Outros sites Cofina
Caldeirão da Bolsa

Impresa - Tópico Geral

Espaço dedicado a todo o tipo de troca de impressões sobre os mercados financeiros de uma forma genérica e a todo o tipo de informação útil que possa condicionar o desempenho dos mesmos

Moderadores: Pata-Hari, Ulisses Pereira, MarcoAntonio

por Kooc » 3/12/2007 23:55

A impresa a querer arrebitar, e hoje conseguiu um fecho acima do suporte, e depois de uma boa recuperação
Anexos
ipr.png
ipr.png (13.15 KiB) Visualizado 5784 vezes
 
Mensagens: 841
Registado: 30/11/2002 0:36
Localização: Amadora

por Garfield » 4/12/2007 1:14

Jornal de Negócios às 21h14 Escreveu:A SIC ganhou hoje o concurso para a transmissão dos jogos referentes à Taça de Portugal 2007/2008, anunciou a empresa.

O contrato inclui a transmissão de um jogo por cada eliminatória, um jogo da meia-final e a final. A primeira transmissão começa já no sábado com o jogo entre o Benfica e a Académica.

As transmissões dos jogos da Taça de Portugal foram disputadas pela SIC, RTP, TVI e SporTV.
 
Mensagens: 2266
Registado: 9/2/2005 4:29
Localização: Porto

por mr. share » 4/12/2007 9:49

tou olhando para ela para entrar já de manha, mas aqule stochastics deixa me de pé atras... esta super esticado
 
Mensagens: 400
Registado: 29/11/2007 10:48
Localização: xxx

por Garfield » 4/12/2007 22:54

No BPI andam distraidos :

BPI Online Escreveu:A Impresa fechou sem oscilações, no dia em que o Diário Económico informa que a SIC adquiriu os direitos de transmissão da Taça de Portugal na época 2007/2008.


No dia??? Então o Jornal de Negócios noticiou isto ontem à noite mas eles pelos vistos lêem é o Diario Económico. Curioso é que nem encontro a noticia nele. Será desculpa do BPI para o atraso? Ou não tinham mais nada para referir sobre a Imprensa e precisavam de algo para substanciar o fecho sem oscilações! :)

Tst Tst

BN
 
Mensagens: 2266
Registado: 9/2/2005 4:29
Localização: Porto

por Garfield » 4/12/2007 23:16

De qualquer forma aqui ficam mais pormenores sobre a Taça de Portugal na SIC :

Jornal de Negócios Mobile Escreveu:A vitória no concurso para a transmissão dos jogos referentes à Taça de Portugal 2007/2008 por parte da SIC "é extremamente positiva" para a estação de televisão e para a Impresa. A transmissão de jogos deverá ajudar a "recuperar" audiências, de acordo com a Lisbon Brokers.

A SIC ganhou o concurso para a transmissão dos jogos referentes à Taça de Portugal 2007/2008, anunciou ontem a empresa. O contrato inclui a transmissão de um jogo por cada eliminatória, um jogo da meia-final e a final. A primeira transmissão começa já no sábado com o jogo entre o Benfica e a Académica.

"Isto é extremamente positivo para a SIC em particular, e para a Impresa em geral", diz a Lisbon Brokers que explica que estas transmissões dos jogos deverão ajudar a "recuperar" posição nas audiências.

A casa de investimento reviu ontem a recomendação das acções da Impresa [Cot] para "comprar" com um preço-alvo de 2,50 euros.

A casa de investimento CaixaBI também considera que esta compra tem um "impacto muito positivo" para as acções da Impresa, "apesar de não terem sido divulgados os valores do contrato".

As analistas Helena Barbosa e Teresa Caldeira salientam que "a SIC preenche desta forma uma lacuna importante na sua grelha de programação na medida em que o futebol representa um contributo decisivo para a subida dos níveis de audiências".

