Vista Alegre -Tópico Geral

Espaço dedicado a todo o tipo de troca de impressões sobre os mercados financeiros de uma forma genérica e a todo o tipo de informação útil que possa condicionar o desempenho dos mesmos

Moderadores: pata-hari, Ulisses Pereira, MarcoAntonio

Vista Alegre -Tópico Geral

por Nyk » 3/5/2006 20:38

Vista Alegre prossegue com reestruturação financeira
Foi dado seguimento à reestruturação financeira do Grupo Vista Alegre uma vez que as suas principais instituições bancárias credoras prescindiram da verificação da condição suspensiva consubstanciada na concretização do acordo com sociedades de capital de risco, revelou a empresa em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

--------------------------------------------------------------------------------

Jornal de Negócios Online
negocios@mediafin.pt


Foi dado seguimento à reestruturação financeira do Grupo Vista Alegre uma vez que as suas principais instituições bancárias credoras prescindiram da verificação da condição suspensiva consubstanciada na concretização do acordo com sociedades de capital de risco, revelou a empresa em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

Segundo a mesma fonte, as principais instituições bancárias credoras da VAA, partes contraentes no Contrato de Reestruturação Financeira, «prescindiram da verificação da condição suspensiva consubstanciada na concretização do acordo com sociedades de capital de risco, tendo sido já celebrado o aditamento ao referido contrato, mediante o qual se procedeu à supressão da referida condição suspensiva e à prorrogação do prazo para verificação das condições suspensivas remanescentes, nomeadamente, a implementação da conversão dos créditos bancários em capital social e prestações acessórias, até ao próximo dia 2 de Junho de 2006».

Neste contexto, foi dado seguimento à reestruturação Financeira do Grupo VAA, tendo sido convocada para dia 31 de Maio a Assembleia Geral da VAA para deliberar sobre o referido aumento de capital social por conversão de créditos dos Bancos e reconhecimento da realização de prestações acessórias sujeitas ao regime das prestações suplementares igualmente por conversão de créditos dos Bancos, esclarece o comunicado.

A mesma fonte acrescenta que «foi formalizada a abertura de crédito adicional a

utilizar na modalidade de crédito em conta corrente, abertura de créditos documentários e/ou emissão de garantias bancárias, concedida pelos Bancos que irão converter créditos ao abrigo do processo de Reestruturação Financeira , designadamente, a Caixa Geral de Depósitos, o Banco Comercial Português e Banco BPI ao Grupo VAA.
Editado pela última vez por Nyk em 18/11/2008 16:54, num total de 1 vez.
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por Nyk » 31/5/2006 22:03

A Vista Alegre Atlantis aprovou hoje, em Assembleia Geral, o aumento do seu capital social, de 17.189.651 euros para 20.007.998 euros, por conversão das dívidas bancárias à Caixa Geral de Depósitos, Banco BPI e Banco Comercial Português, informou a empresa em comunicado na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

O aumento de capital foi concretizado através da emissão de 59.091.735 novas acções, com o valor nominal de 20 cêntimos cada uma, todas realizadas em espécie.

Esta operação já foi objecto de inscrição junto da competente conservatória do registo comercial de Lisboa e concretiza o processo de reestruturação e consolidação do passivo bancário e equiparado do Grupo VAA.

Na assembleia geral foi também aprovado o reconhecimento da realização de prestações acessórias sujeitas ao regime das prestações suplementares, igualmente por conversão de créditos das referidas instituições bancárias, «tudo nos termos do contrato de reestruturação financeira assinado no dia 3 de Fevereiro do corrente, com a redacção resultante do aditamento ao mesmo celebrado no dia 21 de Abril», referiu a empresa.
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

Agora....

por fitas » 1/6/2006 11:49

até podia aparecer uma opa dos espanhois.lol :lol: :lol:


Fincas
 
Mensagens: 1752
Registado: 9/6/2005 17:48
Localização: Figueira da Foz

por Nyk » 7/6/2006 20:44

Vista Alegre Atlantis conclui reestruturação financeira
O Grupo Vista Alegre Atlantis (VAA) concluiu o processo de reestruturação financeira no dia 31 de Maio, conseguindo a aprovação por parte das entidades financeiras envolvidas para aumentar o seu capital social para 29,7 milhões de euros.

