pereira » 25/11/2008 17:50

Excelente post JPTuga.

Um abraço,
Ulisses
"Acreditar é possuir antes de ter..."

Ulisses Pereira

Clickar para ver o disclaimer completo
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 30472
Registado: 29/10/2002 4:04
Localização: Aveiro

por Lion_Heart » 25/11/2008 18:21

Ulisses , realmente não me expliquei o que relamente queria dizer.

quando disse salvo, deveria dizer Nacionalizado.

No entanto disse salvo para afirmar que não o deixaram falir apesar de ter uma cota de mercado infima e não prejudicar ninguém ( ou quase) .
Mas isto parece ter sido uma jogada mais politica que outra coisa.

No caso BPP vamos ter outra situação interessante, pois o banco não parece ter sido mal gerido , investiu foi mal. O engraçado é que continuamos a ter gente muito poderosa como accionistas e clientes.Vamos ver até que ponto o estado não está refém deles.
" Richard's prowess and courage in battle earned him the nickname Coeur De Lion ("heart of the lion")"

Lion_Heart
 
Mensagens: 7050
Registado: 6/11/2002 22:32
Localização: Toquio

por Flying Turtle » 25/11/2008 18:56

Opinião de Nuno Morais Sarmento:

Com grande surpresa minha ouvi, na semana passada ou quando foi, a caminho de São Bento e da Procuradoria e do Parlamento, que quer falar aqui, quer falar ali, quer falar acolá… Eu acho que, tanto barulho ele fez que, depois desta poeira toda levantada, vejo com dificuldade que ele se possa manter no Conselho de Estado. E, sendo também uma opinião pessoal, no lugar de Dias Loureiro sairia, por uma questão: para dignificar o Conselho de Estado e para defender o Presidente da República. Era o que faria imediatamente e, portanto, acho que Dias Loureiro já está, nessa decisão, atrasado.


in Página 1 de hoje, http://mediaserver.rr.pt/rr/others/924635910d8b9e.pdf

Não podia estar mais de acordo.

FT
"Existo, logo penso" - António Damásio, "O Erro de Descartes"
 
Mensagens: 3240
Registado: 25/10/2002 17:26
Localização: Oeiras/Lisboa

por Açor3 » 25/11/2008 18:57

Sociedade "off-shore" do BPN foi utilizada para ocultar ganho de 129,5 milhões com negócio no Brasil
O BPN ocultou 129,5 milhões de euros da venda da empresa brasileira ERGI, em 2006, através de uma sociedade "off-shore" controlada pelo grupo Sociedade Lusa de Negócios (SLN), apurou a Lusa com base nos registos oficiais.

--------------------------------------------------------------------------------

Jornal de Negócios com Lusa


O BPN ocultou 129,5 milhões de euros da venda da empresa brasileira ERGI, em 2006, através de uma sociedade 'off-shore' controlada pelo grupo Sociedade Lusa de Negócios (SLN), apurou a Lusa com base nos registos oficiais.

Segundo os registos da Junta Comercial de São Paulo, a ERGI Empreendimentos era detida em 20 por cento pelo BPN e em 80 por cento pela Swiss Finance, uma 'off-shore' que o Banco de Portugal, numa carta remetida em Junho à administração do BPN, a que a Lusa teve acesso, identifica como pertencente à SLN (a proprietária do banco). Um antigo responsável da SLN, que pediu para não ser identificado, confirmou à Lusa que a Swiss Finance é, de facto, uma das várias sociedades 'off-shore' controladas pelo grupo.

A ERGI foi vendida em Dezembro de 2006 ao grupo brasileiro WTorre, por 135 milhões de euros. Mas no relatório e contas desse ano, a administração do BPN refere um encaixe de apenas 5,5 milhões de euros com a operação, o que significa que os restantes 129,5 milhões de euros não foram incluídos nas contas do banco.

Além deste valor, entre 2003 e 2006 o BPN injectou um total de 242,2 milhões de euros na ERGI Empreendimentos, na forma de empréstimos concedidos pelo Banco Insular de Cabo Verde, uma instituição 'off-shore' que a SLN controlou de forma clandestina durante vários anos.

Os empréstimos concedidos à ERGI não chegaram a ser liquidados, pelo que deverão fazer parte dos cerca de 407 milhões de euros em crédito malparado que, segundo o Banco de Portugal, consta do balanço do Insular.

