Outros sites Cofina
Caldeirão da Bolsa

GLINTT Global Intelligent Technologies

Espaço dedicado a todo o tipo de troca de impressões sobre os mercados financeiros de uma forma genérica e a todo o tipo de informação útil que possa condicionar o desempenho dos mesmos

Moderadores: Pata-Hari, Ulisses Pereira, MarcoAntonio

GLINTT Global Intelligent Technologies

por VALOR » 5/6/2008 17:54

Boas tardes

Já nasceu a nova designação da Pararede/Consiste = GLINTT
Esperemos que esta união e esta limpeza de imagem, leve a um virar de página.
OBS. Comunicado integral no site da pararede.
BN
 
Mensagens: 105
Registado: 24/8/2005 9:47
Localização: 12

por Crómio » 5/6/2008 17:57

Boas VALOR,

E hoje que a PAD fechou nos 0.16...

Desta é que é: está com um bom preço, tem um nome novo... não sei não, na volta ainda aparece por aí o clínico a dizer que já não compra a casa no algarve e vai torrar tudo na... deixa cá ver... GLINTT.

LOL

Um Abraço
There are two kinds of investors: those who don't know where the market is headed, and those who don't know that they don't know.

William Bernstein
 
Mensagens: 2745
Registado: 2/11/2007 16:52

por VALOR » 6/6/2008 15:19

Boas,

Os resultados que não ser anunciados em 15/07, referentes ao 2º trimestre/08, já vão ter em conta esta fusão :?: :roll:
Penso que nesta fase onde vai ser aprovado na Assembleia (dia 11) , tomada de registos, vai levar a que só haverá números em concreto no 3º Trimestre de 2008, já com os números das duas empresas :)
Será interessante ver qual a atitude após fusão de quem vai ficar com os 49% de capital, já que poderemos assistir à compra de accções de forma a terem a maioria de capital e consequente liderança da nova empresa :!:
Aguardemos pelos novos acontecimentos, já que se prespectiva noticias frescas a curto prazo, tendo em conta a AG e o anuncio dos resultados..
A medida da conversão de 10/1, será um passo importante de forma a estabelizar a cotação em bolsa, tornando-a menos vulneravel (tanto nos lucros rápidos ou perdas impróprias para cardiacos). BN
 
Mensagens: 105
Registado: 24/8/2005 9:47
Localização: 12

por MERCW123 » 6/6/2008 16:47

Nome giro, só temos de esperar pelo logotipo novo, e ja agora pelos accionistas :mrgreen: :mrgreen: novos.
 
Mensagens: 248
Registado: 5/4/2008 15:33
Localização: Caldas da Rainha

por VALOR » 11/6/2008 11:02

Hoje praticamente sem movimentos. Tudo à espera do resultado da AG.
Passo importante no futuro e evolução do titulo..
Aguardemos
BN
 
Mensagens: 105
Registado: 24/8/2005 9:47
Localização: 12

por benfas » 11/6/2008 12:04

VALOR Escreveu:Hoje praticamente sem movimentos. Tudo à espera do resultado da AG.
Passo importante no futuro e evolução do titulo..
Aguardemos
BN
Vamos ver se sempre foi hoje ou se foi adiada para dia 30 , espero que tudo seja aprovado quanto antes
 
Mensagens: 123
Registado: 24/1/2008 21:38

por fitas » 11/6/2008 12:44

Mas a Assembleia não estava marcada para as 10 horas? :roll:


BN

Fitas
 
Mensagens: 1752
Registado: 9/6/2005 17:48
Localização: Figueira da Foz

por benfas » 11/6/2008 14:45

fitas Escreveu:Mas a Assembleia não estava marcada para as 10 horas? :roll:


BN

Fitas
Estar estava mas só se realizava se estivesse presente o capital necessário para se tomarem as decisões caso contrario era adiada para dia 30
 
Mensagens: 123
Registado: 24/1/2008 21:38

por fitas » 11/6/2008 15:06

A assembleia foi efectuada, com todos os pontos aprovados.

Situação que vai ser participada oficialmente em breve.

Esta etapa já foi consumada.

Depois registos e autorizações da bolsa.