--------------------------------------------------------------------------------

Jornal de Negócios Online
negocios@mediafin.pt


O Grupo Vista Alegre Atlantis (VAA) concluiu o processo de reestruturação financeira no dia 31 de Maio, conseguindo a aprovação por parte das entidades financeiras envolvidas para aumentar o seu capital social para 29,7 milhões de euros.

«Com a finalização deste processo o Grupo Vista Alegre Atlantis obteve a aprovação do aumento do seu capital social, fortificando a sua estrutura financeira», de acordo com um comunicado enviado pele empresa.

A VAA esclarece que a conclusão do processo de reestruturação financeira foi realizada no dia 31 de Maio tendo sido «viabilizado pelas principais instituições financeiras envolvidas, nomeadamente a Caixa Geral de Depósitos, o Millennium BCP e o Banco Português de Investimento», um «aumento do seu capital social para vinte nove milhões sete mil novecentos e noventa e oito euros», de acordo com um comunicado enviado pela empresa.

O presidente do Grupo VAA, Bernardo Vasconcellos e Souza, refere no mesmo comunicado que «com a nova estrutura financeira e accionista resultante do aumento de capital em causa, o grupo Vista Alegre Atlantis encontra-se agora com condições de enfrentar os grandes desafios que se lhe colocam nomeadamente no que se refere ao aumento da produtividade, e das exportações, em especial para Espanha».

Num outro comunicado enviado pelo Banco Comercial Português à CMVM, este informa ter «subscrito 28.996.995 acções da VAA-Vista Alegre Atlantis, ao valor nominal de 0,20 euros por acção (correspondente ao montante de 5.799.399 euros), no âmbito do aumento de capital social de 17.189.651 euros para 29.007.998 euros realizado pela empresa mediante conversão de créditos, cuja escritura pública foi celebrada no passado dia 31 de Maio»

O Banco Comercial Português «passa assim a deter uma participação de 19,99% do capital social da empresa VAA», sublinha a mesma fonte.
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por Nyk » 7/6/2006 21:47

Alguem pode disponibilizar os cof,s da vista alegre fusão.
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por Nyk » 26/6/2006 18:41

Alguem pode disponibilizar os cof,s da vista alegre fusão.
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por VALHALLA » 26/6/2006 22:53

Vendas
Preço Quant.
0.18 151124
0.17 516490
0.16 375194
0.15 1105754
0.14 184661
Compras
Quant. Preço
666571 0.13
185000 0.12
2000 0.10
20500 0.09
SE NÃO FOSSE PARA GANHAR...
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 527
Registado: 19/2/2006 23:45
Localização: Portugal

por Nyk » 4/7/2006 7:07

VA vence concurso mundial para fornecedor da marca de cafés
Vista Alegre e Nespresso firmam parceria
3 Jul.

O Grupo Vista Alegre Atlantis, maior grupo ibérico de tableware e giftware, estabeleceu uma parceria com a marca de cafés Nespresso. A parceria atribui à Vista Alegre o estatuto de fornecedor mundial de louças Nespresso, bem como de distribuidor dos produtos da marca nas lojas Vista Alegre Atlantis (VAA), revela a empresa de Alcobaça em comunicado.

«A Vista Alegre começou por representar as máquinas de café Nespresso, nas lojas do Grupo, e no seguimento de uma consulta ao mercado, acabou por ganhar o concurso para fornecedor mundial da Nespresso, respondendo a elevados critérios de qualidade, serviço e competitividade. Neste momento, as empresas são parceiras, o que agrada a ambas as partes, devido ao forte impacto da associação das marcas envolvidas», explica Dineia Gerardo, communication marketing manager do Grupo Vista Alegre Atlantis (VAA).

