Impresa - Tópico Geral

Espaço dedicado a todo o tipo de troca de impressões sobre os mercados financeiros de uma forma genérica e a todo o tipo de informação útil que possa condicionar o desempenho dos mesmos

Moderadores: pata-hari, Ulisses Pereira, MarcoAntonio

Impresa - Tópico Geral

por Nyk » 10/10/2006 18:26

FMR reduz posição na Impresa para menos de 5%


10/10/2006


A FMR alienou mais de 136 mil acções da Impresa passando a deter menos de 5% do capital da companhia.

A empresa vendeu, a 6 de Outubro 136.327 acções passando a deter 4,95% do capital da Impresa, de acordo com um comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).
Editado pela última vez por Nyk em 31/10/2008 20:20, num total de 1 vez.
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por Nyk » 19/10/2006 10:55

Impresa deverá registar lucros de 200 mil euros
A Impresa deverá anunciar na próxima segunda-feira que os seus lucros do terceiro trimestre ascenderam a 200 mil euros, segundo a Lisbon Brokers. No acumulado do ano, a casa de investimento estima uma queda de 48% em termos homólogos.

--------------------------------------------------------------------------------

Paulo Moutinho
paulomoutinho@mediafin.pt



A Impresa deverá anunciar na próxima segunda-feira que os seus lucros do terceiro trimestre ascenderam a 200 mil euros, segundo a Lisbon Brokers. No acumulado do ano, a casa de investimento estima uma queda de 48% em termos homólogos.

O analista John dos Santos prevê que a Impresa apresente resultados líquidos de 7,2 milhões de euros, no total acumulado do ano, até 30 de Setembro.

Numa nota de antevisão dos resultados do terceiro trimestre, a Lisbon Brokers refere que para estes números contribuiu a queda de 21,6% das receitas da Impresa neste período, face aos três meses imediatamente anteriores, e de 4% nos nove meses, face a igual período de 2005.

A SIC deverá apresentar receitas de 36,4 mil euros no trimestre, o que, apesar de representar uma quebra face aos três meses anteriores, é uma melhoria de 11,2% no acumulado, face ao período homólogo.

John dos Santos salienta que este terceiro trimestre ainda incluiu cinco jogo do Mundial de Futebol, no entanto, e apesar do "sucesso da ‘Floribela’", a SIC tem encontrado dificuldades para "agarrar" telespectadores.

No segmento da imprensa, o analista estima que as vendas recuem 19,4% neste trimestre face ao anterior, para os 11,8 mil euros, e 10,9% no total dos nove meses, em termos homólogos.

John dos Santos destaca o facto de este segmento apresentar uma quebra generalizada, salientando no entanto a nova concorrência do "Expresso", o semanário "Sol" que obrigará a publicação da Impresa a habituar-se a esta nova realidade.

A casa de investimento acrescenta que até termos "os valores do terceiro trimestre no nosso modelo, mantemos a nossa recomendação de "manter" bem como a nossa avaliação de 4,80 euros por acção"
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por Nyk » 23/10/2006 16:55

Impresa regista lucros de 12 mil euros no terceiro trimestre


23/10/2006


Os lucros do grupo Impresa caíram 49% nos primeiros nove meses deste ano, passando de 13,8 milhões de euros no período homólogo para sete milhões de euros. A empresa liderada por Pinto Balsemão conseguiu no terceiro trimestre lucros de 12 mil euros, que se comparam com os prejuízos de 1,2 milhões de euros no mesmo período do ano passado.

A empresa que detém a SIC apresentou receitas consolidadas de 183,2 milhões de euros nos primeiros nove meses de 2006, uma descida de 2,9% face ao mesmo período de 2005.

O EBITDA desceu 26,4%, para os 24 milhões de euros. As receitas provenientes da publicidade foram de 116,2 milhões de euros, uma diminuição de 1,9%.

No comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Impresa afirma que "ajustando os custos de reestruturação, os resultados líquidos do terceiro trimestre teriam sido de 302 mil euros" e não de 12 mil euros.

Receitas da SIC crescem no trimestre

Os resultados antes de impostos da SIC nos primeiros nove meses desceram 31,6%, de 17,2 milhões de euros para 11,8 milhões. As receitas totais da estação de Carnaxide caíram 1,9% para os 116,2 milhões de euros.

Analisando os dados do terceiro trimestre, a estação de Carnaxide conseguiu um crescimento de 8,2% nas receitas, de 32,8 milhões de euros no segundo trimestre deste ano, para 35,4 entre Julho e Setembro deste ano.