Já o BPI considera que a vitória no concurso gera "sentimentos mistos". Com o analistas Tiago Veiga Anjos a considerar que esta aquisição "cobre parte" do problema da SIC em ter "produtos capazes de atrair espectadores", numa altura em que os canais de televisão concorrentes transmitem a Liga dos Campeões (RTP) e a Liga de Futebol Nacional (TVI).

A casa de investimento explica que o impacto desta aquisição pode colmatar "parcialmente" o problema porque esta é a competição "menos atractiva" e "está muito dependente do desempenho dos três maiores clubes nacionais (Benfica, Porto e Sporting)".

O analista Tiago Veiga Anjos salienta que "é impossível aceder ao possível impacto financeiro deste acordo sem a informação do investimento da SIC neste produto".

As acções da Impresa subiam 1,86% para os 2,19 euros.
 
Mensagens: 2266
Registado: 9/2/2005 4:29
Localização: Porto

por mcarvalho » 5/12/2007 0:42

que passagens foram aquelas ???? st
 
Mensagens: 7051
Registado: 17/2/2004 1:38
Localização: PORTO

por Jooaaoo » 5/12/2007 1:49

mcarvalho Escreveu:que passagens foram aquelas ???? st


Foi só uma... :-$ ... Não digas a ninguem...

A sessão de hoje foi um bocadinho fraquita no final...com a menina a não se aguentar das pernas...

O meu objectivo de 2,15 foi atingido, agora aguardemos por mais clareza, uma vez que temos macd a dar sinal de compra, e uma lta no rsi que teima em não ser quebrada...

Uma visita à zona dos 2,40 também não me parece assim tão descabido...mas ainda é prematuro falar nisso....


Abraços
Na Vida tudo é relativo...
Um fio de cabelo na cabeça é pouco...
Na sopa é muito...
 
Mensagens: 691
Registado: 8/11/2005 11:28

por Nyk » 7/12/2007 19:32

Fundos do Santander passam a deter participação qualificada na Impresa
Os fundos de investimento mobiliários geridos pela Santander Asset Management passaram a deter uma participação qualificada na Impresa, na sequência da aquisição no passado dia 4 de Dezembro de mais de 985 mil acções.

Tiago Figueiredo Silva

Em comunicado hoje emitido, os fundos de investimento do Santander revelam que o fundo Santander Acções Portugal detém 3 564 162 acções da Impresa, representativas de 2,12% do capital social e dos direitos de voto; e que o fundo Santander PPA detém 744 662 títulos da empresa de media, correspondentes a 0,44% do capital social e dos direitos de voto.

Os fundos revelam que a aquisição da participação qualificada ocorreu no passado dia 4 de Dezembro, através da aquisição em mercado de 900 mil acções po parte do fundo Santander Acções Portugal e de 85 573 títulos por parte do fundo Santander PPA.

No total, os fundos de investimento geridos pela Santander Asset Management detêm 4 308 824 acções, correspondentes a 2,56% do capital social e dos direitos de votos da Impresa.

Os papéis da Impresa fecharam hoje inalterados nos 2,22€.
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
 
Mensagens: 12032
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por Nyk » 10/12/2007 14:23

UBS sobe estimativas de lucros por acção da Impresa


10/12/2007


A UBS aumentou as estimativas de lucros por acção da Impresa, de 0,15 para 0,16 euros em 2008. A casa de investimento manteve o preço-alvo de 2,61 euros para os títulos da empresa de media.

A UBS reviu em alta as estimativas de lucros por acção da Impresa, de 0,15 para 0,16 euros, em 2008. A previsão para 2009 mantém-se em 0,17 euros por acção.

O banco estima que as receitas da empresa liderada por Pinto Balsemão atinjam os 292,2 milhões de euros, no próximo ano, contra 279,9 milhões de euros, este ano.

Os analistas da UBS mantiveram o preço-alvo de 2,61 euros atribuindo um potencial de valorização de mais de 18% às acções da Impresa.

A Impresa [ipr] segue a perder 0,9% para 2,20 euros.
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
 
Mensagens: 12032
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por Jooaaoo » 13/12/2007 3:22

Ora...Uma curta análise a esta menina....