Vamos lá a ver o que isto vai dar. :roll:


BN

Fitas
 
Mensagens: 1752
Registado: 9/6/2005 17:48
Localização: Figueira da Foz

por silva_39 » 11/6/2008 15:09

Na minha opinião não esta AG que vais fazer com que suba, já era mais que esperado que os pontos em discussão fossem aprovados.Até pode ser que esteja enganado..
A paciência é a chave do negocio
 
Mensagens: 1219
Registado: 5/11/2002 13:18
Localização: Aveiro

por fitas » 11/6/2008 15:14

Pois, meu caro, certezas neste momento em bolsa quem as tem?

O futuro.. o futuro, o sentimento da bolsa e estabilidade da mesma.

Neste momento tudo é imprevisivel, tanto sopra do norte como do sul e, muitas das vezes cruzam-se e dão tempestade.

Contudo também é necessária clareza das situações.


BN

Fitas
 
Mensagens: 1752
Registado: 9/6/2005 17:48
Localização: Figueira da Foz

por VALOR » 11/6/2008 16:15

Informação à Imprensa – 11 de Junho de 2008
Nasce hoje uma nova empresa
• Assembleia da ParaRede aprova fusão com Consiste e elege Órgãos
Sociais
Os accionistas da ParaRede, reunidos hoje, 11 de Junho, em assembleia-geral,
aprovaram a fusão com a Consiste, criando assim uma das maiores empresas do
mercado das TI e dos serviços em Portugal. A empresa irá actuar com a marca
Glintt – Global Intelligent Technologies, terá mais de 13 mil accionistas e estará
cotada em Bolsa.
A marca Glintt reflecte o posicionamento da nova empresa assente em três
factores fundamentais: especialista em inovação tecnológica; parceiro na prestação
de serviços de outsourcing de elevado valor acrescentado; com uma dimensão
diferenciadora expressa pela abrangência de serviços, quadros de recursos
humanos e capilaridade da sua rede. Em resultado da fusão das duas empresas, a
Glintt passará a deter forte posição nos negócios com a Banca, as
Telecomunicações, a Saúde, o Comércio, a Indústria e a Administração Pública.
Na Assembleia da ParaRede foram também eleitos os órgãos sociais da nova
Sociedade, com a renovação do mandato e eleição de novos membros para o
triénio 2008/2010.
Conselho de Administração:
Presidente – Dr. João Carlos Lombo da Silva Cordeiro
Vogal – Dr. Abel Bernardino Teixeira Mesquita
Vogal – Dr. Armando Júlio Rio dos Reis
Vogal – Eng. Fernando Jorge da Costa Freire
Vogal – Dr. João Nuno Bernardes da Costa Moreira
Vogal – Dr. Joaquim Aníbal Brito Freixial de Goes
Vogal – Eng. Pedro Manuel de Barros Inácio
Vogal – Dr. Pedro Miguel Marques Rebelo Pinto
Vogal – Dr. Vítor Manuel Lopes Segurado
Mesa da Assembleia Geral:
Presidente - Dr. António Soares
Secretário - Dr. Marcos de Sousa Monteiro
Conselho Fiscal:
Presidente – Dr. Vítor Manuel Rodrigues de Oliveira
Vogal – Dr. Marcos Ventura de Oliveira
Vogal – Dr. Carlos Manuel Charneca Moleirinho Grenha
Suplemente – Dra. Paula Alexandra Flores Noia da Silveira
Revisor Oficial de Contas para 2008:
Efectivo - Barroso, Dias, Caseirão & Associados – SROC, representada pelo Dr. José
Martinho Soares Barroso
Suplente – Dr. João Paulo Torres Cunha Ferreira
Foi ainda aprovada, na Assembleia, a operação de Reverse Stock Split, que se
traduz na alteração do valor nominal das acções representativas do capital da
empresa. O valor nominal de cada acção da ParaRede passa dos actuais 0,10 €
(dez cêntimos) para 1,00 € (um euro), o que significa que cada conjunto de dez
acções será convertido numa única acção.
Acerca da ParaRede
Cotada no Euronext Lisbon (PAD.IN), o Grupo ParaRede é uma referência na área das
Tecnologias e Sistemas de Informação. Tem a sua oferta estruturada em cinco pilares
estratégicos: Consultoria em TI, Serviços de Desenvolvimento e Integração, Suporte e
Manutenção Multivendor, Outsourcing e Sistemas de Pagamento Electrónicos. Desde 1991
que a ParaRede constrói com os seus Clientes soluções tecnológicas úteis e inovadoras, que
contribuem para o progresso sustentado das organizações. Mais informações sobre a
empresa podem ser obtidas em www.pararede.com
Acerca da Consiste
A «Consiste, Gestão de Projectos, Obras, Tecnologias de Informação, Equipamentos e
Serviços» foi fundada em 1984 e desenvolve e implementa "Soluções Globais" que abrangem
as áreas Financeira, Distribuição, Produção, Manutenção, Qualidade e Recursos Humanos. É
uma empresa com uma oferta global, sendo os seus principais projectos dirigidos a sectores
que vão desde a banca até à saúde, passando pela Indústria Farmacêutica, Química,
Alimentação e Bebidas, Electrónica, Comunicações, Automóvel, Têxtil e Metalomecânica.
A Consiste executa projectos na Europa, Ásia, América Latina e África. Detém uma empresa
em Espanha. É detida em 100% pela Farminveste, que por sua vez é detida pela Associação
Nacional de Farmácias.
BN
 