Segundo a Junta Comercial de São Paulo, o administrador da ERGI na altura da venda à WTorre era Jorge Vieira Lobo de Sousa, um cidadão português com residência em São Paulo. A Lusa tentou obter esclarecimentos junto do responsável, mas não foi possível.
Na bolsa só se perde dinheiro.Na realidade só certos Iluminados com acesso a informação privilegiada aproveitam-se dos pequenos investidores para lhes sugarem o dinheiro.
 
Mensagens: 3639
Registado: 13/6/2004 20:52
Localização: Lisboa

por Celsius-reloaded » 25/11/2008 19:07

JPtuga Escreveu:Também ouvi o forum da TSF hoje, parcialmente, e houve vários intervenientes a dizer que tinham lá depósitos, e que, se os clientes do BPN tinham sido protegidos, porque não o seriam eles?

Bom, no caso do BPP falir, pelo menos os clientes com depósitos deverão estar protegidos pelo esquema de proteção aos depositantes até ao montante de €100.000,00 (salvo erro..). Os que têem depósitos de valor superior perderão integralmente o valor acima desse limite, bem como os investidores detentores de obrigações, ãcções e fundo de investimento do banco. penso eu.
São situações diferentes, uma falência por fraude, de um banco comercial a retalho, da de um banco de investimento por motivo de má gestão de activos(tomada de riscos imprudente), logo tratamentos diferentes.

Pese embora, como disseram na tsf e aqui no forum, o nosso querido ministro das finanças ter dito á boca cheia que não iriam deixar "falhar" nenhuma instituição de crédito, e que os portugueses poderiam estar descansados e ter confiança nas suas instituições de crédito. Se por um lado compreendo que tenham que dizer isto para acalmar as pessoas, por outro lado, cada vez menos podemos acreditar nas palavras do ministro e de outros responsaveis do sector finaceiro.


Por estas razões e por outras espero bem que o BPP acabe.

Sendo um gestor magnifico, certamente que o respectivo presidente não terá grandes problemas em continuar com a sua brilhante carreira de investimentos. :evil:

Pode ser efectivamente um grande erro politico "salvar" o BPP.

Seria, como disse a sub-directora do JdN (num dos pcos artigo com que concordei inteiramente) nacionalizar os prejuízos.
31 de Julho: dia de São Stop.
 
Mensagens: 2021
Registado: 29/11/2007 2:35
Localização: Coimbra

por Flying Turtle » 25/11/2008 19:20

Celsius Escreveu:Pode ser efectivamente um grande erro politico "salvar" o BPP.


Não vejo como poderia aplicar-se ao BPP uma medida semelhante à aplicada ao BPN: O "rationale" por detrás da coisa é a salvaguarda dos interesses dos depositantes. Ora se se trata de um banco de gestão de fortunas e que quase não concede crédito (logo não pode ter depósitos a prazo, a menos que esteja a investir também capitais próprios), os interesses de depositantes em causa serão insignificantes e, na generalidade dos casos, cobertos pelo Fundo de Garantia dos Depósitos.

A menos, claro, que haja fortunas depositadas à ordem e, presumivelmente, sem remuneração.

Por outro lado, os investimentos (as tais fortunas) geridos pelo BPP não serão afectados por uma eventual falência, uma vez que pertencem aos clientes e não ao Banco. Os clientes apenas teriam de dar-se ao trabalho de arrangar outro gestor ou... passar a geri-las eles mesmos!

FT
"Existo, logo penso" - António Damásio, "O Erro de Descartes"
 
Mensagens: 3240
Registado: 25/10/2002 17:26
Localização: Oeiras/Lisboa

por MozHawk » 25/11/2008 19:25

Estou com o FT, espero que a imprensa livre funcione e ponha cá para fora tudo o que os portugueses devem saber sobre quem nos governa/governou. Por outro lado, que se faça [comece a fazer] justiça. Investiguem a sério.

Quanto ao Dias Loureiro, uma vergonha que ainda não tenha renunciado ao cargo.

É [também] por este tipo de situações que mudei de "poiso". Angola não é melhor mas pelo menos não é o meu país! Isso precisa de uma varridela a sério, de cima a baixo. Enquanto tal não acontecer, Portugal não tem futuro.

Um abraço,
MozHawk
 
Mensagens: 2809
Registado: 25/10/2002 10:08
Localização: Lisboa

por Celsius-reloaded » 25/11/2008 19:25

Flying Turtle Escreveu:
Celsius Escreveu:Pode ser efectivamente um grande erro politico "salvar" o BPP.


Não vejo como poderia aplicar-se ao BPP uma medida semelhante à aplicada ao BPN: O "rationale" por detrás da coisa é a salvaguarda dos interesses dos depositantes. Ora se se trata de um banco de gestão de fortunas e que quase não concede crédito (logo não pode ter depósitos a prazo, a menos que esteja a investir também capitais próprios), os interesses de depositantes em causa serão insignificantes e, na generalidade dos casos, cobertos pelo Fundo de Garantia dos Depósitos.