Depois de uma ida aos 2,25 a menina resolve corrigir um pouco....De salientar que enquanto ela se mantiver em cima da zona dos 2,15 continuará de boa saude...Penso que até é saudável este tipo de correcções...

A ltd foi quebrada no Rsi, tendo este ainda muita margem de progressão...

Continuo a defender que uma ida ao topo do canal descendente é plausível...Mas caso isso não aconteça, fecharei o trade tão rápido quanto o abri no dia 28 de Novembro...E isso poderá acontecer caso ela quebre os 15 em definitivo....

Vamos indo e vamos vendo...


Abraços
Anexos
Ipr.PNG
Ipr.PNG (48.17 KiB) Visualizado 5379 vezes
Na Vida tudo é relativo...
Um fio de cabelo na cabeça é pouco...
Na sopa é muito...
 
Mensagens: 691
Registado: 8/11/2005 11:28

por Garfield » 13/12/2007 3:50

Agencia Financeira Escreveu:Nuno Santos, até agora director de Programação da RTP, vai abandonar a estação pública, para substituir Francisco Penim como director de Programas da SIC.

A saída de Penim foi anunciada pela Impresa, num comunicado assinado pelo presidente do grupo, Francisco Pinto Balsemão. De acordo com o mesmo, «a partir de Janeiro de 2008, Francisco Penim assumirá o cargo de Director Coordenador de Conteúdos da Impresa Digital».

O presidente da Impresa lembra que «Francisco Penim foi até agora responsável pela Direcção da Multimédia do universo SIC, em paralelo com a Direcção de Programas, tendo tido um contributo fundamental para o desenvolvimento desta área que é uma aposta estratégica do Grupo Impresa».

Nuno Santos sai com sensação de missão cumprida

Também Nuno Santos emitiu um comunicado já esta noite, onde diz partir «para um novo projecto, onde o quadro é tão ou mais difícil do que aquele que existia em 2002 na RTP. Como sempre, acredito que vou superar os obstáculos e que vou conseguir o meu objectivo», refere.

O jornalista diz ainda partir com a sensação de missão cumprida. «A RTP, e o seu principal canal, são hoje uma realidade muito diferente daquela que encontrei em 2002. Um trabalho excepcional que teve nos administradores Luís Marques e Ponce Leão os elementos-chave criou condições para inverter uma queda que parecia imparável por parte da televisão pública. A empresa conheceu uma transformação profunda: a dívida foi renegociada, os custos operacionais caíram em mais de 200 milhões de euros, fez-se a fusão da rádio e da televisão, criou-se um novo centro de produção, mudámos de instalações... e poderia citar muito mais casos», acrescenta.

Sobre Guilherme Costa, que assumirá a presidência da RTP em Janeiro, diz que «ele revelou-se, nos contactos que mantivemos, uma pessoa admirável e com objectivos claros. Isso é bom para a empresa e para todos os que aqui trabalham».

Nuno Santos é, desde Maio deste ano, director de Programas da Televisão pública, sendo responsável pela programação dos canais internacionais e para telemóveis da RTP, como lembra a agência «Lusa».

A sua actividade televisiva começou na RTP, mas foi na SIC que Nuno Santos ganhou protagonismo, tornando-se director de informação da SIC Notícias, de onde se demitiu em 2001, na sequência de um diferendo com o então director-geral de conteúdos da SIC, Emídio Rangel, que o acusou de deslealdade no final de uma auditoria realizada à redacção.

Sem o conhecimento de Rangel, Nuno Santos teria, alegadamente, sugerido aos auditores a fusão das redacções da SIC e da SIC Notícias e o despedimento de alguns redactores, situação que o jornalista desmentiu.

Após uma passagem pela TV Cabo, Nuno Santos tornou-se director-adjunto de Programas da RTP e, em 2004, director de Programas.

Já Francisco Penim, responsável pelo lançamento de vários dos canais temáticos da SIC, como seja o SIC Radical com o qual conseguiu chamar a atenção do presidente Francisco Pinto Balsemão, tornou-se director de programas da estação em Setembro de 2005 por escolha directa de Balsemão.