Mensagens: 105
Registado: 24/8/2005 9:47
Localização: 12

por carf2007 » 11/6/2008 16:21

Tanto Dr. e só 2 Eng. afinal é uma empresa de TI ou Hospital ? :mrgreen:
 
Mensagens: 3051
Registado: 9/3/2007 23:32
Localização: Planeta Terra

por fitas » 11/6/2008 16:44

Então não vão ter as vertentes saúde e farmácias!!! E olhe que são áreas que dão muitos €€€€€€€€€.


BN

Fitas
 
Mensagens: 1752
Registado: 9/6/2005 17:48
Localização: Figueira da Foz

por VALOR » 11/6/2008 18:15

Se a Consiste ficou com um capital de 49 e uns trocados, como é que o Presidente (CEO) fica o Drº João Cordeiro ?

Esta é só uma observação, e porventura fez parte da matéria negociada os lugares e respectivas chefias.

Penso também, que do que conheço deste Srº, os accionistas terão motivos para estarem confiantes, já que no meio farmaceutico/empresarial/financeiro, o mesmo tem uma reputação admiravel.

BN
 
Mensagens: 105
Registado: 24/8/2005 9:47
Localização: 12

por VALOR » 11/6/2008 18:24

Aqui fica o CV do novo Presidente:
CURRICULUM VITAE
JOÃO CARLOS LOMBO DA SILVA CORDEIRO, é casado e nasceu a 6/6/1947.
�� Licenciou-se em Ciências Farmacêuticas no ano de 1969, pela Faculdade
de Farmácia da Universidade do Porto.
�� Foi Presidente da Associação de Estudantes da Faculdade de Farmácia da
Universidade do Porto, no ano lectivo de 1968/1969.
�� De 1970 a 1973 prestou o Serviço Militar em Angola, Sucursal Nº 11, do
Laboratório Militar de produtos Químicos e Farmacêuticos.
�� Proprietário e Director Técnico da Farmácia das Fontaínhas, em Cascais,
desde Outubro de 1969.
�� Sócio Gerente da Clínica das Fontaínhas, Lda., desde 1974.
�� Sócio Gerente da TVS – Tecnologia e Diagnóstico na Saúde, desde 1974.
�� Sócio Gerente da Quilaban – Química Laboratorial Analítica, Lda., desde
1994.
�� Sócio Gerente da Victor Cordeiro – Serviços de Gestão Partilhados, Lda.,
desde 2002.
�� A partir do 25 de Abril de 1974 e durante o ano de 1975 fez parte da
Comissão Administrativa da Associação Nacional das Farmácias.
�� De 1976 a 1980 fez parte da Direcção da Associação Nacional das
Farmácias.
�� Presidente da Direcção da Associação Nacional das Farmácias, desde
1981.
�� Presidente da Direcção da FARMACOOPE – Cooperativa Nacional das
Farmácias, CRL, desde 30 de Setembro de 1986.
�� Presidente da Direcção da INFARMA – Cooperativa de Informática das
Farmácias, de Fevereiro de 1987 a Março de 1992, e desde 25 de Outubro
de 2001.
�� De 24 de Julho de 1985 até 2 de Fevereiro de 1988 assumiu a Presidência
da Comissão instaladora do MONAF – Montepio Nacional das Farmácias.
�� Membro do Conselho Geral do Monaf – Montepio Nacional da Farmácia
ASM, desde 1991.
�� Presidente do Conselho de Administração da FARMINVESTE – Investimentos,
Participações e Gestão, SA, desde 23 de Março de 1990.
�� Gerente da FARMATRADING, Produtos Farmacêuticos, Lda., desde 27 de
Abril de 1990.
�� Presidente do Conselho de Administração da CASA DO FARMACÊUTICO –
Desenvolvimento e Gestão Social, Turística e Imobiliária, S.A., desde 23 de
Abril de 2002.
�� Membro do Conselho de Gerência da CONSISTE – Gestão de Projectos,
Obras, Tecnologias de Informação, Equipamentos e Serviços, Lda, desde 1
de Outubro de 2003.
�� Gerente da FARMATRADING 2, Produtos Farmacêuticos, Unipessoal, Lda.,
desde 14 de Outubro de 2005.
�� Gerente da FARMINVESTE 2 – SGPS, UNIPESSOAL, LDA., desde 23/09/2005.
�� Gerente do INFOSAÚDE - INSTITUTO FARMACÊUTICO DE CIÊNCIA E
TECNOLOGIA, UNIPESSOAL, LDA, desde 27 de Setembro de 2005.
�� Gerente da CARDINAL 2 – Engenharia de Sistemas, Lda, de 4 de Fevereiro
de 2004 a 18 de Outubro de 2005.
�� Administrador da Pulso, Informática S. L. Unipersonal, desde 27 de Fevereiro
de 2006.
�� Administrador da FINANFARMA – Sociedade de Factoring, SA., desde 30 de
Novembro de 2006.
�� Administrador da Jutai, Sociedade Imobiliária, SA., desde 07 de Setembro
de 2007.
�� Gerente da FARMINVESTE – GESTÃO DE PARTICIPAÇÕES, SGPS, LDA., desde
15 de Abril de 2008.
�� Administrador da CONSISTE – SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, SGPS,
UNIPESSOAL, LDA., desde 16 de Abril de 2008.
Número de Acções que detém no capital social da ParaRede SGPS, S.A.
detidas: 700.000
BN
 