A Vista Alegre foi reconhecida pela Nespresso «enquanto marca competitiva no mercado internacional e como um parceiro de excelência, com trunfos fortes como os seus padrões de exigência, garantia de qualidade e know-how, posicionamento, target e canal de distribuição: as lojas Vista Alegre, Atlantis e Casa Alegre», adianta Vincent Termote, director geral ibérico da Nespresso, no mesmo comunicado.

Segundo ambos responsáveis, «a parceria entre as marcas é mais uma prova de que as empresas de excelência procuram parceiros de excelência».

A Fábrica de Porcelanas Vista Alegre foi fundada em 1824 por José Ferreira Pinto Basto e em 2001 funde-se com a Atlantis, conhecida pelo seu cristal de elevada pureza e design, dando origem ao Grupo Vista Alegre Atlantis
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por Nyk » 15/7/2006 18:53

INFORMAÇÂO PRIVILEGIADA
ALTERAÇÃO NA COMPOSIÇÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO
Em cumprimento do disposto no artigo 248º do CVM e na alínea f) do artigo 3º do Regulamento da
CMVM n. 4/2004, torna-se público que se verificou a seguinte alteração na composição do Conselho
de Administração da VAA - Vista Alegre Atlantis SGPS SA (VAA):
O Conselho de Administração, reunido nesta data, procedeu às seguintes deliberações:
· Deliberou a cooptação para o cargo de vogal do Conselho de Administração da Inter
Risco-Sociedade de Capital de Risco SA, a qual indicou a Sra. Dra. Maria do Carmo
Guedes Antunes de Oliveira para exercer o cargo em nome próprio
(A Inter Risco-Sociedade de Capital de Risco SA foi eleita para membro do Conselho de Administração em
27.05.2004, mas o seu representante em nome pessoal apresentou renuncia ao cargo em 31.05.2006)
· Deliberou a cooptação da Senhora Dra. Eugénia Margarida Dias Antunes da Cunha
para o cargo de vogal do Conselho de Administração.
· Deliberou a cooptação do Senhor Dr. João Maria Teixeira para o cargo de vogal do
Conselho de Administração.
Na sequência destas deliberações, ficaram preenchidas as vagas que se encontravam abertas,
conforme oportunamente comunicado ao Mercado, passando o Conselho de Administração da VAA a
ter a seguinte composição:
Presidente: Eng. Bernardo Luís de Azevedo de Vasconcellos e Souza
Vogais:
1. Inter-Risco - Sociedade de Capital de Risco, SA
representada por Dra Maria do Carmo Guedes Antunes de Oliveira
2. Banco BPI, SA
representada por Dr. Rui Manuel Rego Lopes Ferreira
3. Caixa Desenvolvimento SGPS, SA
representada por Dr. Mário Cristina de Sousa
4. Dr. Segismundo Pedro Saldanha Ferreira Pinto Basto
5. Dr. José Fernandes Baeta
6. Eng. Lázaro Ferreira de Sousa
7. Dra. Eugénia Margarida Dias Antunes da Cunha
8. Dr. João Maria Teixeira
Lisboa, 14 de Julho de 2006
VAA – Vista Alegre Atlantis SGPS SA
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

a caminho do desastre..

por lfvc1 » 19/7/2006 18:49

Para mim a VA ainda está( e estará durante muito tempo) numa situação complicada. Os bancos só entraram porque não teinham alternativa, mas o que VA precisa realamente é de uma nova equipa de gestão e quando digo nova é mesmo nova. Vamos a ver o que acontece mas pelo andar da carruagem fica tudo na mesma, ou seja a caminho do desastre.
 
Mensagens: 117
Registado: 16/7/2006 17:40

por bertoluci » 19/7/2006 19:20

A jogada na VA é idêntica à jogada dos bancos na Pararede troca-se créditos bancários por acções...evita-se a falência e os bancos ficam com a possibilidade de retorno no futuro, nem que seja a venda em bolsa :wink: .