Sucedendo a Manuel Fonseca, a aposta em Penim pretendia fazer a SIC regressar à liderança de audiências, o que não aconteceu.

A SIC tem-se mantido entre o segundo e o terceiro lugar das preferências dos telespectadores portugueses, tendo registado em Agosto passado a pior quota de audiência desde 1994.
 
Mensagens: 2266
Registado: 9/2/2005 4:29
Localização: Porto

por Garfield » 13/12/2007 4:01

Recentemente é só noticias aparentemente positivas, senão vejamos :

30 Nov - Ricardo Costa é nomeado Director Geral Adjunto da SIC

03 Dez - SIC ganha direitos de transmissão dos jogos da Taça de Portugal

04 Dez - Fundos Santander compram 1 milhão de acções da Impresa ( 50% do volume da sessão )( cotação média 2,16€ )

10 Dez - A UBS mantêm o target de 2,61€ mas aumentando a previsão de EPS de 0,15€ para 0,16€

12 Dez - Nuno Santos é nomeado Director de Programas da SIC e são movimentados 3,2 milhões de acções ( cotação média 2,16€ )

***** posteriormente os Fundos do BCP anunciaram ter vendido 2,7 milhões de acções nesta data *****

Jooaaoo Escreveu:enquanto ela se mantiver em cima da zona dos 2,15 continuará de boa saude


De facto já por 2x a zona dos 2,16€ foi uma zona com muito volume embora basicamente realizado por grandes passagens mas o que não invalida que seja um bom ponto a ter em atenção para o futuro do titulo.

Todos os indicadores técnicos têm aspecto positivo.
Editado pela última vez por Garfield em 15/12/2007 4:14, num total de 1 vez.
 
Mensagens: 2266
Registado: 9/2/2005 4:29
Localização: Porto

por Enslaved » 13/12/2007 19:05

Foi a estrela do dia apesar de não ter conseguido quebrar a LTd. Será que vai conseguir muito brevemente? :roll: Eu duvido mas nunca se sabe 8-) .
Anexos
impresa.JPG
impresa.JPG (50.61 KiB) Visualizado 5279 vezes
 
Mensagens: 3355
Registado: 28/2/2007 18:24
Localização: Valhalla

por Shpongle » 13/12/2007 19:18

eu não descarto de todo essa possibilidade, pela força que ela tá a demonstrar e volume que tem feito, mas penso que também vai depender do comportamento dos mercados
 
Mensagens: 14
Registado: 5/12/2007 15:24

por Enslaved » 13/12/2007 19:21

Shpongle Escreveu:eu não descarto de todo essa possibilidade, pela força que ela tá a demonstrar e volume que tem feito, mas penso que também vai depender do comportamento dos mercados


Eu também não descarto. A minha opinião baseia-se que todas as acções que bateram nas respectivas LTd não tiveram força para as quebrar. Mas haverá sempre excepções :wink: .
 
Mensagens: 3355
Registado: 28/2/2007 18:24
Localização: Valhalla

patinho feio do dia

por StockGalaxy » 14/12/2007 17:06

Hoje, este título hoje está a ser o patinho feio da nossa praça.
Tanto volume nos ultimos dias, hoje a quebrar os 2.24 e a voltar com enorme rapidez para o intervalo 2.18/2.24.
Ainda está com look interessante no gráfico semanal.
Vamos ver se volta para cima para a semana que vem.


Disclosure: continuo investido em Impresa


Stock
Anexos
IPR.gif
IPR.gif (35.18 KiB) Visualizado 5196 vezes
----------------------------------
nada na manga, tudo na mão.
 
Mensagens: 854
Registado: 11/2/2006 21:08
Localização: 16

por Nyk » 14/12/2007 18:17

Fundos do Millennium bcp reduzem posição na Impresa


14/12/2007


A Millennium bcp - Gestão de Fundos de Investimento vendeu, em bolsa, 2,7 milhões de acções da Impresa, passando a deter 1,73% dos direitos de voto da companhia de media.