Mensagens: 105
Registado: 24/8/2005 9:47
Localização: 12

por limpaesgotos » 11/6/2008 20:09

http://www.agenciafinanceira.iol.pt/not ... iv_id=1728

Accionistas aprovam fusão com Consiste

Acções da ParaRede passam a valer 1 euro com nova marca Glintt

2008/06/11 17:26Redacção / RPV

Reverse Stock Split faz com que por cada conjunto de 10 acções será convertido numa única
Os accionistas da ParaRede deram luz verde esta quarta-feira à nova marca, a Glintt-Global Intelligent Technologies, resultante da fusão da tecnológica com a Consiste.

Em assembleia-geral, ganhou assim a luz do dia uma das grandes tecnológicas nacionais, que contará com 13 mil accionistas e estará cotada em Bolsa.

A marca Glintt está, de acordo com comunicado da empresa, assente enquanto especialista em inovação tecnológica e parceiro na prestação de serviços de «outsourcing».

Foi ainda aprovada a operação de Reverse Stock Split, que se traduz na alteração do valor nominal das acções representativas do capital da empresa. O valor nominal de cada acção da ParaRede passa dos actuais 0,10 euros para 1,00 euros, o que significa que cada conjunto de 10 acções será convertido numa única acção.

«Em resultado da fusão das duas empresas, a Glintt passará a deter posição com a banca, as telecomunicações, comércio, a área da saúde, a indústria e a administração pública», informa ainda.

As acções da ParaRede fecharam esta quarta-feira estáveis nos 0,17 euros.




http://www.agenciafinanceira.iol.pt/not ... iv_id=1728
Cumprimentos.


" Existem pessoas tão sumamente pobres que só têm dinheiro "
 
Mensagens: 1262
Registado: 16/2/2008 22:43
Localização: Portugal

por VALOR » 18/6/2008 16:38

Boas tardes,

Já tocou nos 0,15..

Depois das ultimas noticias o entusiasmo arrefeceu.