A menos, claro, que haja fortunas depositadas à ordem e, presumivelmente, sem remuneração.

Por outro lado, os investimentos (as tais fortunas) geridos pelo BPP não serão afectados por uma eventual falência, uma vez que pertencem aos clientes e não ao Banco. Os clientes apenas teriam de dar-se ao trabalho de arrangar outro gestor ou... passar a geri-las eles mesmos!

FT


E em reforço do que dizes acrescento que parece assente que não existe ou é residual, eventual risco sistémico...
31 de Julho: dia de São Stop.
 
Mensagens: 2021
Registado: 29/11/2007 2:35
Localização: Coimbra

por scpnuno » 25/11/2008 19:27

Alguém reparou no "esclarecimento" do nosso Presidente, em que garante que a unica relação que tem com o BPP é como cliente? Hummm???? olha´o "melro"....
Porquê que ele não tem conta na CGD ou no Millennium como toda a gente?
Esta é a vantagem da ambição:
Podes não chegar á Lua
Mas tiraste os pés do chão...
 
Mensagens: 3807
Registado: 6/11/2004 17:26

por Flying Turtle » 25/11/2008 19:41

scpnuno Escreveu:Alguém reparou no "esclarecimento" do nosso Presidente, em que garante que a unica relação que tem com o BPP é como cliente? Hummm???? olha´o "melro"....
Porquê que ele não tem conta na CGD ou no Millennium como toda a gente?


Consequências de ter ume reforma do Banco de Portugal... :evil:

Ele disse que era cliente de quatro bancos, portanto na volta também lá estão o Millennium e a CGD... para gerir o resto dos rendimentos, claro!

Mas ele afinal é (era?) cliente do BPP ou do BPN? :roll: Ou será que vai andar associado a todos os bancos que caiam nas bocas do mundo?

FT
"Existo, logo penso" - António Damásio, "O Erro de Descartes"
 
Mensagens: 3240
Registado: 25/10/2002 17:26
Localização: Oeiras/Lisboa

por Rockerduck » 26/11/2008 1:16

scpnuno Escreveu:Alguém reparou no "esclarecimento" do nosso Presidente, em que garante que a unica relação que tem com o BPP é como cliente? Hummm???? olha´o "melro"....
Porquê que ele não tem conta na CGD ou no Millennium como toda a gente?


ó scpnuno, onde viste que o cavaco é cliente do bpp? parece-me que queres dizer bpn... pois se te referes ao comunicado que vem no site da presidencia é mesmo BPN.

cumps
"Opportunity is missed by most people because it is dressed in overalls and looks like work." Thomas Edison
 
Mensagens: 564
Registado: 29/8/2007 17:46

por Açor3 » 26/11/2008 8:42

SLN Cabo Verde suspeita de corrupção
A SLN Cabo Verde uma empresa do grupo Sociedade Lusa de Negócios, foi denunciada à Procuradoria-Geral cabo- verdiana pela prática de crimes de corrupção e tráfico de influências, entre outros.

--------------------------------------------------------------------------------

Jornal de Negócios Online
negocios@mediafin.pt


A SLN Cabo Verde uma empresa do grupo Sociedade Lusa de Negócios, foi denunciada à Procuradoria-Geral cabo- verdiana pela prática de crimes de corrupção e tráfico de influências, entre outros.

De acordo com o “Diário de Notícias”, a ligação desta empresa com o Banco Insular (que até 2008, "ninguém" sabia que pertencia ao BPN) era e é por demais evidente: José Vaz Mascarenhas acumula a presidência de ambos. E José Luís Lopes Fernandes, administrador do Banco Insular, foi, até 2007, segundo fonte oficial do BPN, administrador da SLN Cabo Verde.

A empresa em causa está sediada na zona franca da Madeira. E, em 2006, assinou um contrato com a Sociedade de Desenvolvimento Turístico das Ilhas da Boa Vista e Maio (SDTIBM). Segundo o contrato, a SLN Cabo Verde assumiria a gestão da SDTIBM, que tinha como principal função o lançamento de projectos imobiliários para aquelas duas ilhas, em "terrenos valiosíssimos", de acordo com Jorge Santos, líder do Movimento para a Democracia (MpD), o partido que apresentou a queixa na PGR de Cabo Verde. O negócio envolvia, segundo a queixa a que o DN teve acesso, um grande esforço financeiro para a SDTIBM. A polémica estalou em Cabo Verde, levando à demissão do então ministro da Economia, João Pereira Silva.
Na bolsa só se perde dinheiro.Na realidade só certos Iluminados com acesso a informação privilegiada aproveitam-se dos pequenos investidores para lhes sugarem o dinheiro.
 
