The Boeing Company - NYSE

Espaço dedicado a todo o tipo de troca de impressões sobre os mercados financeiros de uma forma genérica e a todo o tipo de informação útil que possa condicionar o desempenho dos mesmos

Moderadores: Pata-Hari, Ulisses Pereira, MarcoAntonio

Re: The Boeing Company - NYSE

por OverDose » 17/3/2020 16:26

JohnyRobaz Escreveu:Começo a ficar tentado a entrar, devagarinho, na Boeing para o LP. É uma empresa de bandeira que duvido que deixem morrer. Desde máximos, estamos a falar numa queda de aproximadamente 70%, 60% só este ano...

A questão que coloco é: certamente este choque viral a nível de quebra de voos irá provocar adiamentos de encomendas, falências de Airlines e consequentes cancelamentos de encomendas, etc. No entanto, acreditando que a procura por voos não se altera estruturalmente no longo prazo, após a crise do vírus (não vejo porque é que as pessoas quererão viajar menos depois de controlado o vírus), o número de aviões necessários voltará a ser praticamente o que estava projectado antes da crise. Mesmo que Airlines vão à falência, outras novas surgirão ou as resistentes ficarão com maior market share.

A nível técnico, estamos a atingir a zona de suporte que serviu de base do longo range do preço entre 2014 e 2016, antes de explodir para norte.

Que acham?

Cumps,
JR


Nesse ponto de vista, julgo que as companhias que faliram ou estão em vias de falir, iram certamente tentar vender ao melhor preço os seus aviões e equipamentos de operacionais, prejudicando assim ainda mais as empresas de construção de aeronaves, como é o caso da Boeing e a Airbus, entre outras. Quem quer e pode comprar, irá certamente aproveitar estas vendas colocando em segundo plano a compra de aeronaves novas.
 
Mensagens: 16
Registado: 9/9/2015 14:10

Re: The Boeing Company - NYSE

por artista_ » 17/3/2020 16:49

optimiza Escreveu:Fiz ontem uma lista de 37 companhias crash test dummies/Corona trashed (só quedas superiores a 50% até 91% nos últimos 3 meses apenas) - em companhias que sobrevivam aos credores obrigacionistas onde vou investir daqui a 1/2 semanas, em 2 delas metade da pólvora seca, nos setores aviação civil, construtora de aviões, e ainda mais tarde provavelmente em petrolíferas/shale oil sobreviventes e companhia de cruzeiros.


A questão é como é que daqui a 1/2 semanas consegues saber as que sobriviverão?
Sugestões de trading, análises técnicas, estratégias e ideias http://sobe-e-desce.blogspot.com/
http://www.gamesandfun.pt/afiliado&id=28
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 16775
Registado: 17/3/2003 22:51
Localização: Almada

Re: The Boeing Company - NYSE

por JohnyRobaz » 17/3/2020 23:06

OverDose Escreveu:
JohnyRobaz Escreveu:Começo a ficar tentado a entrar, devagarinho, na Boeing para o LP. É uma empresa de bandeira que duvido que deixem morrer. Desde máximos, estamos a falar numa queda de aproximadamente 70%, 60% só este ano...

A questão que coloco é: certamente este choque viral a nível de quebra de voos irá provocar adiamentos de encomendas, falências de Airlines e consequentes cancelamentos de encomendas, etc. No entanto, acreditando que a procura por voos não se altera estruturalmente no longo prazo, após a crise do vírus (não vejo porque é que as pessoas quererão viajar menos depois de controlado o vírus), o número de aviões necessários voltará a ser praticamente o que estava projectado antes da crise. Mesmo que Airlines vão à falência, outras novas surgirão ou as resistentes ficarão com maior market share.

A nível técnico, estamos a atingir a zona de suporte que serviu de base do longo range do preço entre 2014 e 2016, antes de explodir para norte.

Que acham?

Cumps,
JR


Nesse ponto de vista, julgo que as companhias que faliram ou estão em vias de falir, iram certamente tentar vender ao melhor preço os seus aviões e equipamentos de operacionais, prejudicando assim ainda mais as empresas de construção de aeronaves, como é o caso da Boeing e a Airbus, entre outras. Quem quer e pode comprar, irá certamente aproveitar estas vendas colocando em segundo plano a compra de aeronaves novas.


O que eu acho é que admitindo que em Novembro temos a procura por voos igual a Novembro do ano passado, esses aviões em 2a mão ão já necessários. E se o crescimento continuar como estava expectável antes desta crise, voltam a ser necessários reforços.

Esta tese está fundamentada na total recuperação da procura por voos dentro de meses, com o controlo do vírus.

Não comprei hoje, apesar de me ter apetecido. Mas também acho que ainda pode cair mais.
“E assim como sonho, raciocino se quero, porque isso é apenas uma outra espécie de sonho.”, Fernando Pessoa
“Nothing good ever comes of love. What comes of love is always something better” , Roberto Bolaño
"A ciência e o poder do homem coincidem, uma vez que, sendo a causa ignorada, frustra-se o efeito. Pois a natureza não se vence, senão quando se lhe obedece." Francis Bacon
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 4418
Registado: 20/8/2014 16:50

Re: The Boeing Company - NYSE

por rg7803 » 17/3/2020 23:20

Fez um belo "hammer" hoje.
A vela per si pouco significa.
Tendo ocorrido em zona claramente de suporte/resistência (no gráfico mensal) e sendo acompanhado de um aumento deveras significativo de volume, penso que é capaz de gerar um belo ressalto nas proximas sessões!
Estou fora, aliás de momento não tenho nada no mercado americano, mas penso que quem conseguiu comprar hoje perto dos mínimos da sessão (tipo entre 100-108, por aí) suspeito que arrisca-se a fazer um belo trade.
“Buy high, sell higher...”.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3191
Registado: 1/5/2008 23:09
Localização: Almada.

Re: The Boeing Company - NYSE

por lfhm83 » 18/3/2020 0:47

rg7803 Escreveu:Fez um belo "hammer" hoje.
A vela per si pouco significa.
Tendo ocorrido em zona claramente de suporte/resistência (no gráfico mensal) e sendo acompanhado de um aumento deveras significativo de volume, penso que é capaz de gerar um belo ressalto nas proximas sessões!
Estou fora, aliás de momento não tenho nada no mercado americano, mas penso que quem conseguiu comprar hoje perto dos mínimos da sessão (tipo entre 100-108, por aí) suspeito que arrisca-se a fazer um belo trade.