Nota : Como ainda não analisei as contas da VA posso estar a falhar em alguma coisa, mas acho que não...
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 530
Registado: 19/11/2003 18:17

nada mudou !

por lfvc1 » 20/7/2006 2:07

Só que neste caso parece que o objectivo dos bancos é perder dinheiro. Acho bem que evitem a falência ,mas deviam fazer alguma coisa pela companhia se querem reaver o dinheiro. Como explicar que nada mudou na gestão? A mesma equipa que colocou a VA neste estado ainda continua a mandar na companhia e os bancos têm a maioria e parecem não perceber isso.

O Paulo Fernandes da cofina é que topou bem o que estava a acontecer e bateu com a porta, agora o que não percebo é como é que o BPI apoia a gestão.
 
Mensagens: 117
Registado: 16/7/2006 17:40

por Nyk » 21/7/2006 18:04

Contínua aposta no mercado internacional
Vista Alegre marca presença em oito hotéis espanhóis

A Vista Alegre foi a marca eleita para as linhas de HotelWare de oito hotéis de alta categoria espanhóis, entre os quais o Gran Hotel Bahia del Duque, Hotel Balneario las Arenas e Hotel Sheraton Salobregolf, revela a empresa em comunicado. Trata-se do resultado da contínua aposta da empresa no mercado internacional.

«A presença da Vista Alegre em Espanha assinala mais uma etapa cumprida no percurso da internacionalização das linhas de HotelWare, uma das grandes apostas da marca», revela Teodorico Pais, Product Marketing Manager do Grupo Vista Alegre Atlantis (VAA), no mesmo comunicado.

Teodorico Pais refere ainda que o mérito reconhecido à VAA pelas grandes cadeias de hotéis e restaurantes internacionais é resultado do facto do produto corresponder aos elevados padrões de exigência que este tipo de mercado estabelece, «dando mostras constantes das suas valências e adaptabilidade a meios requintados e aos mais diversos estilos arquitectónicos e decorativos».

A Fábrica de Porcelanas Vista Alegre foi fundada em 1824 por José Ferreira Pinto Basto. Em 2001 a Vista Alegre funde-se com a Atlantis dando origem ao maior grupo Ibérico de Tableware e Giftware e um dos maiores da Europa – o grupo Vista Alegre Atlantis.
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por nunofaustino » 21/7/2006 18:12

estes negócios em que os bancos recebem a dívida em forma de acções é, na mho, uma maneira dos bancos poderem recuperar na bolsa esses mesmo créditos... imaginem que se a VA abrisse falência, qto da dívida é que os bancos iam buscar? Provavelmente nada...

Neste momento podem vender as acções na bolsa e recuperar algum do $$... foi assim na PAD e, penso, será assim na VA...

Já agora, alguém sabe se algum banco tem vendido acções e se sim, a partir de qto é que têm de comunicar esse facto?

Um abraço
Nuno
Pluricanal... não obrigado. Serviço péssimo e enganador!!!
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 5157
Registado: 5/11/2002 5:10
Localização: Portugal

por charles » 21/7/2006 19:41

nuno a unica coisa que sei é que tenho acompanhao os volumes estando alerta mas nao me parece que tenha havido despejos da parte deles anao ser que andem a vender á meia duzia de cada vez, a mim parece-me que a soluçao é estabilizar para vender.
Cumpt

só existe um lado do mercado, nem é o da subida nem o da descida, é o lado certo
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 5004
Registado: 9/6/2005 12:24
Localização: queluz

por Nyk » 8/8/2006 21:43

A Vista Alegre, marca portuguesa de produtos em porcelana, conquistou a preferência de sete reputados hotéis nacionais, com as suas linhas de HotelWare.
Os hotéis são o Sheraton Pine Cliffs, Hotel Real Sta. Eulália, Tivoli Vilamoura, Vila Vita, Hotel Sana Lisboa, Hotel D. Pedro e Hotel Ritz.

