Cofina - Tópico Geral

Espaço dedicado a todo o tipo de troca de impressões sobre os mercados financeiros de uma forma genérica e a todo o tipo de informação útil que possa condicionar o desempenho dos mesmos

Moderadores: pata-hari, Ulisses Pereira, MarcoAntonio

Cofina - Tópico Geral

por Nyk » 14/8/2007 12:01

Não sei se fiz bem ou mal, mas entalei-me na cofina a 1,77€. :-k :-k :oh: :-k :-k
Editado pela última vez por Nyk em 31/10/2008 20:17, num total de 1 vez.
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por Nyk » 14/8/2007 18:57

Alguem sabe quando sai os resultados do 1º semestre da cofina?
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por Auditor » 14/8/2007 19:03

Deves ser o único accionista NYK, pois ninguém te responde.
Eu não sei responder à tua questão.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 746
Registado: 28/6/2007 13:25
Localização: S joao

por Nyk » 14/8/2007 19:33

Auditor Escreveu:Deves ser o único accionista NYK, pois ninguém te responde.
Eu não sei responder à tua questão.


Parece que sim, hoje não sei o bem o que me deu para entrar na cofina a 1,77€ e agora só me resta esperar por melhores dias ou saltar fora, vamos ver como se porta amanha. :? :? :?
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por Nyk » 15/8/2007 15:47

Mais um fecho péssimo, andou todo dia aguentar-se para no fecho da sessão cair para os 1,71€, isto não está fácil. :|
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por SoEu » 15/8/2007 17:26

Desculpa a pergunta: se existe um tópico da Cofina, porque abriste um novo?
 
Mensagens: 76
Registado: 14/9/2006 19:54

por Nyk » 15/8/2007 17:35

SoEu Escreveu:Desculpa a pergunta: se existe um tópico da Cofina, porque abriste um novo?


O SoEu, tens razão no que dizes, mas na altura não me dei ao trabalho de ir pesquizar se havia ou não um tópico da cofina e abri este, na altura não sei o que me deu para entrar neste titulo, pensava eu que estava mais protegido do que os outros, mas não, hoje mais uma queda, vamos ver amanha com os amaricanos a verde se isto recopera alguma coisa.
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por ped_alves » 15/8/2007 17:53

"O SoEu, tens razão no que dizes, mas na altura não me dei ao trabalho de ir pesquizar se havia ou não um tópico da cofina e abri este"


Realmente isso dá uma trabalheira !!!
Depois perguntam porque é que o país nao anda para a frente...

Enfim, promenores
 
Mensagens: 53
Registado: 28/6/2007 15:23
Localização: Alcantara

COFINA versus ALTRI

por Luka! » 15/8/2007 18:13

Nyk Escreveu:Mais um fecho péssimo, andou todo dia aguentar-se para no fecho da sessão cair para os 1,71€, isto não está fácil. :|


Ola NYK , pensa que a COFINA é a casa mãe da ALTRI , e como a ALTRI esta numa fase técnica delicada a COFINA acompanha-a :

aqui te deixo a analise que fiz:
http://www.caldeiraodebolsa.com/forum/v ... start=4025

:|
Anexos
queda.png
queda.png (0 Bytes) Visualizado 40773 vezes
... if you feel like doubling up a profitable position, slam your finger in a drawer until the feeling goes away !
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3344
Registado: 21/10/2003 21:48

Re: COFINA versus ALTRI

por Nyk » 15/8/2007 18:18

luka Escreveu:
Nyk Escreveu:Mais um fecho péssimo, andou todo dia aguentar-se para no fecho da sessão cair para os 1,71€, isto não está fácil. :|


Ola NYK , pensa que a COFINA é a casa mãe da ALTRI , e como a ALTRI esta numa fase técnica delicada a COFINA acompanha-a :

aqui te deixo a analise que fiz:
http://www.caldeiraodebolsa.com/forum/v ... start=4025

:|


A Cofina é a casa mãe mas a altri é independente da cofina? Ainda não entendi qual é o peso da altri na cofina?
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por SoEu » 15/8/2007 20:57

Nyk Escreveu:A Cofina é a casa mãe mas a altri é independente da cofina? Ainda não entendi qual é o peso da altri na cofina?