Sim mas falta a terceira vela para confirmar o padrão, os -8% no after deixam muito a desejar.
“It is not the strongest of the species that survives, nor the most intelligent, but rather the one most adaptable to change.”
― Leon C. Megginson
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3169
Registado: 15/2/2011 11:59
Localização: 22

Re: The Boeing Company - NYSE

por JohnyRobaz » 18/3/2020 3:48

Sim, creio que não será para já a paragem, até porque, na MMO, creio que era uma acção com grande relevância em fundos institucionais que têm regras sobre a classificação da dívida da empresa em questão, que era boa antes, mas levou com grandes downgrades nos últimos tempos. Isso fez esses fundos despejar as acções da Boeing e é algo que pode ainda estar a acontecer, face a essa relevância anterior.

Mas que a zona dos 100-110 é um suporte relevante, é.

Também não entrei, mas estou de olho. Mesmo os problemas com os 737MAX serão resolvidos, principalmente sem a pressão com que estavam em cima, devido a isto do vírus.
“E assim como sonho, raciocino se quero, porque isso é apenas uma outra espécie de sonho.”, Fernando Pessoa
“Nothing good ever comes of love. What comes of love is always something better” , Roberto Bolaño
"A ciência e o poder do homem coincidem, uma vez que, sendo a causa ignorada, frustra-se o efeito. Pois a natureza não se vence, senão quando se lhe obedece." Francis Bacon
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 4418
Registado: 20/8/2014 16:50

Re: The Boeing Company - NYSE

por optimiza » 19/3/2020 1:07

southwest_airlines  fly to Hawaii or any other state of the Union.jpg
southwest_airlines fly to Hawaii or any other state of the Union.jpg (34.29 KiB) Visualizado 1564 vezes
Já vou ao massacre no sector da aviação em particular, mas como preâmbulo vou abordar a destruição de valor em todos os setores "defensivos" do antigamente (em crashes ou recessões já não existem sectores defensivos).

Os novos sectores "defensivos".... esses tb caem mas bem menos: Telecoms, TV/Media, Techs e social media (o futuro está na net, no cabo e no 5G » enfim, uma realidade desmaterializada e transportada no éter).

Empresas do Ouro hoje caem que nem os Bancos » ETF Nugt cai 40%, Eldorado Gold 16%, Freeport Mcmoran 25%, Anglogold 19%, Gold fields 19%
Um setor "defensivo" que adoro em particular, está a cair que nem uma pedra » o lithium » a bela SQM está a cair 16%, FMC cai 17%, o ETF do Lithium cai 11,5%,
Outro setor defensivo do antigamente, o petróleo, a BP cai 15,5%, a Shell 12%, a Exxon 12,5%

-AVIAÇÃO-Especulação e muita subjetividade num sector de "oportunidades"pós-Corona (com maior beta e melhor equação retorno/risco entre os 4 sectores anteriormente referidos), a investir apartir de Maio e visando Março 2021.
Quedas estrondosas, apesar dos 150B de futuros créditos bonificados, incentivos e isenções fiscais, ajudas que o setor vai ter em termos Mundiais (assim, talvez nem a TAP, uma das pior geridas de sempre no setor, com prejuízo 2020 projetados nos 230M, vai falir). Sector ainda tem de cair bem mais durante Março e Abril » quedas médias/atuais de cerca de 70% num mês mas, excetuando Boeing/Airbus poderão ir até aos 90%, mas já são visíveis algumas sobreviventes Airbus+USA (porque são lá que estão as companhias mais lucrativas em tempos normais e com maiores quedas na fase Corona) que prospeciono para compra:

Top pick nº1 no sector - Southwest Airlines Co. (750 aviões) LUV, cai -8.10% Companhia muito bem gerida / passivo 8,6B controlado / vai ser uma sobrevivente categórica / capit. bolsista de 20B, em mínimos de 2014 / gastou 10B em stock buybacks /10 anos FCF de 15B

Top pick nº2 no sector - Delta Air Lines, Inc. (828 aviões) DAL, -27.820% Companhia bem gerida / passivo controlado de 12B / vai ser uma sobrevivente / capit. bolsista de 20,2B, em mínimos de 2013 / gastou 11,45B em stock buybacks /10 anos FCF de 23,1B, numa empresa que sempre protegeu as margens porque aposta nos voos mais lucrativos ex: LA/Nyc 5xdia

3º melhor Top Pick sectorial para Maio /Boeing - cai 17,9% para 101,89usd (cota a valores de 2013) - próximo suporte nos 86usd / passivo de 29B/ capit. bolsista de 54,5B quando só em em stock buybacks gastou 43,5B e / 10 anos free cash flow de 58,37B / Se o Mundo não acabar em 2020 é seguro que esta screaming buy vai disparar em alta. Sobrevive sempre porque pediu e vai certamente receber 60B em empréstimos a custo zero, incentivos Estaduais e reduções nos impostos/ Até fim de Março de 2021 terá um upside a 3 dígitos, mas menor do que outras!

Top pick nº4 no sector - Alaska Air Group, Inc. (450 aviões) ALK, cai que nem uma pedra -22.74% Companhia bem gerida / passivo 1,6B baixo para a dimensão "média" / Sobrevive sem dificuldade, mas devia ganhar escala via fusão / capit. bolsista de 3,9B, em mínimos de 2012 / gastou 4,9B em stock buybacks mais do que vale agora /10 anos FCF de 1,6B

5ª melhor Top pick no setor/risco acima da média - United Airlines Holdings, Inc. (870 aviões, 92.000 empregados é a 2º/3º maior companhia USA dependendo do critério) UAL -30.29% / companhia bem gerida / passivo de 12,9B / vai ser uma sobrevivente / capit. bolsista de 5,301B, em mínimos de 2012 / gastou 8,85B em stock buybacks /10 anos FCF de 11,52B, numa empresa lucrativa pautada por bons dividendos. Excessivamente penalizada dentro das muito penalizadas (pode valorizar-se 400% num cenário idílico de recuperação até final Março 2021.

6º melhor top pic JetBlue Airways Corporation (290 aviões Airbus maioritária) JBLU, -17.647% gestão conservadora/passivo controlado de 1,9B/vai sobreviver mas devia ganhar escala por fusão/ rentável mas sem dividendos/ capitalização bolsista de 2,1B/ gastou 1,77B em stock buybacks / FCF de 2,4B em 10 anos. Viaja para todo o lado mas associo a companhia aos voos para as Caraíbas (Bahamas, Cuba, Haiti, Rep. Dominicana).