Em comunicado emitido para a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Impresa anunciou que os fundos do Millennium venderam 2,7 milhões de acções da companhia liderada por Pinto Balsemão, no dia 12 de Dezembro.

Com esta venda, realizada em bolsa, os fundos do banco passaram a deter 1,73% do capital da Impresa.

As acções da empresa [ipr] fecharam a subir 0,45% para 2,25 euros.
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
 
Mensagens: 12032
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por StockGalaxy » 14/12/2007 18:44

Bem, se alguém as vendeu implica que alguém as comprou e o resultado está na cotação pelo que esta notícia nada adianta sobre o futuro caminho do título no curto prazo.

No médio longo prazo, depende da evolução dos mercados em 2008.
Vamos ver se em 2008 a SIC consegue atingir metas mais interessantes e ganhar terreno nos shares de audiências.
Comprar no rumor e vender na notícia.


Disclosure: ainda estou investido em Impresa.

Stock
----------------------------------
nada na manga, tudo na mão.
 
Mensagens: 854
Registado: 11/2/2006 21:08
Localização: 16

por Nyk » 18/12/2007 15:22

Caixagest deixa de ter participação qualificada na Impresa


18/12/2007


A gestora de carteiras Caixagest deixou de ter participação qualificada no capital da Impresa, passando a controlar 1,98% da empresa liderada por Francisco Pinto Balsemão.

Em comunicado enviado à CMVM, a Impresa revela que recebeu da Caixagest a indicação de que o conjunto de carteiras por si geridas "diminui a sua participação na Impresa, na sequência de vendas em bolsa de 96.979 acções" da dona da SIC.

Com estas vendas, realizadas a 13 de Dezembro, passou a ser imputada à Caixagest 1,98% do capital da Impresa, abaixo dos 2%, deixando de ter uma participação qualificada na companhia.

As acções da Impresa [ipr] estão a negociar em queda. Os títulos da empresa estiveram a perder mais de 3% no arranque da sessão, seguindo em baixa de 1,33%, a cotar nos 2,22 euros.
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
 
Mensagens: 12032
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por Nyk » 19/12/2007 12:04

Impresa expande serviço de hotéis para África e Brasil
O grupo Impresa vai expandir para os mercados hoteleiros de África e Brasil a prestação de serviços e oferta de conteúdos disponibilizados através da plataforma Digital Guest Service, área de negócio do grupoque arrancou em Julho deste ano.

--------------------------------------------------------------------------------

Adriano Nobre
anobre@mediafin.pt




O grupo Impresa vai expandir para os mercados hoteleiros de África e Brasil a prestação de serviços e oferta de conteúdos disponibilizados através da plataforma Digital Guest Service, área de negócio do grupoque arrancou em Julho deste ano.

A confirmação foi feita ao Jornal de Negócios por Nuno Costa, director de desenvolvimento de novos negócios da Impresa Digital, que assume a responsabilidade da marca Digital Guest Services (DGS).

"O primeiro ano deste negócio revelou-se um sucesso. Não só superámos as expectativas de hotéis contratados em Portugal, como antecipámos a internacionalização, que estava prevista apenas para 2009", resume o responsável.
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
 
Mensagens: 12032
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por Jooaaoo » 21/12/2007 3:22

Ora volto a esta menina...

Isto tá difícil de quebrar os 25....mas penso que há-de conseguir...

Hoje após mais um teste à zona do suporte, teve mais uma boa reacção mas um fecho um bocado estranho....

Acredito que vá visitar a zona dos 50% de correcção, tal como fez no ultimo movimento descendente (3,23 - 2,23), dando-se uma recuperação que chegou aos 50%...

Aguardemos....


Abraços
Anexos
Ipr.PNG
Ipr.PNG (48 KiB) Visualizado 4988 vezes
Na Vida tudo é relativo...
Um fio de cabelo na cabeça é pouco...
Na sopa é muito...
 