Enquanto não escreves no sítio certo...
Penso que, como podes ver aqui: http://web3.cmvm.pt/sdi2004/emitentes/docs/PC12836.pdf a Cofina não tem nenhuma participação na Altri (já teve), o CEO é que é o mesmo em ambas.
Tem é uma participação na F. Ramada - Participações, SGPS, S. A. ... como poderás ver... mas em http://web3.cmvm.pt/sdi2004/emitentes/docs/FR12343.pdf a Altri diz que tem 100 % fa F. Ramada (aço e sistemas de armazenagem) ...
Mas lê os dois documentos e tiras as dúvidas.
Se alguém poderá esclarecer melhor..
De qq forma tb estou dentro da Cofina e a um valor mais alto... mas penso que o empréstimo obrigacionista que contraiu há pouco tempo é para fazer crescer a empresa... espero.
 
Mensagens: 76
Registado: 14/9/2006 19:54

por Nyk » 15/8/2007 21:04

SoEu Escreveu:
Nyk Escreveu:A Cofina é a casa mãe mas a altri é independente da cofina? Ainda não entendi qual é o peso da altri na cofina?


Enquanto não escreves no sítio certo...
Penso que, como podes ver aqui: http://web3.cmvm.pt/sdi2004/emitentes/docs/PC12836.pdf a Cofina não tem nenhuma participação na Altri (já teve), o CEO é que é o mesmo em ambas.
Tem é uma participação na F. Ramada - Participações, SGPS, S. A. ... como poderás ver... mas em http://web3.cmvm.pt/sdi2004/emitentes/docs/FR12343.pdf a Altri diz que tem 100 % fa F. Ramada (aço e sistemas de armazenagem) ...
Mas lê os dois documentos e tiras as dúvidas.
Se alguém poderá esclarecer melhor..
De qq forma tb estou dentro da Cofina e a um valor mais alto... mas penso que o empréstimo obrigacionista que contraiu há pouco tempo é para fazer crescer a empresa... espero.


Era o que eu pensava, são duas empresas totalmente independentes uma da outra.

Vamos ver se amanha se aguenta acima dos 1,71 e não quebra esse valor.
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por Nyk » 17/8/2007 18:33

REN entra no PSI-20 a 3 de Setembro e substitui Cofina
A Redes Energéticas Nacionais (REN) vai passar a integrar o principal índice da bolsa nacional, substituindo a Cofina, anunciou a Euronext Lisbon em comunicado.

--------------------------------------------------------------------------------

Sara Antunes
saraantunes@mediafin.pt


A Redes Energéticas Nacionais (REN) vai passar a integrar o principal índice da bolsa nacional, substituindo a Cofina, anunciou a Euronext Lisbon em comunicado.

A gestora da bolsa nacional emitiu um comunicado onde anuncia que, a partir de 3 de Setembro, a REN [Cot] passa a integrar o PSI-20, após uma revisão extraordinária.

A cotada que dará o lugar à REN é a Cofina [Cot], que se vê assim excluída do principal índice da bolsa nacional.

As novas regras da revisão do PSI-20 ditaram que esta operação passasse a ser anual, mas deixou a possibilidade de haver uma revisão extraordinária em Setembro.
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por Nyk » 3/9/2007 18:03

Cofina deverá registar queda de 3,8% no seu lucro semestral
A empresa de media deverá registar uma queda de 3,8% no seu lucro relativo aos primeiros seis meses deste ano face a igual período homólogo de 2006 para um valor médio de 5,1 milhões de euros, segundo as previsões de três analistas citados pela Reuters.

Tiago Figueiredo Silva

Os mesmos analistas adiantam que as receitas deverão ter crescido 2,6% para um valor médio de 66,8 milhões de euros enquanto que o EBITDA (cash flow operacional) terá subido 12,9% para um valor médio de 9,6 milhões de euros.

No primeiro semestre de 2006 a Cofina registou lucros de 5,3 milhões de euros, receitas de 65,1 milhões de euros e um EBITDA de 8,5 milhões de euros.

"No segundo trimestre de 2006 a Cofina apresentou resultados financeiros positivos em um milhão de euros, e este ano prevejo que esses resultados venham a ser negativos. Isso poderá ter impacto. De resto não se esperam grandes alterações nas principais tendências de negócio do grupo", afirmou um analista que preferiu manter o anonimato.

A Cofina apresenta resultados na próxima quinta-feira, 6 de Setembro, após o fecho do mercado.
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por Nyk » 4/9/2007 19:42

Millennium bcpi
Cofina regressa à lista das empresas com maior potencial de valorização
A Cofina regressou à lista das cinco cotadas com maior potencial de valorização para o Millennium bcp investimento. A empresa de "media" substituiu a Portugal Telecom. A liderar a lista manteve-se a Portucel.