Aguardemos

BN
 
Mensagens: 105
Registado: 24/8/2005 9:47
Localização: 12

por MERCW123 » 18/6/2008 17:20

Eu ate gostava era de ve-la a 0.12 centimos para reforçar, espero que la chegue, deve haver pessoas a querer que ela fique a cerca de 1 euro, por acção depois do reverse-split
 
Mensagens: 248
Registado: 5/4/2008 15:33
Localização: Caldas da Rainha

por VALOR » 26/6/2008 18:13

Boas tardes
Pois é, já não fica imune aos dias de tempestade, e parece que o efeito " fusão " já passou.
Temos os resultados do 1º semestre a 15/07, mas será certamente mais do mesmo, já que ainda não reflecte a operação.
Quando se especulava que finalmente haveria a " tal " arrancada, de que muitos esperam, afinal temos muito mais do mesmo.
Fazem-se discursos para accionista ver " as metas são para criar mais valias para os accionistas ", mas nesta empresa, continua as consecutivas mudanças de direcção, repetindo-se discursos e ideias......
Estou (à demasiado tempo) agarrado a este titulo, e numa situação que não me permite vender, aguardando que este casamento de alguns frutos......
----------------------
Fica aqui o contacto do NOVO INVESTOR RELATIONS DA GLINTT,

Raul Lufinha é o novo investor relations (responsável pelas relações com os
investidores) da Glintt. Licenciado em Direito, pela Universidade Católica, integrou os
quadros da ParaRede em 2001, onde desempenha, desde então, as funções de secretáriogeral.
Tem duas pós-graduações: uma em Direito da Comunicação, pela Universidade
de Coimbra, e outra em Direito da Sociedade da Informação, pela Universidade de
Lisboa.
Raul Lufinha tem, ainda, um MBA, da AESE/IESE – Universidade de Navarra.
É advogado e tem 36 anos.
Acerca da Glintt
A Glintt resulta da fusão entre a ParaRede e a Consiste e está cotada na Euronext Lisbon.
Actua no mercado das Tecnologias de Informação em três Continentes, sendo que Espanha,
Angola e América Latina assumem particular importância. No mercado nacional, a Glintt
detém uma forte posição nos negócios com a Banca, Telecomunicações, Saúde, Comércio,
Indústria e Administração Pública. O volume de vendas ronda os 130 milhões de euros.
 
Mensagens: 105
Registado: 24/8/2005 9:47
Localização: 12

por MERCW123 » 29/6/2008 13:35

Alguém sabe para quando o reverse???? Quanto valerá a nova PAD; ou Glintt, a PAD valerá actualmente só 0,14 centimos???
Os resultados no dia 15Jul08, serão juntos???
 