"Os custos operacionais acumulados da SIC subiram 4,9% no final de Setembro, mas no terceiro trimestre o aumento foi de apenas 0,2%", refere a empresa liderada por Balsemão em comunicado. O EBITDA da estação cresceu 280,6% do segundo para o terceiro trimestre.

Recorde-se que a estação de Carnaxide foi líder de audiências em Julho de 2006, beneficiando do Mundial e da "Floribella". O merchandising nesta novela impulsionou o aumento de 73,5% para 4,8 milhões de euros "nas outras receitas".

Os canais temáticos viram as suas receitas descer 3,4% nos primeiros nove meses, "como consequência da descida do número de subscritores nalguns operadores", diz a Impresa.

Jornais e revistas com menos lucros

Os resultados antes de impostos na área de jornais desceram 14,6% nos primeiros nove meses de 2006, para 6,3 milhões de euros. As receitas totais recuaram 2,2% para os 40 milhões, com as receitas publicitárias a crescerem 2,6%, para 25,5 milhões de euros.

Em termos trimestrais, as receitas publicitárias dos jornais da Impresa cresceram 7,7% para 7,9 milhões beneficiando "do bom comportamento do mercado, do aumento de páginas de cor do novo -Expresso- e do crescimento do -Courrier Internacional- e da -SurfPortugal-".

Quanto às revistas do grupo ("Visão", "Exame", "Caras", entre outras), destaca-se a queda de 35,3% nos resultados líquidos para 840 mil euros.

As receitas totais desceram 8,2% para os 28,4 milhões, com as publicitárias a cresceram 1,9% para 11,7 milhões.

Os resultados não incluem a Publiregiões, editora do "Jornal da Região", alienada em Abril e da gráfica Imprejornal, alienada em Setembro.
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

12.000 EUR ????

por superveiga » 23/10/2006 17:07

SR. Balsemão (ou Sr do bolo se preferir), faça o favor de despedir umas febras, de deixar de pagar ordenados brutais aos analistas da bola, economia, política, venda os jornais e revistas que ainda tem e que já ninguém tem paciência para ler e reforme-se.

Os telespectadores e os accionistas agradecem. Até a mercearia do do sr. jaquim factura mais que o seu grupo empresarial. O sr já consegue estar abaixo da PARAREDE.

Não acha que já chega???

Olhe que ainda vai acabar na penúria e MUNDIAL agora só em 2010 mas aí a IMPRESA já nem vai ter dinheiro para mandar cantar 1 ceguinho.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 390
Registado: 12/9/2006 15:39

por buli » 23/10/2006 17:57

[quote="Nyk"]Impresa regista lucros de 12 mil euros no terceiro trimestre


23/10/2006


:clap: Bem deixa-me aplaudir, e ainda falam da PAD mas que grande miséria, mas tem caixa especial no jornal de negócios, e a pararede não, enfim temos o que merecemos BN :wall:
 
Mensagens: 557
Registado: 13/11/2004 11:43
Localização: AMADORA

por Ulisses Pereira » 23/10/2006 18:04

superveiga, há já muito tempo que os custos da Imprensa foram reduzidos. É muito difícil uma estação televisiva ter custos mais reduzidos do que a SIC, por exemplo, tem. Não é por aí...

Um abraço,
Ulisses
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 28449
Registado: 29/10/2002 4:04
Localização: Aveiro

SIC Notícias e SIC

por superveiga » 23/10/2006 18:53

Ulisses Pereira Escreveu:superveiga, há já muito tempo que os custos da Imprensa foram reduzidos. É muito difícil uma estação televisiva ter custos mais reduzidos do que a SIC, por exemplo, tem. Não é por aí...

Um abraço,
Ulisses



Não conheço os gastos que foram reduzidos e acredito na boa-fé da sua missiva, mas todos os dias vejo dezenas de opinion makers que segundo consta recebem pelas singelas aparições maquias consideráveis a opinarem sobre tudo e mais alguma coisa.

Não consta que tenham avença, os pagamentos são à peça.

Notícia sobre armamento, lá aparece o General, o Rogeiro, o Monjardino a comentar. Desporto, aparece o Rui Santos (um autêntico papa da coisa - papa porque diz disparates uns atrás dos outros) um ex árbitro (estes devem ser baratuchos-uma ida ao elefante branco com direito a 2 wiskies novos e os gajos vêm dar a cara), aumentam as taxas de juro (aparecem 3 ou 4 economistas da praça (que só fazem isso, festas dos quinhentinhos e afins... etc...