--------------------------------------------------------------------------------

Sara Antunes
saraantunes@mediafin.pt


A Cofina regressou à lista das cinco cotadas com maior potencial de valorização para o Millennium bcp investimento. A empresa de "media" substituiu a Portugal Telecom. A liderar a lista manteve-se a Portucel.

Na "newsletter" semanal do Millennium bcpi a Cofina volta a surgir na lista das cinco empresas com maior potencial de subida tendo em consideração o preço-alvo da casa de investimento e o valor de fecho das acções na última sexta-feira.

A Cofina [Cot], que detém o Jornal de Negócios, apresenta um potencial de ganhos de 17%, com um preço-alvo de 2,00 euros. O regresso da empresa de "media" para a lista surge depois de na semana passada as acções terem descido mais de 1,5%.

A Portugal Telecom (PT) [Cot] saiu da lista, depois de ter valorizado 0,6% na última semana, o que representa o terceiro ganho semanal consecutivo.

A Portucel [Cot] manteve-se na liderança das empresas com maior potencial de valorização, com uma subida potencial de 31% face ao preço-alvo de 3,70 euros.

Em segundo lugar volta a surgir a Sonaecom [Cot], com um potencial de ganhos de 26%, seguida da Novabase [Cot], que conta com uma valorização potencial de 20%.

O Banco Espírito Santo (BES) [Cot] surge na quinta posição, com um potencial de subida de 16%.
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por urukai » 4/9/2007 21:55

Boa noite,

estou entalado (por minha própria escolha aviso desde já!!!) na cofina com algumas (poucas) acções a 1,98...

Fui deixando, deixando, deixando e agora é tarde demais para fazer qualquer o que quer que seja.

Ficam para ali à espera de melhores dias, como por exemplo, uns excelentes resultados do 1º semestre que serão divulgados dia 6 de Setembro (hora a confirmar).

Um abraço e Bons Negócios
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1124
Registado: 11/5/2007 14:09

por nunoand99 » 5/9/2007 10:27

urukai Escreveu:Boa noite,

estou entalado (por minha própria escolha aviso desde já!!!) na cofina com algumas (poucas) acções a 1,98...

Fui deixando, deixando, deixando e agora é tarde demais para fazer qualquer o que quer que seja.

Ficam para ali à espera de melhores dias, como por exemplo, uns excelentes resultados do 1º semestre que serão divulgados dia 6 de Setembro (hora a confirmar).

Um abraço e Bons Negócios


Hora a confirmar?

Julgo estar confirmado que é após o fecho do mercado.

O BCP espera que a COFINA tenha um crescimento de 22% este ano.

Os resultados do 1º semestre cresceram cerca de 15%.

Eu estou a contar com crescimento de 15% este ano, e portanto tudo o que vier acima de 15% é bom...
 
Mensagens: 915
Registado: 16/5/2005 21:38

por Titleist » 6/9/2007 15:51

Resultados Cofina 1º semestre 2007

O volume de receitas alcançado no primeiro semestre de 2007 foi de cerca de 67 milhões de
euros, apresentando um crescimento face ao período homólogo de 2006 de 3%.
O cash-flow operacional (EBITDA) do Grupo cifrou-se em 9,8 milhões de euros, com um
crescimento de 15% face ao primeiro semestre de 2006 tendo a respectiva margem atingido
14,7% face a 13,1% em 2006.
O resultado líquido consolidado do semestre atingiu os 5,5 milhões de euros, crescendo 2,4% face
ao mesmo período de 2006.
O endividamento bancário nominal bruto do Grupo atingiu cerca de 134 milhões de euros, o que
se traduz numa dívida líquida de cerca de 20 milhões de euros.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 726
Registado: 5/12/2006 16:44
Localização: Estoril

por nunoand99 » 6/9/2007 16:00

Titleist Escreveu:Resultados Cofina 1º semestre 2007

O volume de receitas alcançado no primeiro semestre de 2007 foi de cerca de 67 milhões de
euros, apresentando um crescimento face ao período homólogo de 2006 de 3%.
O cash-flow operacional (EBITDA) do Grupo cifrou-se em 9,8 milhões de euros, com um
crescimento de 15% face ao primeiro semestre de 2006 tendo a respectiva margem atingido
14,7% face a 13,1% em 2006.
O resultado líquido consolidado do semestre atingiu os 5,5 milhões de euros, crescendo 2,4% face
ao mesmo período de 2006.
O endividamento bancário nominal bruto do Grupo atingiu cerca de 134 milhões de euros, o que
se traduz numa dívida líquida de cerca de 20 milhões de euros.