*Red Alert Dangerous Pick - American Airlines Group, Inc. (960 aviões - Maior companhia aéria do Mundo com 132.000 empregados) AAL, -25.22%. Companhia mamute bem gerida apenas nos últimos 3 anos / maior passivo do setor nos 29,8B / vai ser uma sobrevivente apenas por ser a "companhia de bandeira USA", porque os prejuízos de ter 85% da frota parada são de 300M por mês / capit. bolsista de 6,63B / gastou 12,95B em stock buybacks nos últimos 10 anos /10 anos FCF de -7,93B, numa empresa que sempre torrou dinheiro para crescer e esmaga margens - é a TAP americana (mas claro, 10X melhor gerida que a TAP). Mínimos de 30 anos

* Enorme risco de falência/mas enorme oportunidade para a American e por isso está na lista de selecionadas: Se as ajudas do governo Federal forem superiores a 100B, a American será a maior beneficiada porque leva cerca de 20% do bolo e como foi a ação que caiu mais, também será a que mais vai subir.

* red alert Dangerous Pick - Spirit Airlines SAVE (230 aviões AIRBUS) -23,88% Companhia com gestão agressiva por vezes de qualidade / passivo 2,85B / Não deveria sobreviver a não ser por fusão / capit. bolsista de 617M, em mínimos de 2011 / gastou 1,25B em stock buybacks /10 anos FCF de 0,8B, numa empresa que sempre lutou para sobreviver

* Enorme risco de falência/mas enorme oportunidade para a Spirit e por isso está na lista de selecionadas: Se as ajudas do governo Federal forem superiores a 100B, a Spirit terá um leverage que face à queda brutal potencia valorizações de mais 300% até final de Março de 2021.

Airbus (construtor n1) - Não interessa para especulação pura porque apesar de um passivo agradável (28B), de boa gestão de topo, de crescendo da faturação e de ser o construtor nº1, capitalização Bolsista de 38,5B €, FCF 10 anos é de 32,2B, o PER é alto, o DY é baixo em tempos normais, e sobretudo o Beta na subida é inferior à Boeing (tal como o crescendo do FCF) e muito inferior às restantes companhias elencadas.

Nota - Dado 60 a 85% das frotas de cada companhia estarem paradas, os passivos 2019 considerados estão agora bem inflacionados a um nível ainda desconhecido.
nota 2 - Valores em USdollars para companhias USA e valores em euros para a Airbus.
nota 3 - Se repararem na queima de 132B em stock buybacks apenas nas companhias de aviação e construtores selecionados chegam provavelmente à conclusão que a entrega de dividendos não é assim uma coisa tão má!
nota 4 - Não se pode comprar neste sector, com o massacre em curso, antes da inversão. Em Maio? (faltam ainda materializar-se 15 a 25% das quedas).
charts-comparison- derrocada nas picks de aviação no mês Corona.png
charts-comparison- derrocada nas picks de aviação no mês Corona.png (94.86 KiB) Visualizado 1564 vezes
american-airlines-737-max_ contas tipo TAP mas para mim aviação é American, Turkish ou Emirates.jpg
american-airlines-737-max_ contas tipo TAP mas para mim aviação é American, Turkish ou Emirates.jpg (36.82 KiB) Visualizado 1564 vezes
Southwest a top pick nº1 para Maio é neste momento uma falling knife como todas as outras.png
Southwest a top pick nº1 para Maio é neste momento uma falling knife como todas as outras.png (67.64 KiB) Visualizado 1564 vezes
Editado pela última vez por optimiza em 19/3/2020 3:11, num total de 1 vez.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1264
Registado: 1/11/2012 23:18
Localização: Ítaca

Re: The Boeing Company - NYSE

por JohnyRobaz » 19/3/2020 2:27

Já agora pedia a vossa ajuda para saber se estou aqui a fazer umas contas bem relativamente à Boeing. Segundo o Peter Lynch, uma empresa é uma asset play buying opportunity quando Market Cap < Assets - Debt, o que basicamente significa que se a empresa parar e fechar a porta e vender os seus assets e pagar a dívida, fica com o resto em valor a distribuir pelos accionistas. Nunca é bem assim, porque a empresa não venderia facilmente os assets, mas é uma forma de quantificação.

Olhando para o report de 2019 da Boeing vemos que:

Total Assets = $133,6 B
Total Debt = $27,3 B

Market Cap (hoje) = $57,5 B

Segundo esta métrica, mesmo que a Boeing fechasse hoje, desprezando derrapagens nestes valores, indemnizações, etc, pois é nessa perspectiva que o Peter Lynch avalia a coisa (e também porque não vejo a Boeing a falir realmente), temos que a empresa está a cotar a 54% do seu valor real patrimonial.
“E assim como sonho, raciocino se quero, porque isso é apenas uma outra espécie de sonho.”, Fernando Pessoa
“Nothing good ever comes of love. What comes of love is always something better” , Roberto Bolaño
"A ciência e o poder do homem coincidem, uma vez que, sendo a causa ignorada, frustra-se o efeito. Pois a natureza não se vence, senão quando se lhe obedece." Francis Bacon
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 4418
Registado: 20/8/2014 16:50

Re: The Boeing Company - NYSE

por optimiza » 19/3/2020 3:53

JohnyRobaz Escreveu:Já agora pedia a vossa ajuda para saber se estou aqui a fazer umas contas bem relativamente à Boeing. Segundo o Peter Lynch, uma empresa é uma asset play buying opportunity quando Market Cap < Assets - Debt, o que basicamente significa que se a empresa parar e fechar a porta e vender os seus assets e pagar a dívida, fica com o resto em valor a distribuir pelos accionistas. Nunca é bem assim, porque a empresa não venderia facilmente os assets, mas é uma forma de quantificação.

Olhando para o report de 2019 da Boeing vemos que:

Total Assets = $133,6 B
Total Debt = $27,3 B

Market Cap (hoje) = $57,5 B

Segundo esta métrica, mesmo que a Boeing fechasse hoje, desprezando derrapagens nestes valores, indemnizações, etc, pois é nessa perspectiva que o Peter Lynch avalia a coisa (e também porque não vejo a Boeing a falir realmente), temos que a empresa está a cotar a 54% do seu valor real patrimonial.


Essa perspectiva é teoricamente a mais simples, lógica mas parcial (não permite ver por exemplo se 1 empresa é lucrativa per se, ou qual o ROE), e não serve para definir valor para OPA ou para uma recomendação de strong buy, mas….avaliar ativos contabilisticamente e em abstrato é uma coisa, outra coisa avaliá-los no mercado real e no tempo real (reavaliando os items um a um, patentes, variações de stocks, qualidade de créditos em dívida, aplicações financeiras desvalorizaram quanto?, ações próprias da companhia desvalorizaram quanto, actualizar valor de ativos imobiliários. Avaliar e equacionar isso tudo numa recessão é ainda outra coisa….pior). Não fui ver, mas por exemplo a frota acumulada de 737-Max produzidos e ainda não vendidos que podem ser deitados para a sucata. Foram contabilizados como?