Há tempos estava a tomar o meu cafezinho da hora do almoço e dei de caras com um desses analistas de economia todo desgrenhado, barba de 3 dias e com cara de quem tinha acordado à pouco e à hora de jantar lá estava ele no Jornal da Noite todo aprumadinho. Confesso que pensei, este gajo não deve fazer nenhum e está à espera que lhe liguem para se deslocar a Carnaxide dias inteiros. Não vou dizer o nome (até porque não me lembro) mas tem óculos e deve habitar nas av. novas...


Aquilo é um desbaratar de dinheiro tal que as contas são o que são e a tendência é preocupante, tanto nos lucros como nas cotações.

Os avisos foram feitos por muita gente na altura da TANGA do Mundial e Floribela mas aquela empresa em termos de mercado desbaratou prestígio e credibilidade. Até aquelas festas da estação são para gozar com os accinistas (ainda há pouco tempo houve 1 parada com centenas de profissionais envolvidos para celebrar o quê??? e com que custos???

Impresa que saia do PSI por favor, que dá um bocado bandeira à coisa.

É a opinião de quem na vida só comprou Impresa 1 vez e perdeu 100.00 Eur
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 390
Registado: 12/9/2006 15:39

Estou a mentir

por superveiga » 23/10/2006 18:54

comprei 2 vezes e perdi 200.00 Eur no total (mais ou menos)
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 390
Registado: 12/9/2006 15:39

por mcarvalho » 23/10/2006 20:14

Com receitas a baixarem
Lucros da SIC caem 31% antes de impostos até Setembro
[ 2006/10/23 | 17:41 ] EditorialPGM
Artigos relacionados
Lucros da Impresa caem quase 50% para 7 milhões
SIC adquire Som Livre por 2 milhões de euros
SIC Notícias presente em Cabo Verde
Canal Benfica anunciado no início das eleições
SIC Portátil inaugura serviço mobile sobre mundo da música
OPA sobre PT pode reduzir candidatos à TDT Os lucros antes de impostos registados pela área de televisão do grupo Impresa, em que se destaca a SIC, registaram uma queda de 31,6% até Setembro deste ano, face ao homólogo, para 11,8 milhões de euros.
Em comunicado, a Impresa especifica que as receitas totais da área de televisão cairam 1,9% para 116,2 milhões, sendo que as receitas de publicidade desceram 3,8% para 82,2 milhões. Os canais SIC encaixaram, no mesmo período, 22,5 milhões, ou seja, menos 3,4% que no homólogo de 2005. As «outras receitas» é que registaram um forte aumento, de 18,6%, para 11,47 milhões. O Ebitda desceu 29,4% para 16,6 milhões.

No terceiro trimestre, as receitas desta área de negócio recuperaram devido, principalmente, «à melhoria das receitas de publicidade (3,5%) e da rubrica outras receitas (73,5%)», diz a empresa.

Segundo a Impresa, «os ganhos nas receitas de publicidade foram influenciados pela evolução positiva das audiências da SIC. No 3º trimestre de 2006, a SIC voltou a registar um ganho de audiências em termos homólogos. As audiências diárias
registaram o melhor trimestre desde Março 2005 e apresentaram um ganho homólogo de 3,9% no 3º trimestre».

Floribella impulsiona audiências e receitas

«Os principais impulsionadores desta subida de audiências foram a novela «Floribella», os programas «Fátima» e «Contacto», os jogos finais do Campeonato Mundial de Futebol Alemanha 2006 e as novelas brasileiras, que registaram uma melhor performance, em especial, a novela «Sinha Moça»», refere o comunicado.

As receitas dos outros canais da SIC desceram 2,3% no 3º trimestre, como consequência da descida do número de subscritores nalguns operadores. As receitas da SIC Internacional e dos subscritores internacionais da SIC Notícias subiram 13,6% no 3º trimestre, o que compensou parcialmente a descida verificada nos canais temáticos.

As outras receitas apresentaram no seu conjunto uma subida de 73,5% no 3º trimestre,
com boas performances por parte da multimédia, do merchandising e da GMTS (empresa prestadora de serviços técnicos, pertencente 100% à SIC).