Donde retiraste essa informação?
No site da COFINA não consta nada....

Assim sem analisar mais detalhadamente, parecem resultados mais que mediocres...
 
Mensagens: 915
Registado: 16/5/2005 21:38

por Nyk » 6/9/2007 16:40

Primeiro semestre
Lucros da Cofina aumentam 2,4% para 5,5 milhões
A Cofina apresentou lucros de 5,5 milhões de euros no primeiro semestre deste ano, o que representa um aumento de 2,4% face ao semestre homólogo, de acordo com o comunicado hoje enviado à Comissão de Mercados de Valores Mobiliários.

--------------------------------------------------------------------------------

Catarina Carneiro de Brito
catarinabrito@mediafin.pt



A Cofina apresentou lucros de 5,5 milhões de euros no primeiro semestre deste ano, o que representa um aumento de 2,4% face ao semestre homólogo, de acordo com o comunicado hoje enviado à Comissão de Mercados de Valores Mobiliários.

O volume de negócios do grupo que detém o Jornal de Negócios, atingiu 67 milhões de euros, mais 3% face ao mesmo período de 2006.O EBITDA cresceu 15% para os 9,8 milhões de euros, com a margem a atingir 14,7%, representando uma melhoria de 1,6%.

As receitas operacionais aumentaram 2,9% para os 66,9 milhões de euros. A circulação aumentou 4% para os 29,1 milhões de euros e as receitas de publicidade cresceram 12,9%. As receitas de marketing alternativo registaram uma queda de 26,4% justificada no comunicado da empresa pelo "efeito da retracção do poder de compra e da saturação deste mercado".

No que diz respeito ao segmento de jornais, as receitas operacionais aumentaram 4% para os 47,2 milhões de euros. Neste segmento, as receitas de circulação cresceram 3,3% para os 20,9 milhões de euros, enquanto que as receitas de publicidade melhoraram 10% para 21,5 milhões de euros.

De destacar a subida das audiências dos jornais Correio da Manhã e Destak durante os primeiros seis meses do ano. Os resultados do marketing alternativo sofreram uma quebra de 14,7%.

No negócio das revistas, as receitas operacionais subiram ligeiramente para os 19,7 milhões de euros, representando um acréscimo de 0,3%. As receitas de circulação subiram 5,9% e as de publicidade 20,9%. As receitas do marketing alternativo sofreram uma quebra de 40,1%
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por Titleist » 6/9/2007 17:01

nunoand99 Escreveu:
Titleist Escreveu:Resultados Cofina 1º semestre 2007

O volume de receitas alcançado no primeiro semestre de 2007 foi de cerca de 67 milhões de
euros, apresentando um crescimento face ao período homólogo de 2006 de 3%.
O cash-flow operacional (EBITDA) do Grupo cifrou-se em 9,8 milhões de euros, com um
crescimento de 15% face ao primeiro semestre de 2006 tendo a respectiva margem atingido
14,7% face a 13,1% em 2006.
O resultado líquido consolidado do semestre atingiu os 5,5 milhões de euros, crescendo 2,4% face
ao mesmo período de 2006.
O endividamento bancário nominal bruto do Grupo atingiu cerca de 134 milhões de euros, o que
se traduz numa dívida líquida de cerca de 20 milhões de euros.


Donde retiraste essa informação?
No site da COFINA não consta nada....

Assim sem analisar mais detalhadamente, parecem resultados mais que mediocres...


Site da CMVM
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 726
Registado: 5/12/2006 16:44
Localização: Estoril

por nunoand99 » 6/9/2007 17:05

OK.

Já estive a ver e parece que a estimativa dos "so called" analistas eram de uma descida de cerca de 3% nos resultados.

De qualquer forma continuo a achar os resultados mediocres...

Preciso de ver as contas trimestrais completas, mas parece-me que esta saiu do meu radar.
 
Mensagens: 915
Registado: 16/5/2005 21:38

por Nyk » 7/9/2007 9:31

Resultados Cofina positivos, publicidade surpreende - analistas


07/09/2007


LISBOA, 7 Set (Reuters) - Os resultados semestrais da Cofina ficaram acima das expectativas dos analistas, surpreendendo nas receitas publicitárias e no controlo de custos, referem os analistas do CaixaBI e BPI.

A Cofina anunciou ontem, após o fecho do mercado, que o lucro líquido no primeiro semestre de 2007 cresceu 2,4 pct para 5,5 milhões de euros (ME), face a 5,4 ME no mesmo período de 2006.