Exemplo radical da diferença entre valores teóricos e reais:
A Bear sterns (Market cap de 32B, depois comprada a custo zero+subsídios do Estado pela JP Morgan). Em 20 de Dezembro de 2007, Bear Stearns anunciou o seu primeiro prejuízo trimestral em 83 anos. Perdeu $854M no 4º trim. Anunciou $1.9B de write-down de ativos em hipotecas subprime (após falida os write-downs de ativos subprime totalizaram 65B só na BS), começou aí um processo que desencadearia, poucos meses depois, no ano seguinte, a crise financeira de 2008 (em que a falência da Lehman Bros foi a mais emblemática). Qual a carta que levou à queda do baralho? O ás de copas, a sobre sobre-avaliação dos ativos. A 2ª carta que levou à queda foi a sobre-alavancagem.

O que é que aconteceu no setor financeiro e em todos os outros setores (e que sempre aconteceu acontecerá e agora continua a acontecer, em menor escala)? O balanço apresenta uma realidade objetiva partindo de premissas com um certo grau de subjetividade.
A quantificação dos Ativos não é uma ciência exata mas sim a tradução de convicções do management, revisão seletiva de dados, em alguns setores mais noutros menos, mas em todos, o make up das contas, a sobrevalorização/desvalorização de ativos, percentuais trabalhados de amortizações, reservas, provisões, créditos, sobre-faturação tudo acaba por afetar direta ou reflexamente o ativo.

A forma 100% básica para ver se a companhia cresce e sobretudo se as margens operacionais permitem a sobrevivência da empresa, investimentos e lucros futuros é analisar comparativamente os *disccounted cash flows /DCF.

A forma como o Mestre WB define se uma empresa, cotada ou não, está subavaliada ou sobreavaliada é outra mais trabalhosa. Fáceis e práticas só as que estão a Bold+Ebit (WB não confia muito nos Ebitdas)

WB / The Method of 12:
1. Is the business simple and understandable?
2. Does the business have a consistent operating history?
3. Does the business have a favorable long term prospect?
4. Is management rational?
5. Is management candid with its shareholders?
6. Does management resist the institutional imperative?
7. Focus on Return on Equity not Earnings per share
8. Calculates"owner earnings"
9. Looks for companies with high profit margins
10. For every dollar retained, create at least one dollar of the market value
11. What is the value of the business?
12. Can the business be purchased at a discount to its real value. (DCF) (a mais fácil e mais clara)
*Warren Buffet applies the Discounted Cash Flow method by seeking to estimate a company's intrinsic value. He projects the future owner earnings and then discounts it back to the present at a risk free rate. He claims that the "margin of safety" in applying his other tenets listed above mitigates or eliminates risk .

The strategies that Warren Buffett uses are the margin of safety principle (Só compra ações que esteja com o intrinsic value 25% acima da capitalização bolsista), circle of competence, the economic moat, customer loyalty, earning power of the company, technological developments and the integrity and honesty of the management team.
valuation-methods-diagram.png
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1264
Registado: 1/11/2012 23:18
Localização: Ítaca

Re: The Boeing Company - NYSE

por JohnyRobaz » 19/3/2020 11:04

optimiza Escreveu:
JohnyRobaz Escreveu:Já agora pedia a vossa ajuda para saber se estou aqui a fazer umas contas bem relativamente à Boeing. Segundo o Peter Lynch, uma empresa é uma asset play buying opportunity quando Market Cap < Assets - Debt, o que basicamente significa que se a empresa parar e fechar a porta e vender os seus assets e pagar a dívida, fica com o resto em valor a distribuir pelos accionistas. Nunca é bem assim, porque a empresa não venderia facilmente os assets, mas é uma forma de quantificação.

Olhando para o report de 2019 da Boeing vemos que:

Total Assets = $133,6 B
Total Debt = $27,3 B

Market Cap (hoje) = $57,5 B

Segundo esta métrica, mesmo que a Boeing fechasse hoje, desprezando derrapagens nestes valores, indemnizações, etc, pois é nessa perspectiva que o Peter Lynch avalia a coisa (e também porque não vejo a Boeing a falir realmente), temos que a empresa está a cotar a 54% do seu valor real patrimonial.


Essa perspectiva é teoricamente a mais simples, lógica mas parcial (não permite ver por exemplo se 1 empresa é lucrativa per se, ou qual o ROE), e não serve para definir valor para OPA ou para uma recomendação de strong buy, mas….avaliar ativos contabilisticamente e em abstrato é uma coisa, outra coisa avaliá-los no mercado real e no tempo real (reavaliando os items um a um, patentes, variações de stocks, qualidade de créditos em dívida, aplicações financeiras desvalorizaram quanto?, ações próprias da companhia desvalorizaram quanto, actualizar valor de ativos imobiliários. Avaliar e equacionar isso tudo numa recessão é ainda outra coisa….pior). Não fui ver, mas por exemplo a frota acumulada de 737-Max produzidos e ainda não vendidos que podem ser deitados para a sucata. Foram contabilizados como?

Exemplo radical da diferença entre valores teóricos e reais:
A Bear sterns (Market cap de 32B, depois comprada a custo zero+subsídios do Estado pela JP Morgan). Em 20 de Dezembro de 2007, Bear Stearns anunciou o seu primeiro prejuízo trimestral em 83 anos. Perdeu $854M no 4º trim. Anunciou $1.9B de write-down de ativos em hipotecas subprime (após falida os write-downs de ativos subprime totalizaram 65B só na BS), começou aí um processo que desencadearia, poucos meses depois, no ano seguinte, a crise financeira de 2008 (em que a falência da Lehman Bros foi a mais emblemática). Qual a carta que levou à queda do baralho? O ás de copas, a sobre sobre-avaliação dos ativos. A 2ª carta que levou à queda foi a sobre-alavancagem.

O que é que aconteceu no setor financeiro e em todos os outros setores (e que sempre aconteceu acontecerá e agora continua a acontecer, em menor escala)? O balanço apresenta uma realidade objetiva partindo de premissas com um certo grau de subjetividade.
A quantificação dos Ativos não é uma ciência exata mas sim a tradução de convicções do management, revisão seletiva de dados, em alguns setores mais noutros menos, mas em todos, o make up das contas, a sobrevalorização/desvalorização de ativos, percentuais trabalhados de amortizações, reservas, provisões, créditos, sobre-faturação tudo acaba por afetar direta ou reflexamente o ativo.

A forma 100% básica para ver se a companhia cresce e sobretudo se as margens operacionais permitem a sobrevivência da empresa, investimentos e lucros futuros é analisar comparativamente os *disccounted cash flows /DCF.