Novo canal nas estações da Refer

No 3º trimestre, a SIC entrou no capital da AdTech através da subscrição de uma posição de 36,67% no aumento de capital verificado na empresa, tendo assumido a sua gestão.

O objectivo da SIC é reforçar a sua presença em novos meios de comunicação
multimédia, nomeadamente com a entrada em funcionamento de um novo canal nas
principais estações de comboios da Refer. AdTech foi pela primeira vez consolidada
integralmente no 3º trimestre.

Resultado positivo no 3º trimestre

Os custos operacionais acumulados subiram 4,9% no final de Setembro, mas no 3º
trimestre o aumento foi de apenas 0,2%, apesar da elevada taxa de crescimento das
outras actividades.

A evolução positiva das receitas e dos custos operacionais implicou que o EBITDA do 3º trimestre quase triplicasse o valor homólogo de 2005, atingindo 3,55 milhões.

Esta evolução operacional favorável fez com que a SIC terminasse o 3º trimestre de 2006 com resultados antes de impostos positivos de 1,88 milhões, contra prejuízos de 1,12 milhões registados no 3º trimestre de 2005.
 
Mensagens: 7051
Registado: 17/2/2004 1:38
Localização: PORTO

por margemsul » 25/10/2006 17:31

Ulisses Pereira Escreveu:superveiga, há já muito tempo que os custos da Imprensa foram reduzidos. É muito difícil uma estação televisiva ter custos mais reduzidos do que a SIC, por exemplo, tem. Não é por aí...

Um abraço,
Ulisses


e as novas novelas... cujos resultados são duvidosos ? Ai nesse horário é que se vai decidir a liderança do dia e a SIC está em perda, com gastos muito grandes.

Esta história de reduzir os custos é muito relativa, reduz-se na cozinha, mas compra-se um movel novo para a sala que ainda é mais caro.... ter-se-á reduzido, mas há muito que "afinar".

Estes resultados são miseráveis. Larguei a IPR a 4,57 e não estou arrependido, quem acredita que aquilo dá 12 mil euros de lucro, eu não acredito.... para um lucro destes mais valia fazerem outra coisa. Enfim, contabilidade.... sempre várias formas de ver o mesmo, depois apresenta-se a mais interessante.
<b>Margem Sul</b>
<i>Investido do lado certo do rio. </i>

<b><i>"Demasiadas vezes aceitamos toda a m**** que nos dão (e quando calha ainda pagamos)"</i> Fernando Alves@TSF a propósito dos "famosos".</i></b>
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 642
Registado: 7/3/2006 1:13
Localização: Margem Sul

por Jiboia Cega » 25/10/2006 18:00

Era o que eu já devia ter feito mas nessa altura ainda não lia o caldeirão.

Hoje sinto-me muito mais atento graças às dicas de muita gente aqui. Se tivesse vendido a Impresa antes, mesmo perdendo, podia já ter recuperado esse capital em tantas oportunidades que já houve.

Esta dos resultados foi muito má e nem as novelas fazem com que a coisa melhore. Vejo que é um caso muito bicudo e sem solução aparente no curto prazo.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1694
Registado: 21/3/2006 10:46
Localização: Madrid

por Menor_Valia » 26/10/2006 0:17

Saudações!!

O Conselho Regulador, reunido a 19 de Outubro de 2006, deliberou instaurar um procedimento contra-ordenacional contra o operador televisivo SIC pela emissão repetida dos spots autopromocionais da novela "Jura" em horário entre as 10 e as 23, em violação do art. 24.º, n.º 2, da Lei da Televisão.


Os lucros do quarto trimestre podem ficar comprometidos...

Um abraço,

JR
"The chief object of education is not to learn things but to unlearn things" – Gilbert Chesterton
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 468
Registado: 3/12/2005 16:58

por Nyk » 30/10/2006 8:49

Impresa diz emite SIC Notícias nos EUA a partir 2 Novembro


30/10/2006


LISBOA, 30 Out (Reuters) - A SIC Notícias irá estar disponível nos Estados Unidos a partir de 2 de Novembro através da Dish Network , segundo maior operador norte-americano, anunciou a Impresa .

Acrescenta em comunicado que o canal estará disponível no mesmo pacote em que se encontram a SIC Internacional e a RTP Internacional e revela que o objectivo é atingir em 2007 os 20 mil assinantes, o dobro do que este pacote regista actualmente.

"Este bouquet de língua portuguesa destina-se à comunidade portuguesa, que representa cerca de 1,5 milhões de emigrantes portugueses e luso-descendentes", refere o comunicado.