As receitas atingiram os 67 ME, com um crescimento de 2,9 pct face ao período homólogo, e o EBITDA-Earnings Before Interests, Taxes, Depreciations and Amortizations situou-se nos 9,8 ME, crescendo 15 pct.

"Destaca-se pela positiva o controlo dos custos operacionais o que se reflectiu em importantes melhorias na margem EBITDA da Cofina", refere o CaixaBI em nota de research de hoje.

O BPI destaca como factores positivos o crescimento das receitas de publicidade consolidadas no segundo trimestre, que ficaram cinco pct acima das previsões dos analistas, e os números de circulação de jornais, cujas receitas subiram oito pct no semestre.

Pela negativa surge a circulação de revistas, que ficou um pct abaixo do esperado, refere a casa de investimento no 'Iberian Daily'.

"É um conjunto positivo de resultados. Apesar das receitas terem sido afectadas pela queda nas promoções, a boa performance das receitas publicitárias e uma forte subida na circulação nos jornais permitiram à Cofina apresentar um EBITDA três pct superior às nossas estimativas", lê-se no documento.

Negociaram-se 176.080 acções da Cofina a subir 0,57 pct para os 1,75 euros.
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por Nyk » 25/9/2007 21:38

BPI recomenda «Hold» para a acção Cofina num prazo de 12 Meses
Veja mais detalhes em http://www.jornaldenegocios.pt/default. ... icker=cofi
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por Nyk » 11/10/2007 6:46

Millennium bcp atribui potencial de valorização de 34% à Cofina
O Millennium bcp reviu as avaliações das empresas de media portuguesas, tendo subido o preço-alvo da Cofina para 2,20 euros – potencial de valorização de 34% - e revisto em baixa as avaliações da Impresa e Media Capital.

--------------------------------------------------------------------------------

Nuno Carregueiro
nc@mediafin.pt



O Millennium bcp reviu as avaliações das empresas de media portuguesas, tendo subido o preço-alvo da Cofina para 2,20 euros – potencial de valorização de 34% - e revisto em baixa as avaliações da Impresa e Media Capital.

O banco de investimento considera a Cofina (empresa proprietária do Jornal de Negócios) uma "oportunidade de compra". O preço-alvo foi revisto de 2 euros para 2,20 euros, agora para 2008, o que constitui "um interessante potencial de valorização".

O preço-alvo da Impresa desceu de 2,75 para 2,65 euros, o que representa um potencial de valorização inferior a 1%, com uma recomendação de "neutral". A recomendação para a Media Capital é de "reduzir" e o preço-alvo baixou de 5,90 para 5,60 euros.

"Apesar de ter o que hoje é considerado um ‘portfolio’ de media pouco sexy (pelo facto de não ter activos de TV) vemos a Cofina como um ‘player’ com valor", refere o "research" efectuado pelos analistas Pedro Mendes e João Flores.

A mesma fonte adianta que a Cofina tem tido uma execução "excelente, ganhando quota de mercado e aumentando a rentabilidade de uma forma consistente".

Para o Millennium bcp, o maior risco está nos últimos investimentos efectuados, que aumentam o risco da acção, apesar do bom ‘track record’ da gestão" em criar valor nas aquisições efectuadas. O banco considera que a Cofina tem uma exposição excessiva à PT Multimédia, num investimento que representou quase metade da capitalização bolsista da empresa.

Mercado publicitário vai abrandar

O Millennium bcp realça que o mercado publicitário teve um comportamento positivo no segundo trimestre, com o segmento da imprensa a ter uma performance superior à da televisão.

Apesar de considerar que a recente crise no mercado de crédito não terá um grande impacto no sector dos media, o banco acredita que o efeito será negativo, devido ao impacto na economia real e nos índices de confiança dos consumidores. Pela positiva destaca o efeito do previsível aumento da concorrência no sector das telecomunicações.

Ainda assim, o Millennium bcp investimento espera um abrandamento no mercado publicitário em 2008 e 2009, face ao registado este ano. "Em vez de assumirmos uma aceleração das taxas de crescimento em 2008 e 2009, estamos agora menos optimistas e de facto esperamos um abrandamento na taxa de crescimento no próximo ano, com uma ténue recuperação posteriormente", refere o research.
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

Próximo

Quem está ligado:
Utilizadores a ver este Fórum: Bing [Bot], Google [Bot], PAULOJOAO, rocha28 e 15 visitantes