A forma como o Mestre WB define se uma empresa, cotada ou não, está subavaliada ou sobreavaliada é outra mais trabalhosa. Fáceis e práticas só as que estão a Bold+Ebit (WB não confia muito nos Ebitdas)

WB / The Method of 12:
1. Is the business simple and understandable?
2. Does the business have a consistent operating history?
3. Does the business have a favorable long term prospect?
4. Is management rational?
5. Is management candid with its shareholders?
6. Does management resist the institutional imperative?
7. Focus on Return on Equity not Earnings per share
8. Calculates"owner earnings"
9. Looks for companies with high profit margins
10. For every dollar retained, create at least one dollar of the market value
11. What is the value of the business?
12. Can the business be purchased at a discount to its real value. (DCF) (a mais fácil e mais clara)
*Warren Buffet applies the Discounted Cash Flow method by seeking to estimate a company's intrinsic value. He projects the future owner earnings and then discounts it back to the present at a risk free rate. He claims that the "margin of safety" in applying his other tenets listed above mitigates or eliminates risk .

The strategies that Warren Buffett uses are the margin of safety principle (Só compra ações que esteja com o intrinsic value 25% acima da capitalização bolsista), circle of competence, the economic moat, customer loyalty, earning power of the company, technological developments and the integrity and honesty of the management team.
valuation-methods-diagram.png


Pois, compreendo o que dizes. Basicamente, isto pode ser feito num fundo já consolidado, em que a empresa já está a acelerar, em que la está a pôr-se de pé, problemas em geral resolvidos, mas o mercado, queimado, ainda a está a sub-avaliar. Aí talvez essa quantificação dos assets seja mais realista, certo?

Quando ao DCF, ainda não tive tempo para me debruçar sobre esse método, mas a ver se nos próximos dias o faço. Se tiveres disponibilidade, era interessante colocares aqui essa quantificação em relação à Boeing. :D
“E assim como sonho, raciocino se quero, porque isso é apenas uma outra espécie de sonho.”, Fernando Pessoa
“Nothing good ever comes of love. What comes of love is always something better” , Roberto Bolaño
"A ciência e o poder do homem coincidem, uma vez que, sendo a causa ignorada, frustra-se o efeito. Pois a natureza não se vence, senão quando se lhe obedece." Francis Bacon
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 4418
Registado: 20/8/2014 16:50

Re: The Boeing Company - NYSE

por optimiza » 20/3/2020 11:16

Estou surpreendido! Antes de começar a ´época da "caça às perdizes", vejo caçadores por todo o lado! Quer dizer com as perdizes nos ninhos (90% aviões parados sem faturar), e os caçadores vão para lá dar tirinhos (anteciparam as antecipações dos outros...)

Airbus a subir 16%, Air France 4,5%, Lufthansa 4,8%.

Pior! After hours da Boeing a subir 13,5% (pelo FCF do mau ano de 2019, Boeing poderia valer 85B, pelo DCF poderia valer 95B, com o 737Max principal avião do portfolio, cerca de 60% do total de encomendas antes da suspensão de produção, poderia valer sempre acima de 120B), porque a companhia afirmou que o 737Max vai continuar a voar e a ser fabricado (com alterações - software e hardware, em validação pela Autoridade Federal). Southwest sobe no AH 9%, UAL 15%, Jetblu 18%, até a American sobe 14%.
A estação da caça ainda não começou.jpg
A estação da caça ainda não começou.jpg (53.84 KiB) Visualizado 1222 vezes
Queda brutal e sem suportes que se acentuou ainda no sector das transportadoras, agora AH sobe loucamente.png
Queda brutal e sem suportes que se acentuou ainda no sector das transportadoras, agora AH sobe loucamente.png (59.27 KiB) Visualizado 1222 vezes
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1264
Registado: 1/11/2012 23:18
Localização: Ítaca

Re: The Boeing Company - NYSE

por Opcard33 » 20/3/2020 11:29

optimiza Escreveu:Estou surpreendido! Antes de começar a ´época da "caça às perdizes", vejo caçadores por todo o lado! Quer dizer com as perdizes nos ninhos (90% aviões parados sem faturar), e os caçadores vão para lá dar tirinhos (anteciparam as antecipações dos outros...)

Airbus a subir 16%, Air France 4,5%, Lufthansa 4,8%.

Pior! After hours da Boeing a subir 13,5% (pelo FCF do mau ano de 2019, Boeing poderia valer 85B, pelo DCF poderia valer 95B, com o 737Max principal avião do portfolio, cerca de 60% do total de encomendas antes da suspensão de produção, poderia valer sempre acima de 120B), porque a companhia afirmou que o 737Max vai continuar a voar e a ser fabricado (com alterações - software e hardware, em validação pela Autoridade Federal). Southwest sobe no AH 9%, UAL 15%, Jetblu 18%, até a American sobe 14%.
A estação da caça ainda não começou.jpg
Queda brutal e sem suportes que se acentuou ainda no sector das transportadoras, agora AH sobe loucamente.png



Optimiza homem de pouca fé esquece o poder infinito de um governo feito Deus
 
Mensagens: 731
Registado: 9/9/2013 15:13

Re: The Boeing Company - NYSE

por JohnyRobaz » 20/3/2020 12:38

optimiza Escreveu:Estou surpreendido! Antes de começar a ´época da "caça às perdizes", vejo caçadores por todo o lado! Quer dizer com as perdizes nos ninhos (90% aviões parados sem faturar), e os caçadores vão para lá dar tirinhos (anteciparam as antecipações dos outros...)

Airbus a subir 16%, Air France 4,5%, Lufthansa 4,8%.

Pior! After hours da Boeing a subir 13,5% (pelo FCF do mau ano de 2019, Boeing poderia valer 85B, pelo DCF poderia valer 95B, com o 737Max principal avião do portfolio, cerca de 60% do total de encomendas antes da suspensão de produção, poderia valer sempre acima de 120B), porque a companhia afirmou que o 737Max vai continuar a voar e a ser fabricado (com alterações - software e hardware, em validação pela Autoridade Federal). Southwest sobe no AH 9%, UAL 15%, Jetblu 18%, até a American sobe 14%.
A estação da caça ainda não começou.jpg
Queda brutal e sem suportes que se acentuou ainda no sector das transportadoras, agora AH sobe loucamente.png


De facto a Airbus está a subir bem mas a Boeing vai nos 4% pre-market, continua a rondar ali os 100 dolares, que me parecem a zona de suporte que já aqui referimos. Se o preço estagnar por aqui, criar uma zona de acumulação, e se o apocalipse já não vier, parece-me barata, pelas tuas contas. Este fim de semana a ver se me dedico a esse método do DCF.
“E assim como sonho, raciocino se quero, porque isso é apenas uma outra espécie de sonho.”, Fernando Pessoa
“Nothing good ever comes of love. What comes of love is always something better” , Roberto Bolaño
"A ciência e o poder do homem coincidem, uma vez que, sendo a causa ignorada, frustra-se o efeito. Pois a natureza não se vence, senão quando se lhe obedece." Francis Bacon
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 4418
Registado: 20/8/2014 16:50

Re: The Boeing Company - NYSE

por optimiza » 20/3/2020 12:48

JohnyRobaz Escreveu:
optimiza Escreveu:Estou surpreendido! Antes de começar a ´época da "caça às perdizes", vejo caçadores por todo o lado! Quer dizer com as perdizes nos ninhos (90% aviões parados sem faturar), e os caçadores vão para lá dar tirinhos (anteciparam as antecipações dos outros...)