A SIC Notícias está actualmente disponível em Angola, Moçambique e Cabo Verde.
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por Keyser Soze » 30/10/2006 11:18

Empresa Impresa
Sector Media
Data Trading Idea 25-10-2006
Preço à data 4,36 EUR
Stop Loss 4,14 EUR
Preço actual 4,35 EUR

(9:30:53)
Analista Nuno Miguel Matias

Impresa - Números trimestrais em linha, favorecem potencial de recuperação

Sector Media

Descrição

A Impresa é um dos principais grupos media nacionais, detendo como principal activo a rede televisiva SIC e os diversos canais presentes na rede cabo, estando igualmente presente no segmento de imprensa, com alguns dos títulos mais relevantes do mercado nacional, nomeadamente o semanário Expresso. O grupo apresenta uma capitalização bolsista de aproximadamente EUR 365 mn.

Triggers

- Resultados do 3Q2006 em linha com o previsto e com a guidance anual reiterada, é aliviada alguma da pressão sobre o título.

- Na verdade, e depois de vários trimestres em perda acentuada, as tendências operacionais parecem pelo menos ter estabilizado, isto com sinais animadores nas áreas de televisão (SIC) e jornais, onde as receitas publicitárias já apresentaram uma evolução positiva face ao terceiro trimestre de 2005.

- O nível de audiências da SIC, em recuperação desde o 2Q2006, beneficiou quer das transmissões do Campeonato do Mundo de Futebol quer do Rock in Rio, mas também da actual grelha de programação, que respondeu bem à posição instalada da TVI.

- Na área de jornais, o Expresso beneficiou já do forte aumento de circulação, justificado pelo seu novo formato e pela promoção de oferta de DVD’s, praticamente dobrando os seus níveis de tiragem, conseguindo desta forma elevar receitas publicitárias e manter o domínio do mercado, isto apesar da entrada do concorrente Sol.

Factores de risco

- Novas quebras de audiências face à líder de mercado TVI.

O fim da promoção de DVD’s do Expresso, pode reduzir os seus níveis de tiragem, perdendo parte da sua liderança para o semanário Sol.

Comentário Técnico

Com um suporte junto dos EUR 4,25, o título negoceia com o indicador RSI (relative strength index) nos 33x, níveis próximos de sobrevenda, sugerindo um ponto interessante para entrada. Numa óptica de trading, recomendamos um nível de stop loss (limite de perda máxima recomendado) de cerca de 5% face ao nível de entrada. Desta forma, uma entrada nos EUR 4,36 traduzir-se-ia num nível de stop loss nos EUR 4,14.

Research

Banco BiG
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3299
Registado: 8/2/2006 17:32

por Pirex » 30/10/2006 11:44

Factores de risco

- Novas quebras de audiências face à líder de mercado TVI.

È ja este mês.... la para quinta ou sexta feira devem ser divulgadas as audiencias de Outubro!!!!

BN
 
Mensagens: 27
Registado: 15/5/2006 11:56

por Keyser Soze » 30/10/2006 12:34

relativamente ao Expresso, mesmo sem os DVD´s, acredito que saia vencedor no confronto com o SOL

o SOL parece-me uma cópia fatela do Expresso, não acrescenta nada de novo.

e o Expresso pode sempre lançar mais os DVD´s se começar a sentir probelmas....e há que admitir que estas últimas semanas foram um sucesso ...o SOL recusa a estratégia dos brindes
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3299
Registado: 8/2/2006 17:32

por Ulisses Pereira » 30/10/2006 13:40

O impacto do Expresso nas contas da Impresa é praticamente irrelevante, estar a inclui-lo numa análise poe torná-la mais bonita e apelativa mas não a tornará, por certo, mais eficiente.

Um abraço,
Ulisses
Avatar do Utilizador
Administrador Fórum
 
Mensagens: 28449
Registado: 29/10/2002 4:04
Localização: Aveiro

por Keyser Soze » 30/10/2006 15:14

Ulisses Pereira Escreveu:O impacto do Expresso nas contas da Impresa é praticamente irrelevante, estar a inclui-lo numa análise poe torná-la mais bonita e apelativa mas não a tornará, por certo, mais eficiente.