Mensagens: 248
Registado: 5/4/2008 15:33
Localização: Caldas da Rainha

por VALOR » 7/7/2008 11:31

4 Julho 2008, Lisboa
• Derrogação do dever de lançamento de OPA sobre a ParaRede – SGPS, S.A.
• Inexigibilidade de prospecto de admissão à negociação das acções emitidas
em virtude do aumento de capital na sequência da fusão por incorporação da
Consiste.
• Plena eficácia de todas as deliberações da Assembleia Geral de 11 de Junho.
A ParaRede – SGPS, S.A., Sociedade Aberta, vem comunicar aos Senhores Accionistas
e ao Mercado que foi informada pela Farminveste, S.A. de que o Conselho Directivo da
Comissão do Mercado dos Valores Mobiliários (CMVM) deliberou hoje declarar a
derrogação do dever de lançamento de oferta pública de aquisição sobre a ParaRede –
SGPS, S.A.
Esta declaração tinha sido requerida pela Farminveste – SGPS, S.A. no dia 29 de Maio de
2008, por lhe virem a ser imputáveis, através da Consiste – Sistemas de Informação,
SGPS, Unipessoal, Lda. (sociedade detida a 100% pela sua dominada Farminveste,
SGPS, Lda.) 49,5% dos direitos de voto correspondentes ao capital social da ParaRede –
SGPS, S.A.
É o seguinte o texto da declaração da CMVM:
INFORMAÇÃO PRIVILEGIADA
PARAREDE – SGPS, S.A. • Sociedade Aberta
Rua Laura Alves, nº 12 – 3º, 1050-138 Lisboa, Portugal • Capital Social: 43.916.248,50 Euros
Pessoa Colectiva e Matrícula na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa n.º 503.541.320
www.pararede.com
2/3
«Declaração de derrogação do dever de lançamento de oferta pública de aquisição
da ParaRede – SGPS, S.A. pela Farminveste, S.A.
(emitida nos termos do artigo 6.º, número 3 do Regulamento da CMVM n.º 3/2006)
Comunicamos a V.ªs Ex.ªs que em reunião de 4 de Julho de 2008 e ao abrigo do disposto
no art. 189.º, número 2 do Código dos Valores Mobiliários, o Conselho Directivo da CMVM
deliberou declarar a derrogação do dever de a Farminveste, S.A. lançar oferta pública de
aquisição da ParaRede – SGPS, S.A. nos seguintes termos e fundamentos:
A Consiste – Sistemas de Informação, SGPS, Unipessoal, Lda. e a ParaRede – SGPS,
S.A. aprovaram o projecto de fusão por incorporação das duas sociedades. A Consiste é
totalmente dominada pela Farminveste, SGPS, Lda., a qual, por sua vez, é dominada pela
Farminveste, S.A., nos termos do art. 21.º do Código dos Valores Mobiliários, sociedade
que detém 99,999% do seu capital social.
A Farminveste, S.A. requereu a derrogação do dever de lançamento de oferta pública de
aquisição, porque virá a ultrapassar um terço dos direitos de voto do capital da ParaRede –
SGPS, S.A. na sequência da subscrição do aumento de capital da ParaRede – SGPS,
S.A., ficando a deter 430.466.200 acções, correspondentes a 49,5% dos direitos de voto.
O aumento de capital resulta da aprovação do projecto de fusão por incorporação na
Assembleia Geral da ParaRede – SGPS, S.A. que se realizou a 11 de Junho de 2008, na
qual foi deliberado por maioria aprovar o projecto de fusão e o correspondente aumento de
capital, sob condição de derrogação do dever de lançamento de oferta pública de
aquisição pela CMVM.
A Farminveste, S.A. detinha 2.000.000 acções representativas de 0,46% do capital social
da ParaRede – SGPS, S.A., participação esta que representa 0,23% do capital social
resultante da fusão, pelo que lhe serão imputáveis 49,73% dos direitos de voto da
ParaRede – SGPS, S.A., correspondentes a 432.466.200 acções.
O Conselho Directivo da CMVM»
PARAREDE – SGPS, S.A. • Sociedade Aberta
Rua Laura Alves, nº 12 – 3º, 1050-138 Lisboa, Portugal • Capital Social: 43.916.248,50 Euros
Pessoa Colectiva e Matrícula na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa n.º 503.541.320
www.pararede.com
3/3
Mais informou a Farminveste, S.A. que, na mesma reunião do Conselho Directivo da
CMVM, foi ainda deliberado «confirmar a inexigibilidade de prospecto de admissão, em
virtude do disposto no art. 134.º, n.º 1, al. a) por remissão do artigo 236.º, n.º 2, al. a),
ambos do Código dos Valores Mobiliários.»
Nestes termos, com a declaração da CMVM acima referida, tornaram-se plenamente
eficazes todas as deliberações aprovadas na reunião da Assembleia Geral da Sociedade
realizada no passado dia 11 de Junho de 2008 e oportunamente divulgadas.
Raul Lufinha
Investor Relations
T: + 351 21 723 50 00
F: + 351 21 723 50 01
E: pararede.investidores@pararede.com
 
Mensagens: 105
Registado: 24/8/2005 9:47
Localização: 12

por silva_39 » 7/7/2008 12:59

Isto significa que a PFarminveste ter obrigatoriamente que lançar uma OPA à PAD?
e A QUE VALORES?
A paciência é a chave do negocio
 
Mensagens: 1219
Registado: 5/11/2002 13:18
Localização: Aveiro

por Ulisses Pereira » 7/7/2008 13:06

asilva, é exactamente o contrário. "derrogação do dever de lançamento de OPA" significa que não o vai ter que fazer.

Um abraço,
Ulisses
"Acreditar é possuir antes de ter..."

Ulisses Pereira

Clickar para ver o disclaimer completo
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 30999
Registado: 29/10/2002 4:04
Localização: Aveiro

por leonino1 » 7/7/2008 14:13

ulisses, será que e desta que a pad ira ter outra escalada como no inicio do ano, 0,25/0,30
 
Mensagens: 40
Registado: 15/2/2008 11:31
Localização: 19

Próximo

Quem está ligado:
Utilizadores a ver este Fórum: AlfaTrader, Bar38, carlosdsousa, Esquinas3, Google Adsense [Bot], m-m, malakas, Mr_ALL, OCTAMA, PAULOJOAO, PIKAS, PMP69, RuiGerente, yggy, zulu404 e 83 visitantes