Airbus a subir 16%, Air France 4,5%, Lufthansa 4,8%.

Pior! After hours da Boeing a subir 13,5% (pelo FCF do mau ano de 2019, Boeing poderia valer 85B, pelo DCF poderia valer 95B, com o 737Max principal avião do portfolio, cerca de 60% do total de encomendas antes da suspensão de produção, poderia valer sempre acima de 120B), porque a companhia afirmou que o 737Max vai continuar a voar e a ser fabricado (com alterações - software e hardware, em validação pela Autoridade Federal). Southwest sobe no AH 9%, UAL 15%, Jetblu 18%, até a American sobe 14%.
A estação da caça ainda não começou.jpg
Queda brutal e sem suportes que se acentuou ainda no sector das transportadoras, agora AH sobe loucamente.png


De facto a Airbus está a subir bem mas a Boeing vai nos 4% pre-market, continua a rondar ali os 100 dolares, que me parecem a zona de suporte que já aqui referimos. Se o preço estagnar por aqui, criar uma zona de acumulação, e se o apocalipse já não vier, parece-me barata, pelas tuas contas. Este fim de semana a ver se me dedico a esse método do DCF.


Em Boeing não é preciso perderes tempo algum, apenas estar atento a 2 coisas:

a) Quando vêm os 60B de subsídios/empréstimos bonificados do Governo da União+Estados Federados com fábricas » medida vale pelo menos 15B de valorização (para muito mais no CP)
b) Quando e como é que a FAA autoriza o reshape dos antigos e novas vendas do 737-Max » medida vale pelo menos 50B de valorização da ação (para muito mais no MP e LP)
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1264
Registado: 1/11/2012 23:18
Localização: Ítaca

Re: The Boeing Company - NYSE

por JohnyRobaz » 20/3/2020 12:57

optimiza Escreveu:
JohnyRobaz Escreveu:
optimiza Escreveu:Estou surpreendido! Antes de começar a ´época da "caça às perdizes", vejo caçadores por todo o lado! Quer dizer com as perdizes nos ninhos (90% aviões parados sem faturar), e os caçadores vão para lá dar tirinhos (anteciparam as antecipações dos outros...)

Airbus a subir 16%, Air France 4,5%, Lufthansa 4,8%.

Pior! After hours da Boeing a subir 13,5% (pelo FCF do mau ano de 2019, Boeing poderia valer 85B, pelo DCF poderia valer 95B, com o 737Max principal avião do portfolio, cerca de 60% do total de encomendas antes da suspensão de produção, poderia valer sempre acima de 120B), porque a companhia afirmou que o 737Max vai continuar a voar e a ser fabricado (com alterações - software e hardware, em validação pela Autoridade Federal). Southwest sobe no AH 9%, UAL 15%, Jetblu 18%, até a American sobe 14%.
A estação da caça ainda não começou.jpg
Queda brutal e sem suportes que se acentuou ainda no sector das transportadoras, agora AH sobe loucamente.png


De facto a Airbus está a subir bem mas a Boeing vai nos 4% pre-market, continua a rondar ali os 100 dolares, que me parecem a zona de suporte que já aqui referimos. Se o preço estagnar por aqui, criar uma zona de acumulação, e se o apocalipse já não vier, parece-me barata, pelas tuas contas. Este fim de semana a ver se me dedico a esse método do DCF.


Em Boeing não é preciso perderes tempo algum, apenas estar atento a 2 coisas:

a) Quando vêm os 60B de subsídios/empréstimos bonificados do Governo da União+Estados Federados com fábricas » medida vale pelo menos 15B de valorização (para muito mais no CP)
b) Quando e como é que a FAA autoriza o reshape dos antigos e novas vendas do 737-Max » medida vale pelo menos 50B de valorização da ação (para muito mais no MP e LP)


Até acredito, o que eu não sei é chegar a esses valores de 15B (a) e 50B (b). :oops:
“E assim como sonho, raciocino se quero, porque isso é apenas uma outra espécie de sonho.”, Fernando Pessoa
“Nothing good ever comes of love. What comes of love is always something better” , Roberto Bolaño
"A ciência e o poder do homem coincidem, uma vez que, sendo a causa ignorada, frustra-se o efeito. Pois a natureza não se vence, senão quando se lhe obedece." Francis Bacon
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 4418
Registado: 20/8/2014 16:50

Re: The Boeing Company - NYSE

por optimiza » 20/3/2020 13:56

JohnyRobaz Escreveu:Até acredito, o que eu não sei é chegar a esses valores de 15B (a) e 50B (b). :oops:


Especulando, ação de projetar no futuro um cenário falível em que, fruto do benchmark e do histórico, as probabilidades são favoráveis!
Noah Poponak, respon. pelas análises sobre aviação da Goldman Sachs, dava em finais de Abril 2019 um PT de 425usd (face aos actuais 100usd), para fim de 2020 - claro que desconhecia a paragem total do setor por causa do Corona.
como especular 50B de valorização na ação após nova Autorização da FAA? / Calculava a GS o impacto económico do 737-max, quando produzido em velocidade de cruzeiro (340 unidades/ano) - para carteira de 4700 encomendas na altura (que agora mesmo após cancelamentos de todo o lado e suspensão imposta da produção, se mantém em 2900), 100% do investimento I&D 737-max para trás, especulava em 18B/ano faturação 737-Max para margem bruta de 6B, especulando margem l´íquida 1/2 sobre margem bruta e retorno teórico objetivo de 10% sobre capital próprio, a 2 anos, superando esse target. Pela expansão direta do FCF da Boeing pode-se ir mais além! O mercado acionista exacerba e antecipa, em cima de tudo isto, sempre qualquer movimento Down ou Up.
Os 15B são especulados de uma forma prosaica, como sinal de confiança na sobrevivência da companhia. Se os mercados desvalorizaram 100B a Boeing por causa da esperada perda de faturação Coronada, em que a Boeing necessita de renegociar no imediato 5B em bonds+adicionais de 10B em novas Bonds, especulo que a capitalização deveria recuperar pelo menos 15B , equivalente a 1/4 dos empréstimos bonificados/garantias/subsídios de 60B.
Se o Mundo não acabar Coronado em Junho de 2020 e se a FAA autorizar (737-Max), o futuro mp+lp, será de forte recuperação para a Boeing (e das sobreviventes do sector da aviação civil).