Um abraço,
Ulisses


ainda assim o "negócio" dos jornais, e revistas, não é de menosprezar nas contas da Impresa
Anexos
ipr.PNG
ipr.PNG (63.16 KiB) Visualizado 35447 vezes
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3299
Registado: 8/2/2006 17:32

por JOGO2006MARKITOS » 30/10/2006 15:45

Conclusão: A Impresa tem uma carrada de revistas que mais valia livrar-se delas.
 
Mensagens: 132
Registado: 20/11/2006 23:09
Localização: Jogo de Bolsa

por Keyser Soze » 30/10/2006 15:59

JOGO2006MARKITOS Escreveu:Conclusão: A Impresa tem uma carrada de revistas que mais valia livrar-se delas.


tás tolo, acabar com a FHM !? ehehehe
Anexos
ipr.PNG
ipr.PNG (312.27 KiB) Visualizado 35392 vezes
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3299
Registado: 8/2/2006 17:32

por margemsul » 1/11/2006 14:00

Antes que o NYK venha publicar os resultados do mês de Outubro, antecipo-me e deixo um bonequinho com os mesmos. Coisa séria, coisa da Marktest :)

Resumo: TVI e SIC na mesma em Outubro (face a Setembro) e RTP ganha 1%

Tudo na mesma como a lesma, o ano é da TVI e a SIC fica em 2ºlugar no fim do ano, a não ser que haja a chamada "catástrofe" em Novembro e Dezembro.

PS: Saí da IMR a 4,57 há umas 3 ou 4 semanas. "Fartei-me de coisa nenhuma"
Anexos
Picture 1.png
Picture 1.png (46.46 KiB) Visualizado 35023 vezes
<b>Margem Sul</b>
<i>Investido do lado certo do rio. </i>

<b><i>"Demasiadas vezes aceitamos toda a m**** que nos dão (e quando calha ainda pagamos)"</i> Fernando Alves@TSF a propósito dos "famosos".</i></b>
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 642
Registado: 7/3/2006 1:13
Localização: Margem Sul

por bull007 » 2/11/2006 0:27

Em termos tecnicos, 4,31 a funcionar, agora as próximas sessões são importantes para esclarecer, para cima ou para baixo.

Bom trade!
 
Mensagens: 139
Registado: 18/2/2006 23:40

por Nyk » 8/11/2006 18:46

Impresa passa a controlar AEIOU por 1,25 milhões
A Impresa comunicou hoje à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) que passou a deter 50,1% da AEIOU, um dos principais "players" da Internet em Portugal. A aquisição aconteceu através da empresa Media Zoom e representou um investimento de 1,25 milhões de euros.

--------------------------------------------------------------------------------

Daniel Vaz
danielvaz@mediafin.pt


A Impresa comunicou hoje à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) que passou a deter 50,1% da AEIOU, um dos principais "players" da Internet em Portugal. A aquisição aconteceu através da empresa Media Zoom e representou um investimento de 1,25 milhões de euros.

Em comunicado, a empresa detida por Pinto Balsemão afirma que a Media Zoom se compromete a exercer, até 31 de Dezembro de 2008, uma opção de compra adicional de 14,897% do capital social da AEIOU, o que representará um investimento adicional de até 595 mil euros.

O portal AEIOU foi criado em 2003 e conta, entre a sua oferta de serviços, com o webmail Xekmail e o webchat Blá. No primeiro semestre de 2006, a facturação do AEIOU atingiu os 296 mil euros, um aumento de cerca de 70% face ao mesmo período do ano anterior.

A aquisição dos 50,1% do AEIOU insere-se na estratégia da Impresa de apostar na vertente multimédia, tentando diversificar as suas fontes de receitas.
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por stocker » 9/11/2006 18:09

hoje foi um dia já esperado em que os indicadores de curto e médio prazo deram sinal de entrada como demonstram os gráficos.Penso que agora vai atingir facilmente os 4,45...vamos aguardar pelos próximos dias!
Anexos
impresa.png
impresa.png (30.66 KiB) Visualizado 34595 vezes
 
Mensagens: 77
Registado: 20/1/2006 18:06

por JOLI » 9/11/2006 18:15

Por ter tido subido hoje uns ticks muito meigamente que agora tem imediatamente sinal para subir ?

Já antes diziam o mesmo quando estava para passar os 4,40 e foi para os 4,30...
 
Mensagens: 164
Registado: 25/10/2006 20:40

Próximo

Quem está ligado:
Utilizadores a ver este Fórum: acintra, Flavc, Google [Bot], habanero, lfa, LoneWolf, m-m, malakas, nunorsilva, Stains e 70 visitantes