Mensagens: 3639
Registado: 13/6/2004 20:52
Localização: Lisboa

por Açor3 » 26/11/2008 8:45

26 Novembro 2008

Últimas Nacional Sociedade Polícia Economia País Mundo Desporto Cultura Gente Tecnologia Média

Nacional

Sócrates delegou todas as decisões
Caso BPN foi gerido sobretudo por Teixeira dos Santos.Primeiro-ministro acompanhou mais até à nacionalização
00h30m
ALEXANDRA MARQUES
O primeiro-ministro acompanhou o caso do BPN até ter decidido a sua nacionalização. Depois confiou-o a Teixeira dos Santos e a Constâncio. Quanto aos restantes aspectos do caso, os de Polícia pertencem à Justiça.

Se houve um período em que o primeiro-ministro acompanhou de perto e andou preocupado com as sequelas de uma eventual falência do Banco Português de Negócios (BPN), foi antes de ser aprovada, no dia 2 de Novembro, em Conselho de Ministros, a nacionalização daquela entidade bancária presidida pelo ex-ministro das Finanças, Miguel Cadilhe.

A decisão coube ao ministro das Finanças , Teixeira dos Santos e ao primeiro-ministro, tendo a mesma sido mantida à margem dos demais governantes. "Nem os elementos do gabinete do primeiro-ministro sabiam", foi dito ao JN.

Enquanto não foi anunciada a nacionalização e a falta de liquidez do BPN ameaçava ter um impacto económico devastador, o chefe de Governo fez questão de estar a par. "Depois tornou-se um caso de polícia que já não lhe diz respeito, que cabe à Justiça tratar. E pelos vistos a Justiça funcionou e está a funcionar", realçou ao JN a mesma fonte.

"Mesmo as decisões que têm sido tomadas no Parlamento - como a constituição de uma comissão de inquérito ao caso BPN - são da total responsabilidade da direcção do grupo parlamentar", adiantou.

Na verdade, desde o início do mês que José Sócrates delegou no governador do Banco de Portugal, Vítor Constâncio, mas sobretudo emTeixeira dos Santos, a condução técnica do processo por confiar em absoluto no ministro que é em termos práticos o número dois do Governo".

"(Sócrates) confia muito nele, porque veio do mercado de valores, conhece bem a Banca, onde esta pode falhar, os produtos de risco, etc. Tem merecido essa confiança e por isso delega, além de que só assim se credibiliza um ministro das Finanças. E se o próximo ano vai ser ainda mais duro, não se pode nem deve fragilizar o titular da pasta", alega.

Quanto à tentativa de envolver o chefe de Estado, Cavaco Silva, S. Bento atribui-a a um accionista que terá pensado que associando o nome do presidente teria mais garantias do Governo ou que a Justiça seria mais branda se Cavaco Silva fosse depositante. Pois "a honestidade do chefe de Estado está acima de qualquer suspeita".
Na bolsa só se perde dinheiro.Na realidade só certos Iluminados com acesso a informação privilegiada aproveitam-se dos pequenos investidores para lhes sugarem o dinheiro.
 
Mensagens: 3639
Registado: 13/6/2004 20:52
Localização: Lisboa

por Açor3 » 26/11/2008 9:12

O caso BPN prossegue, entre revelações de novas ligações à área política, operações onde se perdeu o rasto a dezenas de milhões de euros e a gestão feita no Palácio de Belém à manutenção de Dias Loureiro como conselheiro de Estado. Na Madeira, Tranquada Gomes, da direcção do grupo parlamentar do PSD-Madeira, é o advogado de Abdool Vakil, presidente do Banco Efisa, do grupo BPN, que tem "representação permanente" da sua sucursal financeira no escritório que esse advogado mantém com Coito Pita, outro deputado do PSD.
Na bolsa só se perde dinheiro.Na realidade só certos Iluminados com acesso a informação privilegiada aproveitam-se dos pequenos investidores para lhes sugarem o dinheiro.
 
Mensagens: 3639
Registado: 13/6/2004 20:52
Localização: Lisboa

AnteriorPróximo

Quem está ligado:
Utilizadores a ver este Fórum: Bing [Bot], Google [Bot], leomiguel77, pattern, Phil2014, Qualnhick, zulu404 e 40 visitantes