https://www.boeing.com/737-max-updates/
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1264
Registado: 1/11/2012 23:18
Localização: Ítaca

Re: The Boeing Company - NYSE

por JohnyRobaz » 20/3/2020 15:39

optimiza Escreveu:
JohnyRobaz Escreveu:Até acredito, o que eu não sei é chegar a esses valores de 15B (a) e 50B (b). :oops:


Especulando, ação de projetar no futuro um cenário falível em que, fruto do benchmark e do histórico, as probabilidades são favoráveis!
Noah Poponak, respon. pelas análises sobre aviação da Goldman Sachs, dava em finais de Abril 2019 um PT de 425usd (face aos actuais 100usd), para fim de 2020 - claro que desconhecia a paragem total do setor por causa do Corona.
como especular 50B de valorização na ação após nova Autorização da FAA? / Calculava a GS o impacto económico do 737-max, quando produzido em velocidade de cruzeiro (340 unidades/ano) - para carteira de 4700 encomendas na altura (que agora mesmo após cancelamentos de todo o lado e suspensão imposta da produção, se mantém em 2900), 100% do investimento I&D 737-max para trás, especulava em 18B/ano faturação 737-Max para margem bruta de 6B, especulando margem l´íquida 1/2 sobre margem bruta e retorno teórico objetivo de 10% sobre capital próprio, a 2 anos, superando esse target. Pela expansão direta do FCF da Boeing pode-se ir mais além! O mercado acionista exacerba e antecipa, em cima de tudo isto, sempre qualquer movimento Down ou Up.
Os 15B são especulados de uma forma prosaica, como sinal de confiança na sobrevivência da companhia. Se os mercados desvalorizaram 100B a Boeing por causa da esperada perda de faturação Coronada, em que a Boeing necessita de renegociar no imediato 5B em bonds+adicionais de 10B em novas Bonds, especulo que a capitalização deveria recuperar pelo menos 15B , equivalente a 1/4 dos empréstimos bonificados/garantias/subsídios de 60B.
Se o Mundo não acabar Coronado em Junho de 2020 e se a FAA autorizar (737-Max), o futuro mp+lp, será de forte recuperação para a Boeing (e das sobreviventes do sector da aviação civil).

https://www.boeing.com/737-max-updates/


Assim que compreender o método farei a minha avaliação da Boeing e partilharei aqui, espero pelo teu feedback!
“E assim como sonho, raciocino se quero, porque isso é apenas uma outra espécie de sonho.”, Fernando Pessoa
“Nothing good ever comes of love. What comes of love is always something better” , Roberto Bolaño
"A ciência e o poder do homem coincidem, uma vez que, sendo a causa ignorada, frustra-se o efeito. Pois a natureza não se vence, senão quando se lhe obedece." Francis Bacon
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 4418
Registado: 20/8/2014 16:50

Re: The Boeing Company - NYSE

por rg7803 » 25/3/2020 11:12

rg7803 Escreveu:Fez um belo "hammer" hoje.
A vela per si pouco significa.
Tendo ocorrido em zona claramente de suporte/resistência (no gráfico mensal) e sendo acompanhado de um aumento deveras significativo de volume, penso que é capaz de gerar um belo ressalto nas proximas sessões!
Estou fora, aliás de momento não tenho nada no mercado americano, mas penso que quem conseguiu comprar hoje perto dos mínimos da sessão (tipo entre 100-108, por aí) suspeito que arrisca-se a fazer um belo trade.



As suspeitas afinal eram válidas ... o martelo era de madeira carvalho e não era da loja do chinês ...

https://finance.yahoo.com/quote/BA/

Hoje no premarket sobe para perto 150$. Quem comprou nos lows 100$ fez um excelente negócio, ganhou 40-50% em meia dúzia de sessões.
PS: eu NÃO fui um desses ...
“Buy high, sell higher...”.
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 3191
Registado: 1/5/2008 23:09
Localização: Almada.

Re: The Boeing Company - NYSE

por JohnyRobaz » 25/3/2020 11:26

rg7803 Escreveu:
rg7803 Escreveu:Fez um belo "hammer" hoje.
A vela per si pouco significa.
Tendo ocorrido em zona claramente de suporte/resistência (no gráfico mensal) e sendo acompanhado de um aumento deveras significativo de volume, penso que é capaz de gerar um belo ressalto nas proximas sessões!
Estou fora, aliás de momento não tenho nada no mercado americano, mas penso que quem conseguiu comprar hoje perto dos mínimos da sessão (tipo entre 100-108, por aí) suspeito que arrisca-se a fazer um belo trade.



As suspeitas afinal eram válidas ... o martelo era de madeira carvalho e não era da loja do chinês ...

https://finance.yahoo.com/quote/BA/

Hoje no premarket sobe para perto 150$. Quem comprou nos lows 100$ fez um excelente negócio, ganhou 40-50% em meia dúzia de sessões.
PS: eu NÃO fui um desses ...


Nem eu...
“E assim como sonho, raciocino se quero, porque isso é apenas uma outra espécie de sonho.”, Fernando Pessoa
“Nothing good ever comes of love. What comes of love is always something better” , Roberto Bolaño
"A ciência e o poder do homem coincidem, uma vez que, sendo a causa ignorada, frustra-se o efeito. Pois a natureza não se vence, senão quando se lhe obedece." Francis Bacon
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 4418
Registado: 20/8/2014 16:50

Re: The Boeing Company - NYSE

por J_Investidor » 25/3/2020 14:17

Boas, por acaso entrei mesmo no fim da sessão naquela aceleração final. Infelizmente o dinheiro não é muito e a posição é bastante modesta.

Cumprimentos e bons negócios
 
Mensagens: 53
Registado: 15/12/2018 19:39

Re: The Boeing Company - NYSE

por optimiza » 26/3/2020 3:14

J investidor parabéns pelo investimento especulativo num bom timing e com 30% de valorização em menos de 24h!

Boeing subiu de mínimos de 6 sessões cerca de 65% (uma valorização incrível...e por agora apenas especulativa). Na realidade os actuais 89B de capitalização é pouco face aos níveis de janeiro de 2019 em que capitalizava o triplo, mas um valor próximo do meu target - 120B para o final do ano, já com a produção e vendas em velocidade de cruzeiro e já com as linhas de crédito bonificadas Federais e subsídios Estaduais já ativos.