Mensagens: 691
Registado: 8/11/2005 11:28

por Nyk » 3/1/2008 18:31

Impresa afunda para mínimos de 2004 com novo canal generalista
A Impresa fechou a sessão de hoje em queda acentuada, descendo mais de 3% para mínimos desde Junho de 2004, depois do Governo ter aprovado a criação de um novo canal generalista em sinal aberto.

--------------------------------------------------------------------------------

Nuno Carregueiro
nc@mediafin.pt



A Impresa fechou a sessão de hoje em queda acentuada, descendo mais de 3% para mínimos desde Junho de 2004, depois do Governo ter aprovado a criação de um novo canal generalista em sinal aberto.

As acções da Impresa desceram 3,54% para 1,91 euros, chegando a cair mais de 4% para 1,89 euros, uma cotação que já não atingiu há mais de três anos. Este ano os títulos já desceram 7,28% e a capitaliza bolsista da empresa está agora nos 320 milhões de euros.


A companhia tem sido afectada pela descida das audiências da SIC, que terminou 2007 em terceiro lugar, estando hoje a ser pressionada pela expectativa de mais concorrência para a televisão de Carnaxide, com o surgimento de um novo canal generalista..

A Televisão Digital Terrestre (TDT) irá ter um novo canal generalista em sinal aberto além dos já previstos, anunciou o ministro dos assuntos parlamentares, Augusto Santos Silva.

Actualmente, a proposta para o concurso da Televisão Digital Terrestre prevê que em sinal aberto estejam os canais da RTP1, RTP2, SIV, TVI e RTP Açores e Madeira.

O Governo decidiu que parte do espectro remanescente deverá ser reservada para o sinal de um novo canal generalista", disse Santos Silva, após a reunião do Conselho de Ministros, de acordo com a agência de notícias Reuters.
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
 
Mensagens: 12032
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por Nyk » 3/1/2008 21:27

Francisco Penim deixa o grupo Impresa
O ex-director de programas da SIC e actual director coordenador de conteúdos da Impresa Digital, Francisco Penim, vai deixar o grupo Impresa, anunciou hoje a estação de Carnaxide.

Tiago Figueiredo Silva

"A SIC e Francisco Penim decidiram hoje, por mútuo acordo, rescindir o vínculo laboral de uma década", referiu o comunicado da estação assinado pelo presidente executivo do grupo SIC, José Bastos e Silva, citado pela Lusa.

"Ao longo de mais de 10 anos, Francisco Penim prestou um valioso contributo ao universo SIC, nomeadamente no arranque dos canais temáticos e no projecto multimédia", destacou a empresa.

Francisco Penim, responsável pelo lançamento de vários dos canais temáticos da SIC, como seja o SIC Radical com o qual conseguiu chamar a atenção do presidente Francisco Pinto Balsemão, tornou-se director de programas da estação em Setembro de 2005 por escolha directa de Balsemão.

Sucedendo a Manuel Fonseca, a aposta em Penim pretendia fazer a SIC regressar à liderança de audiências, o que não aconteceu.

Em Dezembro passado, o grupo Impresa anunciava a contratação de Nuno Santos, ex-director de programas da RTP, para o cargo de Francisco Penim.
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
 
Mensagens: 12032
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por Scorpio » 7/1/2008 19:20

"The Best Way To Predict Your Future Is To Create It"
 
Mensagens: 497
Registado: 29/9/2006 17:29
Localização: Caldas Rainha

por Jaimek » 7/1/2008 19:23



Quem adquire é um fundo pertecente ao Banif e não directamente o BCP. E como estes coitados do BCP não acertam uma, é sinal que a Impresa vai continuar a cair :mrgreen:
 
Mensagens: 251
Registado: 21/9/2007 16:30

AnteriorPróximo

Quem está ligado:
Utilizadores a ver este Fórum: Bing [Bot], Bubka, Google [Bot], Google Adsense [Bot], leomiguel77, PAULOJOAO e 36 visitantes