Em comunicado, a empresa explica que «a aposta da Vista Alegre em HotelWare dirige-se não só ao mercado internacional, como também ao mercado nacional, onde se verifica um aumento crescente da procura por espaços hoteleiros com qualidade superio, que, por sua vez, pretendem que as suas louças respondam a um cliente cada vez mais exigente»,

O Product Marketing Manager do Grupo Vista Alegre Atlantis (VAA),Teodorico Pais, refere ainda que «Portugal tem um imenso potencial turístico e, se dantes eram maioritariamente turistas estrangeiros que visitavam Portugal, actualmente começam a surgir cada vez mais e melhores soluções, que aliciam os portugueses a viajar pelo seu país e a descobri-lo. O público português reconhece valor à marca Vista Alegre, apreciando os nossos produtos e incrementando a sua divulgação e credibilidade no exterior».
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por ricardotugas » 9/8/2006 13:56

A pressão vendedora é cada vez maior e os COf dos compradores está lentamente a esvaziar.

Já se vê compras a 0,09 !!!
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 779
Registado: 26/5/2006 14:26

por Nyk » 2/9/2006 19:29

BPI diminui participação qualificada na Vista Alegre
Os direitos de voto do BPI na VAA – Vista Alegre Atlantis passaram de 20,37% para 19,87%, correspondentes a 28.824.073 acções detidas, directa e indirectamente, segundo um comunicado da VAA publicado pela CMVM.

--------------------------------------------------------------------------------

Carla Pedro
cpedro@mediafin.pt


Os direitos de voto do BPI na VAA – Vista Alegre Atlantis passaram de 20,37% para 19,87%, correspondentes a 28.824.073 acções detidas, directa e indirectamente, segundo um comunicado publicado pela CMVM.

Na sequência da redução e subsequente aumento do capital social da VAA – Vista Alegre Atlantis, "ao Banco BPI, S.A. passaram a ser imputados, por referência a 29 de Agosto de 2006, (...) 19,87% dos direitos de voto da VAA", correspondentes a 28.824.073 acções detidas, directa e indirectamente, pelo Banco BPI, salienta o comunicado.

A diminuição da participação qualificada imputada ao Banco BPI, de 20,37% para 19,87%, "ocorreu no dia 31 de Maio de 2006, data da redução e subsequente aumento do capital social da VAA, considerando que o aumento de capital foi subscrito pelo BPI e, também, por terceiros, daqui resultando a mencionada diminuição da participação", de acordo com o documento.

Nessa mesma data, e também por força do referido aumento de capital, "os Fundos geridos pela BPI Gestão de Activos - Sociedade Gestora de Fundos de Investimento Mobiliário, diminuíram a participação qualificada que individualmente lhes era imputada, passando de 2,51% para 1,48% dos direitos de voto da VAA, considerando que o aumento de capital não foi subscrito por estas entidades, mas apenas, no que respeita ao Grupo BPI, pelo credor Banco BPI", conclui o comunicado.
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por charles » 2/9/2006 20:41

nyk, fala ai em 29 de agosto, mas quando foi publicada esta noticia e onde?


cumpt
Cumpt

só existe um lado do mercado, nem é o da subida nem o da descida, é o lado certo
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 5004
Registado: 9/6/2005 12:24
Localização: queluz

por Nyk » 2/9/2006 22:24

A noticia saiu no jornal de negocios.

http://www.negocios.pt/default.asp?SqlP ... tId=281533
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por charles » 2/9/2006 23:06

pelo que percebi esta situaçao reporta-se ao momento do ac em maio de lá para cá não se passou nada.


cumpt
Cumpt

só existe um lado do mercado, nem é o da subida nem o da descida, é o lado certo
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 5004
Registado: 9/6/2005 12:24
Localização: queluz

por Nyk » 22/9/2006 17:39

Depois do Dubai, Itália e Espanha...
HotelWare da Vista Alegre chega à Rússia
21 Set.

A Vista Alegre, reconhecida marca portuguesa no fabrico e comercialização de produtos em porcelana, continua o seu processo de expansão e internacionalização, desta feita para a Europa de Leste. Cinco prestigiados restaurantes de Moscovo adoptaram as suas linhas de hotelware. Em causa estão a Yama/Pit, Fata Morgana, East Buffet, Tsirlih Manirlih e Red Square 1, revela a empresa em comunicado.

«Chegar à Rússia com as linhas de HotelWare da VA, com uma aceitação tão positiva, tanto por parte das unidades hoteleiras, como da restauração, é sem dúvida mais um sinal de que os nossos produtos têm características ímpares», refere Teodorico Pais, Product Marketing Manager do Grupo Vista Alegre Atlantis (VAA).

Produto adaptado a diferentes culturas

Segundo aquele responsável, os factores diferenciadores que estão na origem deste sucesso prendem-se não só com a «qualidade e design das linhas», mas também com a «capacidade de adaptação dos produtos às diferentes culturas».

As linhas de Hotelware da Vista Alegre já estão presentes, para além do mercado português e russo, no Dubai, em Itália e em Espanha.
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por Scorpio » 13/10/2006 15:42

"The Best Way To Predict Your Future Is To Create It"
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 497
Registado: 29/9/2006 17:29
Localização: Caldas Rainha

por Nyk » 13/10/2006 15:59

Vista Alegre concretiza venda da Crisal ao grupo Libbey


13/10/2006


A Vista Alegre Atlantis concretizou a alienação da Crisal, depois de dois anos de ter acordado vender a participada. A empresa vendeu 5% do capital por um euro.

A empresa acordou a 10 de Janeiro de 2005 alienar 95% do capital da Crisal por 27,5 milhões de euros à Libbey Europe, valor do qual seria deduzida a dívida financeira da empresa.

A Libbey apresentou na altura reclamações "decorrentes do contrato de compra e venda da Crisal" que foram analisadas pelas partes e as empresas envolvidas estiveram "a apurar o valor efectivo da dívida financeira da sociedade Crisal", de acordo com o comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Passados quase dois anos as empresas chegaram hoje a acordo. Segundo o comunicado as linhas essenciais são:

· A Libbey renunciou às reclamações apresentadas, bem como a apresentar quaisquer outras reclamações, junto da VAA, incluindo as respeitantes a terceiras entidades, nos termos previstos contratualmente. Ficaram excepcionadas reclamações que se venham a verificar, respeitantes a questões ambientais por factos verificados até à data da venda de 95% do capital social da Crisal.

· A VAA vendeu à Libbey, com efeitos na presente data e pelo preço de um euro, as acções correspondentes aos restantes 5% do capital social da Crisal, e renunciou ao direito a receber a parte remanescente do preço a que poderia vir a ter direito se a Crisal alcançasse determinados objectivos de resultados futuros.

A Vista Alegre adianta ainda que "consequentemente, a VAA, com data valor de 30 de Setembro de 2006, procederá à anulação do crédito contabilístico de cerca de 7,1 milhões de euros que detinha sobre a Libbey".
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

por Nyk » 22/12/2006 19:26

Vista Alegre diz representante BPI no CA renuncia cargo


22/12/2006


LISBOA, 22 Dez (Reuters) - O representante do BPI no Conselho de Administração da Vista Alegre Atlantis , Rui Lopes Ferreira, renunciou ao cargo de vogal, anunciou a Vista Alegre.

Acrescenta em comunicado que o representante do BPI tinha sido eleito na Assembleia Geral realizada em 27 de Maio de 2004 para o triénio 2004 a 2006.

"Por carta datada de 20 de Dezembro de 2006 o Sr. Dr. Rui Manuel Rego Lopes Ferreira, representante do Banco BPI SA, SA, apresentou renúncia ao cargo de vogal do Conselho de Administração da VAA - Vista Alegre Atlantis SGPS SA", lê-se na nota.
"A incerteza dos acontecimentos,é sempre mais difícil de suportar do que o próprio acontecimento" Jean-Baptista Massilion.
"Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida"Johann Goethe
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 12031
Registado: 2/9/2005 12:45
Localização: Algures, Perdido Neste Mundo.

Próximo

Quem está ligado:
Utilizadores a ver este Fórum: rocha28 e 18 visitantes