Todo o setor disparou de uma forma absurda (quando produção e(ou) vendas estão Corona paralisadas. American Airlines ontem disparou mais de 30% e hoje não contente, sobe 11,35%). Com volumes gigantescos transacionados (fruto de fechos de milhares de posições short em cada uma delas - relembro que nas corretoras Americanas é barato um pequeno inv. shortar e para um Hedge fund ou Institucional é baratíssimo, sobretudo nestas ações de grande liquidez, da E-trade ao JP Morgan). Anteciparam em 3/4 meses, e de uma forma velocissima a normalização das viagens aerias e da recuperação do pricing power das companhias como resultado da recuperação do cash disponível pelos clientes. É óbvio que isso vai acontecer mas até lá estas companhias estão com os balanços muito debilitados e em inúmeros casos, em falência técnica (American Airlines, Spirit, Easyjet, Ryanair, British Airways, korean Air, Iberia,etc), em que, para além da retoma das operações, dependem das linhas bonificadas de centenas de biliões Europa/USA/Asia e subsídios para recuperar (vão tê-los, mas talvez nem assim se safe a Easy Jet).

Neste momento tem de se aguardar uma nova fase corretiva no setor para entrar, e já a Boeing deverá não ser das ações com maior upside potential %. Para complementar as Top Picks que referi anteriormente, a Delta Airlines, SkyWest e a Spirit ganham um redobrado interesse por duas análises relevantes:

1 - INSIDER BUYING (muito relevante porque quando o management e os acionistas do board reforçam posições em Bear Market é que acreditam no Futuro da companhia) ; Nas 20 empresas com maior Insider Buying no S&P500, encontramos 4 relacionadas com o setor da aviação civil; Spirit (SAVE), SkyWest (SKYW), Delta Airlines (DAL) e Transdigm (TDG) - esta última de peças para aviões. Na lista estão também Bancos como o Wells fargo, construtoras como a Toll Brothers e petrolíderas como a Murphy Oil, Hess e Halliburton, todas de setores que caíram 40% até aos 85% neste Corona crash.

2 - Dos 20 principais investimentos do Mestre WB na Berkshire (lista em anexo e que desconhecia quando construi Top picks para o setor - determinante para ver que ações é que um Value investor costuma comprar para 10/20/30/40/50 anos de permanência nos títulos, da Coca Cola à Apple, passando obviamente pela Visa e pelo bank of America, vemos que as minhas TOP Picks constantes desta mesma página, nº1 Southwest Airlines (LUV) e a nº2 Delta Airlines (DAL) fazem parte dessas 20 posições cimeiras da BH.
Melhor, o WB reforçou forte, neste período de quedas violentas, na Delta Airlines.

Desta forma, mudo posições, a Top Pick 1 passa a ser a Delta Airlines e em segundo a Southwest. Vou entrar em Abril, mas preciso de nova fase corretiva para o fazer (subiram demasiado e demasiado depressa, destruindo parte importante do "upside seguro", se é que isso existe).

nota - nas ações do top20 do Oráculo de Omaha/Guru de Wall Street, vejam o reflexo de uma estratégia de investimento VALUE!!! (com pouco relevo, vejam também que até um génio sofre perdas dantescas no portfólio com o CoronaBear - e a tabela é de hoje logo não tem os mínimos absolutos/perdas máximas de há 4 sessões atrás » entre máx. YTD e essa sessão, chegou a estar a queimar 180B usd no portfolio).

Porque é que foi apanhado pelo Corona Lockdown com enormes posições em companhias aérias e automóveis? Porque em 89 anos de vida nunca passou ou previu um cisne negro epidemiológico pior que qualquer crise financeira Warren Buffett said earlier this month that he hadn’t seen anything like the coronavirus pandemic. “If you stick around long enough, you’ll see everything in markets,” he told Yahoo Finance. “And it may have taken me to 89 years of age to throw this one into the experience.”
Warren Buffett top20 do portfolio da berkshire e Corona perdas do mesmo.png
DELTA Top Pick aviação para Abril mas só após nova e imprescindível correção.png
DELTA Top Pick aviação para Abril mas só após nova e imprescindível correção.png (61.01 KiB) Visualizado 624 vezes
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 1264
Registado: 1/11/2012 23:18
Localização: Ítaca

Re: The Boeing Company - NYSE

por J_Investidor » 26/3/2020 13:35

Obrigado Optimiza.

Infelizmente não ganhei os 30% :?
Só pude acompanhar os primeiros 10min de negociação. E iria estar umas horas sem puder acompanhar o mercado, pelo que coloquei um limite de stop nos 144$, infelizmente a cotação foi até aos 142$ e depois cavalgou por ali a cima.
Claro que quando pude novamente ver a negociação, me deu uma coisa má, estava nos 30% :wall:
Mas pronto... ganhei cerca de 13%.

Sou bastante inexperiente. O que falhou no meu ponto de vista?
O que pensei foi: "com o carrocel que os mercados estão neste momento, não vou arriscar e vou colocar um stop uns 7/8% abaixo da cotação de abertura, porque caso baixe ainda realizo um ganho"

Cumprimentos a todos e desde já agradeço se me puderem dar outros pontos de vista do que poderia ter feito diferente.

Bons negócios

Edit: e pronto, no pre market já está com 8% de ganho :wall: :wall:
 
Mensagens: 53
Registado: 15/12/2018 19:39

Re: The Boeing Company - NYSE

por Celsius-reloaded » 26/3/2020 15:01

Excelente análise Optimiza e gráfico do WB mto interessante.

Duas notas apenas. Mesmo que o WB tivesse previsto os efeitos da coisa, teria tido alguma dificuldade em reagir digo eu dado o tamanho das posições que tem.

Por outro lado a subida abrupta da Boeing poderá estar relacionada com um enorme short squeeze. Mesmo com grande volatilidade não é nada normal estar com quase 100% de ganhos desde minimos da semana passada. :-s
31 de Julho: dia de São Stop.
 
Mensagens: 1943
Registado: 29/11/2007 2:35
Localização: Coimbra

Re: The Boeing Company - NYSE

por Artista Romeno » 26/3/2020 15:18

A malta ja se esqueceu do bcp...é o que tenho a dizer
As opiniões expressas baseiam-se essencialmente em análise fundamental, e na relação entre o valor de mercado dos ativos e as suas perspectivas futuras de negocio, como tal traduzem uma interpretação pessoal da realidade,devendo como tal apenas serem consideradas como uma perspetiva meramente informativa sobre os ativos em questão, não se constituindo como sugestões firmes de investimento
 
Mensagens: 4919
Registado: 4/4/2014 18:06
Localização: Iberia

Re: The Boeing Company - NYSE

por J Alves » 26/3/2020 15:41

Este tipo de acções pra trades de mete e tira até sabem a mel....... :shock:

Ainda me lembra o agosto de 2009 com a AIG :-"
Avatar do Utilizador
 
Mensagens: 6262
Registado: 3/3/2006 11:17
Localização: Mundo Rural

Anterior

Quem está ligado: